quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Pontão de Cultura em Belo Horizonte


O Teatro Vila Velha participou de um dos maiores encontros de diversidade cultural no Brasil, A TEIA, que aconteceu entre os dias 07 e 11 de novembro, em Belo Horizonte-MG. Em sua segunda edição, o evento reuniu representantes de mais de 600 Pontos de Cultura participantes do Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania, promovido pelo Ministério da Cultura. Para representar o Vila Velha, estiveram no evento Fábio Espírito Santo e Marísia Mota, coordenadores do projeto aqui no teatro, e Cristina Castro, diretora do Viladança, um dos grupos residentes do Vila.

Para Cristina, o grande saldo do evento foi conhecer mais da cultura no Brasil. Os pontos de cultura das outras regiões ampliaram sua forma de ver e pensar cultura. “Participei de palestras e também fiz contatos com pessoas de outros estados, a exemplo do Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará. A Teia foi um verdadeiro encontro de comunicação para as diversidades culturais, que se reconheceram no evento”, concluiu.


Maracatu Estrela de Ouro (PE) no Parque Municipal. Foto: Élcio Paraíso

O presidente Luis Inácio Lula da Silva e o ministro da Cultura Gilberto Gil também estiveram presentes no encontro, que teve diversos convidados ilustres, entre eles o escritor Ariano Suassuna. Em quatro dias de encontro, aconteceram aulas-espetáculo, conferências, mesas redondas, mostras de teatro e de artes visuais, exibição de documentários, animações e curtas, palco ao ar livre, orquestra de violinos, violeiros repentistas, shows, composições de cordéis e músicas, oficina de jornalismo cultural, oficinas temáticas e encontro de teatro de bonecos, dentre outras atividades.

Nesse ano, as discussões que permearam A TEIA giraram em torno do tema Cultura e Educação. Com o encontro presencial, a proposta do Ministério da Cultura é construir, de forma sistematizada, organizada e democrática, uma política pública de cultura para o país, respaldada e orientada pelo Plano e pelo Sistema Nacional de Cultura.

Fábio Espírito Santo, que participou de palestras sobre temas como Cultura digital e Novas Mídias na Educação, afirmou que a experiência foi muito inspiradora para o Vila, principalmente por ter a oportunidade de conhecer o trabalho dos outros pontos de cultura. "A partir deste evento, pudemos começar uma reflexão sobre as atividades atuais e as perspectivas do projeto aqui no teatro. Percebemos que o forte do nosso ponto de cultura é a formação e a investigação estética”, concluiu.

A partir das atividades que participou no evento, Marísia Mota propõe uma avaliação ainda maior. “Temos que articular as políticas culturais. Precisamos nos perguntar o que queremos para a cultura”, diz.

Durante A Teia, foi lançado um portal para promover a comunicação entre os pontos de cultura. No endereço http://www.iteia.org.br/ será possível conferir notícias e informações sobre todas as instituições que representam o projeto no Brasil.


Gil no espaço "Que porra é essa?". Foto: Élcio Paraíso

Para saber mais sobre esse grande evento, acesse http://www.teia2007.org.br/. Para ver fotos, o endereço é www.flickr.com/photos/teia2007 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário