quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Nós do Vila


Nome: Rafael Sacramento Grilo
Idade: 23 anos

Rafael Grilo trabalha no Vila há 2 anos e chegou aqui depois de participar de uma das Oficinas de vídeo do Vila Verão com Maise Xavier. “Alguns meses depois da oficina, Maise me convidou para estagiar aqui”, conta. Hoje trabalha no Estúdio do Vila dando apoio nos serviços audiovisuais, principalmente registrando, através de filmagens, os eventos do Teatro.

Formado em Produção Cultural na UFBA, Rafael está cursando uma segunda graduação: a de Jornalismo. Solteiro, costuma morar um tempo com a mãe e um tempo com o pai. Como está na casa da mãe, em Pernambués, tem ajudado na criação dos passarinhos dela. “Tem periquitos, canários, calopsitas”, diz.

Atualmente tem ouvido os Rolling Stones e o som hardrock do AC/DC. Gosta bastante de cinema e disse que quando não pode ir, faz download dos filmes e assiste em casa mesmo. “Gosto de todos os tipos de filmes. Acho que tem filmes bons em todos os gêneros”.

Dos espetáculos que já assistiu no Vila, os preferidos são “Os Sonhos de Segismundo”, “Bença” e “Donos da Terra”, do grupo PIM.

Comemore com a gente!

Quem quer vir comemorar com a gente o aniversário da banda Sertanília?!

Amanhã a festa vai ser aqui no Vila com o show da Sertanília inaugurando o nosso Vila da Música! Vamos sortear um par de ingressos amanhã (1°/09), quinta, às 14h. Para participar basta dar RT na frase abaixo:

"Quero comemorar o aniversário da @sertanilia no @TeatroVilavelha! http://kingo.to/Nzl #VilaDaMúsica "

Obs: Fiquem atentos ao link da promoção, pois o twitter tem alterado o link quando é feito o RT manual.

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita.

2. O sorteio será realizado no dia 1°/09 (quinta) às 14h.

3. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha.

4. A pessoa deverá retirar os ingressos na bilheteria, meia hora antes do show, no dia 1°/09 (quinta).

5. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta). Caso não responda até às 15hs de quinta (1°/09) perderá o prêmio e será feito um outro sorteio.

Boa Sorte!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Oportunidade

Pesquisa de elenco para o longa sobre a vida do PIXINGUNHA, com direção de Denise Saraceni. O Pixinguinha era um negro e tinha 1,80 de altura. Por isso os atores adultos precisam ser negros (não podem ser mulatos) e ter acima de 1,80. Os meninos devem ser negros escuros, longelineos e altos.

Enviar currículo com foto, data de nascimento, altura e dizer se toca algum instrumento. A missão é de acha-lo em 4 idades:
9/10 anos
14/15 anos
20/30 anos (esse fará ele nas idades de 20 a 45 anos) - será envelhecido.
70 anos

Interessados, enviar email para elenco@cccastello.com

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A Outra retorna de Teresina cheia de saudades!


Foi uma semana intensa para A Outra Companhia de Teatro que estava em Teresina (PI), onde participou do FESTLUSO 2011.

Mais que um festival, o FESTLUSO é um espaço para o encontro e celebração da produção teatral dos países lusófonos! Um espaço onde os artistas se encontram, trocam experiências e se reconhecem no outro que desenvolve uma pesquisa cênica além-mar!

Angola, Moçambique, Cabo Verde, Portugal e Brasil (Salvador, Curitiba, Teresina, Timon, São Luís). Juntos integrando uma programação que faz da capital piauiense o pólo para o teatro lusófono no Brasil. Apresentações teatrais, na rua e em sala fechada, oficinas, debates, lançamentos de livro, shows musicais, concurso de poesia. Tudo gratuito! E uma acolhida rara! Durante 07 dias, vivemos intensamente a Teresina que é um espetáculo! E isso se deve ao trabalho do Grupo Harém de Teatro - que realiza o evento a 04 anos, na luta e na força! E esse é o diferencial: um festival promovido por um grupo de artistas interessados na troca, na articulação, no intercâmbio, no compartilhamento que faz crescer a todos!


E as saudades são muitas! Lá conhecemos todo o Grupo Harém de Teatro e selamos uma admiração pelo trabalho desenvolvido por eles, em especial pelo Pellé - parceiro nosso nostras atividades. Reencontramos o grande amigo Marcelo Flecha e pudemos assistir a seu incrível espetáculo "Pai e Filho" com a Pequena Companhia de Teatro (São Luís - MA), além de fazer sua oficina, conhecendo seu modo de trabalho baseado no quadro de antagônicos.


Conhecemos o grande Elliot Alex, de Moçambique, que estava com seu espetáculo "Cinzas sobre as mãos", do grupo de Teatro Lareira. Ele que já fez Mar Me Quer e que após assistir a nossa apresentação (no sábado), emocionado, nos parabenizou, selando a aproximação entre a gente da bahia e sua terra moçambicana.

Do mesmo modo, encontramos os amigos cabo-verdianos que com todas as dificuldades para o desenvolvimento da arte teatral em sua terra nos mostraram uma luta e um trabalho que aponta um futuro bacana. Com eles trocamos muitas figurinhas, assim como com os angolanos queridos - tão festivos e encantadores!

Ainda conhecemos o queridíssimo João Andirá, que com seu teatro de bonecos encantou a todos, e pessoal do Grupo Sinos de Teatro de Rua com quem nos articulamos bastante para pensar no futuro, uma vez que este é um grupo de jovens que se dedicam a linguagem da rua, apontando um trabalho sólido e uma pesquisa intensa, interessados em mecanismos de troca de experiências, assim como A Outra Companhia é.

Nos deparamos ainda com as bandas de Teresina que mostraram um som de tamanha qualidade, que não chega aqui pra gente da Bahia. O som do Validuaté, da Ópera dos Malungos, do Samba no Coreto, da There Groove... sem contar a resenha dos Dj's! rsrs

Não podemos deixar de agradecer: ao público que parou na Pç Pedro II para assistir Remendo Remendó; as pessoas que lotaram o Teatro Estação para assistir nosso Mar me Quer - numa apresentação especialíssima que marca o renascimento da obra; a Francisco Pellé pelo convite a toda sua equipe (Letícia, Naruna, Andressa, Caio, Ari, Manu, Arimatan, Ayrton, Tércia, todos!); aos artistas com quem convivemos. MUITO OBRIGADO!

Voltamos a Salvador trazendo na mala muitas saudades! E estimulados a nos aproximar mais de todos aqueles que estiveram conosco nesse FESTLUSO 2011! Vida longa ao Festival de Teatro Lusófono!

Resumo da programação - de 29/08 a 04/09

A banda Sertanília se apresenta no Vila da Música, quinta às 20h.

seg a qua | Arte do Encontro | Clown | 29, 30 e 31/08 | 18h
Gratuito | Sala Principal

seg | Os olhos da cidade | Teatro | 29/08 | 19h | R$ 10 e 5 | Sala Principal

ter | Quem me Ensinou a Nadar? | Teatro | 30/08 | 19h | R$ 10 e 5 | Sala Principal

qua | Resultado das Oficinas e encerramento | 31/08 | 19h | Gratuito | Sala Principal

qui | Sertanília | Vila da Música | 1°/09 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

sex e sáb | Fragmentos do Desejo | Filte | Teatro | 02 e 03/09 | 20h | R$ 10 e 5 | Sala Principal

dom | Cacerolas | Filte | Teatro | 04/09 | 22h | R$ 10 e 5 | Sala Principal

Informações de bilheteria: (71) 3083-4600 (14 às 18 hs)

Acessem nosso site: http://ow.ly/4Lqls

A Arte do Encontro nos palcos do Vila


Desde a última sexta-feira o Vila tem sido palco da Mostra Cênica CRIA e C’art - Arte do Encontro. Nos próximos três dias, a Mostra continua trazendo montagens dos grupos artísticos do CRIA, permeadas pelo universo Clown italiano, e que têm encantado o nosso público!

O espetáculo "Arte do Encontro" traz um intercâmbio artístico cultural entre duas realidades: a de Salvador(Brasil) e de Valdelsa (Itália). A peça é uma fusão de criatividade emocional e artística e o resultado de um estudo sobre o uso do humor não-verbal nas relações interpessoais. A montagem pode ser vista gratuitamente nos dias 29, 30 e 31/08, de segunda a quarta, sempre às 18h.

O grupo CRIAPoesia traz para o público seu novo recital "Os Olhos da Cidade" em homenagem aos poetas, Zeca de Magalhães, Myriam Fraga, Cuíca de Santo Amaro e Gregório de Mattos. O espetáculo pode ser visto hoje (29/08), às 19h, na Sala Principal do Vila.

Amanhã é a vez do Grupo Iyá de Erê mostrar o espetáculo "Quem me Ensinou a Nadar?", uma história que se passa no Pelourinho, onde mulheres guerreiras fiam um destino que começou há muitos anos. Numa época em que os negros tornaram-se malungos (irmãos) no navio negreiro, e chegaram aqui para trabalhar na construção da cidade.

Na quarta (31/08), será possível conferir o resultado das oficinas ministradas durante a Mostra Cênica, como a de "Teatro em matrizes brasileiras" ministrada por Maria Eugênia Milet e a oficina "Clown Identidade corpo cômico" com André Casaca. O evento será gratuito e começará às 19h.

Confiram a cobertura da Mostra.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Promoção relâmpago!

Que tal uma promoção relâmpago?! O Vila recebe, a partir de hoje, a Mostra Cênica CRIA e C’art - Arte do Encontro, uma parceria entre o Centro de Referência Integral de Adolescentes (CRIA) e a Companhia C’art (grupo italiano). Por conta disso, às 16h faremos uma pergunta sobre a Mostra e os cinco (5) primeiros que responderem corretamente ganharão um par de ingressos para um dos espetáculos. A ordem dos espetáculos são:

1° - Tranquilli!!!
27/08 | sáb | 20h

2° - Quem somos nós?
27/08 | sáb | 18h

3° - Um Dia... Um Quintal
28/08 | dom | 18h

4° - Os olhos da cidade
29/08 | seg | 19h

5° - Quem me Ensinou a Nadar?
30/08 | ter | 19h

Então é isso! Respondeu corretamente, ganhou! Fiquem atentos ao twitter do Vila e boa sorte!

A Mostra acontece entre os dias 26 e 31 de agosto com montagens dos grupos artísticos do CRIA, permeadas pelo universo Clown italiano, trazido por André Casaca e o seu grupo de jovens que virão da Itália para celebrar uma união de 14 anos, entre o C´art e o CRIA.

Confiram a programação completa.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Nós do Vila


Nome: Joilson Batista da Conceição
Idade: 37 anos

Técnico de Palco do Vila, Joilson trabalha fazendo a montagem dos cenários e a iluminação, além de fazer também a portaria dos espetáculos, recebendo os ingressos. No Vila há seis anos, veio trabalhar aqui através de uma indicação de Paulo, que trabalha na limpeza do Teatro. “Paulo é meu vizinho e me falou da vaga. Na primeira entrevista eu não passei, mas aí surgiu outra vaga e uns meses depois me chamaram”, conta.

Morador da Fazenda Coutos, Joilson costuma vir para o Vila de ônibus e direto de casa. É casado há 12 anos e tem uma filha de 11 anos chamada Jéssica. Gosta de ir ao cinema assistir filmes de ação, suspense e comédia. Também curte ir para academia e sair para as baladas. Gosta de música eletrônica, de reggae e também um pouco de axé.

Assiste sempre que pode aos espetáculos do Vila e tem como espetáculos favoritos “Cabaré da Rrrrraça”, “Áfricas”, “Da ponta da língua a ponta do pé”, “Ó Pai Ó” e “As Feministas de Muzenza”. Para o futuro espera alcançar um outro patamar e comprar a casa própria.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Remendo Remendó é sucesso no FESTLUSO 2011


Desde segunda-feira (22/08), que A Outra Companhia está em Teresina (PI), onde participa do FESTLUSO 2011. Olha só o que conta Luiz Antônio Jr:


"Chegamos aqui no dia da abertura do festival onde assistimos a um espetáculo da Cia de Teatro Dadaísta, de Angola. E na sequência fomos ao Teatro Estação, que é a sede do Grupo Harém de Teatro, os grandes fomentadores desse grande evento que celebra a lusofonia com maestria. Lá assistimos a peça "Apareceu a Margarida", com a atriz piauiense Lari Salles. Ao fim da noite: FESTA! a Banda Amarelo Cajuína agitou a todos!


Ontem, assistimos mais espetáculos, desta vez brasileiros: "Apareceu a Margarida", do Grupo Mosay de Teatro, de Teresina (PI) - uma segunda montagem do texto, mais escrachada; e "Sol Sanguíneo", do Grupo Indigentes de Teatro, de Timon (MA). E foi com a banda "Ópera dos Malungos" que suamos a camisa dançando e quebrando tudo, num ritmo que nos lembrava o som da Bahia, músicas que nos levavam ao Pelourinho... uma delícia! E ao final os amigos angolanos subiram ao palco mostrando o suingue de sua terra encantando a todos e mostrando a gente o quão próximos somos!

Hoje, apresentamos nosso "Remendo Remendó" na Praça Pedro II, em frente ao Theatro 04 de Setembro, sendo recebido com muito alegria e entusiasmo. Cerca de 300 pessoas assistiram ao espetáculo, de criança a idosos, o sorriso era estampado no rosto! Apesar do calor natural da capital piauiense, que nos deixou molhados de suor, saímos satisfeitos e empolgados para curtir o restante das atrações de hoje! Daqui a pouco partimos para o teatro onde assistiremos a apresentação do Grupo de Teatro Lareira, de Maputo, Moçambique - terra do nosso grande Mia Couto! Expectativa total!"


Olha a alegria d'A Outra com os amigos do Grupo Teatral Craq'Otochod de Ilha de São Vicente, Cabo Verde. Feliz encontro!! Bom festival! E viva a cena lusófona!!!

Caminhos novos

Eduardo Ayrosa e Marcio Meirelles

O Vila recebeu o educador e empresário (Estúdio Base), Eduardo Ayrosa, para um primeiro encontro com a equipe do Teatro. A ideia é fazer uma avaliação dos recursos que temos e definir os caminhos que queremos e como podemos alcançá-los, no que diz respeito ao som da casa. A avaliação será feita tanto para o equipamento que serve às produções nos espetáculos, como para o equipamento específico para as transmissões ao vivo, que já acontecem em caráter experimental. Comparecerem no encontro funcionários da administração, técnica, coordenação artística, estúdio e comunicação.

Este encontro é o primeiro passo para a uma série de atividades que irão atualizar a capacidade técnica e humana do Teatro Vila Velha. Essa ação já está inserida na proposta no "Novo Vila Digital", um teatro que tem sido um laboratório de tecnologia para as artes cênicas e está caminhando para ampliar os seus recursos, como colocou Marcio Meirelles: o Vila estará equipado para enfrentar o início do séc. XXI.

Bem vindo, Edu e bom trabalho!


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Um ano de Encontro de Compositores

O Evento do Teatro Vila Velha que reúne músicos em roda de conversa completa seu primeiro aniversário no dia 25 de agosto


Abraços na primeira noite do Encontro de compositores

A primeira noite do Encontro de Compositores foi no dia 26 de agosto de 2010, ninguém sabia ao certo como aconteceria este projeto, ele não tinha nome e o que motivou a sua existência foi a vontade de fazer algo a mais para a cidade e principalmente, reunir artistas de estilos e gerações diferentes.

Jarbas Bittencourt, Arnaldo de Almeida, Manuela Rodrigues, Sandra Simões, Ronei Jorge, Dão, Pietro Leal, Thiago Kalu, Carlinhos Cor das Águas e Deco Simões são os artistas que fazem parte do time fixo do Encontro. A configuração do espaço, que deixa os compositores espalhados pelo Cabaré dos Novos, permite uma integração entre público e artista e sempre traz algum convidado. Os artistas têm a liberdade de explicar a origem de suas composições, contar sobre suas estórias, amores perdidos, questionamentos sobre a vida e por aí vai.

Um ano depois, o evento musical do Vila ganhou força, relevância e desdobramentos. Em janeiro e fevereiro todas as quintas foram ocupadas com o Encontro e como resposta o Vila teve casa cheia em todas as noites. A partir de maio, todas as quintas passaram a ser dedicadas a música e em julho e agosto apostamos no Vila do Rock, uma programação semanal que deu espaço para artistas da cena baiana. Uma turma de Feira de Santana viu, gostou e agora fazem o seu Encontro de Compositores uma vez por mês também.

Em 16 apresentações o Encontro de Compositores trouxe um público de mais de 1.800 pessoas. Participaram como convidados nomes já conhecidos e muita gente nova: Fábio Cascadura, Pablues (Clube dos Patifes) do Encontro de Feira, Sílvio Carvalho da Quarteto de Cinco, Giovani Cidreira da Velotroz, Teago Oliveira da Maglore, Álvaro Lemos, Tito Bahiense, Jota Anderson, Ray Gouveia, Rudnei Monteiro, Mario Ulloa, Magary, Peu Meurray, Claudia Cunha, Taís Nader, integrantes da Coro de Cor, Vandex e outros mais.

Quem quiser conferir, o Encontro de Compositores acontece sempre na última quinta-feira de cada mês, às 20h.

Confira a página especial do Facebook sobre o Encontro de Compositores:

http://bit.ly/dnXTWH

Aniversário do Encontro de Compositores

25/08 | 20h

Cabaré dos Novos

R$ 20/10

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A Outra Companhia no FESTLUSO 2011


Isso mesmo!

Ontem, A Outra Companhia de Teatro encerrou a temporada de seu espetáculo infanto-juvenil Remendo Remendó. Foram 03 meses, 27 apresentações e muitas crianças de sorriso no rosto e brilho nos olhos!


Hoje, o grupo viajou para Teresina onde participará do FESTLUSO 2011, apresentando "Mar me quer", inspirado na obra homônima do moçambicano Mia Couto, e "Remendo Remendó" que poderá ser visto na rua!

Neste festival, a cena lusófona e evidenciada com a participação de grupos de países que tem a o português como língua oficial. Este ano, artistas e coletivos de Portugal, Moçambique, Angola, Cabo Verde e Brasil estarão reunidos na capital piauiense de hoje até o dia 28/08, com oficinas e apresentações em sala fechada e espaço aberto.

Ao longo desse período, A Outra vai contando com estão as coisas por lá!
Axé!

Fernanda Júlia é destaque no Correio de hoje


A diretora Fernanda Júlia foi destaque da seção Vida do Jornal Correio de hoje. A matéria faz uma retrospectiva da sua carreira e conta como ela e o Grupo Nata chegaram ao Teatro. Eles agora são um novo grupo em residência do Vila.

Em setembro o grupo inicia temporada de Siré Obá, aos sábados e domingos, a partir de 17 de setembro.

FUNCEB lança Programa de Crítica Cultural

Através de edital e seminário, iniciativa busca fomentar e renovar a produção de crítica cultural na Bahia

Com intenção de contribuir para o desenvolvimento das artes produzidas na Bahia e da percepção analítica dos cidadãos do estado, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), lança oPrograma de Crítica Cultural. A iniciativa, inserida na política de formação e qualificação de criadores, técnicos, produtores e pesquisadores da área, apresenta duas ações iniciais: oConcurso Estadual de Estímulo à Crítica Cultural e o I Seminário Baiano de Crítica Cultural.

O Programa se justifica pela importância da crítica cultural para o fortalecimento da produção artística, o reconhecimento e a qualificação de profissionais da área e o progresso do posicionamento do público perante aquilo que as artes lhe proporcionam. Enquanto ferramenta que identifica os nexos entre a obra e as condições artísticas e sociais inerentes à mesma, a crítica e o seu autor têm papel reflexivo na intermediação entre a obra e aqueles que a apreciam. Assim, possibilitam um debate capaz de colaborar para a consolidação de um ambiente social propício ao acolhimento devido do setor da Cultura.

Tendo como público-alvo jornalistas, escritores, blogueiros, pesquisadores e profissionais da cultura, o Programa de Crítica Cultural se empenha em gerar, no estado da Bahia, as condições adequadas à empregabilidade destas pessoas e à renovação da criticidade. Para tanto, investe na formação, produção, criação, circulação e difusão do exercício da análise crítica para as mais variadas expressões artísticas e culturais na Bahia.

Leia mais aqui


sábado, 20 de agosto de 2011

Projeto d'A Outra Companhia de Teatro é sucesso!



Esta semana, A Outra Companhia realizou seu programa de formação de platéia para as artes cênicas, criado em 2006, trazendo estudantes para o espaço teatral. Remendo Remendó foi o espetáculo apresentado desta vez!


De terça até ontem, o grupo trouxe ao Teatro Vila Velha mais de 1.500 estudantes das seguintes instituições: Colégio Antônio Vieira, Escola Miró, Escola Santo Inácio, Escola São Lázaro, Escola Tia Célia, Colégio Cândido Portinari, Colégio Global, Educandário Alves, Colégio Franciscano Santa Clara, Escola Sonho de Criança Feliz, Colégio Nossa Senhora das Mercês, Escola Jardim de Cristo e Escola Dorilândia.


E o espetáculo encerra sua temporada neste fim de semana. Quem ainda não viu, ainda dá tempo! Para sábado (hoje), já estão esgotados os ingressos, mas no domingo ainda tem! Clique aqui e veja um trechinho de Remendo Remendó!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Novidades da casa - 22 a 25/08

A Outra Companhia de Teatro encerra sua temporada de Remendo Remendó no domingo, às 16h, no Cabaré dos Novos, com ingressos já esgotados para o sábado! Na segunda viajam para Teresina, onde participam do FESTLUSO 2011, um festival de teatro voltada a temática lusófona, realizado pelo Grupo Harém de Teatro. Lá ficarão por uma semana, onde apresentarão “Remendo Remendó” e “Mar Me Quer”. Vale também dizer que A Outra iniciou esta semana um processo de intercâmbio com o GrupUsina de Teatro, onde pretendem trocar experiências, jogos e dinâmicas, exercitando seu treinamento técnico-criativo.

E no final de semana, Luiz Antônio Jr. estará dançando o espetáculo “José ULISSES da Silva”, do Núcleo Viladança, um exemplo de troca entre os grupos residentes do Vila. Além de tudo isso, A Outra Cia segue com as inscrições abertas para a Oficina de Iniciação Teatral.

O Núcleo Viladança apresenta neste final de semana o espetáculo "ULISSES" em duas únicas apresentações. O Núcleo esteve presente no bate papo sobre Conexões Internacionais do projeto Paredes em Movimento, e a dançarina Bárbara Barbará participou do Noite de Estrelas no TCA.

A Cia de Teatro Nata continua os ensaios para a reestréia de “Siré Obá” em setembro no Vila.

A Cia. Teatro da Queda segue em cartaz com a temporada de “Breve”, sempre as quartas, às 20h.

O Supernova Teatro segue no processo de montagem do seu mais novo projeto: o musical erotragicômico "Alugo Minha Língua", com direção de Fernando Guerreiro.

O Bando de Teatro Olodum segue em planejamento para as próximas ações.

A Cia. Novos Novos está ensaiando o espetáculo “Imagina só...” para o Projeto Escola e produzindo o projeto Meu Dia com Arte que acontecerá em setembro.

O Grupo Pivot planeja as próximas atividades.

Nós do Vila


Nome: Joseneide Gomes Figueiredo
Idade: 29 anos

Trabalhando no Centro de Documentação e Memória, Joseneide, ou melhor, Jose cuida do acervo histórico do Teatro Vila Velha. Pelas suas mãos passam cartas, documentos, fotos, recortes de jornais, entre outras coisas, que contam a história do Vila desde a sua criação. É ela a principal responsável pela organização e manutenção desses materiais.

Estudante de Arquivologia na UFBA, Jose cursa o 6° semestre e estagia aqui no Vila há quase um ano. Como mora no Cia 2, em Simões Filho, não tem como frequentar a programação do Vila. “É muito complicado pra mim, que venho de ônibus, assistir às peças do Teatro. Costumo vir mais no final de semana. Lembro de “Áfricas”, que eu adorei, e também do espetáculo de dança “Lúdico”, que teve no Festival Vivadança desse ano”.

Mãe de Wesley (11 anos), Jose tem um cachorro chamado Ted e disse que gosta de música pop internacional, principalmente de Shakira. Adora cinema! Prefere as comédias e disse que não se dá bem com o gênero terror. “Último filme que eu assisti foi “Kong Fu Panda 2” e eu adorei! Assisto qualquer coisa no cinema”, conta.

Adora viajar. Já viajou para algumas cidades do interior da Bahia, como Bom Jesus da Lapa, Ituberá e Nagé. Gosta muito de ir à praia e tem como sonho ir ao Havaí. “Eu sou muito feliz, sabe?! Adoro viver cada dia e tenho como um grande sonho ver as ondas nas praias do Havaí”, conta.

Os Panteras animaram a noite no Vila



O show da banda Os Panteras lotou a sala principal do Vila ontem à noite!


Vieram todos comemorar os 44 anos do LP "Raulzito e Os Panteras"!


Mariano, Carleba e Eládio (Os Panteras) contaram ainda com as presenças de Tadeu Mascarenhas (teclados/Banda Radiola) e Eric Assmar (guitarra) na banda, e receberam como convidados especiais Tom Tavares e Tico Marcos (Banda Radiola), ambos tocando guitarra.



Fotos: Heide Costa

Breve é leve

Foto: Rodrigo F. Wanderley do ©Labfoto 2011



Não se assuste quando entrar no Cabaré dos Novos e reparar que os atores que estão ali, prontos para uma nova sessão de Teatro, estavam há três minutos no foyer do Vila conversando com as pessoas e chegando como a plateia, pela porta principal. E nem se incomode de achar aquelas cenas parecerem, de tão leve, reais.

Breve é de assistir com um sorriso no rosto. Os atores ficam ali, contando sobre as suas lembranças e memórias, se chamam pelos nomes reais e nos fazem lembrar das nossas histórias. Qual o presente, em toda a sua vida, que você mais gostou? A pergunta é direcionada para um espectador, mas é possível perceber que todos ali voltaram às suas lembranças para encontrar a sua resposta. Cartinhas trocadas na época da escola, os cheiros da nossa vida, as lições dos mais velhos, os encontros, os desencontros, tudo volta.

O espetáculo explora bem os nossos sentidos, é possível comer e beber com os atores, as projeções trazem imagens belíssimas e emocionantes, existem cheiros. O espetáculo tem cheiro de lembrança.

O cenário colorido e o chão branco dão uma leveza à narrativa e trazem um sentimento de aconchego, parece que estamos compartilhando com os atores daquele momento. Não existe uma única história, o que vemos são recortes e fragmentos de memórias. Exatamente como são as nossas lembranças.

Breve é o primeiro resultado da Cia Teatro da Queda como grupo em residência do Teatro Vila Velha. O espetáculo tem concepção e direção e dramaturgia (em colaboração com os atores) de Thiago Romero. Seu elenco: Duda Woyda, Guilherme Silva, Gustavo Nery, Karen Souza, Luiza Bocca, Márcia Gil-Braz e Ricardo Albuquerque. Figurino de Tina Melo, cenário de Deilton José. A trilha sonora é da ZERO e Thiago Romero. Os vídeos são de Gustavo Nery e a iluminação de Maria Carla.

O espetáculo contou ainda com preparação para Yoga de Ricardo Albuquerque, direção de Produção de Gilmário D´Souza, a produção executiva é de Luiza Bocca, Guilherme Silva, Márcia Gil-Braz. Orientação de Projetos: Ligia Benigno, assessoria de imprensa de Bia Roriz, Duda Woyda e Gustavo Nery e fotos de Rodrigo F. Wanderley do ©Labfoto 2011.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Teatro Oficina completa 50 anos

Hoje (16/08), a Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona (SP) vai receber o público e convidados para comemorar os 50 anos do Teatro Oficina! A noite marca uma nova etapa da incorporação do Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade, com a estreia da Macumba Antropófaga.

Também irão celebrar os seus 50 no bairro do Bixiga e o início de uma nova etapa de negociações com o grupo Silvio Santos – além de lançar o Box de 50 anos do Teatro Oficina Uzyna Uzona, a campanha Festival Canudos 2011 e os últimos preparativos para o nascimentos dos dois livros: Almanaque 50+, um passeio pelos 53 anos do Oficina patrocinado pelo BNDES – e Segundo Ato, o exílio da Companhia em Portugal, Moçambique, França e Inglaterra, patrocinado pelos Correios.

Todas as iniciativas terão como ponto de partida a estreia da Macumba Antropófaga, às 21h, no Teatro Oficina. O rito cantado e dançado do Coro de Atuadores do Oficina Uzyna Uzona, regido por Zé Celso, criará uma rítmica religiosa pelas ruas do Bixiga e no Teatro Oficina para a formação de um labyrinto de roteiros de iniciação antropofágica. Ao final, todo o público presente será convidado a participar de um Bori Banquete no Restaurante TrocaTroca de Terrenos, montado no terreno atrás do Oficina – que foi emprestado pelo Grupo Silvio Santos para a instalação de parte da arquitetura cênica da Macumba Antropófaga.

Parabéns ao Teatro Oficina! O Vila Velha deseja mais e mais realizações!

Vejam mais no Blog.


Crianças lotam o teatro para ver Remendo Remendó


Começou hoje pela manhã o projeto escola d'A Outra Companhia de Teatro que segue até sexta-feira desta semana!


Mais de 200 crianças lotaram o Teatro Vila Velha para assistir ao espetáculo infanto-juvenil Remendo Remendó! Estavam conosco as escolas: Dorilândia, Santa Maria das Mercês, Jardim de Cristo.


E a tarde tem mais! Se alguma escola quiser trazer seus alunos, é só entrar em contato através do e-mail aoutra@gmail.com!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Promoção "Os Panteras" no Vila!

Nesta quinta, teremos o show d´Os Panteras aqui no Vila comemorando os 44 anos de lançamento do disco “Raulzito e Os Panteras”! Para festejar essa ocasião, faremos o sorteio de um kit da banda contendo: uma camiseta + cd autografado pela banda + um par de ingressos para o show!

Para participar basta dar RT na seguinte frase:

" Quero ganhar um super kit e ainda assistir ao show d´Os Panteras no Teatro Vila Velha! http://kingo.to/M8b #VilaDoRock "

Obs: Fiquem atentos ao link da promoção, pois o twitter tem alterado o link quando é feito o RT manual.

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita.

2. O sorteio será realizado no dia 17/08 (quarta) às 14h.

3. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha.

4. A pessoa deverá retirar o kit na bilheteria, meia hora antes do show, no dia 18/08 (quinta).

5. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta). Caso não responda até as 14hs de quinta (18/08) perderá o prêmio e será feito um outro sorteio.

Boa Sorte!

Resumo da programação - de 15 a 21/08

qua | Breve | Teatro | 17/08 | 20h | R$ 10 e 5 | Cabaré dos Novos

qui | Os Panteras | Vila do Rock | 18/08 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

sex a dom | Antônio, meu Santo | Teatro | 19 a 21/08 | 18h | R$ 16 e 8 | Cabaré dos Novos

sáb e dom | Remendo Remendó | Teatro - Infanto-juvenil | 20 e 21/08 | 16h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos

sáb e dom | José ULISSES da Silva | Núcleo Viladança | 20 e 21/08 | 20h | R$ 10 e 5 | Sala Principal

Informações de bilheteria: (71) 3083-4600 (14 às 18 hs)

Acessem nosso site: http://ow.ly/4Lqls

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Novidades da casa - 12 a 19 de agosto


O Viladança se prepara para apresentar "ULISSES" neste final de semana e, paralelamente, retoma sua rotina de ensaios, encontros, aulas... Quem está aproveitando é a turma do Vila com a aula de Pilates, agora os inícios de tarde, na segunda e na quarta, tem muito mais movimento.

A Cia de Teatro Nata continua os ensaios para a reestréia de “Siré Obá” em setembro no Vila. Agora em agosto, estreou em Alagoinhas espetáculo “Abismo” com direção de Thiago Romero e atuação de Daniel Arcades e Marcelo Oliveira num processo de intercâmbio entre o Teatro da Queda e a Cia de Teatro Nata.


A Outra Cia de Teatro se prepara para apresentar na próxima semana o espetáculo “Remendo Remendo” com o Projeto Escola. A Cia também está com inscrições abertas para Oficina de Iniciação Teatral, além de seguir em cartaz com “Remendo Remendo” no Cabaré dos Novos aos sábados e domingos. No final de semana passado, Eddy Veríssimo, atriz d´A Outra Cia, participou do espetáculo “Cabaré da Rrrraça” substituindo a atriz Cássia Valle.

A Cia. Teatro da Queda continua em cartaz com a temporada de “Breve”, sempre as quartas, às 20h.

O Supernova Teatro
segue no processo de montagem do seu mais novo projeto: o musical erotragicômico "Alugo Minha Língua", com direção de Fernando Guerreiro. Esta semana as músicas criadas por Jarbas Bittencourt estão sendo finalizadas. Ainda esta semana foram finalizadas as filmagens do curta metragem Café Fraco produzido pela Portão Filmes e Supernova Teatro.

O Bando de Teatro Olodum apresenta o último final de semana do espetáculo “Cabaré da Rrrrraça”.

A Cia. Novos Novos está ensaiando "Imagina só... Aventura do Fazer!" para o Projeto Escola. O espetáculo já contará com a presença dos novos novíssimos da Cia.

Terminada a primeira temporada de "Véu Carmim", o Grupo Pivot planeja as próximas atividades.

A Outra apresenta Remendo Remendó no Projeto Escola

A Outra Cia de Teatro se prepara para apresentar o espetáculo “Remendo Remendó” a alunos de diversas escolas de Salvador num programa de formação de plateia. O Projeto Escola vai receber cerca de dois mil alunos dos colégios Antônio Vieira, Portinari, Dorilândia, Miró, Santo Inácio, Santa Clara, São Lázaro e Mercês.

As sessões acontecerão de terça a quinta em dois horários, pela manhã e pela tarde, e na sexta apenas pela manhã.

Nós do Vila


Nome: Tiago Basto Cardoso
Idade: 27 anos

Morador do Itaigara, Tiago vem normalmente de carro, mas tem 15 dias que vem de ônibus por que o carro quebrou. “Eu até acho bacana vir de ônibus. Ter uma pessoa dirigindo pra mim, sem precisar me preocupar com estacionamento. O problema está no sistema público que não consegue atender a demanda, além de ser uma perda de tempo, por conta dos engarrafamentos e das paradas nos pontos”.

Tiago trabalha há um ano aqui no Vila, completado agora em agosto. Já trabalhou aqui como coordenador administrativo financeiro e hoje trabalha como assessor pessoal de Marcio Meirelles, diretor do Teatro Vila Velha.

Gosta muito de ouvir música e de ler. Escuta um pouco de tudo, do rock ao MPB, passando pela surf music e músicas dos anos 50 e 60 e atualmente está lendo “A voz do silêncio”, de Helena Blavatsky. Também gosta de cinema, apesar de não ir com freqüência e, principalmente, de encontrar com os amigos para falar bobagens e de ir jogar o babá.

Uma das coisas que menos gosta é de poluição sonora. “Barulho e confusão me incomodam muito e me deixam bem irritado”. Tiago também não de gosta de desrespeito. “Na verdade é a falta de cuidado com os outros que me incomoda, aquela coisa de ultrapassar o limite”, diz.

Com relação à programação do Teatro, Tiago diz freqüentar menos do que gostaria, por conta da falta de tempo mesmo. “Gosto muito de “Cabaré da Rrrrraça e também de “Bença” e achei a estética de “Essa febre que não passa” muito bonita”, conta.

Tiago adora estrogonofe de frango e torta de limão. Tem como projeto para a vida trabalhar com a questão do empoderamento das pessoas. “Quero muito trabalhar com a educação, fazer com que as pessoas se desenvolvam. Acho que a cultura tem um pouco disso”, conclui.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Hoje: Protesto para marcar os 12 anos da obra do metrô

As obras do metrô de Salvador completam 12 anos em 2011, sem conclusão e sem nenhuma das etapas ter sido finalmente aberta ao público. Para lembrar a data e em protesto, internautas soteropolitanos pretendem ir às ruas reclamar.

Uma manifestação marcando estes 12 anos está sendo marcado pelo Facebook. "Com um trecho de míseros 6 km, já é o metro mais caro por km do mundo", diz a descrição na página do evento, que já conta com a confirmação de quase 6 mil pessoas pela internet.

O texto na página diz ainda "todos estão convidados a manifestar sua indignação com o nosso poder público comemorando este aniversário do nosso metrô! Vamos nos mover, porque de outra forma nossos netos ainda viverão essa falta de transporte público de qualidade!"

A manifestação "Aniversário 12 anos do metrô de Salvador" está marcada para as 16h30 do dia 11 - a próxima quinta-feira - no canteiro central da avenida Bonocô, com concentração já a partir das 14h30.

Obras
Até o final do ano, a primeira etapa do metrô, que vai da Lapa à Rótula do Abacaxi, ainda vai consumir R$ 85 milhões do governo federal. Segundo o secretário municipal da Casa Civil, João Leão, o valor está garantido pelo Ministério das Cidades e será aplicado na construção de uma estação na Bonocô, além de estacionamentos e passarelas ao longo do percurso e um pátio de manobra.

O dinheiro, no entanto, não tem data para ser liberado - o que acontecerá de acordo com as necessidades. “À medida que formos tocando a obra, mandamos a nota para a CBTU, ela vai lá, fiscaliza e, se estiver tudo certo, libera o dinheiro”, explicou Leão. Ele estima que, em janeiro de 2012, esta primeira etapa esteja liberada para testes.

Para a segunda etapa (até Pirajá), engenheiros do Exército apresentaram um orçamento de valor não divulgado na última semana.

Daqui: http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/internautas-organizam-protesto-para-marcar-os-12-anos-da-obra-do-metro/

terça-feira, 9 de agosto de 2011

A Outra Companhia de Teatro oferece Oficina de Iniciação Teatral

A Outra Companhia de Teatro, grupo residente do Teatro Vila Velha, ministra a Oficina de Iniciação Teatral a partir do dia 03 de setembro, sempre aos sábados e domingos, das 09 às 13 horas. Com duração de três meses, a oficina é voltada para pessoas que queiram dar os primeiros passos nas artes cênicas ou para quem quer se aperfeiçoar.

O curso é aberto a todos: atores, professores, médicos, advogados, estudantes, curiosos, etc, e pretende trabalhar os elementos básicos da linguagem teatral através de jogos, brincadeiras e exercícios desenvolvidos e utilizados pelo grupo no seu processo criativo ao longo de seis anos de atividades e apreendidas nos diversos intercâmbios realizados pelo grupo com companhias de todo o Brasil. Ao final da oficina ainda será gerada uma montagem apresentada em dezembro no Teatro Vila Velha.

As aulas serão ministradas pelos integrantes da companhia: o ator e diretor, Bacharel em Artes Cênicas pela Escola de Teatro da UFBA, Luiz Antônio Jr. (Mar Me Quer e Remendo Remendó) e pelos atores Eddy Veríssimo (Arlequim – O servidor de dois patrões e Mar Me Quer), Israel Barretto (O olhar inventa o mundo e Remendo Remendó), Luiz Buranga (O Contêiner e Mar Me Quer) e Roquildes Junior (Sonho de uma noite de verão e Mar Me Quer).

As inscrições podem ser feitas no Teatro Vila Velha, de segunda a sexta-feira, das 14 às 18h.

Maiores informações pelo telefone: (71) 3083-3623 ou pelo e-mail: aoutra@teatrovilavelha.com.br

Oficina de Iniciação Teatral com A Outra Cia de Teatro
Sábados e domingos, das 9h às 12h
3/09 a 11/12
valor: R$200,00 por mês
Ao final do curso, haverá uma mostra

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Viladança inicia aulas de ballet para crianças!


Começaram hoje as aulas da Oficina de Ballet para Crianças, oferecidas pelo Núcleo Viladança, com o patrocínio da Petrobras.

As oficinas, que começaram em 2009, chegam ao seu terceiro ano com duas turmas:
  • para crianças sem experiência
  • para crianças com experiência
Ao total, 47 crianças com idade entre 07 e 11 anos estão participando! E a professora Janahina Cavalcante segue empolgada já pensando na mostra que acontecerá no fim do ano!


Resumo da programação - de 08 a 14/08


qua | Breve | Teatro | 10/08 | 20h | R$ 10 e 5 | Cabaré dos Novos

qui | Vendo 147 | Vila do Rock | 11/08 | 20h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

sex a dom | Antônio, meu Santo | Teatro | 12 a 14/08 | 18h | R$ 16 e 8 | Cabaré dos Novos

sex a dom | Cabaré da Rrrrraça | Teatro | 12 a 14/08 | 20h | sex - R$ 20 e 10 | sáb e dom - R$ 30 e 15 | Sala Principal

sáb e dom | Remendo Remendó | Teatro - Infanto-juvenil | 13 e 14/08 | 16h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

Informações de bilheteria: (71) 3083-4600 (14 às 18 hs)

Acessem nosso site: http://ow.ly/4Lqls

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Nós do Vila


Nome: Iraci Duarte
Idade: 55 anos

Conhecida por todos do Vila como Dona Irá, Iraci Duarte tem 55 anos e trabalha no Teatro há 16. Começou atuando nos serviços gerais e em 99, depois de uma cirurgia, passou a trabalhar no bar do Cabaré dos Novos, preparando café, fazendo bolos e o famoso cachorro-quente, que é bastante procurado pelos funcionários do Teatro.

Viúva, Dona Irá nasceu em Santo Amaro, mas foi criada em Salvador e hoje mora na Liberdade, com dois dos quatro filhos, além de ajudar a tomar conta dos cinco netos. Entre as coisas que mais gosta de fazer está cozinhar. “Gosto muito de cozinhar, de ficar em casa. E também gosto de comer de tudo”, conta.

Com relação à música, curte seresta, Roberto Carlos e música romântica. “Gosto de música lenta, por que essas músicas de hoje em dia endoidecem a cabeça da pessoa”, ri. Costuma assistir aos espetáculos nas estreias e gosta bastante das montagens do Núcleo Viladança. “Acho muito divertido os espetáculos do Viladança e também gosto de Cabaré da Rrrrraça, sempre que eles mudam de figurino, eu vou assistir”, diz.

Tem como sonho de vida conquistar a casa própria. “Meu sonho é comprar a casa onde eu moro pra deixar para os meus filhos, sabe?! Dar uma estabilidade”, conclui.

Novidades da casa - de 05 a 11/08


A Cia. Novos Novos está ensaiando "Imagina só... Aventura do Fazer!" para o Projeto Escola. O espetáculo já contará com a presença dos novos novíssimos da Cia.

Terminada a primeira temporada de "Véu Carmim", o Grupo Pivot planeja as próximas atividades.

O Bando de Teatro Olodum continua com a curta temporada de "Cabaré da Rrrrraça" e completa agora em agosto os 14 anos de criação do espetáculo.

O Viladança se prepara para fazer "ULISSES" em agosto e paralelamente retoma sua rotina de ensaios, encontros, aulas... novidades virão!

O Supernova Teatro segue com os ensaios para a estreia do espetáculo "Alugo Minha Língua".

A Outra Cia de Teatro segue com a temporada de "Remendo Remendó" e remontagem de "Mar Me Quer". O grupo também está fechando com escolas e instituições para realização de projeto escola com Remendo Remendó. O professor que tiver interesse em trazer sua turma, pode entrar em contato pelo e-mail aoutra@gmail.com.

A Cia Natade Teatro continua os ensaios para a reestreia do espetáculo "Sirê Obá" no Vila no dia 17 de setembro.

A Cia Teatro da Queda estreou no último dia 03/08 o espetáculo “Breve", que ficará em cartaz durante o mês.

"Antônio, meu Santo", texto de João Augusto, estreia hoje no Vila

Hoje tem a estreia da peça “Antônio, meu Santo”, com texto de João Augusto e direção de Iara Colina. A montagem é resultado da Oficina de Teatro para a Melhor Idade, realizada no Vila Velha em parceria com a Faculdade da Felicidade, e ficará em cartaz durante três finais de semana de agosto no Cabaré dos Novos.

O projeto ganhou o prêmio “Inclusão Cultural da pessoa idosa” MINC 2010 e tem como objetivo conferir visibilidade a uma produção teatral de qualidade, realizada na íntegra por alunos/atores idosos e promover o desenvolvimento pessoal dos integrantes.

A Oficina
A oficina teatral, que teve início no dia 12 de abril, aconteceu no Teatro Vila Velha e teve duração de três meses. Foram trinta e cinco vagas para o público alvo de pessoas com mais de cinqüenta anos, que participaram gratuitamente da oficina. As aulas de teatro foram orientadas por Iara Colina, atriz e diretora teatral, que também assina a direção geral da montagem final – encenação do texto “Antonio, meu Santo”, de João Augusto. Também fizeram parte da equipe o maestro Keiler Rêgo, responsável pela preparação vocal, e Denise Torraca, que cuidou da preparação corporal dos alunos.

História
Em 1972 é encenado pela primeira vez o texto de cordel “Antônio, meu santo”, de João Augusto, fundador do Vila, com a participação de Benvindo Sequira, Haidyl Linhares e outros. Eram tempos de ditadura e o texto precisou passar pela censura. “Cordel 2” foi o nome para as apresentação dos textos de cordel escritos por João e o Teatro dos Novos. Em 2003, Marcio Meirelles usou esse e outros textos de cordel para montar com o Bando “Oxente, Cordel de novo?”. Agora em agosto, “Antonio, meu Santo” será encenado como conclusão da Oficina de Teatro na Melhor Idade com direção de Iara Colina.

05 a 21/08| sex a dom | 18h
R$ 16 e 8
Cabaré dos Novos

O Bando comemora 14 anos de Cabaré da Rrrraça



Em sua curta temporada, o Bando de Teatro Olodum apresenta Cabaré da Rrrraça e comemora, em agosto, os 14 anos de criação do espetáculo. Criado em 97, a montagem é um dos maiores sucessos do grupo e discute a questão racial com inteligência, humor, música e dança.

Para essa temporada, teremos duas substituições no elenco. Jamile Alves vai substituir Cássia Valle, fazendo a cabeleireira “Marilda”, nos dias 05 e 06 de agosto e Amauri Oliveira, vai interpretar “Luciano Patrocinado” em toda temporada. Amauri já participou do projeto Teatro de Cabo a Rabo (intercâmbio de artistas do Vila e grupos do interior do Estado) e vem do Teatro Popular de Ilhéus, grupo parceiro do Vila e do Bando, dirigido por Romualdo Lisboa.

Dirigida por Marcio Meirelles, a peça levanta discussões bem humoradas sobre negritude, racismo e a participação do negro no mercado de consumo, por meio de personagens que já caíram no gosto popular, como o “Patrocinado”, a cantora “Flávia Karine” e o “Super Negão”.

Interprete da personagem “Flávia Karine” desde a criação de Cabaré, Auristela Sá entende que, apesar da pouca e sutil mudança no espetáculo, ele ainda se faz necessário. “É uma pena que a gente ainda sinta a necessidade e importância de apresentá-lo, que a gente ainda escute os depoimentos com exemplos de racismo. Seria melhor que ele fosse só artístico e não tão pessoal”, diz.

De acordo com Chica Carelli, Cabaré surgiu em um momento de crise. “O elenco estava cansado de ser mal interpretado, de ouvir coisas negativas e, principalmente, com a falta de dinheiro e de apoio. Conversamos muito e então surgiu a vontade de fazer algo diferente do que vínhamos fazendo”, conta a co-diretora do espetáculo.

A mudança se fez necessária e de certa forma radical. Ao invés de colocar no palco o povo pobre e sofrido do Pelourinho ou de outra periferia da cidade, o Bando queria continuar debatendo o racismo, mas por outro viés. “Marcio Meirelles queria falar do negro como consumidor e objeto de consumo através de personagens que mostram o negro que anda arrumado, sai nas capas das revistas, o negro fashion”, explica Chica.
Cabaré da Rrrrraça mudou a estética dos espetáculos do Bando e também mudou a postura dos atores perante a sociedade. “Hoje eu sinto uma mudança muito forte nos atores. A gente sempre saía depois das apresentações e continuava discutindo o assunto. Acho que essa mudança também é vista no público que assiste ao espetáculo”, afirma Auristela.

Parte importante do espetáculo, os depoimentos dados pelo público ao longo da apresentação, trazem o que é dito pelos atores a uma esfera pessoal e próxima de cada um. “Cabaré já foi apresentado em diversas cidades do Brasil e também em Portugal e Angola e os depoimentos são “iguais”, o que acontece aqui, acontece lá também. Lembro de um depoimento de uma moça no Rio de Janeiro que contou que uma professora da PUC entrou na sala, olhou pra ela e disse: ‘Nossa, como a PUC baixou o nível’”, relata.

Outro destaque do espetáculo são os figurinos especiais usados pelos personagens e músicos em cena. Eles são assinados por um grande time de estilistas baianos. Para essa temporada o Bando vai se apresentar com o figurino preto.

Bando de Teatro Olodum – História

Há 20 anos, nascia em Salvador uma das mais poderosas propostas de ação afirmativa na área cultural. Um grupo de teatro formado por um elenco exclusivamente negro, encenando espetáculos cujo tema principal seria o negro dentro da sociedade brasileira. A certeza da força daquela escolha e da verdade que levavam para o palco fez com que diretores e atores enfrentassem a resistência de uma sociedade nada aberta para discutir temas como a desigualdade racial, o racismo e as práticas preconceituosas cotidianas camufladas pela suposta ‘democracia racial’. Assim nasceu o Bando de Teatro Olodum, a mais consolidada companhia teatral do atual cenário baiano. Uma das poucas a manter um corpo estável, com elenco, diretores e técnicos e a desenvolver uma linguagem própria e contemporânea, fruto da experiência, do trabalho em grupo e de uma definição clara da função desempenhada pela companhia.

Cabaré da Rrrrraça
5 a 14/08 | sex, sáb e dom | 20h
Sextas: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Sábados e domingos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Sala Principal

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Tem promoção relâmpago hoje!


A banda Radiola é a primeira a se apresentar no Vila do Rock de agosto e nós preparamos uma promoção relâmpago pra quem é fã de verdade!

Hoje, às 14h, faremos uma pergunta sobre a banda no nosso twitter e os dois primeiros que responderem ganharão um super kit: camiseta + adesivo + botton + 1 par de ingressos para o show de hoje! Respondam com a hashtag #VilaDoRock

Não percam!

Fiquem ligados no twitter do Vila e sejam rápidos! E quem vier pro show ainda vai concorrer a brindes na hora!

E tem também já conhecida “Lista Amiga”. Para participar, basta enviar um e-mail para comunicacao@teatrovilavelha.com.br, colocando no assunto do e-mail “Vila do Rock”, com o nome completo e RG, e assim, você poderá pagar meia-entrada em todos os shows! Só precisa mandar o nome uma vez, pois faremos uma única lista e o nome estará disponível em qualquer um dos shows.

04/08 | qui | 20h
R$ 20 e 10
Cabaré dos Novos