quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Estreia "BISPO" no Teatro Vila Velha


De 05 a 28 de agosto, o Teatro Vila Velha recebe a estreia nacional da nova montagem do espetáculo teatral “BISPO”, com concepção do Coletivo Bispo, direção, dramaturgia, e atuação do ator João Miguel, sessões sextas e sábados às 20h e domingos às 19h, com ingressos a preços populares - R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Os ingressos estarão disponíveis a partir do dia 15 de julho na bilheteria do Teatro Vila Velha e no site www.ingressorapido.com.br.

A primeira montagem de “BISPO” estreou em Salvador, em 2001, fruto de uma profunda pesquisa de João Miguel por materiais a respeito da vida e da obra de Arthur Bispo do Rosário. Com sucesso de público e de crítica e apresentações em Recife, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, entre muitas; João Miguel ganhou prêmios de melhor ator, diretor, cenário, espetáculo e ator revelação, em 2001 e a indicação ao Prêmio Shell de melhor ator em 2003. Durante a temporada, foi convidado para estrear no cinema no filme “Cinema, Aspirinas e Urubus”, com o qual ganhou muitos prêmios, inclusive no Festival de Cinema de Cannes. A partir daí, consolidou sua carreira, participando em mais de 20 filmes e séries. Retomar Bispo no nordeste tem um significado muito grande para João Miguel, para o Coletivo Bispo e para o próprio espetáculo. Após a temporada em Salvador o espetáculo segue para Aracajú, Japaratuba (terra de Bispo) e João Pessoa.

“A ideia é fazer um movimento expansivo de temporadas, partindo do nordeste, que é uma região muito representativa na obra de Bispo, para depois alcançar outras regiões do Brasil. A relação com o Nordeste nesta temporada está calcada nas minhas origens como artista e nordestino, dialogando com as de Bispo. Voltar ao teatro e fazer o caminho inverso dos espetáculos teatrais foi escolha minha; o Nordeste é o espaço de resistência de grande produção criativa na história do país, de onde saíram grandes movimentos marcantes para a cultura brasileira, como o tropicalismo, o cinema novo, o movimento mangue beat, grandes escritores, movimento de teatro baiano nos anos 60 e etc”, afirma o ator. Dialogando com as vertentes mais modernas do teatro contemporâneo, o espetáculo propõe uma união de várias linguagens, como uma “sinfonia brasileira”, fundindo o cenário (artes plásticas), a luz, o texto, o som (músicas e sonoridades que remetem ao inconsciente de Bispo), que são misturados em cena com as palavras de Arthur Bispo do Rosário, na voz e no corpo do ator João Miguel.

Através de um mergulho coletivo, o espetáculo enfoca a lógica de criação de Bispo e a materialização da obra do artista numa dimensão profunda de reconhecimento, independente das catalogações a que ele foi submetido no decorrer de anos, como esquizofrênico e como artista plástico. Aqui, são abordadas questões fundamentais e atuais, como identidade e brasilidade.

O espetáculo solo, desenhado por uma série de partituras físicas e vocais resultam em uma espécie de colagem de cenas. O universo místico de Bispo, a sua relação com a obra, a visão da Virgem Maria, a paixão pela psicóloga Rosângela Maria, os delírios são abordados com ritmo, humor e a profundidade que este universo A intenção é dividir com o público esta “loucura lúcida” e abrir novas janelas sobre a potência genuína do homem brasileiro, aqui representado por Bispo, que se afirma através do próprio trabalho e provoca questões no espectador. O público é convidado a penetrar no universo de criação de Arthur Bispo do Rosário, através de um olhar particular sobre suas palavras, sua obra e sua escrita. O espetáculo pretende transcender as catalogações de “regionalismo”, “loucura”, “artes plásticas”, sem deixar de incluí-las, mas abrindo novas janelas em um momento tão importante para o diálogo a respeito de identidade e cidadania.

Este espetáculo foi contemplado pelo Edital Arte em Toda Parte Ano III e tem o patrocínio do Grupo Energisa e da Faculdade Baiana de Direito, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Realização: Ministério da Cultura – Governo Federal – Brasil – Ordem e Progresso.


Nome do espetáculo/evento: BISPO
Gênero: teatro
Data/hora: 05, 06, 07, 12, 13, 14, 19, 20, 21, 26, 27 E 28/08 | sextas e sábados às 20h e
domingos às 19h
Local: palco principal
Valor do ingresso: R$ 30 (inteira)| R$ 15 (meia)
Classificação indicativa: LIVRE/ Recomendado para maiores de 12 anos.
Duração: 60 min

Nenhum comentário:

Postar um comentário