quarta-feira, 29 de março de 2017

As Filhas de Oiá realiza apresentação no Teatro Vila Velha

A Família Griô Mamulengo da Chapada e Grãos de Luz e Griô trazem para Salvador o espetáculo As Filha de Oiá. As apresentações acontecerão nos dias 31 de março (sexta-feira), às 15 horas, na Praça Dois de Julho, Campo Grande, e no dia 01 de abril (sábado), às 20 horas, no Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha.

Adaptado da obra literária As Filhas de Oiá, da escritora Lillian Pacheco, o espetáculo de mamulengo conta a história de meninas e mulheres negras, filhas de Oiá, que enfrentam o racismo por gerações em busca de sua identidade e ancestralidade. A traz um elenco de jovens, formados das oficinas de teatro e música do Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô, além das participações especiais da cantora Juliana Ribeiro e da atriz Luciana Souza.

Durante todo este semestre a peça circulará em 12 espaços culturais, escolas e universidades públicas de 11 municípios da Chapada Diamantina e em Salvador. Livre para todas as idades, o objetivo do espetáculo é formar público para a apreciação da cultura do boneco de mamulengo, fortalecer a cultura negra feminista, valorizar suas histórias de vida e mitos afro-brasileiros. O espetáculo As filhas de Oiá foi aprovados pelo edital setorial de teatro 2016 com o apoio do Fundo de Cultura da Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia.

Sobre o Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô – Localizado na cidade de Lençóis, Chapada Diamantina, o Ponto de Cultura Grãos de Luz Griô, trabalha há mais de 20 anos em comunidades locais e do Brasil, com educação, tradição oral e desenvolvimento sustentável. Em Lençóis congrega mais de 600 crianças e jovens, 40 educadores de 6 escolas e 250 participantes e mestres griôs de diversas manifestações culturais. A partir de sua experiência com o diálogo entre o conhecimento formal e os saberes e fazeres da tradição oral sistematizou a Pedagogia Griô, que inclui em sua prática de sala de aula a contação de historias integradas a mitos da identidade e ancestralidade do povo brasileiro.








Ficha Técnica
Direção e Roteiro: Luciana Meireles e Líllian Pacheco
Elenco: Rose Lane Santos, Ricardo Boa Sorte e Márcio Caires
Música: Márcio Caires e Charlaine Nascimento
Percussão e Audio: Geisa Lopes, Darlan Santos e Tainã Pacheco
Produção audiovisual: Ciro Pacheco e Uilami Dejan
Cenografia e Figurino: Alvaro Henriquez e Luciana Meireles
Participação especial: Juliana Ribeiro e Luciana Souza
Produção Cultural: Líllian Pacheco, Márcio Caires e Ricardo Boa Sorte
Iluminação: Marcelo Mafuz
Fotografia: Ciro Pacheco

Nenhum comentário:

Postar um comentário