quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A participante da LIVRE Julie Zacheu fala sobre o espetáculo Pequena Coleção de Todas as Coisas



O espetáculo Pequena Coleção de Todas as Coisas, da Cia Dani Lima, leva o espectador ao mundo das coisas, através de uma movimentação baseada em ações do cotidiano. Objetos como aspirador, capacete, vasilha plástica e guarda-chuva são explorados de diversas maneiras em brincadeiras que ampliam seus significados. Imagens como os kits para ir à lua ou para sobreviver no deserto colocam os objetos em posições inusitadas, momentos em que os objetos escolhidos protagonizam as situações imaginadas pelo espectador.

Ao longo da do espetáculo, as coisas também são classificados por cor e por letra inicial preferida. Os verbos de ação conduzem os atores/bailarinos em movimentos cotidianos que têm em si uma natureza orgânica. A verbalização das ações e dos gestos referente a elas fazem do espaço cênico um lugar para a poesia concreta. Mãos ao alto! Levantar de acenar, levantar o ar, levantar uma multidão, levantar para dançar, levantar uma velhinha. Pular carnaval, pular amarelinha, pular corda, pular sete ondinhas no reveillon.

Não fosse suficiente a delicada forma como os atores/bailarinos brincam com os elementos, eles ainda nos presenteiam com uma linda e minimalista dança de mãos e objetos. Em uma festa de família de escovas com a visita de conchas de mar, histórias de amor entre palitos de fósforo e caixinhas de chiclete, o grupo envolve e surpreende o espectador com um fim nada convencional. 

Julie Zacheu, participante da Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha.

Pequena Coleção de Todas as Coisas | FIAC
26/09 | qua e qui | 16h
R$ 12 e 6 | sala principal

Nenhum comentário:

Postar um comentário