sexta-feira, 30 de maio de 2008

Ó pa tevê, ó!

Bando de Teatro Olodum leva personagens baianos para a Globo



Depois do imenso sucesso nos palcos e da projeção nacional através do cinema, a peça Ó Paí ó, do Bando de Teatro Olodum, será exibida no veículo de maior visibilidade do país: a televisão. O texto - que revela a situação do Centro Histórico de Salvador - foi criado pelo diretor Márcio Meirelles em 1992, através de improvisações dos atores e atrizes do Bando e agora ganha adaptação para uma série na Rede Globo, rodada na Bahia.



Personagens marcantes como a comerciante Neusão, o aspirante a cantor Roque, o travesti Yolanda, o taxista Reginaldo e a evangélica Dona Joana (proprietária do cortiço onde vive a maioria dos personagens), terão suas aventuras narradas em seis episódios dirigidos por diretores diferentes. O time é formado por Carolina Jabor, Olívia Guimarães, Mauro Lima - diretor do aplaudido Meu Nome não é Jonnhy - e a baiana Monique Gardemberg, responsável pela versão cinematográfica de Ó paí ó. O projeto integra o Núcleo de Guel Arraes e os roteiros foram escritos pelo próprio Guel, junto com Jorge Furtado e Monique, a partir de histórias criadas pelo elenco do Bando em oficinas e improvisações, especialmente para este Projeto da Série.



Leia a matéria completa clicando aqui!



Carolina Jabor, Guel Arraes, Auristela Sá e Jorge Washington nos ensaios da série

Nenhum comentário:

Postar um comentário