quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Vilerê: Vila tem programação especial no mês das crianças

O Teatro Vila Velha está com uma rica programação voltada ao público infanto-juvenil neste outubro. O Vilerê chegou. Há oito anos, o Vilerê agita a cena cultural soteropolitana com atividades, espetáculos, feirinhas, dentre outras surpresas dentro do Teatro Vila Velha com o objetivo de atrair os mais jovens para o universo das artes cênicas.

Dentro do universo do Teatro Vila Velha sempre houve um espaço significativo para espetáculos e oficinas voltadas ao público infanto-juvenil. Como afirma Marcio Meirelles, “ninguém gosta do que não conhece”. Portanto, a propósito do mês da criança, teremos uma intensa programação reunindo espetáculos para e com crianças e adolescentes, que só reforçam o compromisso cultural, social e político do Vila.

Alem dos espetáculos, duas feirinhas estarão abertas ao público, uma de livros (de 7 a 13 de outubro no cabaré dos Novos) e a outra de artesanato (de 7 a 13 de outubro no Passeio Público) sempre das 9h às 18h.

ÁFRICAS
De 5 a 13/10, Sábados e Domingos às 16h
Sala Principal / Ingressos RS 40,00 e R$ 20,00

O primeiro espetáculo que entra em cartaz, no Vilerê, é a montagem do Bando de Teatro Olodum, Áfricas, com direção de Chica Carelli. O resgate do universo encantado das lendas e contos africanos é de extrema importância para sedimentar o legado histórico da formação da sociedade brasileira. O espetáculo traz à tona as narrativas dos griôs, ancestrais detentores da sabedoria e da linguagem oral.

“O objetivo é despertar em crianças e adultos o desejo de conhecer mais sobre este continente complexo e diverso que tanto contribuiu para a cultura brasileira, em especial, para o povo baiano”, afirma a diretora Chica Carelli.

Com o talento do Bando de Teatro Olodum, Áfricas cria uma ambiência musical e cenográfica com muitas cores e expressão corporal. Enfim, de forma lúdica todos acabam envolvidos no universo encantador desse continente cheio de história, cultura e tradição.

 FALA VILINHA – Papinho Filosófico
12/10, Sábado 10h
Cabaré dos Novos / Ingressos R$ 20,00 e R$ 10,00*
*paga meia quem levar um livro para ser doado

É um espaço de bate-papo interativo entre as crianças, com música ao vivo de Larissa Lacerda e a participação da atriz Sônia Robatto. Sônia é uma referência da literatura infantil nacional. 
Em 1969, Robatto, apresentou seu original, História da Sapa Cristina, à Editora Abril, acabou selecionada para criar e ser a editora da Revista Recreio na sua primeira fase. Além das histórias, teve o mérito de propôr exercícios que desenvolviam a motricidade, baseados nas idéias do biólogo e educador Jean Piaget. 
Nos anos 80, a escritora tornou-se responsável pelo projeto da Para esta publicação, Robatto criou, entre outras histórias: O Vaqueiro Misterioso, O Bicho Folhagem, A Ratinha Ritinha e Marte Invade a Terra. Em sua carreira de escritora, escreveu e publicou em revistas, fascículos e livros, mais de 400 histórias infantis.
Em 2001, sua obra mais importante, Pé de Guerra, foi adaptada para o teatro por Márcio Meirelles. Encenada em Salvador, acabou recebendo o prêmio Copene de melhor montagem em 2001. 


IMAGINA SÓ – AVENTURAS DO FAZER
13, 20 e 27/10, Domingos 11h
Cabaré dos Novos / Ingressos R$ 30,00 e R$ 15,00

Dirigida por Débora Landim, com texto de Edson Rodrigues, a montagem infanto-juvenil marcou o início prático da Companhia Novos Novos. Imagina só... Aventura do fazer, peça ganhadora do Bahia Aplaude como melhor espetáculo infanto-juvenil (2001), está de volta como parte da programação do Vilerê 2013.

Imagina só... Aventura do fazer tem texto elaborado a partir de pesquisas e leituras que possibilitaram às crianças o contato com várias obras. Além de passagens aproveitadas de improvisações do próprio grupo, no texto também estão citações ao dramaturgo italiano Luigi Pirandello e inspirações nascidas a partir de ensaios da pensadora brasileira Fanny Abramovich e de outros jovens pesquisadores que desenvolvem trabalhos a respeito da construção da cultura infantil.

Também compõem Imagina só... Aventura do fazer histórias inspiradas em crônicas e poemas de Carlos Drummond de Andrade e Hélder Pinheiro, além de idéias nascidas das leituras de tiras como as do fantástico Kalvin (criação do norte-americano Bill Watterson) e da menina Mafalda (do argentino Quino). 

Imagina só... Aventura do fazer conta com músicas criadas especialmente para o espetáculo. Uma banda interpreta ao vivo as canções especialmente feitas para a montagem pelo músico e compositor Ray Gouveia. A montagem também traz coreografias, criadas pela coreógrafa e dançarina Lulu Pugliese e interpretadas pelo elenco, o que acaba por tornar Imagina só... Aventura do fazer um espetáculo múltiplo que transita pelas diversas possibilidades cênicas do teatro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário