quinta-feira, 31 de março de 2011

Hoje tem promoção no Vila!

Foto: Vinicio de Oliveira

Hoje é dia de música e de promoção no Vila! O Encontro de Compositores, que voltou a ser apenas uma vez ao mês, acontece hoje, às 20h, no Cabaré dos Novos, e nós preparamos uma promoção no twitter do Vila.

Para participar, tem que seguir o twitter do Teatro Vila Velha e reponder primeiro a pergunta que será feita às 16h. A pergunta será sobre os últimos Encontros. Os dois que responderem primeiro ganham um par de ingresso cada um.

Fiquem ligados no twitter do Vila e participem!

O Encontro

O evento musical do Vila, realizado por um time de artistas de estilos e gerações diferentes, reúne música e roda de conversa no Cabaré dos Novos. Integram o time: Jarbas Bittencourt, Arnaldo de Almeida, Manuela Rodrigues, Sandra Simões, Ronei Jorge, Dão, Pietro Leal, Thiago Kalu, Carlinhos Cor das Águas e Deco Simões.

A configuração do espaço, que deixa os compositores espalhados pelo Cabaré dos Novos, permite uma integração entre público e artista. Os artistas têm a liberdade de explicar a origem de suas composições, contar sobre suas estórias, amores perdidos, questionamentos sobre a vida e por aí vai.

Além da formação habitual no Cabaré dos Novos, o Encontro está tomando conta de outro espaço no Vila: o foyer. Com telão, som e mesas espalhadas pelo ambiente, o Encontro cresce e possibilita uma maior circulação do seu público.

O Encontro acontece uma vez por mês, as quintas, sempre às 20h. Confira a página especial do Facebook sobre o Encontro de Compositores: http://bit.ly/dnXTWH

R$10 e 5
Cabaré dos Novos
31/03 | qui | 20h
R$10 e 5
Cabaré dos Novos
31/03 | qui | 20h

terça-feira, 29 de março de 2011

As tardes do Vila estão animadas!

Foto: Cinara Pereira

Começou hoje a Oficina de Teatro com A Outra Cia. e os exercícios e dinâmicas não ficaram restritos apenas à sala de ensaio. A energia foi tão grande que tomou conta da área externa do Vila!

São cerca de 30 pessoas participando da oficina que segue até o dia 31/03 e contará com duas intervenções urbanas realizadas entre a Av. Sete e o Farol da Barra.

Além dessa oficina, o Vila também recebe o mestre do Butoh, Tadashi Endo ministrando a oficina Butoh MA e que faz parte da programação do Festival VIVADANÇA.
















Foto: Cinara Pereira

Butoh e Dendê

O Festival VIVADANÇA só começa na sexta, mas já está provocando mistura na Bahia.

Abaixo, um vídeo do encontro de Tadashi Endo, mestre do Butoh e o Bando de Teatro Olodum. Ele revela sua admiração pelo trabalho do Bando, especialmente pela energia do espetáculo Cabaré da Rrrrraça.




domingo, 27 de março de 2011

RESULTADO de seleção para Oficina com A Outra Companhia

Depois de recebermos mais de 90 inscrições para a Oficina "O jogo enquanto princípio para criação dramatúrgica", realizada pel'A Outra Companhia de Teatro, através do projeto "Outras Histórias" - contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2010", divulgamos a lista com 40 selecionados:
  1. Victoria Fechine de Barros
  2. Danielle Pena
  3. Felipe Andrade
  4. Pedro Nepomuceno
  5. Aloma Pelizarri
  6. Anna Carolina de Alencar da Silva
  7. Jamile de Oliveira Gonçalves
  8. Paulo César Santos de Jesus
  9. Daniel Souza
  10. Marcelo Maia
  11. Ariacy Lobo
  12. Nayara Alberginy
  13. Caio Muniz
  14. Surama Albuquerque
  15. Anderson de Oliveira Menezes
  16. Antonio Fernando Santos
  17. Toniclay Rastelli
  18. Kátia Barros
  19. Rosana Alves
  20. Anita Cione
  21. Anna Carolina Goiabeira
  22. Danusia Sampaio
  23. Toni Edson
  24. Alisson Santos
  25. Carla Dailane Leal
  26. Vilmox Silva
  27. Pablo Rodrigo
  28. Ednei Soares
  29. Carlos Alberto Owono
  30. Rita de Cássia Costa Bacelar Pinheiro
  31. Rose Vitório
  32. Andréa Bittencourt Pizzani
  33. Marizete Brandão Ribeiro
  34. Rafael Pereira
  35. Juliana Arize Santos
  36. Laiz Mesquita
  37. Monalisa da Fonseca Bispo
  38. Vanesa Cardoso
  39. Raquel Cruz
  40. Maria Carla Correia dos Santos
A atividade que acontecerá entre os dias 29 e 31 de março, das 14 as 16h, no Teatro Vila Velha, resultará em duas intervenções urbanas: "Santo" e "Pega", realizadas na Avenida Sete de Setembro e no trecho Corredor da Vitória - Farol da Barra", respectivamente.

Muito grato a todos! E Vamos nessa!!

sexta-feira, 25 de março de 2011

A Outra Cia. inicia projeto com Oficina gratuita e realiza intervenções urbanas


Começa nesta terça-feira, às 14 horas, no Teatro Vila Velha, a oficina "O jogo enquanto princípio para a criação dramaturgica", ministrada pel’A Outra Companhia de Teatro. Ações dão início ao projeto de circulação Outras Histórias, contemplado com o Prémio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2010, que levará o grupo a três capitais nordestinas.


A oficina, que acontece nos dias 29, 30 e 31 de março, pretende estimular os discursos individuais dos participantes de modo a auxiliar na construção de uma dramaturgia individual exposta através de instalações urbanas realizadas nos dias 29 e 31 de março nas ruas de Salvador.


Com sete anos de atividades, A Outra Companhia tem acumulado experiências ministrando oficinas de iniciação e de aperfeiçoamento, sempre abordando o seu método de criação pautado na improvisação, na musicalidade, na mobilidade cênica, etc. Esta oficina traz o método utilizado para a criação do espetáculo Mar Me Quer, do moçambicano Mia Couto, o mais recente do grupo, estreado em 2010 e que já passou por pelo II Festival de Teatro do Subúrbio e pelo XIII Festival Recife do Teatro Nacional, ambos no ano passado, e pelo Festival Amostrão Vila Verão, em 2011. Para montagem o grupo realizou intervenções em diversos pontos de Salvador tendo como temas o universo “coutiano”.


Já nesta oficina, que é a primeira de uma série de quatro que acontecerão em Natal – RN, Fortaleza – CE, e Recife – PE, cidades visitadas pelo projeto, os temas das Intervenções Urbanas Outras Vias serão definidos pelo imaginário local dialogando com o caráter urbano e as referências dos participantes. As de Salvador se chamarão Santo, que ocorre dia 29 na Avenida Sete de Setembro, e Pega que será no dia 31 da Vitória até a Barra, ambas às 16 horas.


Serviço:

Oficina O jogo enquanto princípio para a criação dramaturgica

29, 30 e 31/03 | 14h às 16h.

Inscrições abertas até dia 28/03 através do email aoutra@gmail.com

Gratuito

Realização: A Outra Companhia de Teatro / Teatro Vila Velha / FUNARTE


Intervenções Urbanas Outras Vias

Avenida Sete de Setembro (no dia 29/03, a partir das 16 horas); da Vitória até a Barra (no dia 31/03, a partir das 16 horas)

Gratuito

Realização: A Outra Companhia de Teatro / Teatro Vila Velha / FUNARTE


Contato:

Roquildes Junior - (71) 3083-4600 / 3083-4617 / (71) 8811-4081

Luiz Antônio Jr. - (71) 8849-9308

quinta-feira, 24 de março de 2011

Poema de João Cabral de Melo Neto

A frase "Fazer e refazer fazem um só mister" que vocês estão vendo no site e aqui no blog do Vila, faz parte do poema de João Cabral de Melo Neto, "Pescadores Pernambucanos". Leiam o poema completo:

"Pescadores Pernambucanos"

Onde o Goitá vai mais parado
e onde nunca passa nada;
onde o Goitá vai tão parado
que nem mesmo ele rio passa,

um pescador, numa redoma
dessas em que sempre se instalam,
espera um peixe: e tão parado
que nem sequer roça a vidraça.

Mas não está parado
por estar na emboscada:
não é ele quem pesca,
a despeito da vara:

mais bem, é ele a pesca,
e a pose represada
é para não fugir
de algum peixe em que caia.

----------

No mangue lama ou lama mangue,
difícil dizer-se o que é,
entre a espessura nada casta
que se entreabre morna, mulher,

pé ante pé, persegue um peixe
um pescador de jereré,
mergulhando o jereré, sempre,
quando já o que era não é.

Contudo, continua
sem se deter sequer:
fazer e refazer
fazem um só mister;

e ele se refaz, sempre,
a perseguir, até
que tudo haja fugido
ao passo de seu pé.

----------

Qualquer pescador de tarrafa
arremessando a rede langue
dá a sensação que vai pescar
o mundo inteiro nesse lance;

e o vôo espalmado da rede,
planando lento sobre o mangue,
senão o mundo, os alagados,
dá a sensação mesmo que abrange.

Depois, pouco se vê:
como, ao chumbo tirante,
se transforma em profundo
o que era extenso, antes;

vê-se é como o profundo
dá pouco, de relance:
se muito, uma traíra
do imenso circunstante.

----------

Aproveitando-se da noite
(não é bem um pescador, este)
coloca o covo e vai embora:
que sozinho se pesque o peixe;

coloca o covo na gamboa
e se vai, enxuto e terrestre:
mais tarde virá levantá-lo,
quando o bacurau o desperte.

Não é um pescador
aquele que não preze
o fino instante exato
em que o peixe se pesque;

este abandona o covo
e vai, sem interesse:
nem de fazer a pesca
nem de vê-la fazer-se.

Publicado no livro Terceira feira (1961). Poema integrante da série Serial.

In: MELO NETO, João Cabral de. Obra completa: volume único. Org. Marly de Oliveira. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994. p.312-314. (Biblioteca luso-brasileira. Série brasileira


quarta-feira, 23 de março de 2011

Ganhe ingressos para "A Sacanagem da Outra"


Sortearemos hoje, às 15hrs, dois pares de ingressos para o espetáculo "A Sacanagem da Outra" nos perfis do Vila do twitter e do facebook. A promoção será feita através de uma pergunta sobre o espetáculo, e os dois primeiros que responderem, um em cada perfil, ganharão um par de ingresso cada. Participem!

Quarta montagem d’A Outra Companhia de Teatro, A Sacanagem da Outra conta a história de João de Jesus de Deus que, ao voltar para casa após uma festa de Santo Antônio, percebe que está sem o pinto. Desesperados, ele e sua esposa iniciam uma busca desenfreada que os leva – entre outros lugares – a uma mãe de santo, a um consultório médico e a uma delegacia, trazendo à cena personagens sinistros e absurdos.

R$ 20 e 10 | Cabaré dos Novos
Em março: 23 e 30/3 | qua | 20h

segunda-feira, 21 de março de 2011

"NOVOS NOVOS CONVIDA" - Abertura de inscrições para oficina de teatro, primeira ação comemorativa dos 10 anos da companhia

A COMPANHIA NOVOS NOVOS completa uma década de atividades. Neste período, transformou-se em uma das referências do teatro infantojuvenil na Bahia, trazendo à cena diversos espetáculos, ganhando prêmios, integrando e encaminhando crianças e jovens através da arte. Para comemorar esse percurso, a Novos Novos oferece, em abril, oficina gratuita de teatro para crianças com faixa etária entre 5 e 10 anos.

As aulas acontecem todas as quintas-feiras de abril, no Teatro Vila Velha (Campo Grande), das 19 às 21 horas. A oficina será ministrada pela coordenadora e encenadorada da companhia, Débora Landim. São disponibilizadas 20 vagas. Inscrições dias 24, 29 e 31 de março, das 17 às 19 horas, com Paulo Batista, integrante da Novos Novos. Quem preferir, pode se inscrever de 21 de março a 1 de abril pela internet (oficinanovosnovos@gmail.com), preenchendo a ficha de inscrição online e entregando uma cópia impressa no primeiro encontro da oficina. A ideia é que essa oficina de teatro tenha como alunos crianças de diferentes históricos e camadas sociais, proporcionando o construtivo convívio entre os diferentes, na busca por uma unidade artística e criadora.

A Companhia Novos Novos surgiu a partir do espetáculoo Pé de Guerra (2000), dirigido por Márcio Meirelles e que teve Débora Landim à frente da preparação do núcleo infantil que compunha o elenco. A experiência foi tão positiva que se resolveu dar seguimento ao trabalho com as crianças, o que logo resultou em outro espetáculo, este tendo elenco totalmente formado por crianças, Imagina Só...Aventura do Fazer (2001), com direção de Débora Landim e que ganhou o Prêmio Braskem de melhor espetáculo na categoria infantojuvenil.

Com cinco peças na bagagem, além de experiências com cinema, participação em eventos internacionais e em projetos de formação pelas artes, a Companhia Novos Novos chega ao momento de compartilhar conquistas e inicia o período comemorativo de seus 10 anos de atuação.

Oficina de Teatro

Crianças (faixa etária: 5 a 10 anos)
VAGAS: 20
QUANTO: Gratuita
QUANDO: Teatro Vila Velha (quintas de abril das 19 às 21 horas)
INSCRIÇÕES: presencial dias 24, 29, 31/03, das 17 às 19 horas. Responsável pelas inscrições: Paulo Batista
inscrição online* de 21/03 a 01/04 pelo e-mail: oficinanovosnovos@gmail.com

*responder a ficha de inscrição online e levar uma cópia impressa no primeiro encontro


sexta-feira, 18 de março de 2011

Hoje tem promoção nos perfis do Vila!


Sortearemos hoje, às 15hrs, dois pares de ingressos para o espetáculo "Áfricas" nos perfis do Vila do twitter e do facebook. A promoção será feita através de uma pergunta sobre o espetáculo, e os dois primeiros que responderem, um em cada perfil, ganharão um par de ingresso cada.

"Áfricas", é o primeiro espetáculo infanto-juvenil do Bando, e traz à cena o continente africano, através da sua história, seu povo, seus mitos e religiosidade. A peça aborda o universo mítico africano em uma tentativa de suprir a escassez de referenciais africanos no imaginário infantil, povoado de fábulas e personagens eurocêntricos.

A peça segue em cartaz nos domingos de março, sempre às 17h.


Em março: 20 e 27 | dom | 17h
R$ 20 e 10
Palco Principal

quinta-feira, 17 de março de 2011

Mostra Casa Aberta 2011 - RESULTADO

Em sua 4ª edição, a Mostra Casa Aberta reunirá cerca de 300 artistas em mais de 40 trabalhos coreográficos apresentado em 03 noites durante o mês de abril deste ano. Teremos a vibração do jazz, a beleza do ballet clássico, a alegria das danças regionais e de rua, a interatividade dos trabalhos performáticos, a exuberância das danças do ventre e de salão, a força da dança afro, as composições da dança contemporânea. Tudo no Teatro Vila Velha.

Este ano, teremos algumas novidades! A entrada é gratuita em todas as noites e as apresentações acontecerão em sua maioria no Palco Principal do Teatro Vila Velha, acontecendo instalações e performances na rampa de acesso ao teatro, assim como no foyer, a partir das 19:30h. Todas as noites teremos:
  • "Qual é o seu preço?" - de Wagner Lacerda
  • "Instalações Autopoéticas do Corpo na Contemporaneidade" - Grupo Corpo que Dança do IFBA
Daí, no Palco Principal, as 20h, iniciaremos as apresentações de acordo com a seguinte ordem por
noite:

PRIMEIRA NOITE - 05/04
  1. Coreografia: Tabu - Grupo Experimental de Jazz
  2. Coreografia: La Salamandra - Begoña Cruz
  3. Coreografia: Meio Marota - Bárbara Barbará e Jairson Bispo
  4. Coreografia: No limite da memória - Escola Contemporânea de Dança
  5. Coreografia: Desejos - Arte Dance Bahia
  6. Coreografia: E se... amor - ETUDES
  7. Coreografia: Raqs África - Cia de Dança Beth Soares
  8. Coreografia: Partes de Um - Castelo da Dança
  9. Coreografia: Simples - Ágata Matos
  10. Coreografia: Tango - Batango
  11. Coreografia: Triscou, Pegou - Cia de Dança Robson Crreia
  12. Coreografia: Seus Pensamentos - Pakito Lázaro
  13. Coreografia: Globo da Morte - Cia de Jazz Viviane Lopes
SEGUNDA NOITE - 12/04
  1. Coreografia: Boi Gira Bumbá - Cia Infanto-Juvenil da escola de Dança da FUNCEB
  2. Coreografia: Eu sou o Carnaval - Cia de Dança Kika Tocchetto
  3. Coreografia: Masquerade - EBATECA
  4. Coreografia: A-Traído - Agnaldo Fonseca e Lukas de Jesus
  5. Coreografia: Zouk in Circus - Danças de Salão JK & JF
  6. Coreografia: Capoeira Contato (nome provisório) - Armando Pekeno
  7. Coreografia: Sem Tido - Anderson Danttas
  8. Coreografia: UPWARDS - Julia Robert Pares
  9. Coreografia: Em construção... - Castelo da Dança
  10. Coreografia: Decifra-me ou Devoro-te - Filipe Monte Verde
  11. Coreografia: Mulheres sem Seios - Mulheres sem seios / Asa Malmstrom
  12. Coreografia: Ianques - JKL Dance
TERCEIRA NOITE - 19/04
  1. Coreografia: Matrix - Cia de Dança Valter Leoni
  2. Coreografia: Para Pilar e Meredith (em lamento) - Laura Pacheco
  3. Coreografia: Sete Ventos - Grupo Origens
  4. Coreografia: My life is music - EBATECA
  5. Coreografia: Blue World - ETUDES
  6. Coreografia: Um e Outro - Teatro da Queda
  7. Coreografia: Terreiro.com - Leda Maria Ornellas
  8. Coreografia: A Arte dos Mágicos - Cia de Jazz Viviane Lopes
  9. Coreografia: Vida - Ninfa Cunha e Déo Carvalho
  10. Coreografia: Hip Hop Barroco - The Gangsters
  11. Coreografia: Belly Dance - Malaika
  12. Coreografia: Poema - Ômega Cia de Dança
  13. Coreografia: Hair - Cia On Broadway
Em breve, os selecionados serão contatados para reunião ainda este mês. Boa sorte a todos! Muito grato e CASA está ABERTA!

Janahina Cavalcante e Luiz Antônio Jr.
Coordenação Mostra Casa Aberta 2011

I Encontro de Encenadores da Bahia será realizado em Camaçari

A Rmta – BA (Rede do Movimento de Teatro Amador da Bahia) realiza nos dias 02 e 03 de abril o I Encontro de Encenadores da Bahia que será realizado em Camaçari. O evento será composto por debates sobre o erudito e o popular em relação a montagem de espetáculos com nomes do teatro baiano. Para participar é preciso fazer uma inscrição no valor de R$ 10.00.


Programação:

Sábado 02/04/11 09h ás 12h

- Os desafios do encenador no século XXI - O Teatro Clássico X Teatro Popular

Debatedores: Raimundo Matos Leão: Dramaturgo, Escritor e Professor da Escola de Teatro da UFBA; Elson Campos: Produtor Cultural, Ator e Diretor Teatral; Alfredo Jr: Radialista, Ator e Diretor Teatral.

Sábado 02/04/11 14H ás 17h

- A relação dialógica entre processo e produto.

Debatedores: Rubens Celestino: Diretor e Professor de Teatro; Tony de Souza: Ator e Diretor Teatral.

Domingo 03/04/11 09h ás 12h

- O x da questão: Teatro Coletivo X Teatro Colaborativo - O caráter experimental da cena.

Debatedores: Marcio Meireles: Diretor do Bando de Teatro Olodum; Cátia Garcez: Licenciatura em Teatro, Diretora Teatral e Pesquisadora; Reinaldo Gomes: Diretor Teatral

Onde: Av. Drummond 1515 Centro, Camaçari - Ba

Inscrições:R$ 10,00

Contatos:

71- 4119-0144/9261-9979

E-mail: rede.teatro@uac-rmta.com

Skype: rmta2011

Post retirado daqui: http://www.overmundo.com.br/guia/encontro-de-encenadores-da-bahia

quarta-feira, 16 de março de 2011

Luiz Antônio Jr e seu Véu em Salvador


Depois de circular por 09 cidades do Nordeste, o ator e integrante d'A Outra Companhia de Teatro, Luiz Antônio Jr. apresenta em Salvador o seu trabalho solo: Véu - uma poética do só, resultado de uma pesquisa realizada desde 2007, com a orientação de Fábio Vidal.

O trabalho que trata da violência contra a mulher apresenta, numa estrutura fragmentada e ritualística: dados estatísticos, recortes de jornais, trechos de músicas, histórias pessoais, depoimentos e casos nacionalmente conhecidos. Personagens que tem sua gênese na violência são trazidos a cena: uma criança que é estuprada pelo tio, um homem que mata a esposa, uma mulher que é violentada pelo marido, e uma jovem que perde o útero após uma sucessão de agressões.

Com o patrocínio do Banco do Nordeste, em parceria com o BNDES, oficinas artísticas (teatro e criação de bonecas de pano), entrevistas nas ruas com mulheres, além do espetáculo seguido por debate, foram realizados em: Picos (PI), Crato (CE), Mossoró (RN), Lagarto (SE), Arapiraca (AL), Tuparetama (PE), Campina Grande (PE), Arari (MA) e Igarassu (PE), atingindo mais de 2.300 pessoas diretamente.

Agora, o solo pode ser assistido na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris), gratuitamente, todas as quartas-feiras do mês de março, as 15h. Esta ação além de integrar o projeto contemplado no Prêmio BNB de Cultura 2010 também integra a programação da Fundação Pedro Calmon/Governo do Estado da Bahia que celebra o mês em comemoração a mulher, em virtude do 08 de março. Começam hoje as apresentações e vão até o dia 30/03. As oficinas acontecerão no último domingo do mês (27), das 15h as 17h. As inscrições acontecerão no dia mesmo!


Em tempo, as "Yolandas" de Recife assistiram ao trabalho apresentado em Igarassu no último final de semana e postaram uma crítica em seu blog: www.satisfeitayolanda.com.br.

E ainda este mês, o projeto vai para Ilhéus (as atividades acontecem ao longo do dia 19/03, na Casa dos Artistas) e Alagoinhas (as ações integrarão o Festival Arte e Teatro para Todos, no Centro Cultural de Alagoinhas).

Na página virtual www.poeticadoso.blogspot.com têm tudo sobre o projeto e o desenvolvimento de suas ações.

terça-feira, 15 de março de 2011

Saiu a Lista dos selecionados para o Workshop Butoh-MA com Tadashi - VIVADANÇA Festival Internacional

É importante confirmar a participação no Workshop Butoh-MA.que acontecerá entre os dias 26 de março a 01 de abril, das 13 às 17h, no Teatro Vila Velha – Sala João Augusto, até o dia 18 de março de 2011.

Em caso de desistência, convocaremos os suplentes de acordo com a ordem de classificação, entrando em contato através de e-mail.

Qualquer dúvida, favor entrar em contato no e-mail: oficinasvivadanca@gmail.com

SELECIONADOS

1. Adelice Souza
2.
Alessandra Flores
3.
Alexandre Molina
4.
Ana Lucia Oliveira
5.
Andre Feitosa
6.
Andrea Sales
7.
Bergona Cruz
8.
Bruno De Jesus
9.
Chica Carelli
10.
Ciro Sales
11.
Clara Trigo
12.
Deise Gabriele
13.
Dejalmir Melo
14.
Elane Nascimento
15.
Felipe Andre
16.
Felipe Benevides
17.
Iara Cerqueira
18.
Isa Barreto
19.
Joline Andrade
20.
Laura Pacheco
21.
Leo França
22.
Paula Carneiro
23.
Paulo Fonseca
24.
Rita Aquino
25.
Sandra Corradini
26.
Simon Queven

SUPLENTES

1. Simone Mello
2. Fernanda Santos
3. Simone Gonçalves
4. Pedro Moura
5. Andrea Nunes
6. Fernando Lopes
7. Alex Barreto
8. Thai Lopez
9. Camilla Sarno
10. Rose Boarêtto



segunda-feira, 14 de março de 2011

Projeto de Lei de autoria do deputado Luiz Alberto (PT) foi sancionado pela presidenta Dilma

Agora é Lei! O nome dos heróis da Revolta dos Búzios, ícones da história da Bahia, está inscrito no Livro dos “Heróis da Pátria”. Sancionado pela presidenta da República, Dilma Rousseff, no último dia 04 de março, o Projeto de Lei (PL) 5819/2009, é de autoria do deputado federal Luiz Alberto (PT/BA), baiano de Maragojipe, região do Recôncavo.

“A luta dos que sonhavam com uma república de igualdade e com o fim da escravidão, no século 18, em Salvador, inspirados pela Revolução Francesa, recebe, com esta sansão da presidenta Dilma, uma demonstração de reconhecimento da sua importância para a nação. Esta Lei é mais uma vitória para o povo negro”, declarou o deputado Luiz Alberto. O parlamentar lembrou ainda que o PL foi uma sugestão do Grupo Cultural Olodum, que também trava uma forte batalha contra as desigualdades históricas.

João de Deus, Lucas Dantas, Manuel Faustino e Luis das Virgens, os jovens guerreiros da Revolta dos Búzios, Revolta dos Alfaiates ou Conjuração Baiana – como também é conhecida -, escreveram importante capítulo da história do povo baiano e agora, oficialmente, também são os heróis da Pátria, cujos nomes versam no livro que está depositado no Panteão da Pátria e da Liberdade, em Brasília.

Para maiores informações: http://ow.ly/4dV4t

sexta-feira, 11 de março de 2011

Cabaré da RRRRRaça em temporada no mês do teatro

Foto: João Meirelles

O Bando de Teatro Olodum apresenta em março, mês do teatro, um dos seus maiores sucessos, Cabaré da RRRRRaça. No final de cada apresentação, o grupo traz sempre um cantor convidado. Para o dia 11/03 (sexta), teremos a cantora de soul, jazz e mpb, Mara Nascimento. No dia 12/03 (sábado) será a vez do músico Wilson Café.

Nessa nova montagem, o Bando apresenta uma mudança no elenco: sai o ator Érico Brás e entra no lugar dele Guilherme Silva, interpretando o personagem “Luciano Patrocinado”.

O espetáculo Cabaré da RRRRRaça é uma revista musical que aborda o preconceito racial com muito humor, dança e música. Dirigida por Márcio Meirelles, a peça levanta discussões bem humoradas sobre negritude, racismo e a participação do negro no mercado de consumo, por meio de personagens que já caíram no gosto popular, como o “Patrocinado”, a cantora “Flávia Karine” e o “Super Negão”.


11 a 26/03 | sex e sab | 20h

sex: R$ 20 e 10 / sáb: R$ 30 e 15

Palco Principal

quinta-feira, 10 de março de 2011

Diversão é aqui!

O Vila volta às suas atividades normais depois da folia do carnaval.
A programação já retorna no dia 11/03 (amanhã) com “Cabaré da Rrrrraça”, que segue em cartaz todas as sextas e sábados do mês, seguido por “Áfricas” aos domingos e “A Sacanagem da Outra” as quartas. Teremos duas leituras musicadas e uma dramática, além do monólogo francês “Quatro Contos de Maupassant”, que fará apresentação única aqui no Vila. O lançamento do portal “Bafrik: O que a Bahia tem a ver com a África?” (www.bafrik.com) contará com concerto de música de câmara com o grupo de música contemporânea GIMBA (Grupo de Intérpretes Musicais da Bahia) e entrada franca.

A música continua no Vila com o Choro do Grupo Novato e o Encontro de Compositores na última quinta-feira de março, além de três oficinas: Teatro com Vinicio de Oliveira, Teatro para a Terceira Idade com Iara Colina e Teatro com A Outra Cia de Teatro. Venha se divertir no Vila!

quinta-feira, 3 de março de 2011

Já é carnaval, cidade!



Homenagem ao Carnaval Baiano. Clip gravado em 1988 com música de Nizan Guanaes criada para ajudar as obras de Irmã Dulce. São mais de 100 artistas e personalidades baianas.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Baby do Brasil no Vila

Foto: Cinara Pereira

Ontem, a cantora Baby do Brasil esteve no Vila! Ela gravou depoimentos para um documentário e expressou bastante interesse em se apresentar nos palcos do Teatro. Vamos torcer para que aconteça!



Foto: Cinara Pereira

Foto: Cinara Pereira

As Oficinas do Vila continuam em março

Março é o mês do teatro e o Vila não poderia deixar passar em branco. Sendo assim, teremos três oficinas em março: a Oficina de Formação de Comediantes - “Comédia e Humor Brasileiros” com o Grupo Morro do Riso (SP), a de Teatro com Vinicio de Oliveira e a de Teatro com A Outra Cia. De Teatro. Ainda esse mês, abriremos inscrições para a Oficina Teatro na Melhor Idade, que será ministrada por Iara Colina, em abril.

A Oficina de Teatro com Vinicio de Oliveira terá duração de 3 meses e será destinada a todos que queiram fazer teatro a partir de 14 anos. Ela acontecerá em duas fases: a primeira voltada para improvisação, quando serão desenvolvidos exercícios e jogos voltados para o condicionamento físico e criação de situações; e a segunda fase será focada na construção de personagens do texto que será usado para a mostra final.

A Oficina de Teatro com A Outra Cia. de Teatro terá como tema o jogo enquanto princípio para a criação dramatúrgica. Exercícios e dinâmicas que valorizam o corpo do ator na geração de imagens e símbolos de modo a ressignificar elementos do cotidiano baiano. No final da oficina terão duas intervenções urbanas realizadas entre a Av. Sete e o Farol da Barra. A oficina é gratuita e as inscrições serão feitas através do email: aoutra@gmail.com


Na semana logo após o carnaval, o grupo Morro do Riso (SP), oferece oficina gratuita de humor no Teatro Vila Velha. Uma trupe de garimpeiros tem percorrido cidades brasileiras para ministrar a oficinas de formação de comediantes. As aulas fazem parte do projeto “Comédia e Humor Brasileiros”, do Ministério da Cultura, com o objetivo de descobrir talentos humorísticos para a gravação de um programa piloto e, principalmente, realizar uma grande investigação sobre o que as pessoas acham do humor.


Ainda em março, abriremos inscrições para a Oficina Teatro na Melhor Ida. A oficina terá duração de três meses e será gratuita. Sua fase inicial será de três semanas durante a qual serão selecionados - por meio de critérios de assiduidade, interesse e talento - os alunos mais aptos a integrarem o elenco da montagem. As aulas terão início no dia 11 de abril, sempre as segundas e quartas, das 9h às 11h.


Para maiores informações: http://www.teatrovilavelha.com.br/oficinas-workshops