quinta-feira, 26 de março de 2015

Cine Vila debate direção cinematográfica

Nesta segunda (30), a última sessão do projeto Fragmentos de um Discurso Cinematográfico exibe três curtas baianos e making of do longa “Estranhos”


Nesta segunda, 30 de março, 19h, o Cine Vila encerra o projeto Fragmentos de um Discurso Cinematográfico com sessão que discute o trabalho de direção em uma produção audiovisual. Serão exibidos os curtas Antiok (2014), de Dario Vetere; Jessy (2013), de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge Martins; A Anti-Performance (2012), de Daniel Lisboa; além do Making Of sobre a direção de Estranhos, longa de Paulo Alcântara que estreia no circuito comercial em abril. Após as exibições, acontece bate-papo com os seis diretores envolvidos nos quatro filmes. O Cine Vila acontece no Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha e é aberto ao público.

O projeto Fragmentos de um Discurso Cinematográfico é realizado pelo Cine Vila em parceria com a Araçá Azul Cine e a Cavalo do Cão Filmes. Não são cobrados ingressos para a exibições, mas o público pode investir no projeto pagando quanto quiser.

Sinopses:

Antiok (dir. Dário Vetere, 15´)
Perspectiva onírica da história da humanidade. Uma desconstrução dos eventos mais importantes da terra, desde 1900. Tentando não quebrar a sutil linha que divide a ficção cientifica e a realidade. O que faria um Napoleão, um Aníbal ou um Hitler tendo o poder de viver pra sempre? Se limitariam ao deslumbre do momento ou perceberiam de imediato a magnitude de tal poder?

Jessy (dir. Rodrigo Luna, Ronei Jorge e Paula Lice, 15´)
Jessy é a versão curta do documentário Jéssica Cristopherry, e assim se chamavam todas as personagens da infância de Paula Lice. Atriz, dramaturga e mulher, Paula conta com o apoio das para resgatar Jéssica e realizar o desejo de ser transformista. O filme de estreia da Buh!fu Filmes, parceria entre os artistas Rodrigo Luna, Ronei Jorge e Paula Lice, documenta a construção de Jéssica e homenageia carinhosamente a cena transformista soteropolitana.

A Anti-Performance (dir. Daniel Lisboa,10’)
A cidade amanheceu cinza. A orla soprava o salitre violentamente. Coqueiros envergavam para dar passagem aos ventos. O clima mudou, algo se movia. A cidade sentiu o deslocamento. O Exu assentado em corpo humano recebeu o chamado. Das mais profundas entranhas do centro antigo, a ponta da lança foi percebida, as farpas reluziram, e a cidade viu sua querida e odiosa entidade voar para a anti-performance. Um fly movie, a TAMJETÓRIA.

Estranhos (dir. Paulo Alcântara)
Será exibido o Making Of sobre a direção do longa “Estranhos”. Sinopse do filme: Um músico de rua, uma ex-prostitura e seu marido ciumento, dois ladrões, duas crianças e uma professora. Todos estranhos, todos no mesmo lugar.

Serviço
Cine Vila - Fragmentos de um Discurso Cinematográfico
Sessão especial sobre “Direção”
30/03 // segunda // 19h
cabaré dos novos, teatro vila velha // pague quanto quiser

Nenhum comentário:

Postar um comentário