terça-feira, 24 de março de 2015

Artistas visuais criam estampas inspiradas nas peças Hamlet e Macbeth

O projeto A Máquina Shakespeare - que leva ao palco do Teatro Vila Velha os espetáculos Hamlet e Macbeth, dirigidos por Marcio Meirelles - convidou artistas para a criação de estampas inspiradas em frases icônicas das duas obras do dramaturgo inglês. O designer Pedro Gaudenz e a artista visual Lia Cunha (Tropical Selvagem) assinam quatro ilustrações, disponíveis em camisas de diferentes cores e modelos. Cada camisa custa R$30 e a venda acontece de quinta a domingo, a partir das 18h30, no foyer do teatro - antes das peças Hamlet e Macbeth. Os recursos obtidos coma venda de camisas é investido no próprio projeto. As duas montagens realizam últimas apresentações, encerrando temporada nos dias 4 e 5 de abril. Veja, abaixo, os modelos.



"O belo é feio, o feio é belo", de Macbeth, por Lia Cunha (Tropical Selvagem)


"Quem vem lá?", de Hamlet, por Pedro Gaudenz



"Sai, mancha maldita", de Macbeth, por Lia Cunha (Tropical Selvagem)



"O resto é silêncio", de Hamlet, por Lia Cunha (Tropical Selvagem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário