segunda-feira, 16 de maio de 2011

“Bença” promove encontro de guardiãs da religiosidade afro-brasileira no Vila

Pai Euclides (Terreiro fanti Axanti), Conceição (Camafeu Oxossi) e Jaime Sodré

No último domingo, 15/05, o Bando de Teatro Olodum recebeu na platéia do espetáculo "Bença", aqui no Vila, representantes das três mais antigas casas da religiosidade Jejê no Brasil: A Casa das Minas de São Luis do Maranhão, o Terreiro Seja Hundê (ou Roça dos Ventura), de Cachoeira, e o Terreiro do Bogum, do Engenho Velho da Federação (Salvador).

O espetáculo, dirigido por Márcio Meirelles, celebra os 20 anos do grupo e homenageia a sabedoria afro-brasileira e o conhecimento transmitido pelos mais velhos.

Carlão, Zebrinha e Jorge Washington

Maria Sete Flechas do Terreiro Camafeu de Oxossi

Aluziomar (Casa das Minas), Jamile Alves (Bando de Teatro Olodum), Ekede Romilda (Roça dos Ventura)

Fotos: Renata Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário