sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Hoje já sou também um pouco Baiano


João Branco, Marcio Meirelles, Bertho Filho e elenco do Quarto do Nunca


"Difícil transmitir por palavras o quanto foi gratificante trabalhar com este grupo durante o processo de construção de Quarto do Nunca. O quanto cresci e aprendi, o quanto me emocionei, o quanto procurei dar de mim, para que de mim alguma coisa ficasse também em cada um deles. Quando telefonava para casa tentando amenizar essa dor permanente a que chamamos poeticamente de saudade, do outro lado brincavam dizendo que já se notava meu sotaque baiano no jeito de falar. E embora este possa ser um pormenor sem importância, representa a forma como nos agregamos uns aos outros em todo este processo de criação sem nunca perdermos nossa individualidade, criando uma energia própria e única. Por isso sou eternamente grato por ter conhecido e trabalhado com este coletivo, grato a todos e a cada um, sorrindo e pensando com meus botões, melhor era impossível!"


João Branco

João Branco é cidadão português radicado na cidade do Mindelo, Cabo Verde, desde o início da década de 1990, João Branco, que adquiriu a nacionalidade cabo-verdiana, é considerado como o grande dinamizador de um teatro novo no arquipélago. Em 1993, fundou o Grupo de Teatro do Centro Cultural Português do Mindelo, do qual é diretor artístico e encenador, sendo responsável por mais de três dezenas de peças, montadas em português e crioulo cabo-verdiano. Em 1995, fundou a Associação Mindelact, da qual é presidente, e que anualmente organiza o festival internacional de teatro do Mindelo (Mindelact). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário