terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ator Jorge Washington é homenageado com Medalha Zumbi dos Palmares


No próximo dia 03 (quinta), o ator Jorge Washington será agraciado com a Medalha Zumbi dos Palmares, honraria concedida pela Câmara Municipal de Salvador. A outorga, recomendada pelo vereador Moisés Rocha (PT), é uma das mais importantes condecorações da Casa e será entregue em sessão solene no plenário da Câmara (Praça Municipal), às 19h, com a participação de dezenas de convidados.

Conhecido na cidade pelo carisma, militância negra e atuação no Bando de Teatro Olodum, Jorge Washington Rodrigues da Silva, começou sua carreira artística atuando no grupo de teatro do Calabar, comunidade carente de Salvador. Em 1978, fez o IV Curso Livre de Teatro da Universidade Federal da Bahia (Ufba), com direção de Deolindo Checcucci. No entanto, o teatro comercial proposto na década 1980 não era o objetivo desse morador da Liberdade, que queria aliar o teatro à militância.

Quando estava prestes a desistir da carreira artística, viu ocasionalmente num jornal que o diretor e ex-secretário estadual da Cultura Márcio Meirelles havia se juntado ao grupo Olodum para montar um grupo de teatro negro pautado na cultura afro. Depois disso, já são 21 anos de atuação de Jorge Washington no grupo formado por atores negros (as), sendo ele o único ator que participou de todas as montagens do grupo teatral, num total de 31, entre elas: “Essa é a Nossa Praia”, “Ó pai ó” (teatro, filme e série), “Cabaré da RRRaça” e “Áfricas”.

“A medalha é uma honraria concedida a cidadãos e cidadãs que têm na sua vida cotidiana o compromisso com a luta e a igualdade de direitos, atuando no combate ao racismo, discriminação e intolerância na cidade de Salvador. Este perfil é o de Jorge Washington, que alia todos esses quesitos à simpatia e alegria com que ele sempre realizou suas atividades e reafirma sua negritude. Certamente, Jorge Washington é o que o saudoso Riachão já dizia na sua música: O retrato fiel da Bahia” enfatizou o vereador Moisés Rocha.

O ator Jorge Washington mostrou-se surpresa com a homenagem: “No primeiro momento eu achei estranho receber esta honraria, daí a primeira pergunta que fiz a Moisés foi o porquê da homenagem e ele me disse que não basta apenas homenagear os artistas baianos que estão na televisão, mas sim homenagear pessoas que estão na cidade, fazendo um ótimo trabalho e precisam ser reconhecidas. Depois que ele me disse isso, aí sim eu me senti homenageado, pois o teatro para mim não é só glamour, é uma ferramenta de levar entretenimento, reflexão e o olhar para dentro. A minha militância está no palco”, destacou.

Um comentário:

  1. Ei mano!!!!!!
    Você nos representa como artista, como cidadão e como familia ancestral.
    Um afetuoso abraço
    Vanda

    ResponderExcluir