terça-feira, 10 de abril de 2007

Oficinas no Mês da dança trazem inspiração e conhecimento

Ainda no finalzinho de março, o Grupo Basirah, de Brasília, deu a largada para o Mês da Dança no Vila. Além do espetáculo De Água e Sal, o grupo ofereceu a dançarinos e coreógrafos baianos uma oficina pra lá de inspiradora. Sob a direção da diretora Giselle Rodrigues, 19 alunos trocaram idéias e experimentaram novas possibilidades de discursar através do corpo.

No último final de semana, quem também deu seu recado como mestra foi a professora de ballet clássico Maria de Fátima Guimarães (Pernambuco). Em visita à Bahia, "Fatinha", como todos a conhecem, assistiu aos 2 espetáculos que a Cia Viladança apresentou nesse final de semana: Aroeira e Da Ponta da Lingua à Ponta do Pé, e ministou aulas para a Cia, preparando o elenco para entar em cena. O encontro com a Cia Viladança já gerou ganchos para futuras oficinas e intercâmbios entre Bahia e Pernambuco.


E por falar em Pernambuco, já estão abertas as inscrições para a próxima oficina, que será oferecida pela Cia ETC, de Recife, nos dias 13, 14 e 15 (sexta. sábado e domingo), das 9 s 12h. Os interessados devem se inscrever através do telefone 71 8201 0258.

As oficinas são gratuitas!

Saiba mais: www.teatrovilavelha.com.br/29deabril

Um comentário:

  1. Fatinha eh maravilhosa, tem muita coisa boa para nos ensinar. Nao so como professora, mas, como pessoa e amiga. Ela tem muito o que nos oferecer, e so aproveita quem sabe bem o que quer da vida. Ela eh isso, cultura viva, e muito show na ponta dos pes.

    ResponderExcluir