sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Vem aí a Lavagem do Vila!



Em fevereiro, o Teatro Vila Velha retoma uma tradição antiga com a realização da Lavagem do Vila. A partir das 11h do dia 8/2, o Vila recebe amigos, parceiros e seu querido público para festejar e agradecer por mais um ano de trabalho. A lavagem das escadarias será acompanhada por muita música, com o Sambagolá Orquestra Popular e o DJ Le Querré, e pela famosa feijoada de Dona Irá, vendida no Café do Vila. No evento, acontece ainda a Oficina de Turbantes com Jô Salomão.

Sambagolá Orquestra Popular é uma das atrações da Lavagem do Vila

A expressão “Sambagolá” foi encontrada em um manuscrito do sambista Batatinha (1924-1977), o diplomata do samba baiano, e logo escolhida para dar nome ao grupo. A Orquestra Popular Sambagolá é um coletivo composto pelos herdeiros do compositor Batatinha, Jorge e Gabriel, além dos baianos Felipe Brandão (pandeiro) e Gabriel Campos (flauta); os mineiros Gustavo Maia (Cavaquinho e Violão) e Lis Brasil (Percussão); o boliviano Danilo Martinez (trombone); a suíça Seraina Gratwohl (Violino); o africano Prince Macauley (Percussão). A orquestra reverencia o regional samba da Bahia, mas ritmos como frevo, coco, baião e ijexá permeiam essa inusitada roda de samba, que além dos instrumentos clássicos do gênero traz também instrumentos eruditos em sua formação. Em suas apresentações, o grupo revisita a obra de mestres como Batatinha, Ederaldo Gentil, Edil Pacheco, Riachão, Mateus Aleluia, Roque Ferreira, Walmir Lima, dentre outros velhos bambas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário