segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Novos ares


A lojinha do Vila vai fechar. Hoje. É verdade, mas não precisa desespero: em outubro ela reabre muito melhor, com um novo espaço, novos produtos e nova gestão. Deilton José, artista plástico e ator residente do Vila assume o comando e garante que a cara nova vai, na verdade, explicitar melhor o espírito do lugar. "A lojinha do Vila é uma loja de arte" é o que ele diz.


"A idéia é comercializar uma maior variedade de produtos artísticos, especialmente de artistas locais, e de ecoprodutos - que já são vendidos, mas sem esse valor agregado", completa o novo chefe, que vai dividir a missão com a também artista Babi Lima. Eles já anunciam algumas procedências do novo acervo: Sirigua - um atelier que produz jóias de PET e PEAD; CMatos Pintura - pinturas exclusivas em saias e camisas; Maria Preá - saias de linho estilizadas pintadas a mão; Luciano Guimarães e seu Ateliê Côco Piaçava - com jóias e objetos de côco de piaçava, osso e chifre; Sankofa - bolsas e blusas com estampas de orixás; Thaís Rosa - colares feitos com reutilização de tecidos; e a própria Babi - também com pinturas em saias e camisas. E assim que acabar a reforma e puder voltar a produzir, Deiton agrega o acervo com seu trabalho de aerografia em tecido. Um monte de coisa e de gente boa. Tô ansioso pra ver!

Novos ares estão chegando...

2 comentários:

  1. Irmão Puck!!! Muito boa sorte nessa nova empreitada. Axé!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que a lojinha vai melhorar! Mas não deixem os clássicos pra trás: a bolsa/sacola de tecido cru que é a cara do Vila (e tem a cara do Vila estampada) e livros de teatro (aliás, escassos nas livrarias de Salvador)...
    Fico torcendo pelo sucesso da empreitada!

    ResponderExcluir