quinta-feira, 31 de maio de 2012

Música para os ouvidos

Projeto Música de Agora na Bahia (MAB) aguça a sensibilidade auditiva do público no Cabaré dos Novos


O Música de Agora na Bahia (MAB) apresentou, na noite de quarta (30/05), no Teatro Vila Velha, uma projeção sonora com foco na música eletroacústica. O evento mostrou peças dos compositores João Pedro Oliveira, João Meirelles, Guilherme Bertissolo, Alexandre Espinheira, Rafael Oliveira e Alex Pochat. 


As peças tratavam de temáticas bem diferentes: da construção civil até a Feira de São Joaquim. A de Guilherme Bertissolo, cujo título era M’Bolumbümba 1, teve participação especial da bailarina Lia Sfoggia e chamou a atenção do público. Contudo, a mais aplaudida foi a de Alex Pochat, de título Etnex o Falatório, que revelou sons captados na tradicional Feira de São Joaquim, maior feira livre de Salvador. 


Objetivos
O MAB inclui outras ações, como concertos, palestras, seminários e intervenções urbanas. Tudo isso a fim de levar a música clássica contemporânea para espaços alternativos, fora dos muros da universidade. “O principal objetivo deste projeto é o de instigar as pessoas. Fazer com que elas entrem em contato com um mundo sonoro que, provavelmente, não conhecem”, revelou o professor da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia e um dos coordenadores do MAB, Guilherme Bertissolo, de 28 anos. Para o compositor Alex Pochat, de 38 anos, esse objetivo já foi alcançado: “A receptividade do público é muito boa. Tanto as pessoas que são acostumadas a ouvir música contemporânea quanto aquelas que não são ficam surpresas com o espetáculo”, afirmou. Mais informações sobre o MAB podem ser adquiridas através do site www.musicadeagoranabahia.com.


VILA DA MÚSICA – As Projeções Sonoras do MAB acontecem dentro do projeto Vila da Música, do Teatro Vila Velha. O MAB é parceiro do Vila da Música, que por sua vez, é patrocinado pela Oi. O MAB é uma série de 38 atividades que englobam: concertos, projeções sonoras, seminários, palestras, mini-recitais em escolas públicas e intervenções urbanas, se estendendo de maio até dezembro de 2012. O MAB é uma realização da Associação Civil Oficina de Composição Agora (OCA) com patrocínio do Fundo de Cultura da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário