quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Cultura não terá cortes

Por Monique Cardoso, Jornal do Brasil - 15/10/2008


Com mais dinheiro. Foi assim que o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, tranqüilizou os que suspeitavam que a crise econômica mundial afetaria o investimento da estatal na Cultura. Nesta terça-feira, durante a abertura oficial do Programa Petrobras Cultural 2008/2009 (PPC), Gabrielli garantiu não só que não vai haver redução da verba, como anunciou a liberação de mais R$ 40 milhões para editais e outras iniciativas do Ministério da Cultura.

O ministro Juca Ferreira, porém, estava menos entusiasmado. Acredita que, por causa da turbulência que sacode os mercados do mundo inteiro, deve receber, da fina fatia do orçamento federal que lhe cabe, menos dinheiro que o esperado em 2009. "Passei o fim de semana em Veneza discutindo a crise e, ao resolver vir aqui, em seguida, para tratar de cultura, dá a impressão que a gente é aquele violinista do Titanic que continua a tocar enquanto o mundo está afundando. Vim porque este programa não pode ser visto como uma iniciativa de curto prazo, tem de ser reconhecido como um programa de longo prazo. Portanto, tem de estar relativamente imune a essas turbulências", reitera Gabrielli.

Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário