quarta-feira, 27 de julho de 2016

Último Palco Aberto do mês de Julho discutiu "Novas Formas de Atuação Política "

Texto e fotos: Laís Andrade

Na segunda-Feira, dia 25 de julho, aconteceu mais uma edição do “Palco Aberto”, que teve como tema  "Novas Formas de Atuação Política". Antes mesmo da abertura do palco para o debate, enquanto o público aguardava no Cabaré dos Novos, surge de surpresa a "Palhaçaria de Choque", fazendo humor com a opressão policial. Os soldados a(r)mados de espadas de bexigas e guarda-chuvas começam a "revistar" os presentes, utilizando revistas como cassetete e procurando por suspeitos. Para garantir a desordem e o caos, a trupe atirou "balas perdidas" e usou gás de efeito "moral".

Palhaçaria de Choque no Palco Aberto do Vila
Seguindo com as intervenções artísticas a Banda Levante!, o projeto musical nascido em 2013, participou tocando em três ocasiões durante o debate, cantando um trecho do poema "Navio Negreiro" de Castros Alves, "Comportamento Geral" de Gonzaguinha e músicas autorais da banda.

Banda Levante! em apresentação musical
Sérgio de Carvalho, diretor da Companhia do Latão, contou sobre a atuação política em São Paulo e definiu a companhia como "um grupo de trabalho na contra mão, tentando encontrar lugares além do lugar da cultura tradicionalmente", construindo um espaço igualitário de criação e divisão de lucros e, trocando a criação de produtos pela construção de processos. A companhia também optou pela encenação de espetáculos com temáticas sociais e populares, que costumam atrair público de movimentos sociais e comentou que o grupo "começou a fazer peças para também conversar com essas pessoas". O artista comentou ainda a participação do Latão no movimento "A arte contra a barbárie" e a conquista da "lei de fomento ao teatro" em São Paulo.

Pablo Florentino, do Coletivo Mobicidade, que trabalha com pesquisa, coleta de dados e mapeamento de ciclovias em Salvador. Pablo discutiu a mobilidade urbana e a cultura "carrocrata" e questionou a forma como construímos, vivemos e existimos no espaço urbano. Sueide Kintê, que estava prevista para compor o debate, não conseguiu chegar à tempo por conta de uma outra mesa de discussão.

A próxima edição do Palco Aberto acontece no dia 22 de agosto, às 19h, no Teatro Vila Velha. O evento é aberto ao público. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário