sábado, 28 de fevereiro de 2015

Cine Vila apresenta "Fragmentos de um Discurso Cinematográfico"

"Estranhos", de Paulo Alcântara, serve como ponto de partida para as discussões


Nesta segunda, às 19h, o Cine Vila apresenta Fragmentos de um Discurso Cinematográfico, projeto especial realizado em parceria com a Araçá Azul Cine que vai ocupar o cineclube durante todas as segundas-feiras do mês de março. O projeto vai discutir sobre as diferentes etapas de uma produção cinematográfica, tendo como ponto de partida a exibição em série do making of de “Estranhos”, filme dirigido por Paulo Alcântara. 

Cada segunda-feira do mês será dedicada a um vídeo da série que se debruça sobre os diferentes aspectos da produção de um filme: direção, fotografia, direção de arte, elenco e produção. Cada sessão temática conta a equipe responsável pela respectiva área de trabalho no longa “Estranhos”, além de exibir filmes baianos que se destacam por esses aspectos, trazendo os realizadores para também compartilhar experiências. A ideia é conhecer à fundo as diversas facetas de uma produção audiovisual, tendo como ponto de partida o longa de Alcântara, e promover um debate entre público e realizadores sobre o fazer cinematográfico.

O primeiro encontro, que acontece em 2 de março, às 19h, tem como tema “Produção”, e conta com a participação de Solange Lima, produtora executiva, e Maria Carolina, diretora de produção de “Estranhos”. A programação dos próximos encontros será divulgada em breve.

E mais...


A partir de 10 de março, às terças-feiras, o cineclube do Teatro Vila Velha sedia ainda a 9a Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul. Uma programação especial foi montada para promover a reflexão sobre diversos aspectos relacionados aos Direitos Humanos, como direitos das pessoas com deficiência; enfrentamento da homofobia; memória e verdade; respeito à população negra; direito das mulheres; combate à tortura, entre outros. A programação inclui longas e curtas nacionais, e pode ser conferida no site do Teatro Vila Velha a partir desta terça-feira.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Universidade LIVRE divulga lista de selecionados para nova turma

A Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha divulga lista de selecionados para a Turma 2015, que devem comparecer ao Teatro Vila Velha no dia 02 de março, próxima segunda, às 9h, para inscrição e início do primeiro arco de trabalho. Os participantes devem levar uma cópia da identidade ou de outro documento com foto. Confira, abaixo, a lista de aprovados.

Amanda Cervilho
Ariel Oliveira
Bheatryz Torres
Carol Mota
Drielle Almeida
Erica Souza
Igor Nascimento
Iracema Vilaronga
Isabela Oliveira
Jamile Ferreira
Joane Bittencourt
Jôse Ana Conceição
Julia Jacques
Lavinia Alves
Lazaro Reinaldo
Leilane Gama
Lelia Carvalho
Lene Nascimento
Maira Castanheiro
Matheus Cabral
Moises Santana
Natalia Mascarenhas
Neto Cajado
Patricia Ribeiro
Renato Lessa
Roberta Ladeia
Ruy Soledade
Thauan Vivas
Thiago Carvalho
Uran Rodrigues
Yago Ittaparica

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Teatro Vila Velha abre inscrições para cursos livres e programa de formação de atores



Depois de grande sucesso das Oficinas Vila Verão, que em janeiro proporcionou o contato com as artes a cerca de 300 pessoas, o Teatro Vila Velha abre inscrições para Cursos Livres nas áreas de teatro, canto, pilates e audiovisual, além de realizar audição para a o seu programa de formação de atores, a Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha. As inscrições para os Cursos Livres acontecem presencialmente no teatro, de 23 de fevereiro a 9 de março, sempre das 14h às 18h. Já as inscrições para a Universidade LIVRE acontecem apenas nos dias 23 e 24 de fevereiro, das 10h às 18h, seguidas de audição nos dias 25, 26 e 27/02.

Com duração de três ou cinco meses, os Cursos Livres atendem a um público amplo, que vai desde jovens e crianças até profissionais que desejam desenvolver a comunicação através da arte. São três turmas de teatro para iniciantes (7 a 10 anos; 10 a 14; e 14 a 18), além de cursos de canto, interpretação para cinema, teatro para profissionais liberais, pilates e o curso "O Corpo e a Cena", que trabalha com improvisações e exercícios corporais para jovens e adultos.

Para aqueles que desejam aprofundar-se nas artes cênicas, o Vila oferece a Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha, programa de formação de atores que, ao longo de dois anos de existência, produziu dez espetáculos e participou de três festivais internacionais de teatro. Com encontros e ensaios diários, que acontecem no turno matutino de segunda a sábado, a LIVRE aposta na preparação do ator através da experiência no palco, além de proporcionar conhecimentos em áreas como técnica (cenotecnia, iluminação, sonorização, etc), produção, gestão e comunicação. Ao final de três anos, o participante recebe um certificado, com o qual é possível obter o cadastro na DRT (capacitação profissional dada pela delegacia de trabalho). Nos meses de fevereiro e março os participantes da LIVRE estão em cartaz no Teatro Vila Velha com as montagens Hamlet (quinta e sábado, 19h30) e Macbeth (sexta e domingo, 19h30), dirigidas por Marcio Meirelles, e o infantil Bonde dos Ratinhos (sábado, 16h, e domingo, 11h), dirigido por Zeca de Abreu.

Informações:

Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha
Inscrições: 23 e 24/02, das 10h às 18h (valor: R$70)
Oficina de Seleção: 25, 26 e 27/02, das 9h às 13h
Duração: 3 anos
Período: segunda a sábado, 9h às 13h
Valor mensal: R$300 (10 parcelas por ano)
Informações detalhadas no link: http://goo.gl/kRiNAk

Cursos Livres do Teatro Vila Velha
Inscrições: 23/02 a 09/03, das 14h às 18h
Início dos cursos: 09/03
Lista completa de cursos abaixo
Informações detalhadas no link: http://goo.gl/K59nrq

Teatro para Iniciantes - Turma 1 (7 a 10 anos)
Segundas e quartas-feiras, 14h às 16h
Valor mensal: R$200
Duração: 3 meses

Teatro para Iniciantes - Turma 2 (10 a 14 anos)
Sextas-feiras, 14h às 17h
Valor mensal: R$150
Duração: 3 meses

Teatro para Iniciantes - Turma 3 (14 a 18 anos)
Módulo 1: Duração 4 meses; segundas e quartas, 16h30 às 18h30
Módulo 2 (opcional): Duração 2 meses; horário a combinar
Valor mensal: R$200
*O Módulo 2 irá resultar na montagem de um espetáculo com o diretor cabo-verdiano João Branco, dentro do projeto de intercâmbio lusófono K CENA.

Teatro para Iniciantes
com Zeca de Abreu
Sábados, 16h às 19h
Valor mensal: R$ 250
Duração: 3 meses

O Corpo e a Cena
com Bertho Filho
Domingos, 14h às 18h
Valor mensal: R$200
Duração: 3 meses

Canto
com Marcelo Jardim
Sábados, 14h às 16h
Valor mensal: R$ 150
Duração: 3 meses

Interpretação para Cinema
com Franklin Albuquerque
Domingos, 14h às 18h
Valor mensal: R$ 250
Duração: 4 meses

Pilates Solo
com Bárbara Barbará
Terças e quintas, 13h15 às 14h15
Valor mensal: R$100
Duração: 3 meses

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha seleciona novos integrantes

Com dois anos de existência e dez espetáculos montados, programa de formação de atores do Vila abre inscrições nos dias 23 e 24 de fevereiro

Atores da LIVRE preparam-se para entrar em cena em Hamlet



Em fevereiro, a Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha abre seleção para novos integrantes. As inscrições para o programa de formação de atores do Vila podem ser feitas apenas nos dias 23 e 24 de fevereiro, segunda e terça-feira, das 10h às 18h, no próprio teatro. Os candidatos participam de oficina de seleção que acontece nos dias 25, 26 e 27 de fevereiro, das 9h às 13h.

Dirigido pelo encenador Marcio Meirelles, o programa aposta na formação de atores através da prática. Em dois anos, foram montados dez espetáculos, tendo elencos compostos por integrantes da LIVRE - hoje, três destas peças estão em cartaz: Hamlet, Macbeth e o infantil Bonde dos Ratinhos. O aprendizado no palco é complementado pela experiência nos diversos setores do Teatro Vila Velha, através de atividades em áreas como técnica, gestão, comunicação, memória e audiovisual.

Os encontros e ensaios acontecem de segunda a sábado, das 9h às 13h. O trabalho prevê apresentações públicas periódicas, intituladas Experimentos, além da montagem de um espetáculo ao final do primeiro ano de atividades. Para fazer a oficina de seleção, o candidato deve pagar uma taxa de R$ 70 e aqueles que forem selecionados terão o valor abatido da primeira mensalidade.


Oficina de Seleção para a Universidade LIVRE de Teatro Vila Velha
Inscrições: 23 e 24/02, das 10h às 18h (R$ 70,00)
Oficina: 25, 26 e 27/02
Local: Teatro Vila Velha


quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Hamlet e Macbeth voltam aos palcos após o Carnaval


Clássicos de William Shakespeare dirigidos por Marcio Meirelles permanecem em cartaz de quinta a domingo, às 19h30, a partir de 21 de fevereiro

Hamlet + HamletMachine. Foto: João Milet Meirelles


Depois de breve pausa para o período de carnaval, os espetáculos Hamlet +HamletMachine (incluindo a peça de Heiner Muller) e Macbeth, de William Shakespeare, retornam ao palco do Teatro Vila Velha. Dirigidas por Marcio Meirelles, as peças voltam à cena a partir de 21 de fevereiro e permanecem durante todo o mês de março: Hamlet às quintas e sábados; Macbeth às sextas e domingos; ambas sempre às 19h30. Os ingressos já podem ser comprados antecipadamente pelo site www.teatrovilavelha.com.br

Escritas no século 17, Hamlet e Macbeth ganham contornos contemporâneos a partir de estética rock’n’roll, que aproxima as obras do público jovem. Os espetáculos levam ao palco 30 atores, que dão vida a 60 personagens. As duas peças funcionam em rede: compartilham mesmo elenco e cenário e dialogam através de fragmentos da trilha sonora, figurinos e citações.

 Macbeth. Foto: Marcio Meirelles

Em Hamlet e Macbeth, o desenho de luz é assinado por Jorginho de Carvalho, pioneiro da iluminação cênica no Brasil; a coreografia pela diretora e coreógrafa Cristina Castro (Muvuca, Da Ponta da Língua à Ponta do Pé) e a direção musical por Caio Terra (A Mulher como Campo de Batalha). No palco está o resultado de um ano inteiro de pesquisas e trabalhos sobre a obra de Shakespeare realizados pela universidade LIVRE, programa de formação de atores do Teatro Vila Velha. O processo de criação contou com o total de 28 colaboradores de áreas como história, dramaturgia, dança, canto, esgrima, entre outras.

Sobre Hamlet + HamletMachine

Na versão do Teatro Vila Velha, Hamlet, príncipe da Dinamarca, é um jovem do século 21. Na peça, ele vê o fantasma do  seu pai declarar que foi morto pelo irmão, que usurpou o trono, e exigir vingança. A partir daí, o jovem coloca-se em um conflito entre fazer ou não vingança - lutar por uma velha ordem ou manter a nova ordem. Dentro de Hamlet, é encenada a peça Hamlet Machine, de Heiner Müller.
quintas e sábados // 19h30 // a partir de 21/02
valores: R$20 e 10 (quinta) // R$30 e 15 (sábado)

Sobre Macbeth

Macbeth, de William Shakespeare, é um dos textos teatrais mais montados em todo o mundo. Esta é a segunda montagem da obra realizada pelo encenador Marcio Meirelles - a primeira foi em 1982 com o grupo Avelãz y Avestruz. O novo Macbeth dialoga com temas contemporâneos e aproxima as suas questões e reflexões do Brasil de hoje. Na peça, Macbeth, chefe de guerra do rei da Escócia, retornando vitorioso de uma batalha recém-travada, encontra três irmãs que profetizam que ele será o novo monarca. A partir daí inicia uma escalada sangrenta para a tomada e manutenção do poder.
 
sextas e domingos // 19h30 // a partir de 22/02
valores: R$20 e 10 (domingo) // R$30 e 15 (sexta)

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Projeto "Eu, Por Exemplo" vai às ruas e promove interação do Vila com o público


Memórias relembradas, histórias até então secretas, muitas saudações e mensagens de carinho. As declarações captadas através dos orelhões multimídia do projeto Eu, Por Exemplo - espalhados pelas ruas de Salvador entre 22 e 29 de janeiro - tem ajudado a reviver um momento importante da história das artes cênicas na Bahia: a inauguração do Teatro Vila Velha, em 1964.

Em sete dias de ação, foram registrados 713 depoimentos e o site do projeto obteve 5.656 downloads e 1.419 vídeos assistidos. Os vídeos foram disponibilizados no Vimeo, que registrou acessos de diversos países a exemplo do Cazaquistão, Arábia Saúdita, Angola, Polônia, Aústria, França, Portugal, Espanha, Inglaterra, Argentina, Estados Unidos e Canadá. Entre os que falaram sobre o Vila, muitos desconhecidos e pessas referência das artes, como Ana Dumas (criadora do carrinho multimídia), Tuzé de Abreu (compositor), Zito Moura (músico), Meran Vargens (atriz e professora) e Jacques de Beauvoir (jornalista). Entre os depoentes, um fato em comum: todos têm algo a dizer sobre o Teatro Vila Velha, local que, entre tantos fatos marcantes, abrigou o show que deu origem ao movimento tropicalista – de Gil, Caetano, Tom Zé, Bethânia e Gal.


 Localizados em pontos diferentes da cidade (Teatro Vila Velha, Saladecinema da Ufba, Terreiro de Jesus, Shopping da Bahia e Rio Vermelho), os orelhões contaram com a presença de dois monitores em cada local de instalação e causaram reações variadas em quem os vê. No Pelourinho, muita gente se surpreende com a parafernalha em forma de orelhão, equipado com tablet e com design de Ray Vianna. “É o orelhão do futuro?”, perguntou um garoto, vendedor de água mineral.

O jornalista Kau Rocha explica que o projeto teve como objetivo registrar a memória imagética do Teatro Vila Velha na vida das pessoas. “É impressionante como o Vila faz parte de muitas vidas. Já registramos depoimentos emocionantes, de gente desconhecida, os chamados anônimos, que tiveram no Vila Velha sua primeira experiência marcante com as artes, gente que foi à inauguração do Teatro, outros que assistiram shows emblemáticos e gente que nunca foi a um teatro como espectador, mas foi concertar o fogão de lá”, conta Rocha.

Desde o primeiro dia de ação, as declarações captadas através dos orelhões multimídia estão disponíveis no hotsite www. faledovila.com, criado especialmente para o projeto “Eu, Por Exemplo”. Após o sucesso do projeto, o Teatro Vila Velha estuda a sua continuidade. A ideia é manter um orelhão fixo no teatro e receber novos depoimentos também pela internet.