quinta-feira, 30 de junho de 2011

Bazar da Felicidade e Palestra “Envelhecimento e Arte”

No próximo dia 11 de Julho, acontece no Vila, a partir das 17h, no foyer, o Bazar da Felicidade cujo objetivo é arrecadar fundos para a montagem do espetáculo “Antonio, Meu Santo”, resultado da Oficina de Teatro na Melhor Idade que está em curso.

Logo depois, às 19h, acontece no Cabaré dos Novos, a palestra “Envelhecimento e Arte”, ministrada por Lucinha Palmeira, diretora da Faculdade da Felicidade, instituição parceira do projeto, assim como o Teatro Vila Velha. A entrada é franca e o evento faz parte do Projeto Teatro na Melhor Idade, resultado do Prêmio Inclusão Cultural da Pessoa Idosa 2010, do Ministério da Cultura.

Para o Bazar, a produção do projeto está recebendo doações de roupas, objetos de decoração, bijuterias, artesanato etc, até o dia 08 de julho, sexta-feira, no Teatro Vila Velha ou através de agendamento no 9601-0203, com Iara Colina. As doações, após triagem, serão postas à venda no Bazar ou aproveitadas na construção da cenografia e figurino da montagem, e parte delas encaminhada a instituição de caráter beneficente.

A palestra
A palestra “Envelhecimento e Arte” será proferida por Lucinha Palmeira, diretora da Faculdade da Felicidade - instituição voltada para o público idoso -, e ilustrada com pequenas apresentações artísticas de pessoas da terceira idade.

A Professora Maria Lucia Carvalho Palmeira, mais conhecida como Lucinha Palmeira, é Pós Graduada em Gerontologia Social (Centro de Estudos de Pós Graduação Olga Mettig); Especialista em Técnicas para Trabalhar com Idosos (Centro de Estudos de Pós Graduação Olga Mettig); Pós Graduada em Metodologia do Ensino Superior (UCSAL); Graduada em Pedagogia com Habilitação em Supervisão Educacional e Administração Escolar (Faculdade Integrada Olga Mettig).

O Projeto
O Projeto de Oficina de Teatro na Melhor Idade é resultado do Prêmio Inclusão Cultural da Pessoa Idosa 2010, do Ministério da Cultura, e tem como objetivos principais conferir visibilidade a uma produção teatral de qualidade, realizada na íntegra por alunos/atores idosos e promover o desenvolvimento pessoal dos integrantes. O Projeto conta, desde seu início, com a parceria do Teatro Vila Velha e da Faculdade da Felicidade.

A Oficina
A oficina teatral, que teve início no dia 12 de abril, acontece no Teatro Vila Velha e terá duração de 3 meses. Foram trinta e cinco vagas para público alvo de pessoas com mais de cinqüenta anos, que participam gratuitamente da oficina. As aulas de teatro são orientadas por Iara Colina, atriz e diretora teatral, que também assinará a direção geral da montagem final – encenação do texto “Antonio, meu Santo”, de João Augusto. Também fazem parte da equipe o maestro Keiler Rêgo, responsável pela preparação vocal, e Denise Torraca, que cuida da preparação corporal dos alunos.

Intercambiando!


















Intercâmbio tem sido a ordem n'A Outra Companhia nesses últimos meses e após conhecermos vários grupos e realizado diversas trocas através do projeto Outras Histórias (nosso projeto de circulação que terminamos no início do mês), desta vez tivemos o prazer de receber no Vila esta semana a Cia. do Giro, do Rio Grande do Sul.

Em duas deliciosas tardes, nos encontramos com o grupo gaúcho na sala 2 para conversarmos sobre nossas experiências, sobre a trajetória dos grupos, as influências e claro, jogarmos e nos conhecermos em cena.

Na terça-feira, além de nos encontrarmos com a Dani e o Adriano (já queridíssimos amigos integrantes da Cia. do Giro), tivemos um encontro também com as máscaras larvárias. Máscaras suíças bem diferentes das que já tínhamos visto até então, e que nas palavras de Daniela "não revelam uma personalidade, mas um estado". Assim, as máscaras mudam de forma, de expressão, a depender do ângulo de visão e do corpo que a utiliza. O trabalho foi encantador. Eles nos apresentaram uma técnica de jogar com essas máscaras e todos experimentamos. Foi muito divertido!

Já na quarta-feira foi a nossa vez de apresentar nosso jeito de fazer teatro. E foi outra delícia. Passamos a tarde inteira conversando sobre nossas experiências e realizando exercícios e jogos que utilizamos comumente em nossos processos. E também foi maravilhoso. No fim do dia ficou a promessa de realizar novos encontros e estreitar os laços com esse grupo maravilhoso.

Deixamos então a dica: no final de semana a Cia. do Giro está em cartaz, aqui em Salvador, com o espetáculo Larvárias. Vale a pena conferir!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Tito Bahiense, Álvaro Lemos e Paulo Costa no Encontro de Compositores


No Encontro de amanhã teremos como convidados Álvaro Lemos e Tito Bahiense. O que os dois têm em comum? A criatividade em alta e a imensa capacidade de fazer da canção a ponte para os universos de beleza que acessam sem esforço. A invenção da linguagem faz sentido quando se trata desses dois artistas. Além deles, Paulo Costa, anfitrião do Encontro de Compositores de Feira de Santana também participará da edição de hoje.

O evento musical do Vila, realizado por um time de artistas de estilos e gerações diferentes, reúne música e roda de conversa no Cabaré dos Novos, nesta quinta (30/06) a partir das 20h.

Esta semana, o Encontro de Compositores conta com a “Lista Amiga”. Para participar, basta enviar um e-mail para comunicacao@teatrovilavelha.com.br com o nome completo e RG, até às 17h do dia 30/06, e pagar meia na entrada!

30/6 | qui | 20h
R$ 20 e 10
Cabaré dos Novos

Nós do Vila


Nome: Bruno Bispo da Silva
Idade: 25 anos

No Vila há três anos, Bruno já trabalhou na bilheteria e como auxiliar administrativo, e hoje trabalha como office boy. Mora com os pais e Nino (o cachorro da mãe) no bairro da Federação. “Nino é de minha mãe, mas eu considero como meu também”, conta.

Adora tocar quando não está no Vila. É percussionista e tem como projeto de vida uma banda de axé: a Guitarra Baiana. A banda conta com nove integrantes, e no momento estão se preparando para entrar em estúdio e fazer a gravação do primeiro cd. “Eu digo que é axé porque a gente toca um pouco de tudo”, diz. Já tocou com Tatau, logo quando ele saiu do Araketu e também com a banda Tribazum e fez alguns trabalhos como freelancer agora no São João.

Gosta de todo tipo de música, especialmente de axé, por conta de todas as possibilidades que o estilo oferece. Chicleteiro de carteirinha gosta, principalmente, dos solos de guitarra de Bel, da sonorização e tenta levar esse tipo de influência para banda. Cheio de sonhos para o futuro, Bruno disse que se tornar um profissional da música é o maior deles. “Já me considero um profissional, por conta de toda a responsabilidade que eu tenho. Mas o que eu quero mesmo é ser reconhecido com esse projeto”, finaliza

Promoção relâmpago no Vila!

Que tal vir assistir ao Encontro de Compositores com um acompanhante na faixa?! Participe da nossa promoção e concorra a um par de ingressos para o Encontro desta quinta!

Para participar, é necessário ser seguidor do @TeatroVilaVelha no Twitter e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:

Eu sigo o @TeatroVilaVelha e quero assistir ao Encontro de Compositores desta quinta-feira (30/06)! http://kingo.to/H63

O sorteio será realizado quinta-feira, dia 30/06/11, às 11hs.

Sobre o RT:

- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.

2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)

3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.

4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda até as 15hs do dia 30/06 (quinta) perderá o prêmio e faremos um novo sorteio em seguida.

Atenção: Em promoções anteriores, algumas pessoas têm dado RT na frase da promoção com o link errado. É imprescindível que para concorrer aos ingressos você dê RT na frase com o link correto.

Boa sorte!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Vila do Rock nas quintas de julho!

O Vila preparou um mês inteiro de programação musical dedicada ao Rock: é o nosso Vila do Rock! O projeto surge como um desdobramento do Encontro de Compositores, que acontece desde agosto de 2010 e tem trazido muitas surpresas para os palcos do Vila e para o público.

Três bandas de destaque na cena soteropolitana atual foram convidadas para se apresentarem no Vila do Rock com shows divididos entre o Cabaré dos Novos e a Sala Principal, além de outros artistas que serão convidados para uma noite especial do Encontro de Compositores. Os artistas convidados para este projeto foram conhecidos pela equipe nas noites do Encontro e, a partir disso outros movimentos foram acontecendo.

Quarteto de Cinco, Velotroz, e Maglore são as bandas escolhidas para o mês de julho. Os grupos possuem características próprias, canções autorais e junto com outras bandas, vem dando movimento e cara nova nas noites da cidade. A banda Quarteto de Cinco usa e abusa do seu rock autoral; a Velotroz mescla suas influências da MPB dos anos 70 e faz um rock bem contemporâneo; já a Maglore utiliza a MPB junto com o BritPOP e apresenta seu rock “tropical”. O Vila do Rock surge como mais um espaço para a música independente e diversa de Salvador, buscando atingir um público cada vez mais ávido por música.

O Vila do Rock ainda vai contar com a já conhecida “Lista Amiga”. Para participar, basta enviar um e-mail para comunicacao@teatrovilavelha.com.br, colocando no assunto do e-mail “Vila do Rock”, com o nome completo e RG, e assim, você poderá pagar meia-entrada em todos os shows! Só precisa mandar o nome uma vez, pois faremos uma única lista e o nome estará disponível em qualquer um dos shows.

Confiram a programação no nosso site!

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Núcleo Viladança esteve no Equador

Cristina Castro, em Quito

O Núcleo Viladança acaba de participar do Circuito de Festivais de Dança do Equador, que inclui o XII Encuentro Internacional Manta pela Danza, em Manta (17/06), o 9º Encontro Internacional de Dança Fragmentos de Junio, em Guayaquil (20/06), o 2o Festival Internacional Danza del Austro, em Cuenca (22/06) e o VII Festival Internacional de Danza Palavras del Cuerpo, em Quito (24/06). O Viladança apresentou o espetáculo “José ULISSES da Silva” em quatro cidades, além de duas oficinas ministradas por Cristina Castro, diretora, e pelo grupo.

O convite para participar do festival foi feito por Jorge Parra, o curador internacional do circuito. Parra assistiu ao espetáculo quando esteve presente na 5° edição do VIVADANÇA Festival Internacional, participando da mesa redonda “Festivais Iberoamericanos De Dança: Contextos e Potencialidades Para a Colaboração”. “É muito importante firmar uma parceria artística com a América Latina. Existe uma troca de experiências não só com relação à dança, mas também cultural que é muito enriquecedora, principalmente para mim como coreógrafa”, diz Cristina.

Para participar do festival, o espetáculo precisou ser adaptado: “O desafio de participar de um festival é justamente a questão da adaptação. Aqui no Vila nós já temos uma estrutura montada e pensada em ‘Ulisses’, lá não. Serão quatro teatros diferentes e nós precisamos montar quatro espetáculos diferentes”, conta Júlia Rizério, produtora do Viladança.

Os festivais ocorrem em conjunto com a Red Ecuatoriana de Festivales Internacionales de Artes Escénicas, onde diversos festivais acontecem simultaneamente em várias cidades do Equador. Único grupo brasileiro a participar do evento, o Viladança foi bem recebido pelo público, pelos outros artistas participantes e pela imprensa.

O Teatro, em Cuenca


O público no fim da apresentação, em Guayaquil


O público de Quito


O espetáculo apresentado em Manta

O espetáculo apresentado no shopping, em Quito

*Fotos: Marcio Meirelles

terça-feira, 21 de junho de 2011

Pausa para o São João!

Devido ao recesso junino, o Teatro Vila Velha dá um intervalo na sua programação entre os dias 23 (quinta) e 26/06 (domingo), retornando dia 27/06 (segunda) com o tradicional Vila do Choro. Desta forma, o espetáculo “Namíbia, Não!” não será apresentado neste final de semana, voltando a cartaz no dia 1° de julho.

Antes do recesso, o Vila apresenta nesta quarta (22/06), às 20h, o espetáculo “Véu Carmim” do Grupo Pivot, um dos novos grupos em residência do Teatro. A montagem constrói um labirinto narrativo no qual a história da jovem dançarina vítima de abuso sexual rememora, desabafa, delira e dança. O público é convidado a interagir e participar da construção dos rumos da história. A dançarina Rosane Sampaio será a convidada desta semana.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Promoção "Véu Carmim"

Que tal começar a semana com promoção no Vila?! É isso mesmo! Vamos sortear nesta terça-feira um par de ingressos do espetáculo "Véu Carmim" para um dos nossos seguidores no twitter!

Numa estrutura de jogo, elementos do universo da dança do ventre se somam a imagens, textos literários e jornalísticos que abordam a questão da violência sexual. A montagem constrói espécie de labirinto narrativo no qual a história da jovem dançarina vítima de estupro rememora, desabafa, delira e dança. O público é convidado a interagir e participar da construção dos rumos da história.

Para participar, é necessário ser seguidor do @TeatroVilaVelha no Twitter e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:

Eu sigo o @TeatroVilaVelha e quero assistir o espetáculo "Véu Carmim" nesta quarta-feira (22/06)! http://kingo.to/Gd2

O sorteio será realizado terça-feira, dia 21/06/11, às 15hs.

Sobre o RT:

- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.

2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)

3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.

4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda em até 24hs, perderá o prêmio e faremos um novo sorteio.

Boa sorte!

BRINCANDO DE SER LATINO AMERICANOS*


Viajamos 30 horas. Aeroporto, avião, aeroporto, avião, aeroporto, avião, aeroporto, van, estrada. Salvador, São Paulo, Panamá, Guayaquil, Manta. Então o teatro. Um teatro coberto de cortinas vermelhas. Toda a platéia, uma possibilidade de palco e cena.

O Teatro Chushig, teatro da universidade administrado pelo grupo de teatro La Trinchera. Coletivo que completa este ano, 29 anos. Quatro atores e um técnico. Administram, fazem a bilheteria, montagem, limpeza, cantina, escrevem, encenam, atuam, promovem um festival internacional de teatro há 25 anos e um de dança, há 12. Também trabalham com crianças e jovens, em grupos de formação. Tudo isto é teatro.

Estou aqui acompanhando a artista Cristina Castro. Ela veio com o grupo que dirige, Viladança, apresentar José ULISSES da Silva e dar oficinas em quatro cidades, num circuito de festivais. ULISSES fala do herói em viagem urbana em busca de sua Ítaca, a saída.

A emoção de entrar num teatro da América Latina, coberto de cortinas vermelhas, com pouco mais da metade da platéia ocupada por um público que pagou três dólares por ingressos, comprados na mão de Rocio Reyes, atriz da companhia, que pouco antes – e ainda durante – recortava jornais, numa mesa do salão de entrada do teatro, para fazer a pasta de imprensa do festival.

*Post retirado do blog de Marcio Meirelles. Leia o texto completo.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Nós do Vila

Nome: Eduardo da Silva Santiago
Idade: 27 anos

Técnico de palco do Vila, Eduardo da Silva (27 anos) é funcionário da casa há apenas 5 meses, mas já trabalhou anteriormente por aqui prestando serviços. No momento, está cursando uma extensão em sonorização no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), e tem trabalhado no Vila dando apoio ao técnico de som, na montagem e operação dos espetáculos.

Nas horas vagas, também atua como DJ: “Trabalhei em uma empresa de audiovisuais que fazia festas e aí comecei a tocar como DJ em aniversários e também comercial”, conta. Na noite ele costuma tocar de tudo um pouco como música dance e eletrônica, tendo como preferidas a eletro house e o som tribal.

Curti ir ao cinema assistir filme de ação, mas não dispensa uma comédia. “Último filme que assisti foi “De Pernas pro Ar”, com Ingrid Guimarães. Achei muito divertido”, diz. Solteiro, mora com os pais em Plataforma e tem uma irmã que já é casada. Já teve um passarinho como animal de estimação e disso que está sem tempo para cuidar de outro bicho.

No meio da entrevista Rivaldo, chefe de palco do Vila, entrega o apelido dele entre o pessoal da técnica: Dormindo! “Na verdade esse apelido surgiu no meu primeiro curso de sonorização no Liceu. Como eu tenho os olhos pequenos, o pessoal fala que eu estou sempre dormindo”, conta.

Ele conta que costumava frequentar o Vila antes mesmo de começar a trabalhar aqui. “Já tinha assistido “Cabaré da Rrrrraça” antes de vir pra cá e também assisti depois. Gosto muito do espetáculo”. Tem como sonho de vida continuar trabalhando como técnico de som e se tornar um DJ conhecido.

Novidades da casa - de 20 a 26/06

O Núcleo Viladança segue em viagem no Equador apresentando o espetáculo “ULISSES”. Na próxima semana se apresentam nas cidades de Guayaquil (20/06), Cuenca (22/06) e Quito (24/06).

A Cia. Novos Novos entra em recesso junino, voltando às atividades para construção de “Paparutas” no dia 05/07.

Na próxima semana o Supernova Teatro aproveita que no recesso de São João não haverão ensaios para se aprofundar no estudo das referências bibliográficas do espetáculo “Alugo Minha Língua”: agora Zygmunt Bauman, e seu conceito de "modernidade líquida".

Na próxima semana, A Outra Companhia dá continuidade à formulação do site do projeto Memorial Brasil de Artes Cênicas - Cena Nordeste e permanece com inscrições abertas para sua oficina que começa em dia 16/07.

O Bando de Teatro Olodum segue ensaiando o novo espetáculo trilolgiaRemix.DOC_aquartapeça.

O Grupo Pivot segue com a temporada de Véu Carmim. O espetáculo do dia 22 de junho tem participação especial da dançarina Rosane Sampaio!

A Cia Teatro da Queda inicia no sábado a segunda etapa dos procedimentos externos do espetáculo “Breve”. Vejam também um vídeo do resultado da primeira etapa:

quinta-feira, 16 de junho de 2011

O Vila é Trend Topic em Salvador!

O Teatro Vila Velha entrou hoje nos trend topics de Salvador! O trend topic é uma ferramenta do Twitter que avalia os assuntos ou perfis mais comentados no dia. Através do perfil do Vila no twitter é possível ficar informado sobre a programação do teatro, participar das promoções e ficar por dentro de assuntos relacionados a cultura em geral. Sigam o @TeatroVilaVelha!



Trend Topics Salvador: http://trendsmap.com/local/br/salvador

Tem promoção no Vila!

A promoção desta semana é para o espetáculo “Namíbia, não!” e nós vamos sortear um par de ingressos para um dos nossos seguidores no twitter!

“Namíbia, não!” se passa em 2016, quando o Governo brasileiro decreta uma Medida Provisória obrigando que todos os de ‘melanina acentuada’ sejam capturados e enviados imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata. A peça fica em cartaz de sexta a domingo, sempre às 20h.

Para participar, é necessário ser seguidor do @TeatroVilaVelha no Twitter e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:

Quero assistir “Namíbia, não!” no @TeatroVilaVelha neste domingo, dia 19/06! http://kingo.to/FOA

O sorteio será realizado sexta-feira, dia 17/06/11, às 15hs.

Sobre o RT:

- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.

2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)

3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.

4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda em até 24hs, perderá o prêmio e faremos um novo sorteio.

Boa sorte!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Acontece no Vila


O compositor Carlinhos Cor das Águas, integrante do time do Encontro de Compositores, compôs uma música linda sobre o São João e resolveu fazer um vídeo com a gravação da música. Juntou alguns amigos e agora está aqui no Vila, no Cabaré dos Novos, gravando. A música se chama "Vulcão da Memória". Confiram algumas fotos da gravação:





Teatro Vila Velha - Uma nova Comunicação para atrair um novo público

Os concluintes do curso de Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda 2011.1, convidam a família Teatro Vila Velha para prestigiar a apresentação do trabalho de conclusão de curso (TCC) que tem como tema: Teatro Vila Velha - Uma nova Comunicação para atrair um novo público.

A equipe conta com 02 antigos funcionários da casa: Alessandro Freitas e Daniel Cambuí. Também integram a equipe: Ana Carolina Lago e Noeme Lívia Guedes.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Núcleo Viladança sem fronteiras

Núcleo de dança do Teatro Vila Velha participa de festivais na América Latina

O Núcleo Viladança se prepara para participar do 9º Encontro Internacional de Dança “Fragmentos de Junio”, que acontece agora em junho no Equador. Embarcando nesta terça (14/06), o Viladança apresentará o espetáculo “ULISSES” em quatro cidades, além de uma oficina ministrada por Cristina Castro, diretora do grupo.

O convite para participar do festival foi feito por Jorge Parra, um dos realizadores do evento. Parra esteve presente na 5° edição do VIVADANÇA Festival Internacional, participando da mesa redonda “Festivais Iberoamericanos De Dança: Contextos e Potencialidades Para a Colaboração”. “É muito importante firmar uma parceria artística com a América Latina. Existe uma troca de experiências não só com relação à dança, mas também cultural que é muito enriquecedora, principalmente para mim como coreógrafa”, diz Cristina.

Para participar do festival, o espetáculo precisou ser adaptado: o elenco foi reduzido e foi preciso pensar em iluminações distintas. “O desafio de participar de um festival é justamente a questão da adaptação. Aqui no Vila nós já temos uma estrutura montada e pensada em ‘Ulisses’, lá não. Serão quatro teatros diferentes e nós precisamos montar quatro espetáculos diferentes”, conta Júlia Rizério, produtora do Viladança.

“Fragmentos de Junio” ocorre em conjunto com a Red Ecuatoriana de Festivales Internacionales de Artes Escénicas, onde diversos festivais acontecem simultaneamente em várias cidades do Equador. Único grupo brasileiro a participar do evento, o Núcleo se apresentará nas cidades de Manta (17/06), Guayaquil (20/06), Cuenca (22/06) e Quito (24/06) com o espetáculo “José ULISSES da Silva”.

Resumo da Programação - de 13 a 19/06


segunda | Reza à Santo Antônio | Reza + show da banda Forró da Gota | 13/06 | 19h30 | Gratuito | Cabaré dos Novos

terça | FORRUSH - Show de forró pé de serra com a banda Zé de Tonha | 14/06 | 19H | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos

quarta | Véu Carmim | Teatro | 15/06 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos

quinta | Percussão Contemporânea | Grupo de Percussão da UFBA | 16/06 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos

sex, sáb e dom | Namíbia, não! | Teatro | 17 a 19/06 | 20h | R$ 30 e 15 | Sala Principal

sáb | E por falar em família | Teatro - Infantil | 18/06 | 11h | Gratuito | Sala Principal

sáb e dom | Remendo Remendó | Teatro - Infanto-juvenil | 18 e 19/06 | 16h | R$ 20 e 10 | Sala Principal

Informações de bilheteria: (71) 3083-4600 (14 às 18 hs)

Acessem nosso site: http://ow.ly/4Lqls

domingo, 12 de junho de 2011

Fechando a conta e passando a régua

A Outra Companhia de Teatro terminou esta semana o projeto Outras Histórias, contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2010 - Circulação. Após ter passado por Recife e Natal no mês de maio, essa semana o grupo esteve em Fortaleza realizando as atividades do projeto.

Tudo na capital cearense foi muito bom!

A mesa de discussão sobre a história do teatro nordestino aconteceu no auditório da UFCE e contou com a presença de Lindolfo Amaral (do grupo Imbuaça - SE), os professores Raimundo Matos Leão (UFBA) e Otávio Cabral (UFAL), e Rogério Mesquita (do grupo Bagaceira - CE) e foi genial. Todos os participantes contribuíram com seus depoimentos, expressando suas pesquisas na área da história do teatro em seus respectivos estados, nos ajudando a compreender melhor o teatro nordestino.

Fizemos também duas apresentações de Mar Me Quer no SESC Iracema. Lindos espetáculos. Com tudo que o Mar Me Quer tem direito: diversão e muita emoção. A peça coube como uma luva no palco do SESC e foi muito bem aceita pelo público local.

Mas o projeto ainda nos reservava um bônus para fechar com chave de ouro. Nos últimos dois dias de estadia em Fortaleza conseguimos realizar um curto, mas importante encontro/intercâmbio com o Grupo Bagaceira (nossos amigos que nos acolheram no Ceará) e com o Grupo Teatro Máquina. A atividade aconteceu no espaço Casa da Eskina e foi genial poder trocar com outros grupos, conhecer outras dinâmicas de trabalho e fazer novos amigos.

Ao término do projeto o saldo foi super positivo. Aproveitamos então para agradecer a todos que nos ajudaram na sua realização: o Teatro Vila Velha e suas equipes, aos nossos amigos (Maria Carla, Hayaldo Copque e Elaine Adorno) que tanto nos ajudaram, aos pesquisadores (Raimundo Matos Leão, Leidson Ferraz, Otávio Cabral, Diógenes Maciel) e aos parceiros (Franscico Pellé e Grupo Harém, Marcelo Flecha e Pequena Companhia de Teatro, Fernando Yamamoto, Arlindo Bezerra e o Grupo Clowns de Shakespeare, Lindolfo Amaral e Grupo Imbuaça, e Rogério Mesquita e Grupo Bagaceira), além do SESC Pernambuco e SESC Ceará.

No entanto, o projeto acabou mas A Outra Companhia não pára. Seguimos em cartaz com Remendo-Remendó, todos os sábados e domingos às 16 horas e estão abertas as inscrições para sua próxima oficina de iniciação teatral. Então se você ainda não viu Remendo ou ainda não se inscreveu, não perca tempo!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Novidades da casa - de 13 a 19/06

A Cia Novos Novos recebe algumas das crianças que participaram da oficina “Novos Novos Convida” a vivenciar/participar da construção do novo espetáculo “Paparutas”!

O Supernova Teatro já iniciou o processo de ensaios para "Alugo Minha Língua", que estréia em setembro na Sala Principal do Vila! Neste mês de junho, o elenco da peça estará envolvido com preparação corporal, preparação vocal com Manuela Rodrigues e encontros para estudo do texto de Gil Vicente Tavares, com Hilda Nascimento.

A Outra Cia de Teatro segue com as apresentações de “Remendo Remendó” e inicia as ações do projeto Memorial Brasil de Artes Cênicas, entrevistando artistas nordestinos! Além disso, preparam a oficina de iniciação teatral que está com inscrições abertas.

A Cia de Teatro Nata inicia no próximo dia 18/06 os ensaios para a reestréia do espetáculo “Siré Obá - A festa do Rei”, que entrará em cartaz no Vila em setembro.

O Grupo Pivot está em cartaz com o espetáculo “Véu Carmim”, todas as quartas, às 20h, no Cabaré dos Novos.

O Bando de Teatro Olodum segue ensaiando o novo espetáculo trilolgiaRemix.DOC_aquartapeça.

A Companhia Teatro da Queda inicia os procedimentos externos do processo de criação do espetáculo “Breve”.

O Núcleo Viladança viaja na próxima semana para o Equador onde apresentarão o espetáculo “ULISSES” em quatro cidades.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Promoção: Tragam as suas crianças!

Mais uma promoção a vista! Dessa vez, sortearemos um par de ingressos para o espetáculo infanto-juvenil “Remendo Remendó”, nona montagem d´A Outra Cia de Teatro. O espetáculo traz à cena a cultura popular nordestina através de um concurso de contadores de história e de muita música!

“Tragam suas crianças” é um convite ao seu irmãozinho, seu sobrinho, seu vizinho, seu filho e até mesmo a criança que existe em você! Venham todos ao Vila e se divirtam!

Para participar, é necessário ser seguidor do @TeatroVilaVelha no Twitter e dar RT (retweet) na seguinte mensagem:

Vou me divertir no Vila assistindo a “Remendo Remendó” da @AOutraCia no domingo, dia 12/06! http://kingo.to/EVR

O sorteio será realizado sexta-feira, dia 10/06/11, às 16hs.

Sobre o RT:

- Vale qualquer tipo (copiando/colando, RT pelo botão, RT por comentário), desde que não modifiquem a mensagem e o link!

Regulamento:

1. A participação é voluntária e gratuita. Qualquer pessoa física residente no Brasil pode participar desde que tenha uma conta no Twitter e a mesma não seja protegida.

2. O participante deve ser seguidor do @TeatroVilaVelha e também deve dar RT (retweet) na mensagem com o link da promoção. (Não edite!)

3. O vencedor será escolhido por meio de sorteio realizado pelo Sorteie.me. E o resultado será anunciado no Twitter do Vila.

4. Divulgado o resultado, o vencedor será contactado via DM (Mensagem Direta) no Twitter. Caso não responda em até 24hs, perderá o prêmio e faremos um novo sorteio.

Boa sorte!

Marcio Meirelles participa de debate no Espírito Santo
























A Secretaria de Estado da Cultura do Espirito Santo promove nesta sexta-feira (10), às 19 horas, o debate "Dramaturgia Brasileira Contemporânea". Participam do encontro dois diretores teatrais consagrados: o baiano Márcio Meireles, criador do Bando de Teatro Olodum; e o paulista Samir Yasbek, professor da Escola Superior de Artes Célia Helena, localizada em São Paulo.

Ambos os diretores estão no Estado participando da comissão julgadora de um dos editais de incentivo da Secult, que seleciona projetos culturais e concessão de prêmio para a residência de grupos de artes cênicas, nas áreas de teatro e dança.

O evento tem como objetivo debater a produção e circulação das artes cênicas no País nos últimos anos, por meio do relato dos próprios palestrantes.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Nós do Vila


Nome: Rafael Ferreira Couto
Idade: 22 anos

Com apenas 22 anos, Rafael Ferreira Couto já é casado há seis meses e acabou de comprar um apartamento! No Vila desde junho de 2010, começou como estagiário e, após três meses, foi contratado como assistente administrativo. Cuida da parte tributária, prestação de contas, folha de pagamento e ainda dá um help nos computadores da comunicação que teimam em só querer funcionar quando ele chega!

Mora no Jardim Lobato e vem pro Vila de carro. Quando sai do trabalho vai direto pra faculdade, onde cursa Administração de Empresas. Adora ficar em casa e ir ao cinema. Último filme que assistiu foi “Piratas do Caribe 4”, mas não gostou muito não. “Achei muito bizarro, mas ela gostou, fazer o que, né?!”, referindo-se a Leane, sua esposa.

Tem uma gata chamada Pichana, mas a relação não é das melhores. “Ela é insuportável! Não deixa ninguém dormir, faz as necessidades pelo banheiro todo, e ainda rouba a atenção da minha esposa. Leane conversa com a gata como se tivesse conversando com uma pessoa, isso é um absurdo! Quando eu chego do trabalho a primeira atenção que ela dá é pra gata!”, comenta entre risos.

Curte música internacional e gospel. Por conta da sua agenda de trabalho e estudos não tem tido a oportunidade de frequentar a programação do teatro. Sempre focado, Rafael já tem os planos para o futuro traçados: “O próximo passo para minha vida é ter um filho. Já casei, já conquistei meu apartamento, agora falta um filho. Mas antes dele tem a estabilidade financeira, né?! Tenho conseguido seguir minhas metas. Tá tudo fluindo dentro do previsto”.

Forró da Gota de volta no Vila!

Depois do grande sucesso com o primeiro show aqui no Vila, a banda Forró da Gota está de volta! Nesta quinta (09/06) acontece o segundo show, com direito a pagar meia-entrada através da Lista Amiga, no Cabaré dos Novos, às 20h.

Para participar da Lista Amiga basta enviar um e-mail para comunicacao@teatrovilavelha.com.br com seu nome completo e RG até as 17h do dia do evento. Participe e divulgue para os seus amigos!



Forró da Gota

Forró da Gota é formado por Thiago Kalu (violão, guitarra, cavaco e voz), Átila Santtana (baixo), Alexandre Lôro (zabumba), Hélder Guido (percuteria), Thiago Meota (triângulo e efeitos) e Tito Fukunaga (flauta transversal). O grupo leva ao palco um repertório que prestigia os grandes nomes do forró, como Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, além de trazer as canções de seu trabalho autoral.

A banda é liderada pelo cantor e compositor Thiago Kalu, integrante do Encontro de Compositores e utiliza instrumentos que vão além dos tradicionais triângulo, zabumba e sanfona, como o cavaquinho e a flauta transversal. A apresentação contempla a riqueza da música nordestina, através do xote, do xaxado, do baião e do galope. Tudo embalado com muito molejo e com o clima de alegria do festejo junino.

09/06 | qui | 20h
R$ 20 e 10
Cabaré dos Novos


terça-feira, 7 de junho de 2011

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Participe desta discussão!

Pelo fim da Jabuticaba Maldita*

O conceito de renúncia fiscal como um instrumento de incentivo, foi criado para utilizado pontualmente, quando o governo verifica que é necessário um apoio do Estado em um Setor, e deve ter regras claras. Este não é o caso da Lei Ruanet e outras leis de “incentivo a cultura” criadas a partir dela, ela é perene e tem em sua implementação mecanismos que prejudicam a produção cultural.

O principal problema esta na dedução de 100% do valor do imposto a ser pago, sem que com isto a empresa proporcione uma contrapartida clara. Este conceito do empresario escolher, segundo seus interesses, o destino de uma parcela de seus impostos é pouco republicano. Ele legitima a idéia de que o empresário tem direito de destinar os rumos do dinheiro de seus impostos, um equívoco que se agrava quando no Brasil onde existem diversos questionamentos por parte dos empresários sobre os investimentos governo.

O empresário destinar verbas a projetos culturais de seu interesse e com isto obtém 100% de abatimento do seu "investimento" nos seus impostos, oficializa a cortesia (privada) com chapéu (estatal) alheio, oficializa o uso de dinheiro público para interesses privados. Não é correto que a maioria dos investimentos em cultura sejam feitos através de de projetos que só são realizados após a aprovação de uma empresa que obtém benefícios de publicidade e não dá nada em troca. Esta claro que que temos um processo onde o destinos da cultura de um país passam pela aprovação de departamentos de marketing de empresas que tem como fim o lucro.

A forma como o modelo de Leis de Incentivo a Cultura via renúncia Fiscal foi implantado faz com que os investimentos do Estado sejam direcionados pelo Mercado. Por isto se analisarmos os projetos que foram beneficiados por estas leis nos últimos 20 anos veremos que a cultura foi tratada como bem de consumo, a produção cultural foi prejudicada em muito, a maior parte do volume investido foi ligada ao entretenimento de fácil digestão. E com grande concentração nos grandes centros consumidores.

Eu fiquei particularmente impressionado quando na Congresso Nacional de Teatro (realizada em Osasco no ultimo final de semana de Março) uma platéia lotada com representantes de 20 estados aplaudiu por 5 minutos em pé quando foi dito "Pelo fim da renúncia fiscal!".

A Cultura de uma nação não é e não deve ser tratada como mercadoria.

Por fim; Chamo as atuais leis incentivo a cultura de Jabuticabas malditas, por que a Jabuticaba é uma fruta que só existe no Brasil, assim como este tipo de instrumento, mas ao contrário da Jabuticaba tem um gosto bem amargo.


Márcio Boaro
* Texto retirado do Blog Tentativas

Qualquer semelhança não é mera coincidência



Professora Amanda Gurgel silencia Deputados em audiência pública no Rio Grande do Norte. Depoimento resumindo o quadro da Educação no Brasil.

Resumo da Programação - de 06 a 12/06

terça | FORRUSH - Show de forró pé de serra com a banda Zé de Tonha | 07/06 | 19H | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


quarta | Véu Carmim | Estreia | Teatro | 08/06 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


quinta | Forró da Gota | 09/06 | 20h | R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos


sex, sáb e dom | Namíbia, não! | Teatro | 10 a 12/06 | 20h | R$ 30 e 15 | Sala Principal


sáb | Mostra da Oficina de balé para crianças | 11/06 | 11h | Gratuito | Sala Principal


sáb e dom | Remendo Remendó | Teatro - Infanto-juvenil | 11 e 12/06 | 16h | R$ 20 e 10 | Sala Principal


Informações de bilheteria: (71) 3083-4600 (14 às 18 hs)


Acessem nosso site: http://ow.ly/4Lqls

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Novidades da casa - de 06 a 12/06

A Outra Cia de Teatro estreia neste final de semana o espetáculo “Remendo Remendó” e viaja ainda no domingo para Fortaleza. Lá eles finalizam o projeto Outras Histórias com apresentações de Mar me quer, palestra, oficina e intervenção.

O Grupo Pivot está na reta final dos ensaios de Véu Carmim. Eles estreiam na próxima quarta, dia 08/06, às 20h.

O Bando de Teatro Olodum segue ensaiando o novo espetáculo trilolgiaRemix.DOC_aquartapeça.

A Companhia Teatro da Queda inicia os procedimentos externos do processo de criação do espetáculo “Breve”.

O Núcleo Viladança segue ensaiando o espetáculo “ULISSES” que será apresentado no Equador agora em junho.

A Cia Novos Novos está caminhando com o nosso processo criativo o espetáculo "Paparutas".

O Supernova Teatro prepara os ensaios de "Alugo Minha Língua", a nova montagem, dirigida por Fernando Guerreiro.

Nós do Vila


Nome: Taiane Oliveira da Silva
Idade: 28 anos

Trabalhando em dois lugares e cheia de projetos, Taiane Oliveira da Silva, é designer e está no Vila há três meses. Mora na Liberdade e divide a casa laranja com os pais e um irmão mais novo. Na música curte Bossa Nova, Blues, Jazz, Soul, Black Music, abrindo um parêntese para a música popular brasileira brega dos anos 80.

Entre as coisas que mais gosta de fazer, estão desenhar, ver exposições, ir a museus e cantar. Já cantou em festas e, durante quatro anos, cantou no Unifest (Festival Universitário de Música da Bahia) chegando a ir para semifinal no primeiro ano. Viajar é uma outra paixão. Já esteve em São Luís, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Curitiba e também na Argentina.

Um de seus projetos é o Ateliê Quarto Amarelo, que já conta com um site, e pretende virar uma loja. O ateliê é coletivo (ela e mais três) e trabalha com ilustrações, experimentos em design, fotografia, moda feminina e moda casa.

O Ateliê é, inclusive, um dos seus grandes sonhos, como também um escritório de design e um complexo cultural. “O complexo teria as mais diversas linguagens artísticas, com um café, uma livraria, tudo num só lugar”, diz. Mas o sonho mais ousado de todos, segundo ela, seria de criar uma instituição de caridade para tirar as pessoas da rua. “Isso é algo que me incomoda muito”, afirma.

As oficinas já são uma tradição no Vila!

Foto: João Milet Meirelles

Desde 97, o Vila oferece regularmente oficinas e cursos para um público cada vez mais crescente e carente de formação artística e técnica. Visto como referência, os espaços do Vila estão sempre abrigando algum tipo de expressão cultural. A partir desse ano, o Teatro passa a contar com oficinas mensais, trabalhando no sentido de se estabelecer como um espaço para a inovação, experimentação e excelência artística.

Neste mês três oficinas estão com inscrições abertas: a de Dança Flamenca com Laura Pacheco, a de Fotografia com João Milet Meirelles, Tiago Lima e Mayra Lins, e a de Iniciação Teatral com A Outra Cia de Teatro. As inscrições podem ser feitas de segunda a sexta, das 14 às 18h, com pagamento à vista aqui, no Vila. Maiores informações através do (71) 3083-4616, oficinas@teatrovilavelha.com.br ou do nosso site.