sábado, 2 de agosto de 2014

Tributo a Batatinha marca a estreia do projeto outros SAMBAS diversos

Em 5 de agosto, dia em que o sambista completaria 90 anos, o grupo realiza o show Batatinha 90, com participações de Margareth Menezes, Juliana Ribeiro, Roberto Mendes, Cacau do Pandeiro, entre outros artistas


Grupo Outros Diversos passa a animar as terças-feiras no Vila

Em agosto, o projeto musical outros SAMBAS diversos passa a movimentar as noites de terça-feira no Teatro Vila Velha. Comandado pelo grupo de compositores e multi-instrumentistas Outros Diversos (Alex Mariachi, Gabriel Batatinha, Jadsa Castro, Shalom Adonai, Laco Pereira, Artur Soares, Felipe Magalhães) o projeto apresenta canções autorais, releituras de grandes compositores baianos, além de experimentos sonoros, sempre tendo como ponto de partida o samba. A temporada de shows acontece de 5 a 26 de agosto, sempre as terças-feiras, 20h, no Teatro Vila velha.

O sambista Batatinha é homenageado no dia em que completaria 90 anos


A primeira das apresentações, no dia 5 de agosto, coincide com a data de aniversário de 90 anos do sambista Batatinha. O grupo, que tem em Batatinha uma grande referência musical, além de vínculos afetivos - Gabriel Batatinha, um dos membros, é neto do artista - , não poderia deixar de realizar a homenagem. A abertura da temporada de shows, portanto, transformou-se num grande tributo a um dos maiores compositores baianos. Junto com Jorge Batatinha e Galo, filhos de Batatinha, o grupo recebe artistas como Margareth Menezes, Juliana Ribeiro, Roberto Mendes, Walmir Lima, Didi Gomes, Elisa Goritzki, Cacau do Pandeiro e Felipe Guedes, para fazer releituras do imortal Batatinha.

"É um momento especial em todos os sentidos. Por serem 90 anos de Batatinha e, ao mesmo tempo, por a gente estar comemorando os 50 anos do Teatro Vila Velha. O Vila Velha foi o primeiro e o último teatro em que meu avô cantou", lembra Gabriel Batatinha.

No show, intitulado Batatinha 90, além de releituras de grandes clássicos, vão ser apresentadas duas canções inéditas do sambista. "A obra de Batatinha ainda não é conhecida completamente. Então muitas coisas que Batatinha fez ainda não foram gravadas. No show, vamos apresentar as inéditas 'Samba e suingue' e 'Olha aí o que é que há', com arranjos de Gabriel", conta o músico Jorge Batatinha, um dos anfitriões da noite de homenagens.

outros SAMBAS diversos
Inauguração | Tributo a Batatinha: 05/08 | terça | 20h | sala principal

Temporada de shows: 12/08 a 26/08 | terças | 20h | cabaré dos novos
Ingressos: R$ 30 e 15

Nenhum comentário:

Postar um comentário