segunda-feira, 16 de julho de 2012

Paparutas invadem o Teatro Vila Velha



O espetáculo infantojuvenil Paparutas, nova montagem da Companhia Novos Novos, atraiu muitas crianças para o Teatro Vila Velha neste domingo. Com texto de Lázaro Ramos e direção de Débora Landim, a peça mostra, de uma forma lúdica, o universo das Paparutas, tradição da Ilha do Pati, localizada em São Francisco do Conde. 23 atores participam da história, que mistura teatro, dança e música. A coreografia foi feita por Lulu Pagliese, a direção musical é de Ray Gouveia e os figurinos de Marísia Motta, que está em cena no papel da mãe de Lucas (personagem que conduz a narrativa).

Alguns pais fizeram questão de levar os filhos para prestigiar o espetáculo, a exemplo da turismóloga Rejane Mira, 39 anos, que levou a filha Nina Rosa, de três anos de idade. “Eu conheço as Paparutas lá da Ilha do Pati. A música do grupo me emociona. Sou professora e já orientei um trabalho sobre as Paparutas como manifestação cultural. Lázaro Ramos é uma pessoa que eu gosto muito. Sempre tento mostrar à minha filha coisas da nossa terra, espetáculos que unem entretenimento e cultura. É claro que mostro outras coisas também, mas por que ir ver ‘O Mágico de Oz’ se temos ‘Paparutas’?”, indaga.

Desafio


Para a diretora Débora Landim, 41 anos, o grande desafio da montagem foi o de fazer a transposição de um texto feito para ser representado por adultos para a linguagem infantojuvenil. “O texto do Lázaro foi criado para adultos e não para crianças falarem. Então, o meu maior desafio foi adaptar isso, uma vez que o texto tinha frases muito longas”. De acordo com a diretora, ao escrever o texto, Lázaro quis apenas apresentar a manifestação cultural das Paparutas para o público e não contar a história da tradição. “Ele usa as Paparutas como pano de fundo para contar a história. Estamos trabalhando com a tradição e com a contemporaneidade”.


“Achei bem legal”


No espetáculo, o menino Lucas começa a escrever uma história em que as ações se confundem com a realidade. Nesse sentido, ele entra numa grande aventura e conhece pessoas bem diferentes das que convive. O cenário, assinado por Maurício Pedrosa, traz uma árvore grande e frondosa, que já serve de convite para as crianças entrarem no clima da peça.

O público-alvo fez críticas positivas em relação ao espetáculo. “Achei bom, porque tem vários personagens e tem dança”, disse a estudante Iasmin Santana, de 10 anos. O estudante Gustavo Lima, de 13 anos, concordou com Iasmin. “Achei bem legal! É interativo e tem músicas dançantes”.

Ficou curioso para assistir à montagem e saber o que são Paparutas? A peça estará em cartaz até o dia 29 de julho, aos sábados (16h) e domingos (11h e 16h). O ingresso custa R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). As reservas podem ser feitas através do telefone 3083-4600. Agende-se


Texto: Raulino Júnior
Foto: Renato Jackson

Um comentário:

  1. Geente ... vou assistir pela 3 Vez ... eu amei , e Meus Filhos tambem ... vale a pena .Fica a dica !

    ResponderExcluir