segunda-feira, 11 de junho de 2007



Pés descalços
Pousa em areia infinita
Dependurados, os passos

Descansa ao sol, sozinhos
Os raios da roda-viva
De mar, de água doce-vida

3 comentários:

  1. Simples,
    Singelo;
    Singular.
    ...
    mas não menos profundo.

    ResponderExcluir
  2. que diabos aconteceu com o blog enquanto estive fora? (rs)

    ResponderExcluir