quinta-feira, 31 de maio de 2012

Música para os ouvidos

Projeto Música de Agora na Bahia (MAB) aguça a sensibilidade auditiva do público no Cabaré dos Novos


O Música de Agora na Bahia (MAB) apresentou, na noite de quarta (30/05), no Teatro Vila Velha, uma projeção sonora com foco na música eletroacústica. O evento mostrou peças dos compositores João Pedro Oliveira, João Meirelles, Guilherme Bertissolo, Alexandre Espinheira, Rafael Oliveira e Alex Pochat. 


As peças tratavam de temáticas bem diferentes: da construção civil até a Feira de São Joaquim. A de Guilherme Bertissolo, cujo título era M’Bolumbümba 1, teve participação especial da bailarina Lia Sfoggia e chamou a atenção do público. Contudo, a mais aplaudida foi a de Alex Pochat, de título Etnex o Falatório, que revelou sons captados na tradicional Feira de São Joaquim, maior feira livre de Salvador. 


Objetivos
O MAB inclui outras ações, como concertos, palestras, seminários e intervenções urbanas. Tudo isso a fim de levar a música clássica contemporânea para espaços alternativos, fora dos muros da universidade. “O principal objetivo deste projeto é o de instigar as pessoas. Fazer com que elas entrem em contato com um mundo sonoro que, provavelmente, não conhecem”, revelou o professor da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia e um dos coordenadores do MAB, Guilherme Bertissolo, de 28 anos. Para o compositor Alex Pochat, de 38 anos, esse objetivo já foi alcançado: “A receptividade do público é muito boa. Tanto as pessoas que são acostumadas a ouvir música contemporânea quanto aquelas que não são ficam surpresas com o espetáculo”, afirmou. Mais informações sobre o MAB podem ser adquiridas através do site www.musicadeagoranabahia.com.


VILA DA MÚSICA – As Projeções Sonoras do MAB acontecem dentro do projeto Vila da Música, do Teatro Vila Velha. O MAB é parceiro do Vila da Música, que por sua vez, é patrocinado pela Oi. O MAB é uma série de 38 atividades que englobam: concertos, projeções sonoras, seminários, palestras, mini-recitais em escolas públicas e intervenções urbanas, se estendendo de maio até dezembro de 2012. O MAB é uma realização da Associação Civil Oficina de Composição Agora (OCA) com patrocínio do Fundo de Cultura da Bahia.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Projeção Sonora propõe imersão sônica na programação do MAB


Quando ouvimos falar em projeção, logo pensamos em cinema, aonde a imagem em movimento é projetada sobre uma tela branca. A projeção sonora é quase a mesma coisa, só que, aqui, o que é projetado é o som. A “tela” são os ouvidos, a mente e o coração dos “espectadores”.
Desta forma, a série de oito Projeções Sonoras de Composições Eletroacústicas do MAB serão sempre no Cabaré dos Novos, do Teatro Vila Velha, executadas em sistema quadrifônico de alto-falantes. Ou seja, a audiência estará “cercada” por quatro caixas acústicas, ouvindo obras que utilizam meios eletrônicos para processamento e transformação do som, propondo uma espacialidade específica, resultando em uma experiência de imersão sônica única.
Além da música, a experiência será enriquecida com a intervenção ao vivo da bailarina (e membro da OCA) Lia Sfoggia, vídeos e até mesmo músicos interagindo ao vivo com a gravação, no caso, João Millet Meireles, que tocará algumas percussões.
A primeira projeção será no dia 30 de maio. Serão apresentadas duas obras acusmáticas*, duas com vídeo e duas com performance.
As peças apresentadas serão de três compositores baianos, um gaúcho radicado na Bahia, um português radicado no Brasil e um brasileiro radicado em Portugal. Os compositores são, respectivamente: João M. Meirelles, Alex Pochat, Alexandre Espinheira, Guilherme Bertissolo, João Pedro Oliveira e Rafael Oliveira.
VILA DA MÚSICA – As Projeções Sonoras do MAB acontecem dentro do projeto Vila da Música, do Teatro Vila Velha. O MAB é parceiro do Vila da Música, que por sua vez, é patrocinado pela Oi.
O MAB é uma série de 38 atividades que englobam: concertos, projeções sonoras, seminários, palestras, mini-recitais em escolas públicas e intervenções urbanas, se estendendo de maio até dezembro de 2012.
O MAB é uma realização da Associação Civil Oficina de Composição Agora (OCA) com patrocínio do Fundo de Cultura da Bahia.
30/05 | 20h | Gratuito

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Acompanhe ao vivo o Seminário Internacional de Formação e Capacitação em Cultura

Começou hoje o 1º seminário internacional de formação e capacitação em cultura. O evento está bombando, a casa está cheia e o público e palestrantes bem interessantes.


As inscrições esgotaram, mas você pode acompanhar ao vivo. Acesse www.livestream.com/teatrovilavelha ou clique no vídeo abaixo e fique por dentro do que está acontecendo.


Watch live streaming video from teatrovilavelha at livestream.com

28, 29 e 30/05
9 às 12 - 14 às 19h
Programação aqui

Resumo da programação - de 28/05 a 03/06


Encontro de Compositores

seg a qua | 1º Seminário Internacional de Formação e Capacitação em Cultura | Evento | 28, 29 e 30/05 | Sala Principal


qua | Música de Agora na Bahia (MAB) | Vila da Música | 30/05 | 20h | Projeção de obras eletroacústicas com interação de vídeos e bailarinos | Cabaré dos Novos


qui | Encontro de Compositores | Vila da Música | 31/05 | 20h | Cabaré dos Novos


sex a dom | O Olho de Deus - Avesso dos Retalhos | Teatro | 1° a 03/06 | sex e sáb: 20h | dom: 18h | Sala Principal e Cabaré dos Novos

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Marcela é Bella*



Cantora baiana se apresenta no Vila e arranca aplausos da plateia

Para quem pensou que a greve dos rodoviários e a chuva iam atrapalhar o show de Marcela Bellas no Teatro Vila Velha, se enganou. A cantora brilhou no projeto Vila da Música e recebeu uma plateia formada por jovens e pessoas da terceira idade. Antes do espetáculo, até a própria Marcela estava apreensiva: “A minha expectativa é muito boa, mas essa greve pode atrapalhar um pouco”. A previsão de Marcela não se confirmou. Muitos fãs compareceram ao Vila para prestigiar o show.


A bióloga Caroline Bomfim, de 25 anos, que já tinha visto o show de Marcela numa outra ocasião, tinha boas expectativas sobre a apresentação. “Marcela é uma artista nova no cenário baiano, que tem toda uma identidade. Eu gosto do som dela e resolvi apostar mais uma vez”. A cabeleireira Néa Barbosa, de 31 anos, gosta tanto de Marcela que já elegeu uma música como predileta: “Eu gosto muito de Me leve, pela música e pela forma que a voz dela é exposta. Marcela é única no cenário baiano. Achei no YouTube e compartilhei com os meus amigos. Fiquei surpresa com o som diferenciado que ela faz”, elogiou.   


Acompanhada dos músicos Ricardo Hardmann (bateria), Larriri Vasconcelos (baixo) e Gabriel Dominguez (guitarra), Marcela abriu o show com Mas que nada, conhecida canção de Jorge Ben Jor. Em seguida, saudou o público. “Fiquei agoniada com a greve de ônibus, mas a gente não pode parar tudo a cada greve que acontece na cidade. Ter vocês aqui é muito importante. Eu sou otimista e espero que vocês se divirtam”. 


No repertório, canções de artistas já consagrados como Nando Reis (All Star), Los Hermanos (Retrato pra Iaiá), Moraes Moreira (Bloco do Prazer, que ela regravou no álbum “Será que Caetano vai gostar?”), Baby Consuelo (Telúrica) e sucessos próprios como Que tal, Alto do Coqueirinho e Me leve. Ao interpretar Tantinho, de Carlinhos Brown, a cantora mostrou toda a sua peculiaridade, deixando a canção ainda melhor. Aliás, isso fica muito evidente no trabalho de Marcela. Ela traz identidade às músicas que interpreta e isso a torna singular.


Soraia Drummond e Myss Blecaute
O show contou com as participações especiais de Soraia Drummond e Myss Blecaute. A performance de Myss com Marcela provocou alvoroço no público. Enquanto a anfitriã cantava I Miss Her (que, na sua versão, ganhou arranjos muito próximos do pagode feito na Bahia), do Olodum, a convidada, lembrando um rapper, falava sobre a origem e significados da palavra brown (brau).


Marcela aproveitou o show para apresentar a música Orai, composta “por causa da atual situação de Salvador, que está mal cuidada”, declarou a artista. No final do show, as críticas eram positivas. “Gosto muito dela porque a voz me passa sinceridade. As letras são simples, mas com sentimento bem verdadeiro. Mesmo com os problemas técnicos, o show foi incrível”, afirmou o professor Fernando Siso, de 37 anos.


Marcela Bella
Desde que lançou o EP Leve, em 2006, Marcela tem recebido muitos elogios do público e da crítica especializada. Antenada com o universo musical, ela sabe usar as influências que recebeu durante a vida e isso resulta numa música só dela. Ao vê-la cantar músicas conhecidas, em nenhum momento o público vê outro artista. É só Marcela.Cheia de personalidade, intensa e à vontade. O sobrenome da artista não é somente artístico. É nome de batismo mesmo. Por um erro do cartório, o “s” foi acrescentado. O que era Bella se transformou em Bellas. Com sua voz doce, suave e marcante, Marcela é bela em todos os sentidos.


*Texto de Raulino Santos-Cerqueira Junior.
**Fotos: Lígia Rizério

A dramaturgia de Sônia Robatto

Com 52 anos de carreira artística, a atriz, escritora e dramaturga Sônia Robatto apresenta seu mais novo texto este mês aqui no Vila. “O Olho de Deus – O Avesso dos Retalhos” se junta a textos já encenados como “Auto do Nascimento” (1959), “Pé de Guerra” (2000), também dirigido por Marcio Meirelles, e “A Ciranda do Medo” (2007). Em “Pé de Guerra”, Sônia aborda os horrores da Segunda Guerra Mundial a partir do ponto de vista de Camila, uma menina de sete anos. A montagem ganhou o Prêmio Copene Cultura e Arte de melhor espetáculo em 2001.

O Teatro Vila Velha inaugurou o Centro de Documentação e Memória. O público terá acesso a um rico acervo que envolve fotos, catálogos, cartas, notícias, textos teatrais e cartazes. Agende a sua visita.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Tem gente nova por aqui!

O quadro de funcionários do Vila cresce cada dia mais! Temos o prazer de receber a atriz, diretora e arte educadora Zeca de Abreu! Zeca assumiu a assistência de programação no início deste mês, além de estar coordenando o projeto Tomaladacá.


Zeca participou do Grupo Cereus (1991-1995), sob a direção de Hebe Alves e participou de oficinas administradas por Harildo Deda, Carmen Paternostro, Marcio Meirelles e Fernando Guerreiro. Em 2003, criou a Trupe da Zequinha e dirigiu "H20 Uma Fórmula de Amor", que recebeu o Prêmio Braskem de Teatro (Melhor Espetáculo Infanto-Juvenil/2003). Zeca já trabalhou na TV, cinema e teatro.


Estamos com um grupo alunos de Arquivologia da UFBA trabalhando na higienização dos documentos do Centro de Documentação e Memória - Nós, Por exemplo como estagiários voluntários. São eles Laís de Jesus Reis, Elaine Costa Brito, Gerson José Cerqueira Limoeiro, Ana Crispina Saraiva dos Santos. Além deles, temos também as estudantes de Letras Michele Paixão de Jesus, a alemã Alexandra Monika, que está fazendo um intercâmbio pela UFBA - Alemanha|Brasil e a colombiana Giovanna di Filippo.


Ainda no quesito estagiários internacionais, chegou na semana passada a francesa Naima Zefifene, estagiaria de projetos, que vem apoiar a Coordenação Geral na inscrição de projetos em fundos internacionais. Fechando o quadro, temos Raulino Santos Cerqueira Junior, estudante de Jornalismo da UFBA, que vem dar um apoio à Comunicação do Vila na cobertura de eventos. 

terça-feira, 22 de maio de 2012

Promoção Marcela Bellas no Vila da Música!!


Pela primeira vez no Vila, a cantora e compositora baiana Marcela Bellas apresenta o show Achei Music nesta quinta dentro do projeto Vila da Música e nós vamos sortear 2 pares de ingressos! Quer concorrer? Siga a gente o @TeatroVilaVelha no Twitter e/ou curta a fan page do Vila da Música no Facebook! 


O sorteio será realizado dia 24/05 (quinta), às 14h.


Para participar da promoção no Facebook é necessário curtir a Fan Page do Vila da Música. Regras no Facebook. No Twitter, é preciso ser seguidor do @TeatroVilaVelha e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:


Quinta eu vou pro @TeatroVilaVelha assistir ao show da Marcela Bellas no #VilaDaMúsica! http://kingo.to/165U


Sobre o RT:


- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!


Regulamento:


1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.


2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)


3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.


4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda até as 17hs do dia 24/05 (quinta) perderá o prêmio.


Boa Sorte!

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Resumo da programação - de 21 a 27/05


O espetáculo "O Olho de Deus - o Avesso dos Retalhos" faz ensaio aberto hoje (21/05) e estreia nesta sexta (25/05).

seg | O Olho de Deus - o Avesso dos Retalhos | Ensaio aberto | 21/05 | 20h | Entrada franca | Sala Principal e Cabaré dos Novos


qui | Marcela Bellas | Vila da Música | 24/05 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


sex e sáb | O Olho de Deus - o Avesso dos Retalhos | Estreia | Teatro | Cia Teatro dos Novos | 25 e 26/05 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala Principal e Cabaré dos Novos


sáb | Butô de bêbado não tem dono | Teatro | Grupo Alvenaria de Teatro | 05 a 26/05 | 21h30 | Gratuito | Cabaré dos Novos


dom | Vila do Choro | Música | Grupo Novato | 06 a 27/04 | 11h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


dom | O Olho de Deus - o Avesso dos Retalhos | Teatro | Cia Teatro dos Novos | 27/05 | 18h | R$ 20 e 10 | Sala Principal e Cabaré dos Novos


Veja a programação completa no nosso site!

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Novidades da casa - 18 a 25/05



Jana (professora de Balé) e as crianças
O Núcleo Viladança segue com a Oficina de Ballet para Crianças e nesta semana, a coordenadora Cristina Castro participa de Encontro sobre Cultura. Veja post sobre o assunto aqui http://www.blogdovila.blogspot.com.br/2012/05/artistas-do-vila-participam-de-encontro.html


A Cia Teatro da Queda se prepara para o início da Oficina "Meus delírios, meus delitos". Será na segunda e o resultado da seleção você pode conferir aqui http://www.blogdovila.blogspot.com.br/2012/05/lista-dos-aprovados-para-oficina-meus.html


Diário de um louco - Cia Cacos


Neste fim de semana, A Outra Companhia produz, em parceria com o projeto O Que Cabe Nesse Palco, a Cia Cacos de Teatro. Eles chegam a Salvador com uma extensa programação durante o fim de semana. Entrem no site no Vila e confiram:  http://www.teatrovilavelha.com.br/programacao/485 . E na próxima semana o grupo dá continuidade ao projeto Remendando a Bahia realizando oficinas e apresentando Remendo Remendó nas cidades de Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória. Para saber de tudo visite o Blog d'A Outra:  http://www.aoutracompanhiadeteatro.blogspot.com.br/ 


A Cia. Novos Novos após reunião com alguns dos artistas colaboradores, continua colocando a mão na massa para construção de Paparutas. Essa semana eles começam a pincelar algumas coreografias com Lulu Pugliese



Os atores do Bando de Teatro Olodum continuam os ensaios do espetáculo "Bença", que será apresentado em Belo Horizonte nos dias 15, 16 e 17 de junho.


Os ensaios de Drácula começaram esta semana. Acompanhe um pouco mais em: www.materialdracula.com / www.facebook.com/materialdracula

Farinha e Gelo na Sala João Augusto


A Sala João Augusto, normalmente usada para oficinas e ensaios, será o palco da apresentação de 2 solos inusitados. Trata-se de Off inferno ou Lave os céus para que eu morra e Mãe in loco. Os espetáculos estão na programação do projeto O que Cabe Neste Palco e são realizados pela Cia Cacos de Teatro, grupo de Manaus.


Off Inferno - foto de Rafel Lins

Com 30 Kg de farinha de trigo o ator Francis Madson apresenta, no sábado, sua leitura sobre a obra de Dante Alighieri - O Inferno de A Divina Comedia. Questões como a culpa, o caos, a intervenção, a mídia, a performance, as trevas e a solidão serão trazidas no solo Off inferno ou Lave os céus para que eu morra.

Mãe in Loco - foto de Rafel Lins

Já no domingo, a atriz Carol Santa Ana se utiliza de uma piscina com 400 Kg de gelo para criar uma encenação que tenciona a maternidade. O solo Mãe in loco é construído a partir de Mãe Coragem, de Bertold Brecht. 

Assista estes espetáculos pagando meia! Cadastre-se na Lista Amiga. É fácil, rápido e o benefício é seu!
Lista Amiga:ow.ly/axqDV

Lista dos Aprovados para Oficina MEUS DELÍRIOS, MEUS DELITOS


A Cia Teatro da Queda apresenta a lista dos Aprovados para a Oficina meus delírios, meus delitos. Reflexões sobre ambiguidades e travestimentos.
Lembrando que a Oficina começa na segunda - feira dia 18/05 as 19h na Sala João Augusto no Teatro Vila Velha.

Oficina meus delírios, meus delitos. Reflexões sobre ambiguidades e travestimentos
Realização: Teatro Kunyn + Teatro da Queda
Orientadores: Ronaldo Serruya e Luiz Gustavo Jahjah
21 a 24/05: 19 às 22h e 26/05: 14 às 18h 


  • Aldacy Monteiro Caribé
  • Alex Nascimento
  • Bia Roriz
  • Danilo Lima
  • Danlei Matthews
  • DIOGO BARRETO BERNI
  • DOUGLAS LOPES Guilherme Silva
  • Heyder Moura
  • Karen Souza
  • Karol Senna
  • Leandro F. Santolli
  • Luciana Simões
  • Luiza Bocca
  • Marcelo Britto
  • Marcia Gil-Braz
  • Mariana Borges
  • Ricardo Albuquerque
  • Ronaldo Magalhaes
  • Vinicius Carmezim
  • Yuri Tripod

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Artistas do Vila participam de encontro sobre Gestão Cultural na Bahia


Marcio Meirelles e Cristina Castro participam do Primeiro Encontro sobre Gestão Cultural na Bahia: Estratégias e Desafios. O evento acontece na próxima semana, 21 a 23/05, na Sala do Coro, às 18h30 e contará com três mesas que discutirão temas como: “Gestão de Carreira”, “Gestão de Projetos e Eventos” e “Gestão de Espaços”.



O Gestão Cultural na Bahia tem como principal objetivo promover o debate, a reflexão e a troca de experiências entre profissionais reconhecidos no cenário cultural baiano. Além dos artistas do Vila, o encontro recebe nomes como Ivanna Souto (Produtora Cultural), Lícia Fábio (Lícia Fábio Produções), Nil Pereira (NP Eventos e Produções), Vadinha Moura (Teatro Cidade do Saber), Vavá Botelho (Diretor do Balé Folclórico da Bahia) e outros.



Mais informações: www.gestaoculturalnabahia.blogspot.com
gestaoculturalnabahia@gmail.com

Ensaio aberto do espetáculo "O Olho de Deus - O Avesso dos Retalhos"


Na próxima segunda-feira, dia 21/05, acontece ensaio aberto do espetáculo "O Olho de Deus  - O Avesso dos Retalhos", às 19h30 no Teatro Vila Velha. Após a apresentação, a equipe do espetáculo paraticipará de um bate-papo com a plateia. Para participar, basta enviar uma mensagem no Facebook do espetáculo.


A peça inédita da escritora baiana Sônia Robatto teve, no texto, a colaboração de Marcio Meirelles que assina também a encenação. No elenco, além da autora Sônia Robatto, estão Fernando Fulco, Chica Carelli, Marísia Motta, Neide Moura e Anita Bueno.


A história acontece em Salvador tendo como tema a vida de uma família da “aristocracia decadente baiana”. A ação central é conduzida por duas velhas senhoras, que estão num outro universo. Companheiro de memórias delas é o irmão João, um velho senhor, que esconde uma forte preocupação social.


A realidade é apresentada no confronto dos personagens Calu, uma mulher madura, que toma conta de tudo e de todos e Maria, mulher jovem, politicamente engajada numa luta por mudanças. A personagem Filú representa os outros, a sociedade, os vizinhos, o disse me disse.


O espetáculo estreia no dia 25/05 (sexta) e fica em cartaz durante todos os finais de semana até 1° de julho. Confira os vídeos do processo de montagem: http://vimeo.com/marciomeirelles/videos



Estágio para a técnica do Teatro Vila Velha


O Teatro Vila Velha abre seleção para 1 vaga de estágio remunerado para equipe técnica. Para concorrer à vaga, os interessados deverão estar cursando o segundo semestre de áreas afins às artes cênicas, a exemplo de teatro, produção cultural, eletrotécnica, eletrônica e sonorização.


INFORMAÇÕES SOBRE O ESTÁGIO:
o       Local: Teatro Vila Velha
o       Atividades desenvolvidas: apoio à realização das atividades do teatro (montagem de    som, luz, cenário) e atendimento ao público.
o       Carga horária semanal: 30 horas
o       Disponibilidade de trabalho aos sábados e domingos
o       Valor da bolsa-auxílio: R$ 440,00
o       Inclui auxílio-transporte: sim


I - DA INSCRIÇÃO
Os candidatos devem fazer sua inscrição no site do IEL (http://www.fieb.org.br/iel/Default.aspx?) ou encaminhar currículo para pessoal@teatrovilavelha.com.br até 25/05. 


II - SELEÇÃO
O processo seletivo se dará em duas etapas: análise de currículo e avaliação presencial dos candidatos pré-selecionados. A jornada do estágio deve ser compatível com o horário de aulas do estudante. Criatividade, capacidade de se antecipar às solicitações de tarefa e facilidade para o trabalho em equipe são aspectos que serão levados em consideração para a avaliação final.


III - DA CONTRATAÇÃO
O(A) candidato (a) selecionado será convocado(a) para preenchimento imediato da vaga de estágio. Há possibilidade de contratação ao final do período do estágio.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Tomaladacá convida Cia Cacos de Teatro


Já chegando no 5º encontro, o Tomaladacá convida a Cia Cacos de Teatro, grupo de Manaus, que chega com seu projeto “Em Companhia de um Só” e que veio para Salvador com apoio do projeto O que Cabe Neste Palco. O encontro em clima de bate-papo acontece no próximo dia 19/05, sábado, 10h.


O grupo está em circulação por cinco capitais de cinco estados diferentes, e apresenta seu trabalho através de cinco espetáculos solos nos dias 19 e 20/05.


Tomaladá convida Cia Cacos de Teatro (AM)
19/05 | sáb | 10h
Gratuito | Teatro Vila Velha

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Resumo da programação - de 14 a 20/05


seg | Lançamento do livro "Διασπορά, um romance" + mesa redonda | Evento | 14/05 | 18h30 | Entrada franca | Cabaré dos Novos


qui | Camará - Conjunto de Câmara da UFBA | MAB | Vila da Música | 17/05 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


sáb | Tomaladacá convida Cia Cacos de Teatro | Seminário | 19/05 | 10h | Entrada franca | Cabaré dos Novos


sáb | Diário de Um Louco | Teatro | Cia Cacos de Teatro | O Que Cabe Neste Palco | 19/05 | 18h30 | Entrada franca | Passeio Público


sáb | [Off] Inferno ou Lave os Céus Para Que Eu Morra | Teatro | Cia Cacos de Teatro | O Que Cabe Neste Palco | 19/05 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala João Augusto


sáb | Butô de bêbado não tem dono | Teatro | Grupo Alvenaria de Teatro | 05 a 26/05 | 21h30 | Gratuito | Cabaré dos Novos


dom | Vila do Choro | Música | Grupo Novato | 06 a 27/04 | 11h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


dom | Open – Space: trans | Oficina | Cia Cacos de Teatro | O Que Cabe Neste Palco | 20/05 |  |14h às 16h | Entrada franca


dom | Cultura da Carne - Alteridade Porco | Teatro | Cia Cacos de Teatro | O Que Cabe Neste Palco | 20/05 | 18h30 | Entrada franca | Passeio Público


dom | Mãe - In loco | Teatro | Cia Cacos de Teatro | O Que Cabe Neste Palco | 20/05 | 20h | Entrada franca | Sala João Augusto


Veja a programação completa: http://www.teatrovilavelha.com.br/programacao

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Novidades da casa - de 11 a 18/09

Nesta segunda (14/05), os atores do Bando de Teatro Olodum participarão do lançamento do livro "Διασπορά, um romance" e apresentarão performances interpretando trechos do mesmo. A entrada é gratuita. Além disso, os atores continuam os ensaios do espetáculo "Bença".

Na próxima semana, os atores do Núcleo Supernova Teatro começam os ensaios de "Drácula" com o elenco completo e prova do protótipo do figurino. Quem quiser saber um pouco mais sobre essa montagem pode acessar www.materialdracula.com / www.facebook.com/materialdracula

A Outra Companhia continua o projeto Remendando a Bahia, visitando a cidade de Pojuca. O grupo segue ainda com as atividades do Memorial Brasil de Artes Cências, e no fim de semana recebe, em parceria com o Teatro Vila Velha através do projeto O Que Cabe Nesse Palco, a Cia Cacos de Teatro. A companhia de Manaus apresenta nos dias 19 e 20 de maio, a partir das 18 horas, cinco solos que compõem o projeto Em Companhia de um Só.

O Núcleo Viladança levou o VIVADANÇA Festival Internacional para Brasília e Belo Horizonte agora no início de maio e continua durante esse mês ministrando a Oficina de Ballet para Crianças.

A Cia. Novos Novos está a todo vapor fazendo leituras e esboçando as primeiras cenas do novo espetáculo Paparutas que tem estréia prevista para Julho!

Novos Talentos



A Cia Novos Novos completa 12 anos em 2012. Dirigida por Débora Landim, a companhia monta espetáculos dirigidos ao público infanto-juvenil, com o qual mantém diálogo fácil e direto.

O espetáculo de estreia da companhia, Imagina Só... Aventura do Fazer (2001) recebeu o Prêmio Braskem de Teatro de melhor espetáculo infanto-juvenil e foi apresentado este ano para mais de 7.000 crianças através de projeto escola.

Confira alguns dos talentos que já passaram pela Novos Novos na matéria de Eduarda Uzeda, publicada no jornal A Tarde de 10/05.

O Vila sedia lançamento de livro e debate sobre negro e literatura

Διασπορά é a primeira obra de ficção do escritor Fernando Conceição

No próximo dia 14 de maio, o Teatro Vila Velha será palco para o lançamento nacional do livro Διασπορά, um romance. A obra, publicada pela Editora Casarão do Verbo, é resultado da primeira investida do jornalista e professor Fernando Conceição no campo da ficção. Produzido após ter sido contemplado com dois editais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – criação literária, em 2008, e demanda espontânea, no ano passado – o livro será lançado em meio ao debate sobre a condição do negro na literatura brasileira.

Uma mesa-redonda com o tema “O Negro na Literatura Brasileira - 124 anos Pós-abolição” antecederá a sessão de autógrafos e brindará os presentes com exposições dos professores Ubiratan Castro, presidente da Fundação Pedro Calmon; Ana Célia Silva, doutora em Educação e autora de diversas obras sobre a representação social do negro no livro didático; e Florentina Silva de Souza, pesquisadora e doutora em Estudos Literários. A mesa debaterá o lugar do negro na literatura brasileira, apresentando um panorama histórico e o quadro atual do tema.

Além do debate, atores do Bando de Teatro Olodum apresentarão performances interpretando trechos do livro. A trama de Διασπορά está centrada na disputa pelo poder político na cidade de Salvador, durante as articulações que antecedem uma eleição municipal, e é perpassada pela discussão sobre as relações raciais. Na obra, o autor desvela os bastidores desta eleição fictícia, apresentando, através dos personagens, as contradições e os jogos de interesses que permeiam os cenários da disputa.

14/05 | seg | 18h30
Gratuito
Cabaré dos Novos

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Dia das mães no Teatro Vila Velha

Uma ótima pedida para o dia das mães é o tradicional chorinho do Grupo Novato, que acontece aos domingos. A apresentação começa às 11h e o novo Café do Vila terá uma deliciosa opção para o almoço.

Programa bom, hein!

13/05/2012
Grupo Novato
R$ 10 e 5 | 11h

Almoço no Café do Vila
Servido a partir das 12h

Encontro de Compositores no Aprovado

Encontro de compositores - Foto Lígia Rizério

O Encontro de compositores já virou tradição na programação musical de Salvador. Toda última quinta-feira do mês um time de compositores se reúne para celebrar a música. Apenas com seus instrumentos particulares, os compositores apresentam ao público um pedaço dos seus trabalhos.

O programa Aprovado veio conferir uma noite dessas e o resultado está aqui

Apareçam!

Conheça um pouco mais da história do Vila

Fachada do Teatro Vila Velha

O programa Aprovado de 05/05 bateu um papo com o diretor do Teatro Vila Velha, Marcio Meirelles, que contou um pouco a história desta casa. Já são quase 48 anos de existência e 18 anos de reinauguração.

Vale a pena conferir os vídeos com a matéria aqui e aqui


quarta-feira, 9 de maio de 2012

Gravação do DVD de EdCity movimenta o Vila



Com recursos próprios, acontece hoje o segundo dia de gravação do DVD EdCity, inspirado nas favelas.


A equipe, somente para a gravação desta etapa, é composta de 97 pessoas, entre seguranças, receptivo, carregadores, motorista, captação de áudio e imagem, som, banda e técnica, camarim, limpeza, maquiagem, fotografo e produção executiva.

Elenco de R&J de Shakespeare participa do Tomaladacá



O espetáculo“R&J de Shakespeare Juventude Interrompida” retorna ao Teatro Vila Velha e será apresentado como parte do projeto “O Que Cabe Neste Palco” de 11 a 13/05, às 20h, na SalaPrincipal. O espetáculo é uma releitura do clássico “Romeu e Julieta”, jáesteve no Vila como parte da programação do FIAC Bahia 2011 e foi indicado ao PrêmioShell de Melhor Trilha Sonora e ao Prêmio Quem de Teatro de Melhor Direção.

Além das apresentações do final de semana, o diretor João Fonsecae os atores do espetáculo participarão do quarto encontro do projeto Tomaladacáno sábado, 12/05, a partir das 10h. Eles vão se juntar a Zeca de Abreu e MarcioMeirelles para conversar com os grupos e participantes sobre os processos demontagem e experiências do grupo. Os interessados em participardo Tomaládacá devem preencher o formulário de inscrição: http://ow.ly/9pR4M e confirmar presença atravésdo e-mail: tvv.tomaladaca@gmail.com Não é necessário ter participado dos encontros anteriores para participar deste.

terça-feira, 8 de maio de 2012

Promoção Coro de Cor no Vila da Música!

Quinta tem Vila da Música com a Coro de Cor e nós vamos sortear dois pares de ingressos: um no twitter e outro no facebook!

A Coro de Cor acaba de lançar seu novo CD “Singularidades” e vai se apresentar aqui no Vila, dentro da programação do Vila da Música, no dia 10/05 (quinta), às 20h, na Sala Principal. Em seus cinco anos de existência, a banda vem se apresentando em casas de shows e bares pela capital baiana, além de mostrar sua música ao público do interior da Bahia.
O sorteio será realizado dia 10/05 (quinta), às 14h.

Para participar da promoção no Facebook é necessário curtir a Fan Page do Vila da Música. Regras no Facebook. No Twitter, é preciso ser seguidor do @TeatroVilaVelha e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:

Quinta eu vou pro @TeatroVilaVelha assistir ao show da Coro de Cor no #VilaDaMúsica! http://kingo.to/15iA

Sobre o RT:

- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.

2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)

3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.

4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda até as 17hs do dia 10/05 (quinta) perderá o prêmio.

Boa Sorte!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Resumo da programação - de 07 a 13/05

qui | Coro de Cor | Música | Vila da Música | 10/05 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

sex a dom | R&J de Shakespeare Juventude Interrompida (RJ) | O Que Cabe Neste Palco | Teatro | Direção: João Fonseca | 11 a 13/05 | 20h |R$ 30 e 15 | Sala Principal

sáb | Butô de bêbado não tem dono | Teatro | Grupo Alvenaria de Teatro | 05 a 26/05 | 21h30 | Gratuito |Cabaré dos Novos

dom | Vila do Choro | Música | Grupo Novato | 06 a 27/04 | 11h
R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos

Veja a programação completa: http://www.teatrovilavelha.com.br/programacao

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Novidades da casa - 04 a 11/05

A Cia. Novos Novos recebe amanhã (05/05) a Tv Brasil que fará uma matéria sobre história doa quase 12 anos de Cia.!

A Outra Cia de Teatro segue com mil coisas. Esta semana parte do grupo está em São Paulo acertando os detalhes da residência que o grupo fará no espaço da Funarte no segundo semestre. Além disso, seguem a todo vapor com o Memorial Brasil de Artes Cênicas lançando perfis toda semana e entrevistando artistas. No domingo, eles viajam para Feira de Santana para continuar a circulação através do Remendando a Bahia. Além de Feira, na semana que vem também estarão em Coração de Maria levando oficinas e o espetáculo Remendo Remendó.

Na próxima semana o Supernova Teatro começa os ensaios de sua nova montagem: Drácula!
Os ensaios acontecerão na sala João Augusto, sempre de segunda à sexta pela tarde, com o diretor Marcio Meirelles e elenco.

O Núcleo Viladança estreou muito bem em Belo Horizonte com o espetáculo Da Ponta da Língua à ponta do pé. A apresentação contou com mais de 350 crianças na plateia. Agora eles seguem para Brasília, a apresentação será no dia 06/05.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

VIVADANÇA FESTIVAL INTERNACIONAL

Reunir pessoas, permitir a troca de experiências, promover conexões, estimular a diversidade, democratizar o acesso ao palco e ao teatro, celebrar a dança. Com esses objetivos, surgiu, em 2007, o VIVADANÇA Festival Internacional. O evento, batizado inicialmente com o nome de Mês da Dança no Vila, para comemorar o Dia Internacional da Dança, consolidou-se na agenda cultural da cidade e, seis anos após a sua criação, é possível perceber quanto o festival cresceu, amadureceu e se reinventou, tendo como norte apenas a certeza de que é preciso estar sempre aberto ao novo e atento às expectativas de cada novo cenário.

Em 2012, artistas e profissionais da dança de 18 países estarão reunidos em Salvador, para participar de uma ampla programação que inclui espetáculos, oficinas, debates, exibição de vídeos e exposições em quatro espaços culturais da cidade – Teatro Vila Velha, Teatro Molière (Aliança Francesa), Teatro do Goethe-Institut (ICBA) e Cine-Teatro Solar Boa Vista.

E, pela primeira vez na história do festival, parte de sua programação será levada para as cidades de Belo Horizonte e Brasília.

Entre as ações do festival, a Mostra Casa Aberta mantém o fôlego, abrindo espaço para amadores e profissionais de variados estilos, enquanto a Mostra Hip Hop em Movimento prossegue congregando DJs, grafiteiros, rappers e dançarinos de break. Já o Prêmio VIVADANÇA, em sua terceira edição, incentiva a criação de um espetáculo inédito de dança na Bahia.

São ações que, ao longo do tempo, contribuíram para definir o perfil do festival – mas que também revelam uma caminhada longa de ousadia e aprendizagem. Foi em 2008, por exemplo, que nasceu a Mostra Casa Aberta, democratizando o acesso ao palco e com a participação de 40 artistas inscritos. A mostra deu um salto: este ano, 50 propostas foram selecionadas, entre quase cem inscritas. Também em 2008, uma plateia de cem detentos se juntou a autoridades e imprensa para assistir ao espetáculo de abertura da segunda edição do evento, Aroeira – Com Quantos Nós se Faz uma Árvore, da Companhia Viladança. O festival também recebia, pela primeira vez, grupos internacionais, como o Science Friction, do Canadá, e o Asier Zabaleta, da Espanha.

No ano seguinte, o VIVADANÇA surpreende mais uma vez, trazendo para os palcos a arte das ruas com a Mostra Hip Hop em Movimento e a Batalha de Break Dance. Em comemoração ao Ano da França no Brasil, o festival exibiu documentários franceses e trouxe para Salvador a companhia Toufik OI. Ao mesmo tempo, reafirmou a presença da Espanha no festival, através do grupo Lanònima Imperial e do solista Daniel Abreu.

A grande novidade em 2010 foi o Prêmio VIVADANÇA, criado com o intuito de estimular jovens criadores baianos, que possibilitou a realização do espetáculo Odete, Traga Meus Mortos, do coreógrafo Edu O. Ainda naquela edição, surge a ideia de reverenciar grandes mestres da dança, sendo o primeiro homenageado um dos pioneiros no ensino da dança na Bahia: mestre King. Antônio Nóbrega, Luis Arrieta e Tadashi Endo viriam a seguir.

O ano de 2011 ficou marcado como aquele em que o VIVADANÇA ampliou seus horizontes: ultrapassou as paredes do Teatro Vila Velha, levando sua programação para outros teatros de Salvador; multiplicou o trabalho de formação de plateia; firmou parcerias com outros festivais; e solidificou o interesse por outras linguagens em cruzamento com a dança, como o audiovisual (através da Cinemateca) e as artes visuais (com intervenções do Coletivo Visio, no Passeio Público, e a realização de exposição de desenhos de Carybé). Outra novidade foi o encontro de diversos gestores culturais da América Latina na mesa-redonda que discutiu os desafios e potencialidades da área.

A história do VIVADANÇA Festival Internacional revela o próprio espírito do festival, que estimula a fruição, criação, difusão e reflexão da dança, sem limites nem preconceitos. O festival abre campos para diálogos e troca de experiências, entre artista e público, amador e profissional, clássico e popular, centro e periferia.

É a diversidade em movimento.

O VIVADANÇA tem patrocínio da Oi, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda, Secretaria da Cultura do Estado e Governo da Bahia; BNDES e Chesf, através da Lei Rouanet, CAIXA e Governo Federal; apoio cultural da Oi Futuro e Fundação Cultural do Estado da Bahia. A realização é da Baobá Produções Artísticas e do Teatro Vila Velha.




O programa Aprovado deste sábado destaca o Teatro Vila Velha

O Programa da TV Bahia, Aprovado, apresenta neste sábado alguns espaços culturais de Salvador. O roteiro começa no Teatro Vila Velha, onde o apresentador Jackson Costa bate um papo com o diretor do local e ex-secretário de cultura Márcio Meirelles. Ele conta como surgiu o teatro a partir dos ideiais do ex-diretor João Augusto e novos tempos da casa de espetáculos. Ainda no Vila Velha, o telespectador conhece o Encontro de Compositores, que acontece todas as últimas quintas-feiras do mês e reúne dez artistas e muito público.

Confira as chamadas!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Núcleo Viladança em Brasília

Bailarinos do Núcleo Viladança

Os bailarinos do Núcleo Viladança já estão em Brasília para apresentarem o espetáculo infantojuvenil "Da Ponta da Língua à Ponta do Pé", hoje, na abertura do festival, no Teatro Funarte Plínio Marcos.

O espetáculo será apresentado, também, na quinta-feira. O clima é de muita ansiedade e expectativa. É a dança tomando conta da capital federal!
Confira programação completa do Festival em Brasília aqui

Veja o texto do critico Luis Fernando Pereira aqui