segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Companhia de dança da África se apresenta no palco do Vila




Sair de casa sexta à noite para assistir a um espetáculo de dança? Sim! Foi isso que muita gente fez ontem, ao prestigiar o espetáculo Orobroy Stop!, da Companhia Horacio Macuacua, oriunda de Moçambique, África. A apresentação integrou o festival A Cena Tá Preta. Sonia Janeth, Mulapha e Domingos Bié corresponderam às expectativas do público e mostraram muita técnica no palco. Os artistas exploraram os sons do corpo e do chão, demonstrando leveza e, ao mesmo tempo, trejeitos de lutas marciais.

Durante todo o espetáculo, apesar de ter trechos que expressavam agonia, ansiedade e disputa, era visível a forte presença do humor na cena. Em vários momentos, os dançarinos conseguiram fazer a plateia rir. O professor argentino Maurício Flores, 43 anos, radicado no Brasil há 13, elogiou o que viu: “Achei muito legal a expressão da dor, da dificuldade do povo negro. Através da dança, se via a violência, no uso dos sons e nos gritos proferidos pelos atores. Achei tudo muito forte”, avaliou.

Texto: Raulino Júnior
Foto: Aguachery

Nenhum comentário:

Postar um comentário