quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Está chegando a hora!

Foto João Milet Meirelles

Nos dias 30 e 31 deste mês, estreia "Quarto do Nunca", espetáculo que trata do universo de “Peter Pan” e tem como mote, a memória, sombra, tempo e sabedoria. Estes quatro conceitos que tanto dizem à arte cênica foram os fios condutores que levaram elenco e diretor até o produto final. O público (de todas as idades) pode esperar um espetáculo cheio de memória,sensações, energia e musicalidade.

O K Cena é um projeto que une jovens de diferentes contextos, culturas e realidades, ligados apenas pela Língua Portuguesa, através do Teatro. O K Cena – Projeto Lusófono de Teatro Jovem procura estimular o gosto pela escrita e pela interpretação teatral, valorizar a língua portuguesa e utilizar a prática teatral como estratégia de desenvolvimento da identidade lusófona e de enriquecimento pessoal e interpessoal. Aposta singular, o projeto é uma iniciativa do Teatro Viriato (Viseu, Portugal), em parceria com o Teatro Vila Velha (Salvador-Bahia, Brasil) e o Centro Cultural Português/Pólo do Mindelo, do Instituto Camões, com o apoio local da Mindelact – Associação Artística e Cultural (Cabo Verde). O projeto faz parte do programa de apoio à internacionalização das artes, promovido pela DGARTES (Portugal) e integrado no programa oficial Ano de Portugal no Brasil. É uma ideia que une grandes artistas do mundo, e não podia deixar de começar no Brasil, na Bahia, no Teatro Vila Velha.

Além das parcerias institucionais desse intercâmbio, o projeto conta com vários outros parceiros:

Bertho Filho – Ator e diretor teatral, foi quem começou o processo de preparação dos jovens atores para a encenação, com muitos jogos de atenção, foco, improvisação e postura de palco.

Ridson Reis - Ator e também percussionista, foi convidado a ministrar uma oficina de música pra teatro e a musicalidade do corpo do ator. E agora nesta reta final está como criador da musicalidade percussiva e ambientação do espetáculo.

A Das Preta – Produções e Assessorias é formada por Fernanda Borges e Larissa Cerqueira foi convidada a partir do elenco do espetáculo para dar um auxílio na produção do projeto, e a partir do primeiro contato em uma reunião com o diretor João Branco e elenco, vem dando todo apoio necessário de produção e assessoria para a montagem.

A concepção do cenário surgiu de um processo coletivo no qual se fizeram presentes os diretores João Branco e Márcio Meirelles e os cenotécnicos Gei Correia e Guilherme Barsan, que são membros do Armazém Cenográfico e que também apoia a montagem. Os dois são formados pela Escola de Belas Artes - UFBA e experientes em cenografias na área teatral, de esposição e artística em geral, trazendo essa experiência para tornar "real” o Quarto do Nunca.

Serviço:
30 e 31/01 | qua e qui | 20h
R$ 10 e 5 | Sala Principal
Diretor convidado João Branco (Cabo Verde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário