quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Atores do Bando de Teatro Olodum ensaiam espetáculo em São Tomé e Príncipe

Ridson Reis e Elane Nascimento, atores do Bando de Teatro Olodum, ensaiam em São Tomé e Príncipe, na África, o espetáculo "As Orações de Mansata". A montagem, baseada no texto do escritor guineense Abdulai Sila, é dirigida por Augusto Barros e faz parte do P-STAGE – IV Estágio Internacional de Atores Lusófonos. O intercâmbio tem apoio do  Edital de Mobilidade Artística e Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Por Eduardo Coutinho


Elenco (da esq. para dir.): Rogério Boane, Igor Lebreaud, Paulo Figueira, Miguel Miguel Magalhaes, Ella Nasimento, Solange Sá, Jorge Quintino Biague, Marleny Musa, Emílio Lucombo, Wilson de Sousa ("Pepelinho"), Amador Fernandes, António Augusto Barros, Trindade da Costa, Ridson Reis. (foto: Sofia Lobo) 
Depois de um mês de trabalho em São Tomé e Príncipe, o grupo vai a Coimbra, em Portugal, onde estreia a peça. O espetáculo vai circular pela África, Brasil e Portugal. Durante a preparação para o espetáculo, serão trabalhadas artes marciais como Tai Chi Chuan, Capoeira, além da Commedia Dell'Arte. O diretor acredita que essas técnicas são essenciais para qualquer montagem e para o currículo de todo ator. Cada intérprete vai ministrar durante o processo pequenas oficinas como forma de troca de conhecimento com o grupo.


Ridson conta que desde que entrou no Bando, em 2006, teve poucas oportunidades de fazer intercâmbios como este, com exceção do trabalho com o bailarino e coreógrafo japonês, Tadashi Endo, que dirigiu o espetáculo Dô, em 2012.

“Vou trabalhar com um diretor de outro país, com atores de vários lugares diferentes e um texto que me atrai muito. Conhecer a África sempre foi um sonho meu, que sempre senti falta de ver textos de autores africanos encenados no Brasil”, conta Ridson.

É a terceira vez que o Bando participa de intercâmbio realizado pela Cena Lusófona. Em 2000, membros do grupo integraram o espetáculo “Quem come quem” e em 2002 participaram da Oficina Municipal de Teatro. A associação foi fundada em 1995 em Coimbra com o objetivo de realizar intercâmbio teatral entre países de língua portuguesa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário