quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Teatro Vila Velha apresenta Experimento a partir de "Romeu e Julieta" e lança venda antecipada de ingressos

O Experimento 4.3 compartilha processo criativo da universidade LIVRE e explora diversos espaços do Teatro Vila Velha

Os cinco atos da tragédia Romeu e Julieta serão apresentados por diferentes espaços do Teatro Vila Velha na próxima segunda-feira, 8 de agosto, às 19h. No Experimento 4.3: Espaços, o público vai conhecer versões das cenas criadas de forma autônoma pelos integrantes dauniversidade LIVRE do teatro vila velha, que vêm trabalhando a obra de William Shakespeare desde março deste ano. O Experimento marca ainda o lançamento da venda de ingressos para o espetáculo, que estreia em dezembro com encenação de Marcio Meirelles.

Quem compra antecipadamente os ingressos para a temporada, cuja estreia está marcada para 1º de dezembro, tem descontos e ainda contribui com a produção do espetáculo. Sobre o que vai estar no palco em dezembro, Meirelles adianta: "Uma montagem vigorosa, política, que leva em conta muito mais a guerra civil que acontece na cidade, como o amor é eliminado neste processo, como uma geração inteira é destruída pelos mais velhos...". Os ingressos podem ser comprados a partir do dia 8 de agosto pelo site www.ingressorapido.com.br e na bilheteria do teatro.

Espaços em Experimento

No Experimento 4.3: Espaços, que acontece em 8 de agosto, as atenções são voltadas aos diferentes espaços físicos presentes na dramaturgia, bem como às possibilidades de encenação, explorando todo o teatro, entre foyer, salas de ensaio, camarins, depósito, vestiários e salas de apresentação. As proposições cênicas vieram dos próprios participantes, sem a interferência do diretor. "O princípio da universidade LIVRE é que o artista tenha autonomia para criar o seu próprio método criativo, de trabalho. A gente deu várias ferramentas, ao longo desse tempo, e este é o momento em que eles usam essas ferramentas, coletivamente, para criar uma narrativa", explica Meirelles.

Desde março, o programa de formação de atores do Vila investiga a obra de Shakespeare a partir de uma série de perspectivas, através do intercâmbio com artistas, técnicos, gestores e pesquisadores. Entre os colaboradores, estão o diretor Sérgio de Carvalho, da Cia do Latão; o tradutor e pesquisador da obra shakesperiana, José Roberto O'shea; a professora Elizabeth Ramos, pesquisadora do obsceno em Shakespeare; a atriz e pesquisadora em Commedia dell'arte Joice Aglae; a professora Joana Lavallé, pesquisadora dos espaços na obra de Shakespeare; o ator e percussionista Ridson Reis; os coreógrafos e preparadores corporais Tutto Gomes e Marcelo Galvão; o dançarino australiano Ahil Ratnamohan, entre outros.

Esta é a terceira vez que a universidade LIVRE do teatro vila velha abre a público o processo de investigação da obra. No Experimento 4.1 foram trabalhos os sonetos de Shakespeare; no Experimento 4.2, foram pesquisadas as diferentes camadas de leitura da obra, passando pelas narrativas política, econômica, erótica, poética, simbólica, física, musical. Ao final de cada Experimento, há um espaço de diálogo com o público sobre o processo e sobre o que foi apresentado.



Serviço

Experimento 4.3: Espaços
8 de agosto, segunda-feira, 19h
pague quanto quiser
Teatro Vila Velha

Venda de Ingressos para Romeu e Julieta
www.ingressorapido.com.br 
A partir de 8 de agosto no site e na bilheteria do Teatro Vila Velha

Nenhum comentário:

Postar um comentário