quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Décima edição do FILTEBAHIA apresenta espetáculos no Teatro Vila Velha

A décima edição do Festival Latino-Americano de Teatro da Bahia – FilteBahia 2017 celebra os dez anos do OCO TEATRO e coloca em cena em 11 espaços – dez em Salvador e um em Ilhéus – 20 espetáculos de artes cênicas (teatro, dança e performance), de grupos e artistas que chegam da Argentina, Chile, Uruguai e Bolívia, do Brasil – Ceará, São Paulo e que fazem arte na Bahia, em Salvador, Ilhéus e Lauro de Freitas. As apresentações, que acontecem a preços populares - R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e os espaços onde serão realizadas são: Passeio Público, Foyer do Teatro Castro Alves, palco principal do Teatro Castro Alves, Teatros Vila Velha, Teatros Gregório de Mattos, Martim Gonçalves, Molière, Xisto Bahia, Centro Cultural Plataforma e Espaço Cultural Barroquinha, em Salvador, na Tenda Popular de Ilhéus, em Ilhéus.

O FilteBahia 2017 realiza também laboratórios-oficina e residências, o VI Colóquio Internacional Cênico da Bahia, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Ufba-PPGAC, . o NORTEA- Núcleo de Laboratórios Teatrais do Nordeste, a IV Plataforma Internacional Cênica da Bahia e Os Encontros Dramaturgias . Organizado pelo Oco Teatro Laboratório, com a produção e realização da Carranca Produções Artísticas e Aude Produções, o Filte conta com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do projeto Eventos Calendarizados e da Fundação Cultural do Estado da Bahia.

Um dos destaques desse ano é o espetáculo "Auto da Barca de Camiri" que abre o festival nos dias 28, 29 e 30/08 na Praça Campo Grande às 17h e se apresenta na semana seguinte nos dias 04, 05 e 06/09 no Passeio Público também às 17h. O espetáculo da universidade LIVRE tem direção de Vinícius Bustani e Erick Saboya e texto de Hilda Hilst.

Acompanhe a programação do FILTE 2017 no Teatro Vila Velha



"Romeu e Julieta de Aramburo"
do GRUPO KIKNTEATR // BOLIVIA
31/08 e 1/09 // quinta e sexta // 20h
Classificação - 14 anos
Versão do diretor teatral boliviano Diego Aramburo denunciando o patriarcalismo ainda reinante e fonte de tanta rivalidade, trabalhando a intimidade do conflito dos jovens amantes a partir do relativismo dos nossos tempos, colocando em tensão o romantismo original. No espetáculo é proposto um exercício sobre o fato de observar, mas consciente de ao mesmo tempo ser observado. Uma espécie de refletáfora ou mise-en- abyme onde surgem perguntas não carentes de ponto de vista escrutador e até preconceituoso: como é o amor na atualidade?



"O Galo"
GRUPO OCO TEATRO - MOSTRA OCO TEATRO
2/09 e 3/09 // sábado e domingo // 20h
Classificação - 14 anos
O GALO (Texto original de Claudio Lorenzo, inspirado na obra “Ninguém escreve ao coronel” de Gabriel Garcia Marques e no universo literário do autor colombiano).
Agustin, filho do coronel, morre em uma suposta rinha de galos, na verdade ele distribuía panfletos contra a ditadura imperante(...) o seu corpo foi desaparecido (...) O pai aguarda -há muitos anos uma pensão como veterano de guerra (...) A desaparição do filho deixa como herança para os pais um galo de briga e com ele se instaura o sonho de que o animal servirá para mudar a vida dos velhos assim que ganhar na próxima rinha, para tanto eles precisam gastar o pouco que tem mantendo assim o animal vivo (...) Um galo, a fome e um filho morto, conformam a herança que é legada a duas pessoas que em situações extremas se debatem constantemente entre a razão e a paixão; entre a necessidade objetiva de subsistir e a memória do ser amado.

3 cigarros e uma lasanha
(Solo de Rafael Medrado)
MOSTRA ATELIÊ VOADOR
4/09 e 5/09 // segunda e terça // 20h
Classificação - 12 anos
Um homem segue uma rotina regrada, repetindo rigorosamente os mesmos atos a cada dia. Em um dado momento, em um restaurante executivo no qual habitualmente almoça uma lasanha, ele percebe que a sua mão direita foi decepada, mas não se lembra como isso aconteceu. A última recordação antes do acidente é que tinha fumado o seu terceiro cigarro durante o café.

ENCONTRO DRAMATURGIAS

3/09 // SEGUNDA // 16h
Classificação - Livre
Quatro dramaturgos nacionais e internacionais se encontram para intercambiar textos e gerar debates relacionados com a escrita e pensamento do outro. Quatro textos intercambiados entre quatro dramaturgos que produziram esses textos. Espaço de debate e entrecruzamento de saberes e estruturas que reforça e são parte integrante da cena teatral.











Nenhum comentário:

Postar um comentário