segunda-feira, 30 de novembro de 2009


O ano está acabando, mas A Outra continua a todo vapor.
Continuamos até o final desta semana em cartaz com o espetáculo Moringa, no último dia 26 encerramos a temporada de Arlequim - servidor de dois patrões no Passeio Público, peça que estava em cartaz desde o dia 21 de outubro, sempre com um grande público, e amanhã, 01 de dezembro, termina o Ciclo de Leituras Dramáticas com A Outra Companhia de Teatro.
Este ciclo de leituras dramáticas tem acontecido desde 10 de novembro, todas as terças-feiras, às 19 horas, no Passeio Público, e se encerra amanhã com a leitura do texto As mortes de Lucas Mateus, do moçambicano Leite de Vasconcelos, com direção de Chica Carelli, diretora do Bando de Teatro Olodum.
Então não deixe de aparecer!

Serviço:
O que? Ciclo de Leituras Dramáticas com A Outra Companhia de Teatro
Texto: As mortes de Lucas Mateus
Direção: Chica Carelli
Dia: 01 de dezembro, às 19 horas
Onde? Passeio Público
Quanto? gratuito
Mais informações: 3083-4617 / aoutra@teatrovilavelha.com.br

INSCRIÇÕES ABERTAS

Já estão abertas as inscrições para as
Oficinas de Verão do Vila Velha!

Você pode se inscrever diretamente no foyer do Teatro Vila Velha, de hoje até o dia 18 de dezembro e, depois desse período, as inscrições reabrem entre os dias 4 e 11 de janeiro. Sempre de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h.

As inscrições efetuadas neste mês de dezembro recebem 10% de desconto.




dúvidas:


Música de Angola

NEXT APRESENTA RESULTADO DO CD GRAVADO NA CIDADE

Amanhã o público baiano tem a oportunidade de assistir ao show de um dos grandes nomes da música africana contemporânea: a NEXT – som afro eletro acústico. A banda angolana, que marcou a abertura da exposição internacional Luanda I Smooth And Rave 1 - Luanda I Suave E Frenética 1 (Galeria Solar Ferrão/Pelourinho), no último dia 20 de novembro, apresentará o CD inédito States of mind (Estados de espírito), que está sendo gravado aqui em Salvador.


O show acontece a partir das 20h, no Cabaré dos Novos. O evento é uma realização da Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia/SECULT, Fundação Sindika Dokolo e da SOSO arte contemporânea africana.

Dia 1º de dezembro - terça-feira – 20h
(Cabaré dos Novos – Teatro Vila Velha)

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Ao Bando

Parabéns, pelo Seminário Respeito Aos Mais Velhos. Foi interessante,
muitos ensinamentos...Reafirmou a importância do conhecer,do resgatar
a nossa ancestralidade, a necessidade da "escuta", as Tradições
Orais.Tenho pai com 93 anos,"meu contador de histórias, meu griot",
ainda dou:"abença meu pai"...
Valeu! Bando Olodum e Palestrantes.
Viva a resistência! Continuemos...
Pela Igualdade Racial! Pela Inclusão Social!
Mais Respeito!
Muitas Benções!
Obrigada!


Janice S. Cruz

É até hoje!

As inscrições para seleção de bailarinos para o Projeto Dança em Quadrinhos encerram hoje!

É isso mesmo! Quem ainda não enviou seu material, não perca tempo! Envia agora mesmo seu currículo e uma foto sua para o e-mail dancaemquadrinhos@gmail.com.

O resultado da seleção de currículos será divulgado até o dia 03 de dezembro no blog do projeto e aqui no blog do Vila, além de contato por e-mail com os participantes!

O projeto Dança em Quadrinhos foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Dança Klauss Vianna 2009 e é uma realização do Núcleo Viladança.

E falando em Viladança, o grupo está em Bogotá (Colômbia) onde se apresentou no último dia 25, na sala Chapiner do Teatro Libre, com o espetáculo "Aroeira", participando do Festival Danza en la Ciudad. Foi sucesso!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Prêmio para o Leituração



O Leituração, projeto do Instituto Anisio Teixeira, coordenado por Jeudy Aragão - também coordenador administrativo noturno aqui do Vila - é laureado o com trofeu no Prêmio Nacional Vivaleitura 2009 pela importância e amplitude do projeto na noite do dia 22 de outubro, em São Paulo, no Museu da Língua Portuguesa. A cerimônia contou com a presença do Ministro da Cultura Juca Ferreira, de Silvana Meirelles, coordenadora do Programa Mais Cultura do MINC; do Secretário da Educação Continuada do MEC, André Lázaro; do Secretário Geral da Organização Ibero-Americana para a Educação, Ciência e Cultura (OEI), Álvaro Marchesi, de Andrés Cardó, representante da Fundação Santillana no Brasil, José Castillo, Secretário Executivo do PNLL, Cleuza Repulho, da UNDIME e parlamentares nacionais.

O troféu recebido pelo Leituração é um grande incentivo para a continuidade do trabalho que se amplia com o Leituração na Educação Prisional, Leituração Quilombola e em 2010 será realizado o Leituração Indigena, valorizando as culturas brasileiras. Jeudy afirma que “o direito à educação, e nesse caso, à leitura é uma importante forma de assegurar a todos a oportunidade de execer a sua cidadania”.

Último dia!

Atores do Bando de Teatro Olodum recebem amigos para comemorar sucesso de “Ó, Paí, ó”


O elenco do Bando de Teatro Olodum e atores baianos que participam da minissérie “Ó, Pai, Ó”, atualmente exibida na TV Globo, vão se reunir com amigos nesta sexta-feira, 27, para assistir ao terceiro episódio da segunda temporada da série intitulado “Preto no Branco”. A confraternização, comandada pelo ator Jorge Washington, e com participação do ator Lázaro Ramos, será na animada Casa de Pedra, no Garcia. O encontro terá ainda a apresentação de voz e violão de Nau Brasil e Boy.

O seriado “Ó Paí, Ó” foi baseado no espetáculo homônimo do Bando de Teatro do Olodum, montado pela primeira vez em 1992. O texto da montagem foi construído pelo diretor teatral e atual secretário de Cultura da Bahia, Márcio Meirelles, através de improvisações com o elenco do Bando. O texto tem como base o cotidiano de personagens do Centro Histórico de Salvador.

Feita em película de 16 mm, com texto de Guel Arraes, João Falcão e Adriana Falcão, a segunda temporada de Ó, pai, ó terá quatro episódios. A direção geral da série é de Monique Gardenberg, que assinou ainda o primeiro episódio, “Quero ver a Bahia Tremer”. Mauro Lima, Olívia Guimarães e Carolina Jabor, dirigem os outros três: "A Outra", "Preto no Branco" e "A Cara do Pai", respectivamente. Ó, pai, ó é exibido às sextas-feiras, logo após o Globo Repórter.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Ordem do Mérito Cultural

O VILA TÁ LÁ!

Décima Quinta Edição

Entrega das insígnias da 'OMC 2009' será nesta quarta-feira, 25 de novembro, no Rio de Janeiro

Retirado do site do Ministério da Cultura

A Ordem do Mérito Cultural (OMC 2009) terá como tema central de celebração a homenagem a Heitor Villa-Lobos, para assinalar o cinquentenário da morte do compositor, reconhecido internacionalmente como um dos maiores expoentes da música erudita brasileira. A solenidade de condecoração será realizada nesta quarta-feira, 25 de novembro, às 18h, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro.

Durante o evento, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Cultura, Juca Ferreira, prestarão a homenagem do Governo Federal a 40 personalidades, sendo oito in memoriam, e a nove grupos artísticos, iniciativas e instituições.

A noite da festa da Cultura terá como mestres de cerimônia dois ícones das artes cênicas - a atriz Fernanda Montenegro e o ator Sérgio Mamberti, presidente da Fundação Nacional de Artes - e um roteiro que promete momentos de grande emoção no palco.

A execução do Hino Nacional ficará a cargo da orquestra Sinfônica Heliópolis, sob regência do maestro Roberto Tibiriçá, com interpretação do Coral de Libras do Instituto Adventista de São Paulo.

Também haverá apresentações dos cantores Zeca Pagodinho, Ney Matogrosso e Noca da Portela; das cantoras Angela Maria e Maria Lúcia Godoy; e de integrantes da Bateria da Portela e do Afoxé Filhos de Gandhi. Como orador dos agraciados foi escolhido o autor e diretor teatral Aderbal Freire Filho.

Criada em 1995, pelo Ministério da Cultura, a Ordem do Mérito Cultural é o reconhecimento àqueles que se destacaram por suas contribuições à Cultura brasileira. Confira os homenageados desta 15ª edição da OMC:

Antônio Gonçalves da Silva (Patativa do Assaré) - in memoriam
Arthur Bispo do Rosário (Bispo do Rosário) - in memoriam
Ataulfo Alves de Souza (Ataulfo Alves) - in memoriam
Heleny Ferreira Telles Guariba (Heleny Guariba) - in memoriam
Maria do Carmo Miranda Sebastian (Carmen Miranda) - in memoriam
Raul Santos Seixas (Raul Seixas) - in memoriam
Roberto Burle Marx (Burle Marx) - in memoriam
Vitalino Pereira dos Santos (Mestre Vitalino) - in memoriam

Aderbal Freire Filho
António Emílio Leite Couto (Mia Couto)
Abelim Maria da Cunha (Ângela Maria)
Alexander Wollner
Beatriz Sarlo
Boaventura de Souza Santos
Deborah Colker
Davi Kopenawa Yanomami
Elifas Vicente Andreato (Elifas Andreato)
Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho (Chico Anysio)
Fernanda Sampaio de Lacerda Abreu (Fernanda Abreu)
Fernando Amaral dos Guimarães Peixoto (Fernando Peixoto)
Gerson Rodrigues Cortes (Gerson King Combo)
Gilvan José Meira Lins Samico (Gilvan Samico)
Ivaldo Bertazzo
José Carlos Aranha Manga (Carlos Manga)
José Eduardo Agualusa Alves Cunha (José Eduardo Agualusa)
Jessé Gomes da Silva Filho (Zeca Pagodinho)
José Miguel Soares Wisnik (José Miguel Wisnik)
Laerte Coutinho
Luiz Franco Olimecha
Lydia Maria Gorytzki (Lydia Hortélio)
Manoel Candido Pinto de Oliveira (Manoel de Oliveira)
Maria Lúcia Godoy
Miguel da Silva Paranhos do Rio Branco (Miguel Rio Branco)
Natália Timberg (Nathalia Timberg)
Ney de Souza Pereira (Ney Matogrosso)
Oswaldo Alves Pereira (Noca da Portela)
Paulo Emílio Vanzolini
Paulo Roberto Barbosa Bruscky (Paulo Bruscky)
Sergio Roberto Santos Rodrigues (Sergio Rodrigues)
Walmor de Souza Chagas (Walmor Chagas)

Associação Cultural Recreativa e Carnavalesca Filhos de Gandhy (Afoxé Filhos de Gandhy)
Balé Popular de Recife
Fundação Iberê Camargo
Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural
Mamulengo Só-Riso
Maracatu Estrela de Ouro de Aliança
Otavio Pandolfo e Gustavo Pandolfo (Osgemeos)
Sol Movimento da Cena (Teatro Vila Velha)
Vídeo nas Aldeias

Heitor Villa-Lobos

O Ministério da Cultura tem conferido à Ordem do Mérito Cultural uma ampla abrangência temática, de forma a contemplar áreas do saber e do fazer que tornam marcantes nossa cultura, dentro e fora do país, e que sejam representativas da imensa riqueza da diversidade cultural brasileira.

Nesta edição do evento será prestada homenagem a Heitor Villa-Lobos (1887-1959), considerado, ainda em vida, o maior compositor das Américas. Compôs cerca de mil obras e reformulou o conceito de nacionalismo musical, o que propiciou à música brasileira uma representatividade em outros países e a sua universalização.

Villa-Lobos compôs peças musicais que enaltecem o espírito nacionalista. Ainda hoje é reverenciado pelo legado espetacular que deixou durante sua trajetória ao criar músicas eruditas que incorporavam canções folclóricas, populares e indígenas.

“Sim, sou brasileiro e bem brasileiro. Na minha música eu deixo cantar os rios e os mares deste grande Brasil. Eu não ponho mordaça na exuberância tropical de nossas florestas e dos nossos céus, que eu transponho instintivamente para tudo que escrevo”. Heitor Villa-Lobos

Depoimentos Vila D'água





sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Viladança pela primeira vez na Colômbia


Convidada pela Fundação Cultural Cayena e Secretaria de Cultura da cidade de Bogotá, o Viladança participa do Festival Danza en la Ciudad. Bogotá al Encuentro del Movimiento!

No festival, o Viladança apresenta o espetáculo Aroeira, da coreógrafa Cristina Castro em parceria com o músico Milton Nascimento e o videomaker Diogo Kalildia, 25/11, na sala Chapiner do Teatro Libre. No dia 26 realiza workshop para profissionais de grupos de dança da cidade.

Estou muito feliz com este convite. Participar do Festival Danza en la Ciudad marca um momento importante de troca e abre uma nova conexão para intercâmbios e parcerias relevantes, além de ser um reconhecimento ao trabalho da nossa equipe. Bogotá é a terceira maior cidade da America do Sul e possui um patrimônio cultural fascinante, sem falar que a Colômbia é terra natal de um dos meus escritores preferidos, Gabriel García Marquez.Teremos também uma grande oportunidade de nos apresentar no Teatro Libre, fundado em 1973 por jovens provenientes do movimiento teatral universitario no final dos anos 60 e inspirado no teatro de grupos. Portanto muitas semelhanças com o nosso Teatro Vila Velha. Recebemos esse convite em 2008 e nos preparamos com muito entusiasmo" - comenta a diretora e coreógrafa do Núcleo Viladança.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Hoje...

... é dia de Sobre Flores no Asfalto Quente.
20h.

Memória em cena até dezembro




A Exposição Vila 45º
fica em cartaz até o fim deste ano
(isso já é mês que vem!)
no foyer e corredores do Teatro.

Já viu? Massa, né?

tem muita coisa bacana:
telegrama de JK, foto de Bethânia antes da fama,
Othon Bastos, Glauber Rocha, Mário Gusmão,
coisas do começo da carreira de Harildo Déda
(homenageado em peça que estreia na próxima semana),
bilhete de rifa para a construção do Vila,
campanha da cadeira,
foto da fila na noite de abertura em 64,
vááárias matérias de jornal,
os novos grupos, suas montagens,
documentos, passagens históricas de destaque
no teatro baiano e brasileiro
etc. etc. etc.

VENHA VER!

SSA e SOS



repassando...

Olá a todos

Estamos recebendo propostas de jovens criadores para participar do Solos de Dança no SESC, edição 2010.
Os interessados devem enviar, até 30/11, proposta, pequeno currículo e um DVD com imagens de ensaio ou aula, sem compromisso com qualquer trabalho finalizado.

Local de entrega:
Espaço Sesc - Rua Domingos Ferreira 160, 1º andar.

Obrigada,

Marcia Rubin
Curadora

CONVITE


A Bahia está em ritmo de conferências de cultura e se prepara para mais uma etapa da pré-conferência setorial de cultura, em Salvador. No próximo sábado (21), a partir das 8h, estarão reunidos representantes de 13 segmentos culturais: música, teatro, dança, circo, artes visuais, audiovisual, culturas digitais, museus, arquivos, patrimônio, bibliotecas, livro e leitura e literatura.

Um das presenças mais esperadas é a de Heloísa Buarque de Holanda, que irá falar sobre “Redes produtivas de cultura”.

A Pré-Conferência Setorial antecede a III Conferência Estadual de Cultura, a ser realizada de 26 a 29 de novembro, em Ilhéus.

http://blogdaconferencia.com/
http://twitter.com/SecultBA




PRÉ-CONFERÊNCIAS SETORIAIS DE CULTURA

Programação

LOCAL: FACULDADE DE ARQUITETURA DA UFBA (Av. Cardeal da Silva/Federação)

DATA: 21 de novembro (sáb.)

TEMA: CADEIA PRODUTIVA DA CULTURA/ SISTEMAS DE CULTURA


PROGRAMAÇÃO

MANHÃ

08:00 Credenciamento (encerra às 10h)

08:30 Apresentação das Cameratas da OSBA: “Opus Lumen” e “Quadro Solar”

08:50 Abertura

09:30 Conferência com Heloisa Buarque de Holanda “Redes produtivas de cultura”

10:00 - 13:00 Grupos de Trabalho


Elos da cadeia produtiva:

Serão formados seis grupos de trabalho a partir dos elos da cadeias produtiva (criação, produção, formação, pesquisa, difusão e memória) compostos por participantes dos segmentos de música, teatro, dança, circo, artes visuais, audiovisual e culturas digitais. A discussão será subsidiada pelo material desenvolvido durante os encontros setoriais realizados entre abril e maio de 2009 e terá também como foco as formas de interlocucao de cada segmento com o Estado.


Sistemas de cultura:

Os segmentos de museus; arquivos; bibliotecas e patrimonio cultural formarão grupos específicos que irão dialogar sobre a organização e implantação de seus respectivos sistemas e formas de interlocucao com o Estado.


Redes de cultura:

Os segmentos de Livro, Leitura e Literatura, Arquitetura e Urbanismo e Estudiosos e Pesquisadores em Cultura formarão grupos específicos para dialogar sobre formas de interlocucao com o Estado.



TARDE

13:00 Pausa para almoço

14:30 – 16:00 Grupos de trabalho (elos da cadeia produtiva/sistemas de cultura/redes de cultura)

16:00 – 16:20 Intervalo e Coffee Break

16:30 Formacao dos grupos por segmento: Debate sobre representações dos segmentos culturais e relacionamento com o Estado/ Eleição de delegados

17:40 Apresentação do Monólogo “As lagartixas na parede” (Klessia Rilem – Barreiras)

18:00 Plenária de compartilhamento dos resultados e apresentação dos delegados eleitos

Curadoria Educativa

Seminário encerra atividades do Espaço Educativo Sophie Calle

O seminário Curadoria educativa, educação não formal e arte contemporânea acontece amanhã (20/11) à noite no Espaço Educativo Sophie Calle - Museu de Arte Moderna da Bahia, das 18h30 às 20h30. Ministrado por Antônio Carlos Portela, coordenador do Núcleo de Arte-educação do MAM-BA, e Valquíria Prates, educadora e escritora que dividiu com Portela a coordenação da Curadoria Educativa de Cuide de Você, o seminário recebe até 50 pessoas. Os interessados deverão se inscrever através do telefone (71) 3117-6141, ou com 30 minutos de antecedência no local.


mais informações:
Museu de Arte Moderna da Bahia
(71) 3117 6137
ascom@mam.ba.gov.br

viladança promove...



informe:



sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Daqui a pouco...



Substituição no seminário do Bando

O Presidente do Iphan - Luis Fernando de Almeida - não poderá comparacer à abertura do Seminário Respeito aos Mais Velhos, promovido pelo Bando de Teatro Olodum com patrocínio da Petrobras. Em seu lugar, o Iphan manda como representante a Diretora do Departamento de Patrimônio Imaterial, Márcia Santana.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Sobre Flores...


As questões do ser humano na voz de mulheres. Sobre Flores no Asfalto Quente busca descobrir o que existe por trás das atitudes de pessoas comuns, dos seus problemas cotidianos, pessoas que apenas procuram seguir suas pacatas vidas.

O que há por trás de nossas atitudes?

Em que momento nos olhamos como realmente somos, sem verniz?


A peça é dirigida por Fábio Espírito Santo. No elenco, as atrizes Luciana Comin (autora do texto), Mariana Moreno e Jussara Mathias retratam passagens da vida de 09 mulheres, cujas histórias se entrelaçam de maneira casual, revelando dramas pessoais e situações inesperadas.

Uma dona de casa, uma empregada doméstica, uma médica, uma senhora aposentada, uma garçonete, uma diarista, uma adolescente, uma alpinista social. Encontros, desencontros, fatalidades, confissões, crimes e embates ocorrem durante toda a trama e, curiosamente, sempre em banheiros, lugar onde as pessoas se escondem, se mostram, se limpam e se sujam, confirmando o fato de que nesse local todos são iguais.

estreia 12 de novembro

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Moringa estreia e empolga o público


O espetáculo Moringa, que dá a largada para o projeto Vila D’água, estreou no último sábado (07/11) para uma plateia que lotou o Teatro Vila Velha e conferiu em primeira mão o resultado da montagem fomentada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA). Entre os presentes, o secretário da pasta Juliano Matos; a Assessora Especial Tatiana Matos; representantes de Ongs reconhecidas, como o Instituto Baleia Jubarte, o Germen e a Cipó; artistas de diversas áreas e muitas, muitas crianças.

Juliano Matos, Secretário do Meio Ambiente, celebra a parceria

O espetáculo, que fala sobre o uso consciente da água, encantou o público mirim - e os mais grandinhos também - com um texto dinâmico e explicativo (sem ser maçante), com o figurino muito colorido e alegre, cenário criativo, recursos interativos; música e dança inspiradas no reggae e no hip hop, com letras de forte apelo junto ao público infanto-juvenil; e iluminação preciosa – que valorizou muito os atributos da peça.

Emanuela Santiago em cena como Regina

A peça alerta para a importância da preservação da água e ensina alguns cuidados. Nesse aspecto, o uso do teatro como veículo para a conscientização, sobretudo de crianças e jovens, foi muito bem-sucedido, facilitando a compreensão da mensagem e cativando o público para o compromisso ali proposto.

Hoje começou a fase de apresentações para escolas públicas. Os interessados podem entrar em contato com a produção através do email projetoviladagua@gmail.com.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

SerTão Mar...


O poético nome SerTão Mar intitula a apresentação que o Grupo Vocal Performático Vozes do Engenho faz HOJE e AMANHÃ - 20h no Palco Principal do Vila Velha.


O grupo agrega ao canto outras linguagens artísticas como dança, teatro e poesia e é idealizado e coordenado pelo professor de canto Marcelo Jardim.

SerTão Mar percorre através da arte os roteiros históricos que constituíram a formação da identidade do povo brasileiro.


quinta-feira, 5 de novembro de 2009

5 de novembro...


Parabéns pra Daniel, Amanda e Camilo!


Tela Brasil

Encerram-se amanhã as inscrições para as oficinas Tela Brasil.

O projeto promove oficinas de cinema onde o aluno aprende desde a fazer do roteiro até a edição, voltadas para estudantes de baixa renda a partir de 15 anos.

Durante o curso, 25 alunos gravarão curtas metragens que serão exibidos para a comunidade.

Os alunos receberão uma ajuda de custo no valor de R$ 10, por dia, para que possam se locomover no período de aula das Oficinas.

Local: Museu de Arte Moderna da Bahia - MAM (Av. Contorno, s/nº, Solar Unhão)
De 14 a 24 de novembro (onze dias corridos de aula)
Das 9h às 18h - aos finais de semana - e das 14h às 18h - durante a semana

INSCRIÇÕES ATÉ 06/11/2009 (sexta-feira) - AMANHÃ!

LOCAIS DE INSCRIÇÃO:

MAM - com Tonico Portela. Tels: (71) 3117-6141 / 3117-6132

CEDECA - Centro de Defesa da Criança e do Adolescente da Bahia
End: R: Gregório de Matos, 51, 2º andar, Pelourinho

CIPÓ Comunicação Interativa/Kabum Salvador
End: Terreiro de Jesus, 17, Pelourinho

Associação Pracatum
End: Rua Paulo Afonso 295. Candeal

OU ATRAVÉS DO SITE www.telabr.com.br

AS OFICINAS SÃO GRATUITAS!!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

esta semana!




Mulher, Negra.


Hoje à noite, às 20h, o Vila Velha recebe em seu Palco Principal a coreografia francesa
Va, Vis. Idealizada pela coreógrafa Norma Claire para a Companhia Anti-Podes, ela chega a Salvador como parte da programação do Ano da França no Brasil. A entrada é gratuita.

A coreografia expressa o "ser mulher negra” e valoriza a expressão artística afro-crioula contemporânea. “Eu afirmo minha própria palavra de mulher liberta de seus sofrimentos”, avalia Norma.

Em cena, dois dançarinos da Companhia Anti-Podes.

É a primeira vez que a artista vem à Bahia: “Estou curiosa para descobrir um povo e uma cidade cujas influências africanas e os traços da escravidão ainda estão impregnados na cultura atual. Quero muito descobrir os ritos tradicionais e ver suas influências na vida moderna”.

Amanhã (05/11), a coreógrafa facilita uma masterclass de 4 horas, também na Aliança Francesa. As inscrições custam R$ 40,00 e devem ser feitas através do site www.afbahia.com.br.

No dia 6/11 (sexta-feira), a Companhia reapresenta o espetáculo no Teatro Moliére, na Aliança Francesa da Ladeira da Barra, às 20h.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

A Outra no Piauí - contando histórias


A Outra em Floriano (PI) - Foto Inácio D'eus

No último fim de semana, A Outra Companhia, participou do Festival Nacional de Teatro - Pontos de Cultura.
O Festival aconteceu na cidade de Floriano (PI) e reuniu grupos e companhia que de algum modo estivessem ligados a pontos de cultura, como é o caso d'A Outra e do Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha.
Ainda em Salvador, tivemos um contratempo: o cenário de Arlequim - espetáculo que apresentamos lá - não embarcou devido a normas da empresa aérea que não permitiam o transporte do nosso material. No entanto, nós fomos, fizemos duas apresentações - uma no IFPI, antigo Cefet0, no dia 30/10, e a outra na Praça da Matriz no dia 31/10 - o povo piauiense foi super receptivo com o espetáculo e deu tudo tudo certo. Foi sucesso!

Luiz Antônio Jr. na Cidade Cenográfica do Grupo Escalet - Foto Roquildes Junior

Trouxemos muitas recordações na bagagem, fizemos amigos novos, reencontramos alguns outros de longa data, e ficou a promessa de retorno em breve ao Piauí.
Foi muito bom também perceber o quanto o Teatro Vila Velha é reconhecido e respeitado, e deu orgulho de participar do festival como representante do Vila.

Postado por Roquildes Junior

NOTA DE PESAR



Antônio Luiz Alves de Souza, o Neguinho do Samba, foi um dos comandantes da “Revolução dos Tambores” que se processou na cidade da Bahia a partir da década de 70, quando instrumentos de percussão passaram a ser utilizados como armas de luta, amplificadores de denúncias, afirmando e evidenciando a beleza de ser negro. Com o samba-reggae tocado nas quadras dos blocos afro, nas ruas e ladeiras dos bairros desta cidade, o mundo conheceu a trajetória de um povo e aprendeu a respeitar sua resistência e admirar sua arte. Neguinho do Samba foi o criador desse ritmo. A profissão de ferreiro garantiu-lhe a capacidade de moldar ferro e alumínio na busca do instrumento perfeito para o ritmo que se criava. A partir do desejo de um som novo, conectando as sonoridades apreendidas nos toques ancestrais ao universo contemporâneo, ele projetou a percussão dos blocos afro, fundamentais à cultura da Bahia, para o mundo todo.

O nome de Neguinho está onde estão os nomes dos que inventaram a Bahia, no posto de mestre, nos ensinando a acreditar na possibilidade das nossas realizações. Além de todas as justas homenagens, cabe-nos dar continuidade ao seu toque.

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia quer sambarreguear em silêncio, neste momento, para que o coração de nossa terra possa ser ouvido, compartilhando o mesmo sentimento dos familiares, amigos e parceiros de Neguinho, em especial, dos jovens, meninos e meninas, transformados em artistas pela regência do Mestre dos tambores.

Márcio Meirelles,
Secretário de Cultura da Bahia