quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Encontro de Compositores na TVE

Quinta, 30/09, tem a segunda noite do Encontro de compositores, pra gente fechar bem esse mês de setembro! Quem não foi na primeira, pode ver na página do facebook alguns vídeos da noite, releases dos artistas, fotos e até os nomes que surgiram para o nome do evento. Os vídeos podem ser vistos também no nosso canal do youtube.

Além das feras que estiveram presentes no primeiro Encontro, o Cabaré dos Novos vai receber Taís Nader e o Grupo Coro de Cor.

E amanhã, 3 dos compositores estarão ao vivo no TVE Revista. Todo mundo pode assisitir, ou de casa ou pela net. Aqui, a partir das 12:15hs.

Ah, vai ter sarapatel!


Dia 5/10 acontece a segunda edição do projeto Paredes em Movimento

A segunda edição do projeto Paredes em Movimento abre as portas, portões e movimenta as paredes do Cine Teatro Solar Boa Vista para que profissionais da dança dialoguem sobre o tema “A Palavra e a Dança – diálogos para construção de textos”. O projeto prevê a criação de espaços de diálogo e interação entre a Dança e outras linguagens artísticas, como as artes visuais, a literatura, a música, o teatro, dentre outras.

Na Sala Silvio Robatto, acontece o Papo Solar, que tem como convidados cinco profissionais que utilizam a palavra como ferramenta de criação, registro, crítica ou pesquisa acadêmica nos seus respectivos meios e veículos de comunicação. Mediados pelo bailarino Paulo Fonseca, do BTCA, participam do Papo: Ciane Fermandes, Gilsamara Moura, Joceval Santana, Lia Rodrigues e Lúcia Mascarenhas.

O Papo Solar é aberto ao público e tem como objetivo promover o debate em variados temas culturais, aproximar público e profissionais da área artística, promover a reflexão através do conhecimento de temas específicos e difundir a dança.



No Foyer, acontece intervenção visual coordenada por Marcos Costa, instrutor da oficina de Artes Visuais do Ponto de Cultura do Solar. A intervenção, especialmente concebida para o projeto, conta com a colaboração dos alunos da oficina. A idéia é dar vida e movimento às principais portas e portões do solar, além de criar um espaço de paredes móveis, biombos, que podem ser

A coordenação do projeto é de Cristina Castro através do Núcleo de Extensão BTCA.
Contato: 8844 3828 / cristina.viladanca@gmail.com

2ª Edição do projeto Paredes em Movimento

Intervenção Visual
Artista convidado: Marcos Costa (Coordenação) - Oficina de Artes Visuais do Ponto de Cultura do SOLAR
Local: Foyer - Portas, Portões e Paredes móveis
Visitação: 05/10 a 30/11
Terças a Domingos, das 14 às 20h

PAPO Solar
As Palavras e o Movimento - diálogos para construção de textos
Convidados: Ciane Fermandes, Gilsamara Moura, Joceval Santana e Lúcia Mascarenhas
Mediação: Paulo Fonseca
Local: Sala Silvio Robatto
Data: 05/10, às 19h
Grátis

Maiores Informações:
Cine Teatro Solar Boa Vista de Brotas: End. : Praça Marquês de Abrantes, s/n, Parque Solar Boa Vista, Engenho Velho de Brotas. Tel: 71 3116-2000
E-mail: cineteatro.solar@gmail.com
Site: www.blogdosolar.wordpress.com

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

"Bota Dentro" do Grupo Vilavox

O Grupo Vilavox, um dos antigos grupos residentes do Teatro Vila Velha, convida para o "Bota Dentro" da sua nova casa, no próximo sábado (02/10). Gordo Neto manda o recado abaixo!

Segunda edição do Encontro de Compositores: venha participar deste momento!

O Teatro Vila Velha realiza no próximo dia 30/09, às 20h, mais uma edição do Encontro de Compositores, evento musical realizado por um time de artistas de estilos e gerações diferentes. O encontro, que estreou em agosto acontece no Cabaré dos Novos e tem ingressos a R$ 10 e 5.

Integram o time: Jarbas Bittencourt, Arnaldo de Almeida, Manuela Rodrigues, Sandra Simões, Ronei Jorge, Dão, Pietro Leal, Thiago Kalu, Carlinhos Cor das Águas e Deco Simões. “A idéia do Encontro de Compositores é ter o público próximo em algo que sempre acontece quando nos encontramos e passamos um tempo tocando e trocando ideias sobre o universo de nossas canções", conta Jarbas Bitterncourt. Na edição de setembro, a cantora Taís Nader e o Coro de Cor são os convidados.

Na ambientação do Cabaré dos Novos, o Encontro de Compositores proporciona o clima de bate-papo em mesa de bar, violão, letra, música e integração com a plateia.

Confira a página especial do Facebook sobre o Encontro de Compositores: http://bit.ly/dnXTWH



Encontro de Compositores
Cabaré dos Novos
Dia 30/9 | quinta-feira | 20h
Ingresso: R$ 10 e R$ 5

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Desdobramentos do 1º Encontro de Dança Inclusiva

Vocês lembram que no início de setembro, fizemos um post sobre o 1º Encontro de Dança Inclusiva? O evento já acabou mas deixou uma série de discussões acerca da prática de dança por pessoas com e sem deficiência. A especialista Virgínia Souza aborda o tema em post do Idança.net, para saber dos assuntos que foram debatidos. Participem dessa discussão!

Imagem de Judite quer chorar, mas não consegue! idealizado pelo dançarino e ator Edu O., apresentada no 1º Encontro de Dança Inclusiva

"Muito a se pensar sobre a dança inclusiva

Atendendo a uma necessidade no campo das artes, e mais especificamente da dança, realizou-se entre os dias 8 e 12 de setembro de 2010 o 1° Encontro de Dança Inclusiva – O que é isso? em Salvador. O evento foi idealizado pelos dançarinos e pesquisadores Edu O., Fátima Daltro e Eleonora Motta e aconteceu no espaço Xisto.

A proposta deste evento foi realizar uma reunião de artistas com e sem deficiência, pesquisadores em dança, profissionais na área de comunicação, educação, psicologia e produção para promover um debate interdisciplinar sobre a participação efetiva das pessoas com deficiência no processo de inclusão social tão divulgada e difundida nos últimos tempos, sobretudo no campo artístico de dança. As discussões giram em torno de acessibilidade, profissionalização e inserção no mercado de trabalho de artistas/dançarinos com deficiência e que não tiveram acesso à informação e formação em dança nos ambientes acadêmicos e espaços formais de ensino de dança.

Anos atrás, a deficiência era discutida apenas do ponto-de-vista médico, recebendo um tratamento bastante específico e que já não cabe nas discussões de hoje. Não vemos mais a deficiência como problema ou anormalidade, mas sim como uma singularidade do indivíduo. Isso significa que, para a dança, a deficiência se apresenta como uma qualidade de movimento e corpo, encontrada em qualquer dançarino. Há quem diga que o dançarino com deficiência se diferencie em sua qualidade de movimento e solução de objeções, porém, não devemos esquecer que toda pessoa possui habilidades e impedimentos próprios, que todos estamos fazendo escolhas e adaptações constantemente, não sendo isso uma particularidade da pessoa com deficiência.

Embora muito se fale a respeito da dança inclusiva, sabemos que ainda existem diversos questionamentos sobre o tema. Primeiramente, devemos esclarecer que o termo dança inclusiva se disseminou entre os profissionais num momento de dificuldade em encontrar um termo melhor para falar em dança para/com pessoas com deficiência. Esse foi um dos pontos discutidos no evento e pudemos concluir que a até então chamada dança inclusiva nada mais é que dança. Segundo os participantes do encontro, não devemos tratá-la como uma categoria dentro da dança, pois feita por bailarinos, sejam eles com ou sem deficiência, deve chamar-se dança. Além disso, terminologias como ‘inclusivo’ ou ‘inclusão’ indicam que existe a exclusão e as pessoas que trabalham na área adotam um posicionamento contrário a uma dança que inclui pessoas por alguma característica que elas possuam. Aos poucos, a dança abre espaços para bailarinos com corpos e movimentação diversos e assim, aquilo que assemelhava-se a um ‘gueto’ toma outra configuração e se estabelece no cenário artístico.

Iniciativas como as do 1° Encontro de Dança Inclusiva – O que é isso? são capazes de disseminar conhecimento, ajudando na quebra de estereótipos e reconhecimento artístico."

Confira o post na íntegra clicando aqui.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O meio ambiente e as praias agradecem! Projeto Joguelimpo com Nossas Praias 2010


No dia 20 de setembro é comemorado o Dia Mundial de Limpeza das Praias. Em centenas de países ao redor do mundo, a data marca a mobilização de milhares de voluntários ávidos por proteger e preservar as praias e conscientizar os banhistas da importância de recolher seus resíduos.

Na Bahia, o projeto Joguelimpo com as Nossas Praias, idealizado pela Organização Sócio-Ambiental Joguelimpo, em parceria com o Projeto TAMAR, e integrante da campanha internacional Clean up the World (simultânea em 122 países), acontece em Salvador no próximo sábado 25/9. esta é a 13ª edição do projeto e acontece no total em sete municípios baianos – Conde, Mata de São João, Camaçari, Salvador, Cairu, Maraú e Caravelas.

Criado em 1997, o projeto já recolheu cerca de 44 toneladas de lixo ao longo de 146km do litoral baiano e mobilizou mais de 9 mil voluntários. Como visa também auxiliar a parte social, os organizadores criaram uma taxa simbólica de inscrição com a doação de 1kg de alimento e um livro. Neste período, mais de 3 toneladas de alimentos foram arrecadados e doados para instituições locais escolhidas pela organização, bem como os mais de 1400 livros. Para mais informações, acesse www.joguelimpo.org.br.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Aulas experimentais de esgrima no Vila: Quer saber como foi?

Quando se fala em esgrima, é comum as pessoas lembrarem de filmes como Os Três Mosqueteiros, Robin Wood, A Marca do Zorro", não é? Nesses filmes, o herói luta fazendo movimentos amplos com a espada e correndo pelo cenário com ela em punho. Mas a esgrima moderna é um esporte com movimentos rápidos e sutis bem como ações rápidas.

Nos últimos dias 14, 17 e hoje (21), aconteceram as aulas experimentais de esgrima oferecidas pelo Vila Velha. Elas tem o objetivo de familiarizar o iniciante com os fundamentos, as técnicas e a estética da esgrima moderna, capacitando-o a executar movimentos básicos da esgrima de florete e sabre para utilização cênica.




A atividade é ministrada por Romeu Resende, Mestre D’armas graduado pela Escola de Educação Física do Exército e especialista em condicionamento físico para teatro e dança, com atuação junto a grupos como Salto, Viladança, Companhia de Teatro dos Novos, e instrutor de esgrima cênica para a escola de teatro da UFBa e para os espetáculos Rapunzel (1981), Lúcia de Lamemour (1987) e Hamlet (2005).


A esgrima pode ser praticada por todos, desenvolvendo as qualidades físicas de resistência, velocidade e precisão, e as qualidades morais de julgamento, decisão e vontade. É um excelente meio para disciplinar, ampliar, justapor e coordenar as impressões sensórias (táteis, visuais, auditivas, musculares) e as ações psicomotoras.

Fiquem de olho que em breve o Vila vai trazer mais novidades sobre oficinas de esgrima. Touchè!

Músico Marcos Welby apresenta seu novo álbum no Teatro Vila Velha

O músico, compositor e intérprete Marcus Welby apresenta as músicas de Dono de Mim, seu mais recente disco em um show intimista no Cabaré dos Novos, do Teatro Vila Velha, no próximo dia 28/9, às 20h. O repertório é composto de canções como Grão de Areia, Golpe da Paixão, Ondas e A Solidão. O álbum conta ainda com a participação da cantora Mariene de Castro.

Dono de Mim reflete um desejo de Welby, que é professor da Universidade do Estado da Bahia - UNEB, deficiente visual e militante nas reivindicações aos direitos das pessoas com deficiências. “Quero ver todas as pessoas acreditando e lutando para realizar os seus sonhos. O sonho é uma condição para a existência humana, e seu contrário, o desistir dele, significa a separação, o silêncio e a morte do acreditar”, analisa Welby.

O cantor realiza ainda diversas atividades socioculturais junto a instituições sem fins lucrativos. Para saber mais, acesse o site dele: http://www.marcuswelby.com.br



Cabaré dos Novos – Teatro Vila Velha
Dia 28/9 | terça | 20h
Ingressos: R$ 20 e 10

Dia mundial sem carro - amanhã



O Dia mundial sem carro é um movimento que começou em algumas cidades da Europa nos últimos anos do século 20, e desde então vem se espalhando pelo mundo, ganhando a cada edição mais adesões nos cinco continentes. Trata-se de um manifesto/reflexão sobre os gigantescos problemas causados pelo uso intenso de automóveis como forma de deslocamento, sobretudo nos grandes centros urbanos, e um convite ao uso de meios de transporte sustentáveis - entre os quais se destaca a bicicleta.
E aí, vai aderir?

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Matilde – La cambiadora de cuerpos,de Hebe Alves, estreia no Teatro Vila Velha

De forma crítica e bem humorada, o espetáculo Matilde – La cambiadora de cuerpos, dirigido por Hebe Alves co-direção de Fábio Espírito Santo, vai estrear no Teatro Vila Velha no próximo dia 24 e traz para a cena, personagens inspirados em âncoras de TVs, repórteres, apresentadores dos programas de auditório e personagens públicos.

As atrizes, Elaine Cardim e Tatiana de Lima, se revezam no papel de 29 personagens e a encenação reúne linguagem audiovisual e teatralidade, através de projeções de vídeo que interagem durante todo o espetáculo.

Matilde – La cambiadora de cuerpos
Onde: Palco Principal – Teatro Vila Velha
Dias 24, 25 e 26/9 | sexta, sábado e domingo | 20h
Ingressos: R$ 20 e 10

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

(será?) Segunda Reforma Cultural Baiana

Uma Reforma Cultural Baiana está acontecendo? É o que defende Lucas Jerzy Portela em seu Blog - O Último Baile dos Guermantes. No seu post de 12 de setembro ele defende a teoria que já tinha lançado antes. Abaixo um trecho do texto e aqui e aqui os links.

"... Baile Esquema Novo indo pro centro da cidade, Bêco dos Artistas se reerguendo, o Teatro Vila Velha sediando Encontro de Compositores Bahianos ... O Espaço Unibanco Glauber Rocha Artplex se tornando multiuso desde o carnaval (com a Varanda do Glauber, fundamental para a revitalização da Praça Castro Alves), e anteontem sediando showzaço bem cheio do Baiana System.

Piu piu, trem trem – quem não notou ainda saia da frente porque estamos vivendo uma segunda etapa da Reforma Cultural Bahiana. Se por um lado o Rónei Jorge & Os Ladrões de Bicicleta encerram atividade, por outro o Retrofoguetes grava programa para a TVE que vai ser distribuido em pen-drives e CDs para 600 escolas estudais do interior. É um golpe de misericórdia no Axé-Sistem, tal qual Ricardo Castro dizer que gostaria de ver CDs do Neojibá serem vendidos pirateados na praia de Itacaranha, Subúrbio Ferroviário, que nem pagodão..."


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

SEMINÁRIO JEAN-YVES LOUDE

A adida cultural do consulado Francês na Bahia, Irène Kirsch avisa do Seminário Jean –Yves Loude, que vai acontecer no PAF I nos dias 4 e 5/10, a partir das 14h. O tema é “O Encontro da África e da Europa” (4/10) e “Pepitas Brasileiras” (5/10).

Jean-Yves Loude é jornalista, etnólogo e escritor. Nasceu em Lyon, no sudoeste da França, em 1950. Foi a partir da leitura de autores como Alexandra David-Neel, Kipling, Kessel, Jules Verne que ele, ainda na adolescência, desejou tornar-se escritor viajante. Aos vinte anos trocou a Europa pela Índia, Nepal, Paquistão, Afeganistão, Irã, as suas grandes primeiras viagens. Desde então, ele não pára de percorrer os continentes à procura do humano, na tentativa de descrever as riquezas das culturas e o imaginário dos povos. A experiência vivida e as informações recolhidas nas inúmeras cidades que percorreu são o substrato e o ponto de partida para a criação de seus textos literários.

Depois de concluir o doutorado em Antropologia, viveu dois anos junto aos Kalash, montanheses politeístas do Himalaia, no Paquistão. Durante a temporada paquistanesa pode pesquisar e recolher o material para desenvolver o trabalho etnográfico. Em outro momento, em Cabo Verde, recolheu músicas locais crioulas, possibilitando assim, um resgate histórico da tradição africana.

Loude é autor de uma obra variada que abarca o romance, o ensaio, a etnologia, os relatos de viagem, a poesia e o romance juvenil. Dos seus livros, destacamos Le Roi d'Afrique et la Reine Mére (1994), La Réserve des Visages Nues (2000), Sonate D'Autommne à Montréal (2001) Cap-Vert, Notes Atlantique (2002).

Preparativos para a I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia



Hoje (16) pela manhã, no Estúdio do Vila, “pegamos no flagra” Thaís Matos, Luis Alberto, Nit Uirá e Maise Xavier editando vídeos para a I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia. Os detalhes da I Mostra estão sendo operacionalizados pelos participantes das Oficinas Audiovisuais do Ponto de Cultura Teatro Vila Velha. Realizadas entre maio e agosto, as oficinas deram a 50 jovens e adultos noções de linguagens, técnicas, produção, pós-produção, finalização e edição audiovisual. Como resultado prático, além da mostra, os alunos das oficinas produziram, em conjunto, quatro vídeos de curta duração.


SOBRE A I MOSTRA AUDIOVISUAL DOS PONTOS DE CULTURA DA BAHIA

A Mostra é uma realização do Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha e tem o objetivo de discutir a produção audiovisual na Bahia, ao promover a troca de informações e experiências, identificando dificuldades e demandas no que diz respeito à produção, à exibição e distribuição. As inscrições são gratuitas e estão franqueadas tanto para os criadores quanto para o público interessado em conferir o que está sendo produzido pelos jovens de Pontos de Cultura. A ficha de inscrição e o regulamento com detalhes de como participar estão disponíveis no endereço www.teatrovilavelha.com.br/mostra.









Inscrições para I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Quando: até 18/09 | sábado.

Inscrições para I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Quando: até 27/09 | sábado.

Quanto Grátis
Site: www.teatrovilavelha.com.br/mostra

I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Dias: 6 e 7 de outubro | quarta e quinta
Quanto: Grátis
Realização: Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha

FILTE 2010: Tales of The Body mescla linguagens artísticas em apresentação.

Este espetáculo está inspirado nas memórias do corpo e construído a partir das paisagens humanas e das imagens que tem nos habitado internamente. Em Tales of the Body brincamos com varias linguagens cênicas criando uma ruptura com os esquemas de espaços e de movimentos habituais, que nos permitem desenvolver uma nova proposta coreográfica. Nosso trabalho investiga nas fontes da dança butoh, o teatro do gesto e o expressionismo, em íntima relação com a instalação plástica.



Palco Principal
16/9 | quinta | 20h30
R$ 10 e 5

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Arrasou!















Estamos achando que Vânia participou de algum quadro de transformação de beleza...
A mulher chegou poderosa no Vila e garante que vai manter o novo visual!

Notícias de Segunda

A Outra Companhia de Teatro lança o seu boletim informativo: Notícias de Segunda. Nele, o grupo contará suas andanças, trará informações sobre suas ações e compartilhará sobre seus processos de pesquisa, além de notícias de grupos/artistas parceiros e amigos. Se quiser receber, manda um e-mail para aoutra@gmail.com.

Teatro Vila Velha inscreve para oficinas de Dança Flamenca para iniciantes


Em outubro, a bailarina mineira Laura Pacheco, jornalista e mestranda em Dança pela UFBA realiza oficina de Dança Flamenca no teatro Vila Velha. Laura vai apresentar alguns princípios do flamenco, seqüências coreográficas, palmas e sapateado em experimentos com bases musicais flamencas. O investimento é R$ 100 e as aulas acontecem aos sábados de outubro, a partir do dia 09/10, das 10h às 12h. Durante as aulas, os alunos desenvolverão a musicalidade e o ritmo da dança espanhola, que tem marcações do compasso com pés e palmas fortes.

Entre os muitos benefícios da Dança Flamenca estão a postura perfeita, o aumento da elasticidade e flexibilidade e o desenvolvimento da consciência corporal. Além disso, os praticantes da dança ganham agilidade e grande capacidade de expressão. Os benefícios do flamenco vão além do físico, auxiliando a desbloquear emoções e liberar as tensões e o stress do dia-a-dia. Pode ser praticada em qualquer idade e é uma dança sedutora e marcante que trabalha a auto-confiança e a desinibição.

Oficinas de dança Flamenca com Laura Pacheco
Quando: Sábados de outubro, das 10 às 12h.
Início das aulas: 09/10/2010
Investimento: R$ 100
Telefone: 71 3083-4616 (a partir das 15h)
Mais informações: comunicacao@teatrovilavelha.com.br

FILTE 2010: Apresentação do espetáculo Confissões (Viagem da presença ao personagem) foi cancelada



O espetáculo Confissões (Viagem da presença ao personagem) que seria apresentado na próxima sexta-feira, dia 17/09, dentro da programação do Festival Latino-americano de Teatro – FILTE no Teatro Vila Velha foi cancelada. O restante da programação segue normalmente e você pode conferir no site do Vila: http://www.teatrovilavelha.com.br

FILTE 2010: Poemas, canções e peças musicais em Con-cierto Olvido




Con-cierto Olvido


Incorpora poemas, canções e peças musicais articuladas num formato de um concerto teatral, no qual os atores diZEM, evocam, tocam, cantam e interpretam temas e textos de autores como Edward Gordon Graig, Bertolt Brecht, Jorge Manrique, assim como do repertório de Yuyachkani.
Con-cierto Olvido propõe um percurso sensível sobre temas universais como o amor, a morte a liberdade, a identidade nacional, a memÓria, a força do espírito e a esperança.

Palco Principal
15/9 | quarta | 20h30
R$ 10 e 5

terça-feira, 14 de setembro de 2010

FILTE 2010: "Gennesius", espetáculo da Cia. de Teatro Finos Trapos, será apresentado hoje.


Gennesius

Gennesius conta a biografia fabular e ficcional de Genésio. Uma história composta a partir de uma emocional colcha de retalhos, de memórias de inúmeros artistas cênicos baianos. O anti-herói, um artista nordestino do interior da Bahia, ao longo dos caminhos e descaminhos de sua vida, acumula experiências de candor e de maravilha. Um mito, uma lenda musical que lança olhar sobre Genésio em suas dimensões sensíveis como artista e homem de teatro. Sua história é contada em três grandes passagens caminhosas: o sertão – espaços da saudade, o circo – Panis et Circense, e a cidade – territórios da revolta, tempos e espaços de cada um dos três atos do espetáculo. Figuras míticas e ontológicas como Dona Perpétua, Seu Luzido, Jocasta, Dom Jones, Paiaço Melancia, Constantino Stanislau e Seu Andarilho povoam o imaginário de Genésio – aquele que é filho do vento e da delicadeza.

Palco Principal
Dia: 14/9 | terça | 20h30
R$ 10 e 5

FILTE 2010: Um morto à procura de seus ossos em "Adeus Ayacucho"



Adeus Ayacucho


É um espetáculo onde a sua criação dramatúrgica e de palco foi semeada a partir do texto original de Ortega (Adios Ayacucho). O espetáculo narra a história de um morto que faz uma viagem desde o interior do Peru até Lima, na procura dos seus ossos, que foram dispersos pelo país para ocultar o seu assassinato no tempo da ditadura no Peru. No percurso o homem morto atravessa uma serie de percalços até arribar a Lima, onde consegue chegar perto do presidente para exigir a devolução das outras partes do seu corpo para poder ter um sepultamento digno de um ser humano.

Palco Principal - Teatro Vila Velha
Dia: 13/9 | segunda | 20h30
R$ 10 e 5

Inscrições para I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia acontecem até dia 18


Produtores de vídeo que desejem participar da I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia, que acontecerá no Teatro Vila Velha nos dias 6 e 7 de outubro, devem realizar a inscrição até o próximo dia 18/09. Podem inscrever-se produtores que criaram seus vídeos ou filmes durante processos de oficinas realizadas em Pontos de Cultura. Os vídeos selecionados serão exibidos e debatidos em mesas redondas, que contarão com a participação de acadêmicos, cineastas e produtores.

A Mostra é uma realização do Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha e tem o objetivo de discutir a produção audiovisual na Bahia, ao promover a troca de informações e experiências, identificando dificuldades e demandas no que diz respeito à produção, à exibição e distribuição.

As inscrições são gratuitas e estão franqueadas tanto para os criadores quanto para o público interessado em conferir o que está sendo produzido pelos jovens de Pontos de Cultura. A ficha de inscrição e o regulamento com detalhes de como participar estão disponíveis no endereço www.teatrovilavelha.com.br/mostra.

Oficina – Os detalhes da I Mostra estão sendo operacionalizados pelos participantes das Oficinas Audiovisuais do Ponto de Cultura Teatro Vila Velha. Realizadas entre maio e agosto, as oficinas deram a 50 jovens e adultos noções de linguagens, técnicas, produção, pós-produção, finalização e edição audiovisual. Como resultado prático, além da mostra, os alunos das oficinas produziram, em conjunto, quatro vídeos de curta duração.

Inscrições para os vídeos da I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Quando: até 18/09 | sábado.

Inscrições para o público da I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Quando: até 27/09 | sábado.

Quanto Grátis
Site: www.teatrovilavelha.com.br/mostra

I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia
Dias: 6 e 7 de outubro | quarta e quinta
Quanto: Grátis
Realização: Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Hoje tem o espetáculo Rosa Cuchillo no Vila, dentro da programação do FILTE 2010.


Um ritual de purificação, limpeza e florescimento do jeito tradicional de alguns povos dos Andes do peru. É a história de uma causa de amor. Rosa Cuchillo é a mãe que procura além da morte o seu filho desaparecido, percorrendo os outros mundos (O mundo de Abaixo "Uqhu Pacha" e o Mundo de Acima "Hanaq Pacha"). Seu retorno a esta terra (o "Kay Pacha") procura armonizar a vida e através da dança ajudar a que as pessoas percam o medo e comecem a ganhar ao esquecimento.

Palco Principal - Teatro Vila Velha
Dia: 13/9 | segunda | 20h30
R$ 10 e 5

sábado, 11 de setembro de 2010

FILTE 2010: Encontro dos grupos Yuyachkani (Peru), Odin Teatret (Dinamarca) e Lume Teatro (São Paulo)


Dentro da programação do Festival Latino Americano de Teatro da Bahia - Filte 2010, acontece no Vila um encontro bem especial entre Eugênio Barba, diretor do Odin Teatret (Dinamarca), pesquisador e criador teatral italiano, Miguel Rubio, diretor do grupo peruano Yuyachkani e o ator Carlos Simioni, do grupo Lume Teatro (São Paulo). O bate-papo abordou as realidades dos grupos e a dinâmica das atividades e rotinas realizadas, apresentando percepções diferenciadas sobre fazer teatro em grupo.








Eugênio é fundador e diretor do Odin Teatret em 1964, uma companhia fundada em Oslo (Noruega) e que se mudou para Holstebro (Dinamarca),em 1966. Na época, a cidade que tinha 18 mil habitantes. O Odin Teatret propõe uma relação entre os espetáculos e a comunidade.















Carlos Simioni, é ator do grupo LUME, um núcleo interdisciplinar de pesquisas da Unicamp. O grupo existe há 25 anos e se consolida como um dos mais importantes grupos teatrais da atualidade no Brasil, idealizado e fundado por Luís Otávio Burnier (1956-1995).














Miguel Rubio, do grupo Yuyachkani, mostrou a realidade do grupo, do teatro peruano e latino-americano. O Yuyachkani é o coletivo teatral mais importante do Peru e é uma grande referência latino-americana no novo teatro popular. Trabalhando desde 1971 na vanguarda da experimentação teatral, o nome do grupo é uma palavra Quéchua que significa “Eu estou pensando, eu estou lembrando”.













Quem participou do início do bate-papo foi a atriz e pesquisadora inglesa Julia Varley, também do Odin Teatret da Dinamarca. Ela complementou a realidade abordada por Eugenio Barba na conversa.


sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Eugênio Barba no Teatro Vila Velha


Um encontro especial vai acontecer neste sábado, dia 11, no Cabaré dos Novos - Teatro Vila Velha, às 14 horas, integrando a programação do Festival Latino Americano de Teatro da Bahia - Filte 2010. O renomado pesquisador e criador teatral italiano, Eugênio Barba, diretor do Odin Teatret (Dinamarca), vai bater um papo com o público e revelar uma percepção diferenciada de pensar o teatro. Também vão participar do encontro Miguel Rubio, diretor do grupo peruano Yuyachkani, e o ator Carlos Simioni, do grupo Lume (São Paulo). O encontro é aberto ao público.

No domingo, dia 12, Eugênio Barba e Julia Varlei, atriz do Odin Teatret, prestarão homenagem aos 40 anos do Grupo Yuyachkani. A homenagem será na Sala Principal do Teatro Vila Velha, às 9 horas e a entrada também é aberta ao público.


40 anos do Grupo Yuyachkani no Teatro Vila Velha

foto: Francesca Sissa

O FILTE 2010 faz uma homenagem aos 40 anos do grupo peruano Yuyachkani, um dos mais importantes da América Latina, que se apresentará no evento, com um projeto que envolve sete espetáculos, seis demonstrações de trabalho, uma conferência e três encontros com outros grupos e personalidades do teatro mundial. A programação, que está disponível na íntegra no site do festival, também inclui cursos e lançamentos e encontros.


quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Cristina Castro participa do I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia

Cristina Castro, coreógrafa e diretora do Núcleo Viladança do Teatro Vila Velha, foi convidada para participar do I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia, evento realizado pela Fundação Cultural do Estado – FUNCEB que busca contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva das artes na Bahia através da potencialização de redes colaborativas. Cristina vai participar da mesa redonda Redes e Espaços Culturais, numa abordagem das possibilidades de uso de espaços para a articulação de jovens em formação, artistas, grupos, técnicos etc. A discussão acontecerá no dia 11/9, das 9h às 12h no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha (Praça Castro Alves – Centro).

Cristina é diretora e curadora do VIVADANÇA Festival Internacional e fundadora e coreógrafa da Cia. Viladança, grupo residente do Teatro Vila Velha, entre outros projetos. Também participou de diversos seminários e programas de intercâmbio internacionais. Além de Cristina, a mesa será formada por Márcia Leite (SESC Nacional), Margareth Tamburu (Centros de Educação Unificados – CEUs SP) e Perfeito Fortuna (Fundição Progresso).

SOBRE O I FÓRUM DE ARTES, MERCADO E TECNOLOGIA
De 9 a 11 de setembro, Salvador vai reunir nomes de referência nacional e internacional em articulação de redes de cultura no I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia – FAMT. O FAMT agrega discussões referentes às áreas de artes visuais, audiovisual, circo, dança, música e teatro, além de espaços culturais, para abordar artes, mercado e tecnologia na perspectiva de redes e de um sistema criativo transversal. O evento oferece programação gratuita, com três mesas temáticas e um Laboratório Criativo, e se realiza no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha.
O FAMT é promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA). Mais informações: www.fundacaocultural.ba.gov.br/famt ou no Twitter: www.twitter.com/famt_funceb.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

FILTE - Bahia


Teatro Vila Velha também é palco do Festival Latino-americano de Teatro da Bahia - FILTE 2010

A terceira edição do Festival Latino-americano de Teatro – FILTE propõe mais uma vez a interação entre a expressão artístico-teatral dos países latino-americanos com o teatro do Brasil. Durante onze dias (09 a 19/09), grupos cênicos locais, nacionais e vindos do exterior – de países como Peru, Chile e EUA – vão apresentar mais de 30 espetáculos em diversos palcos de Salvador, além de apresentações gratuitas em praças públicas.

O FILTE 2010 faz uma homenagem aos 40 anos do grupo peruano Yuyachkani, um dos mais importantes da América Latina, que se apresentará no evento, com um projeto que envolve sete espetáculos, seis demonstrações de trabalho, uma conferência e três encontros com outros grupos e personalidades do teatro mundial. A programação, que está disponível na íntegra no site do festival, também inclui cursos e lançamentos.

Buguinha DUB realiza workshops em Salvador e Camaçari

foto: Barbara Falcón

Em outubro, o Teatro Vila Velha e a Cidade do Saber (Camaçari) recebem o sound designer Buguinha Dub (PE), que realizará um workshop com duração de 2h, sobre técnicas de gravação e mixagem. Serão oferecidas 30 vagas (gratuitas) em cada cidade, para técnicos de som, produtores musicais e músicos com atuação comprovada em suas respectivas áreas. Os interessados deverão enviar currículo para o email workshopdub@gmail.com para seleção prévia. O evento conta com o apoio da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB e é uma co-realização do Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha.

Buguinha Dub produziu músicas e discos de grupos e artistas como Nação Zumbi, Racionais, Mestre Ambrósio, Monjolo, Lucas Santtana, Cordel do Fogo Encantado e Mundo Livre S.A. No seu trabalho como DJ, toca toda essa produção utilizando equipamentos analógicos da década de 70, ligados entre si a um laptop e placas de com digital de primeira linha. (www.myspace.com/buguinhadub). No workshop, ele também vai realizar uma mostra das técnicas utilizadas em seu trabalho autoral, denominado Vitrola Adubada.

Workshops com Buguinha Dub
Onde: Cidade do Saber (Camaçari) e no Teatro Vila Velha (Salvador).
Quando: Camaçari: 15/10 (sexta-feira), das 14 às 16h | Salvador: 16/10 (sábado), das 10 às 12h.
Quanto: Grátis. Seleções prévias através do email: workshopdub@gmail.com
Telefone: 71 8793-2770.
Realização: Barbara Falcón | FUNCEB | Teatro Vila Velha
Site: www.teatrovilavelha.com.br

INSCRIÇÕES ABERTAS: A Outra Companhia de Teatro realiza oficina durante três meses (20/9 a 18/12)

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia


Já estão abertas as inscrições para produtores de vídeo que desejem participar da I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia. Agendada para 6 e 7 de outubro, a mostra é uma realização do Ponto de Cultura do Teatro Vila Velha e pretende dar visibilidade à produção audiovisual dos Pontos de Cultura do estado.

Podem inscrever-se produtores que criaram seus vídeos ou filmes durante processos de oficinas realizadas em Pontos de Cultura. Os vídeos selecionados serão exibidos e debatidos em mesas redondas, que contarão com a participação de acadêmicos, cineastas e produtores. O objetivo é discutir a produção audiovisual na Bahia, ao promover a troca de informações e experiências, identificando dificuldades e demandas no que diz respeito à produção, à exibição e distribuição.

As inscrições são gratuitas e estão franqueadas tanto para os criadores quanto para o público interessado em conferir o que está sendo produzido pelos jovens de Pontos de Cultura. A ficha de inscrição e o regulamento com detalhes de como participar estão disponíveis no endereço www.teatrovilavelha.com.br/mostra.

Oficina – Os detalhes da I Mostra estão sendo operacionalizados pelos participantes das Oficinas Audiovisuais do Ponto de Cultura Teatro Vila Velha. Realizadas entre maio e agosto, as oficinas deram a 50 jovens e adultos noções de linguagens, técnicas, produção, pós-produção, finalização e edição audiovisual. Como resultado prático, além da mostra, os alunos das oficinas produziram, em conjunto, quatro vídeos de curta duração.

I Mostra Audiovisual dos Pontos de Cultura da Bahia

6 e 7 de outubro | quarta e quinta

Entrada franca

Cristina Castro é convidada para a II Plataforma Estado da Dança, em São Paulo

Cristina Castro, coreógrafa e diretora artística do Núcleo Viladança do Teatro Vila Velha, foi convidada pelo Teatro da Dança para acompanhar a II Plataforma Estado da Dança, que começou ontem (01/09) e acontece até o próximo dia 12/09 em São Paulo. Hoje (03/09), Cristina representa a Bahia no Encontros da Plataforma, um momento dentro da programação que abordará as formas de programação em/de dança no Brasil, sob a mediação de Cássia Navas. Além de Cristina, outros 19 curadores e programadores, foram convidados para acompanhar a programação.

Nestes 11 dias de evento, serão apresentados 15 espetáculos, todos premiados pelo último edital do Programa de Ação Cultural – ProAC, da Secretaria de Estado da Cultura, na categoria Novas Produções. Os espetáculos acontecem no Centro Cultural São Paulo - CCSP, na Estação da Luz e próprio Teatro da Dança. O Teatro da Dança é uma instituição da Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo, gerenciada pela Associação Paulista de Amigos da Arte – APAA.

Ballet para crianças segue a todo vapor no Vila!


Desde o dia 16 de agosto, um grupo com 22 garotas vêm ocupando a Sala João Augusto, aqui no Vila. É a turma da Oficina de Ballet para Crianças, oferecida pelo Núcleo Viladança, sempre nas tardes de segunda e quarta, com a profª e bailarina Janahina Cavalcante.

Esta é a 3ª vez que o Viladança realiza a atividade. Ainda no ano passado, foi realizada a primeira oficina que finalizou, após 02 meses, numa mostra aberta aos pais e familiares. Em 2010, as aulas estão acontecendo de modo semestral, garantindo uma continuidade na proposta de iniciação e ensino do ballet para essas crianças - algumas delas estão desde a primeira turma!

E é cada vez maior o número de pessoas que entram em contato querendo inscrever na oficina. Não é a toa que o Núcleo se prepara para em 2011 abrir duas turmas - uma para iniciantes e outra mais avançada.

Em dezembro, será realizada a mostra de resultados desta turminha. A entrada será franca. Venha compartilhar desse momento tão especial conosco!

Foto: Luiz Antônio Jr. - coordenador de oficinas do Núcleo Viladança

VILANOVAS: Programação semanal do Teatro Vila Velha: De 02 a 09/09/2010.



quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Setembro Latino

Mercosul, Hugo Chávez, Tequila. Tango, Cuba, dança flamenca, crise. Terremoto, hermanos, tacos e - como esquecer? - Brasil. A América Latina - soy loco por ti! - é o tema deste setembro no Teatro Vila Velha. Mês em que o sol volta a brilhar e em que a cidade se reveste com as cores quentes que identificam nosso continente.

Em setembro, temos a honra de receber a terceira edição do Festival Latino Americano de Teatro, o Filte, que acontece entre 9 e 19 de setembro e ocupa a Sala Principal e o Cabaré dos Novos. Oportunidade única de conhecer grupos de outros estados e outros países. E no mesmo sotaque, o fim do mês recebe "Matilde, la cambiadora de cuerpos", de Hebe Alves.

Setembro é também tempo de conferir "Obras de uma carta anônima" e deliciar-se com as imagens de Alessandra Nohvais. Tem, também, gostinho de segunda chance: seguem em cartaz "Lendas e Contos Africanos", "Papagaio" e "O Sapato do Meu Tio". Todo esto y mucho más, para ti.

O Vila realiza aulas experimentais de esgrima



O Teatro Vila Velha realiza agora em setembro aulas experimentais de esgrima para os interessados em conhecer mais sobre a modalidade. As aulas serão realizadas nos dias 14, 17 e 21/9. Para participar, é necessário se inscrever previamente através do telefone 71 3083-4616 (a partir das 14h).

As aulas experimentais de esgrima oferecidas pelo Vila Velha visam familiarizar o iniciante com os fundamentos, as técnicas e a estética da esgrima moderna, capacitando-o a executar movimentos básicos da esgrima de florete e sabre para utilização cênica. A atividade será ministrada por Romeu Resende, Mestre D’armas graduado pela Escola de Educação Física do Exército e especialista em condicionamento físico para teatro e dança, com atuação junto a grupos como Salto, Viladança, Companhia de Teatro dos Novos, e instrutor de esgrima cênica para a escola de teatro da UFBa e para os espetáculos Rapunzel (1981), Lúcia de Lamemour (1987) e Hamlet (2005).

A esgrima pode ser praticada por todos, desenvolvendo as qualidades físicas de resistência, velocidade e precisão, e as qualidades morais de julgamento, decisão e vontade. É um excelente meio para disciplinar, ampliar, justapor e coordenar as impressões sensórias (táteis, visuais, auditivas, musculares) e as ações psicomotoras.


Aulas experimentais de Esgrima com Mestre Romeu Resende
Onde: Teatro Vila Velha: Passeio Público – Campo Grande.
Quando: Dias 14, 17 e 21/9, de 9h às 10h30.
Investimento: Grátis
Inscrições: Através do telefone 71 3083-4616 (a partir das 15h).
Realização: Teatro Vila Velha

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Mar Me Quer em Plataforma


Hoje, começa a temporada do espetáculo Mar Me Quer, d'A Outra Companhia de Teatro, no Centro Cultural de Plataforma. As apresentações acontecerão sempre as quartas e quintas, as 20h, de 01 a 09 de setembro de 2010.

Será uma curta temporada e a preços populares. Os ingressos serão vendidos a R$ 4,00. Assim, o grupo investe na popularização de seu trabalho, possibilitando o acesso de pessoas de comunidades distantes do centro soteropolitano.

Mar Me Quer conta a história de Zeca, um pescador que para continuar vivo tem que conquistar o amor de sua vizinha, Luarmina. Um espetáculo cheio de cirandas e músicas populares que propõe um diálogo próximo com a platéia que assiste a tudo dentro do palco.

A peça que estreou no dia 05 de agosto no Teatro Vila Velha, também participará do II FTS - Festival de Teatro do Subúrbio, sendo apresentada no dia 15 de setembro, também, no Centro Cultural de Plataforma.

Mar Me Quer foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2009.