terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Diretor inglês Graeme Pulleyn inicia intercâmbio com jovens atores baianos no Teatro Vila Velha

Inspirado na obra do escritor espanhol Miguel de Cervantes, o encenador monta espetáculo por meio do KCena - projeto lusófono de teatro jovem




O diretor inglês Graeme Pulleyn chega ao Teatro Vila Velha para trabalhar com jovens atores da Companhia Novos Novos, grupo coordenado por Débora Landim. Nesta segunda-feira, Pulleyn inicia os ensaios e trabalhos de pesquisa, tendo como ponto de partida a obra Dom Quixote de La Mancha, de Miguel Cervantes.

"É tudo uma aventura a cavaleiro andante, sem rumos definidos. Sei apenas que temos um grupo de mais de 20 jovens, dos 13 a 22 aos anos, e Dom Quixote como ponto de partida. Gosto de trabalhar a partir das preocupações e vontades do próprio grupo", conta Pulleyn.

O trabalho faz parte do K CENA - Projeto Lusófono de Teatro Jovem - que promove intercâmbio entre Brasil, Portugal e Cabo Verde, pelo segundo ano consecutivo. Em fevereiro, é a vez do encenador Marcio Meirelles trabalhar com jovens atores de Cabo Verde. Em março, o diretor João Branco sai de Cabo Verde para ensaiar com atores em Portugal. Nesta edição do K CENA, as três peças originais criadas nascerão a partir do tema Ordem/Desordem.

O resultado das três semanas de ensaio será apresentado nos dias 3 e 4 de fevereiro, às 20h, no palco do Vila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário