segunda-feira, 27 de junho de 2011

Núcleo Viladança esteve no Equador

Cristina Castro, em Quito

O Núcleo Viladança acaba de participar do Circuito de Festivais de Dança do Equador, que inclui o XII Encuentro Internacional Manta pela Danza, em Manta (17/06), o 9º Encontro Internacional de Dança Fragmentos de Junio, em Guayaquil (20/06), o 2o Festival Internacional Danza del Austro, em Cuenca (22/06) e o VII Festival Internacional de Danza Palavras del Cuerpo, em Quito (24/06). O Viladança apresentou o espetáculo “José ULISSES da Silva” em quatro cidades, além de duas oficinas ministradas por Cristina Castro, diretora, e pelo grupo.

O convite para participar do festival foi feito por Jorge Parra, o curador internacional do circuito. Parra assistiu ao espetáculo quando esteve presente na 5° edição do VIVADANÇA Festival Internacional, participando da mesa redonda “Festivais Iberoamericanos De Dança: Contextos e Potencialidades Para a Colaboração”. “É muito importante firmar uma parceria artística com a América Latina. Existe uma troca de experiências não só com relação à dança, mas também cultural que é muito enriquecedora, principalmente para mim como coreógrafa”, diz Cristina.

Para participar do festival, o espetáculo precisou ser adaptado: “O desafio de participar de um festival é justamente a questão da adaptação. Aqui no Vila nós já temos uma estrutura montada e pensada em ‘Ulisses’, lá não. Serão quatro teatros diferentes e nós precisamos montar quatro espetáculos diferentes”, conta Júlia Rizério, produtora do Viladança.

Os festivais ocorrem em conjunto com a Red Ecuatoriana de Festivales Internacionales de Artes Escénicas, onde diversos festivais acontecem simultaneamente em várias cidades do Equador. Único grupo brasileiro a participar do evento, o Viladança foi bem recebido pelo público, pelos outros artistas participantes e pela imprensa.

O Teatro, em Cuenca


O público no fim da apresentação, em Guayaquil


O público de Quito


O espetáculo apresentado em Manta

O espetáculo apresentado no shopping, em Quito

*Fotos: Marcio Meirelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário