terça-feira, 20 de abril de 2010

Atmosfera oriental no Vila Velha

Cerejeira em flor clicada por Khass no XI Festival das Cerejeiras Bunkyos

por Ana Fernanda Souza, Núcleo de Comunicação

Em japonês, hanami significa "ver as flores". Mas não qualquer flor. Flor de cerejeira, ou flor sakurá, também no honorável idioma nipônico. A flor sakurá é o símbolo da felicidade para os japoneses. Pra se ter uma ideia, é quando essas árvores florescem que começa o ano letivo e que os recém formados saem em busca de trabalho. E o chá das pétalas de sakurá é iguaria saboreada em casamentos e ocasiões festivas.

E adivinha quando as cerejeiras florescem? Entre março e abril. Ou seja: exatamente agora, nossos irmãos do outro lado do mundo estão fazendo ao ar livre suas festas hanami.

Mas se você, como nós do Vila, mora em Salvador (ou em alguma outra cidade quente abaixo da linha do Equador), não deve ter topado com nenhuma cerejeira em flor por aí. Neste caso, deixamos uma sugestão valiosa: assistir Hanami - Cerejeiras em Flor, que retrata o Festival que acontece nesta época do ano. Estrelando, o coreógrafo e bailarino Tadashi Endo.

Tadashi Endo é uma das figuras ilustres do Festival Internacional VIVADANÇA, até o dia 30, no Teatro Vila Velha. Nesta sexta (23/04), ele participa de encontro sobre sua arte no Ciranda Café, Cultura e Arte (Rua Fonte do Boi, 131, Rio Vermelho). No fim de semana, ele apresenta no Palco Principal do Teatro Vila Velha as coreografias Butoh-Ma (sábado, 24) e Ikiru (domingo, 25).

2 comentários: