sábado, 25 de maio de 2013

"A Livre nos dá essa oportunidade de experimentar muito, beber de muitas fontes, conhecer e poder trabalhar com muita gente, e com isso nos enriquecer muito nesse processo de formação de ator"

Texto de Cláudio Varela, um dos participantes da Universidade Livre de Teatro Vila Velha, sobre o encontro de hoje com o cineasta Pola Ribeiro, a diretora teatral Cristiane Barreto e a professora de voz Melissa Mardones.



A Livre hoje começou dando continuidade ao Experimento 3, que envolve os 3 mitos citados, direta ou indiretamente, na obra de Frankenstein, de Mary Shelley: Prometeu, Golem e Lucifer. Foi definido como dias de trabalho segundas, quartas e sextas. Para as terças e quintas, a Livre contará com a presença de Fernanda Paquelet conduzindo projetos técnicos para organização do Teatro Vila Velha.

No segundo momento, contamos com a presença da chilena Melissa Mardones que está em Salvador desenvolvendo uma pesquisa sobre processos coletivos de teatro, veio assistir ao Experimento 2 e ficou curiosa em conhecer o que estava sendo feito. Os participantes fizeram um relato do que aconteceu desde o dia 21 de fevereiro, quando começamos, até o presente e de como funciona a Livre. Anotações foram feitas e devidamente autorizadas para publicação no blog dela relacionado a pesquisa para que a informação da nossa experiência fique disponível a quem se interessar. Como Melissa é professora de voz, aproveitando a sua presença na Livre, ela conduziu uma atividade de relaxamento, identificação da caixa vibratória da voz em si mesmo e nos outros e na busca do prazer na emissão de sons. O exercicio foi muito bom porque nos fez perceber, através dos sentidos mais aguçados, como nossa voz vibra, em que partes do corpo, e como podemos direcionar isso. Um exercicio de auto-conhecimento muito importante para o crescimento com ator.

A seguir, Cristiane Barreto fez a proposta de aplicar na Livre o projeto "O Quinto Criador" que consiste em 3 fases: improvisação, leituras dramáticas e construção coletiva de textos junto com o publico. Apesar do projeto despertar interesse, não vai poder ser iniciado de imediato por conta da indisponibilidade da turma nesse momento. Ficou definido que Cristiane vai conduzir um exercicio de improvisação no próximo sábado e que definiremos quando e quem poderá participar desse projeto.

Nosso encontro de hoje contou também com a presença não-programada, mas muito bem recebida, do cineasta Pola Ribeiro, que se mostrou disposto a realizar um projeto com a Livre ligado ao audiovisual. Durante o encontro, ele fez imagens com uma pequena câmera, que também iremos aprender a utilizar, e já levantou a possibilidade de trabalhar com "camera & corpo" com a gente. Me chamou a atenção os ângulos que ele usava na gravação das imagens, um olhar diferente do tradicional.

A Livre nos dá essa oportunidade de experimentar muito, beber de muitas fontes, conhecer e poder trabalhar com muita gente, e com isso nos enriquecer muito nesse processo de formação de ator.
 

Um comentário:

  1. Texto legal querido! Inveja branca de ti que está podendo vivenciar a magia desta criação. Agarra a oportunidade (Livre-Vila) com tudo e brilha...muito!
    Sucesso a todos do Projeto.
    :)
    Cel.

    ResponderExcluir