terça-feira, 12 de maio de 2015

Experimento 2.3 reúne no palco trabahos da Universidade LIVRE e do projeto K-Cena


Nesta terça, dia 12, às 20h, o palco do Vila abriga mais um Experimento, espaço onde a universidade LIVRE de teatro vila velha abre o seu processo de criação e promove diálogo direto com o público sobre os processos artísticos que vive, a complexa inserção do teatro no século XXI e sobre o tempo presente. 

No Experimento 3.2, o elenco da Turma 2 (iniciada em março deste ano) compartilha experiências do último mês de trabalho, que abrigou o intercâmbio com uma série de artistas no âmbito do VIVADANÇA Festival Internacional, como o mestre do Butoh japonês Tadashi Endo; o bailarino estadunidense Colby Damon; os dançarinos costa-riquenhos da companhia INnatos; além dos exercícios em música orientados por Pedro Amorim e por Ridson Reis. O grupo apresenta ainda fragmentos de “Através do Espelho e o que Alice lá encontrou”, livro de Lewis Carroll.

O público conhece ainda o resultado do primeiro módulo da Oficina K-Cena, que integra o projeto lusófono de teatro jovem que vai receber o diretor cabo-verdiano João Branco para a montagem de um espetáculo com jovens baianos de 14 a 18 anos, com estreia em agosto. A primeira etapa do trabalho, orientada pela diretora Chica Carelli, se debruçou sobre o "medo", tema que orienta os três espetáculos realizados pelo K-Cena - dois já foram montados em Cabo Verde e em Portugal pelo mesmo projeto. Já a segunda fase, que acontece a partir do dia 18 de maio e se estende até a chegada do diretor João Branco, conta com a orientação de Bertho Filho, e tem vagas abertas para os jovens que queiram participar. As inscrições já podem ser feitas de segunda a sexta, de 14h às 18h, no Teatro Vila Velha.

Experimento 2.3
12 de maio | terça | 20h
teatro vila velha | pague quanto quiser

Nenhum comentário:

Postar um comentário