quinta-feira, 4 de janeiro de 2007

Toda diferença é igual

Foto: Márcio Lima


Pessoas passam a analisar o ser que caiu das alturas depois da grande explosão. Ele, encolhido entre suas asas, apenas olha, machucado, mas sereno. Colocam o ser em uma jaula e voltam à vida normal. Outras pessoas que acompanharam a queda vêm ver de perto o visitante, mas ele pouco se mexe. Atiram comida para ele, cutucam seu corpo com galhos. Mas o Homem de Asas Bem Grandes fica o tempo todo quieto

Trecho do espetáculo Diferentes Iguais, que entra em temporada no Amostrão Vila Verão.

Domingos, 16h.
Venha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário