terça-feira, 11 de junho de 2013

A Livre

Foto do experimento 1 - Marcio Meirelles

O Teatro, essencialmente, é uma arte viva, dinâmica e transformadora. Uma linguagem em experimentação constante. São muitos os meios de diálogo e de reinvenção. Incorporado nesse sistema, o Teatro Vila Velha sempre explora todas essas possibilidades, estabelecendo conexões com as diversas ciências e campos do saber.

Dessas reflexões críticas sobre o papel, a atuação e a forma como essas práticas interferem na configuração social, política, econômica e, principalmente, cultural, surgem os fundamentos para os vários programas e atividades desenvolvidos por esse organismo intenso de idéias e questionamentos, a exemplo da recém criada Universidade Livre de Teatro Vila Velha (ULTVV), coordenada por Marcio Meirelles e que se conecta com as idéias do artista visual e ativista político-cultural alemão Joseph Beuys (1921-1986), Zé Celso (Teatro Oficina) e outros artistas e coletivos que pensam a arte como ferramenta política de transformação.

A partir dessa proposta de Universidade Livre, O Vila se reinventa, continuamente, deslocando a construção dos processos artísticos para lugares em que os integrantes desse grupo exercem plena e conscientemente toda a autonomia criativa e de gestão.

Essa consciência se instala por meio de ações multidisciplinares, transversais e poéticas, nos quais os participantes entram em contato com conhecimentos de iluminação, sonorização, cenografia, produção, processos em rede, comunicação e muitos outros que tenham o objetivo de construção de um saber pleno sobre a função de todos os atores e componentes estéticos envolvidos neste sistema.

Venha conhecer!

Encontros: segunda a sábado, 9 às 13h
Sala João Augusto | Teatro Vila Velha, Avenida sete, s/n, Passeio Público

Valor: R$ 200 mensal + 20 horas de Tempo, moeda social do Teatro Vila Velha.

A Livre no Facebook
Blog, moeda social, tarefas e mais em Corais.org/livre
Contato: 71 3083-4600/4611 

Nenhum comentário:

Postar um comentário