terça-feira, 31 de agosto de 2010

Grupo CoMteMpu’s apresenta o espetáculo de dança "Obras de Uma Carta Anônima" aqui no Vila



Obras de uma carta anônima (2006), primeiro espetáculo do Grupo CoMteMpu’s, está sendo remontado em comemoração aos 5 anos do grupo e volta a ser apresentado no Teatro Vila Velha amanhã (1/9) e na quinta-feira (2/9), às 20h. O espetáculo parte de inquietações sobre relações de instabilidade e segurança na vida, disseminadas em quatro ambientes-discussões para os Zezas em cena: autoria, vulnerabilidade, adestramento e recepção. A versão de reestréia do espetáculo em 2010 foi apresentada em julho na programação do Quarta que Dança na Sala do Coro do Teatro Castro Alves. Durante o mês de Setembro o Grupo CoMteMpu’s ainda realizará intervenções artísticas na cidade de Salvador, também em comemoração aos seus cinco anos. Maiores informações de locais e datas: www.zezolandia.blogspot.com.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Encontro de Dança Inclusiva debate inclusão social na dança

























Edu O. - um dos organizadores do Encontro - e Lucas Valentim em "Odete, Traga Meus Mortos", vencedor do Prêmio VIVADANÇA 2010 e integrante da Programação do evento (Foto: LabFoto)


Artistas, pesquisadores da área de dança e profissionais das áreas de comunicação, educação, psicologia e produção cultural têm um compromisso entre os dias 8 e 12 de setembro - nestas datas, acontece o 1º Encontro de Dança Inclusiva, que tem por objetivo promover o debate sobre a participação das pessoas com deficiência no processo de inclusão social, sobretudo na dança.

Entre os assuntos debatidos, estão acessibilidade, profissionalização e inserção no mercado de trabalho de artistas e dançarinos com deficiência que não tiveram acesso a informação e formação em dança seja nos ambientes acadêmicos e espaços formais de ensino de dança. Na programação, oficinas, curso de Audiodescrição, mesas redondas e espetáculos. Para saber mais, visite o blog do encontro - http://encontrodedancainclusiva.blogspot.com/

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Bombou: Encontro de Compositores

A gente custou a postar porque ainda está se recuperando: ontem rolou o I Encontro de Compositores: Jarbas Bittencourt, Arnaldo de Almeida, Manuela Rodrigues, Sandra Simões, Ronei Jorge, Dão, Pietro Leal, Thiago Kalu, Carlinhos Cor das Águas e Deco Simões deram um showzaço no Cabaré dos Novos.
Casa cheia, música boa, bate-papo, sarapatel (é, a comida)... tudo de bom. Flagras do Encontro podem ser vistos aqui e a próxima edição, já com etiqueta de "imperdível", está agendada para o dia 30 de setembro.

Tem que ler pra saber

O jornal Correio de hoje publicou uma matéria sobre as propostas dos candidatos ao Governo do Estado da Bahia para a área da Cultura. Embora o espaço seja pequeno para um assunto tão complexo, dá pra ter uma idéia do que cada um deles está propondo para este setor tão estratégico. Clique para ampliar ou leia no www.correio24horas.com.br

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Últimas vagas - Oficina da Outra

Últimas vagas para a oficina de teatro com "A Outra Companhia de Teatro", grupo residente do Teatro Vila Velha, em Salvador. As aulas começam 04 de setembro. Será aos sábados e domingos das 9hs às 13hs, e têm duração de um mês.

O curso é voltado para pessoas que querem dar o primeiro passo para estudar as artes cênicas, e pretende trabalhar os elementos básicos da linguagem teatral através de jogos, brincadeiras e exercícios desenvolvidos e utilizados pelo grupo no seu processo criativo ao longo de cinco anos de atividades.

Desde 2006, a Companhia vem oferecendo oficinas artísticas em Salvador e outras cidades, já tendo iniciado mais de 500 pessoas nas artes cênicas.

As inscrições podem ser feitas no Teatro Vila Velha, de segunda a sexta-feira, das 14hs às 19hs. O custo do curso é de R$ 150. Mais informações pelo telefone (71) 3083-4617 ou pelo e-mail: aoutra@teatrovilavelha.com.




frutos do seminário Outras Áfricas

Amanhã, às 9hs, tem mais uma etapa do seminário Outras Áfricas (Bando de Teatro Olodum).
No primeiro dia (18/08) o educador, professor Antonio Cosme, mestrando em História pela UNEB, com larga experiência em formação de professores e estudos sobre África em Sala de Aula e especialista em educação e desigualdades raciais pela Universidade Federal da Bahia falou com os participantes no período da manhã. Como prometido, disponibilizou o conteúdo da sua palestra para consulta.

Confiram nos links.

1. A História da África e o seu ensino nas escolas, uma contribuição ao debate promovido pela Companhia de Teatro do Bando de Teatro Olodum.

2. A África na escola.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Mar me Quer é notícia!

(Reprodução da página de A Tarde com a crítica sobre Mar me Quer)

Leia no Caderno 2+ do Jornal A Tarde de hoje a crítica que a jornalista especializada em artes cênicas Eduarda Uzêda escreveu sobre Mar me Quer, mais novo espetáculo d'A Outra Cia de Teatro.

Segundo o texto, "o encenador Luiz Antônio conduz bem a emoção dos atores (...). Em cena, estão Eddy Veríssimo, Luiz Buranga, Manuela Santiago e Roquildes Júnior, que convencem no desempenho".

Esta temporada de Mar Me Quer vai de hoje a domingo, às 20h, na Sala Principal do Vila Velha. O ingresso custa R$ 20 (inteira).

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Um Projeto a Procura de um Nome!

Jarbas no show do aniversário do Vila (Foto: Clarissa Ribeiro)

Manoela Rodrigues, Sandra Simões, Ronei Jorge, Dão, Pietro Leal, Thiago Kalu, Carlinhos Cor das Águas e Deco Simões integram o time de artistas do I Encontro de Compositores – evento musical idealizado pelo músico e diretor do Estúdio do Teatro Vila Velha, Jarbas Bittencourt, vencedor do Prêmio Braskem de Teatro 2009 na categoria Trilha Sonora, e pelo músico Arnaldo de Almeida, parceiro de Bittencourt na banda Confraria da Bazófia.

“A verdade é que ainda não sabemos exatamente o que esse encontro vai ser”, brinca Jarbas e continua "a idéia é ter o público junto numa coisa que sempre acontece quando nos encontramos e passamos um tempo tocando e trocando idéias sobre o universo de nossas canções." Estilos e gerações diferentes estarão presentes na música desses artistas, que dão o pontapé inicial neste projeto.

Novos talentos – Além dos nomes de Jarbas e Arnaldo e dos músicos convidados, o Encontro de Compositores vai selecionar novos talentos para se apresentar a cada encontro. Artistas que estão dando os primeiros passos na carreira de músicos podem enviar arquivo com música inédita (ou link para MySpace ou disco virtual no qual seja possível fazer o download da música) para o endereço comunicacao@teatrovilavelha.com.br. O(s) selecionado(s) serão comunicados e serão convidados a dividir o palco com os músicos.

“Esse nome não combina” – Uma das coisas com as quais Jarbas conta com o apoio do público é para a escolha de um nome para os encontros. Ele explica que o nome “Encontro de Compositores” foi escolhido às pressas. “O que achamos de verdade é que esse nome não combina com mesa de bar, violão, letra e música, conversa, birita e alguma coisa pra comer enquanto tudo isso rola!”, brinca Jarbas. A produção do evento está recebendo, aqui mesmo no blog do Vila, sugestões de nomes para o encontro.


Cabaré dos Novos / Dias 26 de agosto | quinta-feira | 20h
Valor: R$ 10 e R$ 5

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Rapidinhas do Vila

A Cia. Teatro dos Novos apresentou na noite desta terça a comédia Divorciadas, Evangélicas e Vegetarianas no Teatro do Instituto Social da Bahia. A apresentação foi beneficente, com renda revertida para a organização Escola de Pais.

***

A Outra Cia. de Teatro prepara uma surpresa para o verão: um musical com trilhas sonoras dos espetáculos do grupo. Os ensaios começam hoje.

***

E por falar em A Outra, este é o último fim de semana de Mar me Quer, e os ingressos desta sexta já estão esgotados. Garanta o seu para sábado e domingo! Inteira R$ 20, meia R$ 10.

Foyeur do Vila, 9h30


Em instantes, começa o Seminário Outras Áfricas, uma produção do Bando de Teatro Olodum, que vai discutir aspectos da África contemporânea e do ensino da história do continente em escolas públicas.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Prata da Casa 2





Boa surpresa foi assistir o comercial acima. Dois atores do espetáculo "Os Enamorados" são os protagonistas do vt, Lis Luciddi e Will Brandão, que também é produtor do Núcleo Viladança.
A criação é da agência Via Mídia.


Prata da Casa


O Mocambinho, bar de nossa queria Auristela, foi destaque na revista Muito, do jornal A TARDE de domingo. Você já foi? Não? Então, vá!
Post tirado daqui

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

"Divorciadas, Evangélicas e Vegetarianas" ou A amizade entre as mulheres

(Foto: João Meirelles)

Ana Fernanda Souza - Nucom

Lembro de poucas obras - filmes, livros, peças - que tratam do sentimento de amizade entre as mulheres. Faço, desde ontem, um esforço para lembrar de memória, sem recorrer ao Google, e Ocorreram-me "Thelma e Louise" e "Caramelo" e, talvez, "Tomates Verdes Fritos".

O sentimento da camaradagem entre homens é mais generosamente explorado na arte. Veja "O Solista" (filme), "As aventuras do maluco beleza" (peça, atualmente em cartaz no Teatro Castro Alves, Salvador), "Up - altas aventuras" ou "Toy Story" (animações): é como se a amizade fosse melhor conjugada no masculino. E, por algum motivo, as mulheres não confiassem umas nas outras.

Pois bem, está em cartaz em Salvador, até o dia 29, uma dessas raras obras que aborda a amizade entre o "sexo frágil" (hahahaha!): "Divorciadas, Evangélicas e Vegetarianas", comédia encenada pela Companhia Teatro dos Novos (grupo residente no Teatro Vila Velha) no Teatro Jorge Amado (sábados às 20h, domingos às 19h, até 29 de agosto).

São três amigas - duas há longa data, outa recém-admitida ao título de amiga. Gostei muito do texto e como a peça está em cartaz há muito tempo, a impressão é de que a encenação flui com facilidade (facilidade conseguida a custo de muito trabalho, sempre é bom lembrar, né?).

E as situações são hi-lá-rias. A mulher que dá escândalo porque briga com o noivo e detona o cartão de crédito. As amigas que brigam pelo mesmo cara. A evangélica que quer tirar o diabo do corpo da amiga. Ou seja, a gargalhada é garantida.

Eu arrisco a dizer que, para as mulheres, há uma fonte a mais de riso, que vem da auto-identificação. É rir de uma cena tanto porque ela é engraçada, como também porque você tem uma amiga (irmã, prima...) muuuito parecida. Ou ainda, você e as suas amigas já se meteram em enrascadas muito semelhantes àquelas. E que, apesar do mito persistente da falta de solidariedade feminina, sabemos sim do sentimento de aconchego de deitar a cabeça no ombro de uma amiga.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Mutirão Mete Mão



Salvador, lugar mais que propício pra convergência de estilos, cores e ritmos. Gente esperta, ligada e conectada que além de curtir esse solo fértil pra manifestação cultural, também produz cultura, cultura de massa, de povo, de rua. Inovando o cenário e alternando entre elementos musicais jamaicanos e arte de rua, nasceu o projeto Mutirão Mete Mão.

Idealizado pelo MINISTEREO PUBLICO sistema de som e o grupo de grafite 071 Crew, o projeto Mutirão Metemão, é um evento itinerante mensal que percorre os bairros periféricos de Salvador e duas cidades do interior baiano: Feira de Santana e Cachoeira, desde 2007. A proposta é promover o intercâmbio entre artistas e comunidades carentes de atividades culturais, dialogando com o público através do grafite e de um sistema de som nos moldes jamaicanos.

Inspirado em movimentos semelhantes que já acontecem nas favelas do Rio de janeiro e Recife, o projeto tem como um dos objetivos centrais a utilização da música e das artes plásticas para estimular o potencial criativo dos participantes, abrindo um novo canal de comunicação. Surge assim uma alternativa para a divulgação do trabalho de artistas que não encontram meios de inserção e circulação de suas idéias, nas diversas formas de distribuição e comercialização de produtos culturais.

O ministereopublico – Sistema de Som Perambulante é a primeira equipe de som de Salvador especializada em reggae, dub, ragga, dancehall e jungle. O grupo vem ocupando as ruas, praças, bairros e casas noturnas da cidade, com o intuito de popularizar e fortalecer a cultura de sistema de som na Bahia, além de levar intervenções artístico-urbanas onde elas nunca estiveram e o Coletivo 071 Crew é formado por nada menos do que Dimak, Fael 1º, MFR e AC, um grupo que representa a street art baiana pelo mundo todo.

Fica aí a sugestão dos grupos que formam o coletivo e outros links.

http://fotolog.com.br/zeroseteumcrew
http://ministereopublico.blogspot.com/
http://maisaqui.wordpress.com/2009/12/14/pichacao-ou-graffitii/
http://www.myspace.com/ministereopublico
http://zonamundi.blogspot.com/2009/09/071-crew.html

por Tainan Mattos


Novidades dos Novos Novos

Grupo de Teatro residente aqui do Vila, em processo de criação, aguardem...

Paredes em Movimento

O projeto "Paredes em Movimento", criado pela coreógrafa e dançarina Cristina Castro, faz parte da proposta do Núcleo Solar de Dança e tem o objetivo de trazer ao teatro uma nova forma de intervenção artistica tendo como mola central a dança.


Seus produtos, gerados por ambientações plásticas, fotográficas, literárias ou tecnológicas, serão expostos em diferentes espaços do teatro (foyer, paredes, janelas, portas, ...), espaços que serão ocupados para que o teatro respire arte por toda parte.


A provocação visa um olhar sobre resultados artísticos que tenham o movimento como ferramenta de pesquisa como a fotografia, desenho, literatura. Além da apreciação estética, a ação propõe uma aproximação da classe de dança com profissionais de outras áreas para a construção e inspiração de redes de reflexão e colaboração artística.


A primeira intervenção, de uma série planejada até o final do ano será no dia 17 de agosto, terça-feira, às 19h, quando o fotógrafo Gabriel Guerra irá expor nas paredes do teatro fotos da sua pesquisa "Simbiose".


Logo após o lançamento, será aberto um bate-papo no Papo Solar - instantes do movimento - Diálogos sobre Fotografia e Dança, com os fotógrafos Márcio Lima, João Meirelles e o próprio Gabriel Guerra, sob a mediação do jornalista Joceval Santana. No papo, eles falarão sobre esse cruzamento tão especial da dança com a fotografia e também de curiosidades, parcerias, técnica, etc....


Serviço:

Local: Cine-Teatro Boa Vista de Brotas

Data: 17 de agosto de 2010

Horário: 19h

Entrada franca


Olhares da platéia para "Mar me Quer"

"Eu quero dançar consigo, Zeca!" (foto Ana Paula Vasconcelos)

Ana Paula Vasconcelos veio assistir "Mar me Quer" e fez esta foto linda. "Espetáculo bem cuidado e bem querido", disse ela, na mensagem de e-mail na qual anexou a imagem, escolhida pel'A Outra Cia. de Teatro como a mais bonita da semana.

A artista ganhou um par de ingressos para a peça (com o qual vai presentear um amigo), uma camiseta e um cartaz com a sua foto. E você, já sabe quando vem? Prepare sua máquina!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Fui assistir e fotografar o ensaio da peça infanto-juvenil Papagaio, uma verdadeiro espetáculo de interpretação, luzes e principalmente sons, afinal não é toda peça que tem uma banda dividida em blocos encaixados uns sobre os outros dentro do palco. Ficou curioso(a) né? então porque não vem logo comprar seu ingresso? Esse espetáculo entra em cartaz no dia 21 e fica sábados, domingos e segundas até fim do mês, dia 30 de Agosto e tá super barato 10$ a meia!




Tainan Mattos
NUCOM
Teatro Vila Velha

Arrabal homenageado em mostra e exposição

Segue até o dia 22 de agosto o ciclo Torre de Arrabal, em homenagem aos 78 anos do dramaturgo e cineasta espanhol Fernando Arrabal. Hoje, às 19h, o Instituto Cervantes exibe o filme Irei como um cavalo louco e amanhã, no mesmo horário, é a vez de A árvore de Guernica, obras do artista que integram a Mostra Arrabal de Cinema.

Na pizzaria Colombo (Rio Vermelho), está acontecendo a mostra Revelando Arrabal, com desenhos do dramaturgo e e fotografias de Christele Jacob. O restante da programação pode ser vista em http://torredearrabal.blogspot.com/

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Fundação Palmares abre votação

Começou a votação, pela Internet, das personalidade femininas indicadas à premiação do Troféu Palmares 2010. O voto é popular e vai até o dia 15.

Essa é a terceira edição do prêmio, criado para homenagear personalidades da sociedade brasileira que contribuem para o exercício do respeito à diversidade e à cidadania, com especial atenção à causa afro-brasileira. Outro diferencial deste ano é a ênfase na questão de gênero: somente mulheres estão concorrendo ao prêmio, que será entregue durante as comemorações do 22º aniversário da FCP/MinC. Na lista aparecem nomes baianos como Alaíde do Feijão, Mãe Estelita, Mãe Carmem, Luislinda Valois e Vilma Reis.

Conheça as outras personalidades aqui e vote aqui.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

"Outras Áfricas" no Teatro Vila Velha

A versão da galerinha do barulho... (Foto: Tainan Mattos)

"Outras Áfricas" é o nome do convênio celebrado entre a Funarte e a Sol Movimento de Cena - entre as ações, estão as apresentações do infanto-juvenil "Áfricas", do Bando de Teatro Olodum, para crianças de escolas públicas de Salvador. A primeira aconteceu ontem: olha a turminha aí em cima, reproduzinho do seu jeitinho uma cena do espetáculo.

Além das ações de formação de platéia, o projeto "Outras Áfricas" conta também com a realização de um seminário, destinado a professores e interessados no assunto, que vai discutir a situação da África contemporânea e o ensino da história do continente nas escolas. Informações para inscrições no seminário aqui.

... e a cena original (foto: Márcio Lima)

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Estréia MAR ME QUER

Foto de Sidney Rocharte

Hoje estréia, em Salvador, a oitava montagem d'A Outra Companhia de Teatro: MAR ME QUER, baseada na obra homônima de Mia Couto.

Foram 09 meses de um processo intenso de pesquisa e criação, trocando com artistas de salvador, de Natal e de Recife. O espetáculo traz referência de comunidades pesqueiras soteropolitanas, traços da cultura popular nordestina, e a irreverêncA Outra. O projeto de montagem foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2009.

Ontem, o grupo fez uma pré-estréia com casa lotada, gente emocionada, coquitel no final e muitas emoções! Com muita energia, A Outra inicia sua temporada no Teatro Vila Velha, até o dia 22 de agosto, sempre as 20h.

Durante o espetáculo, quem quiser pode fotografar, é só trazer a máquina e evitar o flash. Pensando nisso, lançamos a promoção: quem tirar fotos do espetáculo, envia para o e-mail aoutra@gmail.com. Iremos escolher uma foto a cada final de semana - o fotógrafo escolhido ganhará um presente d'A Outra. Boas fotos!

Maiores informações, veja o blog do projeto: www.projetomarmequer.blogspot.com.

Oficina de Ballet para Crianças


O Viladança oferece oficinas de ballet para crianças, com idade entre 07 e 10 anos, no Teatro Vila Velha. As aulas serão gratuitas e ministradas pela bailarina e professora Janahina Cavalcante, acontecendo as segundas e quartas, a partir das 16h.
No primeiro semestre, o Núcleo promoveu esta oficina, tendo a participação de 19 garotas que mostraram tudo que aprenderam numa linda mostra realizada na manhã de 12 de junho. Agora, dando continuidade, retomamos as atividades com toda força e alegria.
Para inscrever-se é preciso enviar os dados da criança e e do responsável para o endereço eletrônico: nucleoviladanca@gmail.com.


Cabaré da RRRRRaça: você lembra?


Vamos voltar a jogar o jogo da memória? Desta vez, o espetáculo é Cabaré da RRRRRaça. Você olha a foto e posta, nos comentários do blog, uma história relacionada à peça. Pode ser um "causo", uma história de bastidor ou uma lembrança de como o espetáculo mexeu com você e sua forma de ver o mundo. A melhor história fatura um brinde. Tá bom, ou não tá?

terça-feira, 3 de agosto de 2010

MAR ME QUER - Tudo pronto para estréia!

Foto de Luiz Antônio Jr.

Na próxima quinta-feira, dia 05/08, A Outra Companhia faz uma pré-estréia do seu novo espetáculo Mar Me Quer, em Salvador. Baseada na obra homônima de Mia Couto, a peça foi montada ao longo de 09 meses de pesquisa, trazendo referência de comunidades pesqueiras de Salvador e Região Metropolitana, além do imaginário dos atores e de todos os envolvidos no processo.

Depois de fazer ensaios abertos e diversos outros compartilhamentos públicos com a comunidade soteropolitana, o grupo apresenta uma estrutura contemporânea de encenação: atores que manipulam cenário e fazem a trilha sonora ao vivo, uma dramaturgia recortada e cheia de conexões com o cotidiano, um espaço para sensações, imagens e sonoridades plurais. O projeto de pesquisa e montagem de Mar Me Quer foi contemplado com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2009.

Mar Me Quer ficará em cartaz de 06 a 22 de agosto, de sexta a domingo, as 20h, no Teatro Vila Velha. Na sequência, a peça será apresentada no Centro Cultural de Plataforma, no mesmo horário, as quartas e quintas, de 01 a 09 de setembro.

Qualquer informação, entra em contato: aoutra@gmail.com.

Bando de Teatro Olodum abre inscrições para o Seminário Outras Áfricas

Promovido em convênio com o Fundo Nacional de Cultura, evento será realizado dias 18 e 25 de agosto

O Bando de Teatro Olodum está com inscrições abertas para os interessados em participar do Seminário “Outras Áfricas”, que o grupo promove nos dias 18 e 25 de agosto, no Teatro Vila Velha, das 09h às 12h. O evento gratuito, aberto ao público, faz parte do projeto homônimo realizado pelo grupo em parceria com o Fundo Nacional de Cultura, cujo objetivo é valorizar a herança africana e reconhecer a importância da cultura afro-brasileira na formação da identidade nacional. Cada dia, o seminário abordará um tema e trará dois especialistas para debater com a platéia questões ligadas a aprendizagem da história da África. As inscrições podem ser realizadas no Teatro Vila Velha ou no blog bandodeteatro.blogspot.com.

Com o tema História da África e o seu ensino nas escolas, o seminário contará no dia 18 de agosto com participação da pesquisadora Artemisa Odila Cande Monteiro, natural de Guiné Bissau e mestre em Estudos Étnicos e Africanos pelo Centro de Estudos Afro-Orientais da UFBA, e do professor Antônio Cosme, mestrando em História na UNEB, com larga experiência em formação de professores e estudos sobre África em sala de aula. Artemisa atualmente cursa o Doutorado em Sociologia e preside a Semana da África, evento que congrega pesquisadores, professores e estudantes em torno de temas vários sobre o continente.

No dia 25 de agosto, será a vez do Seminário abordar o tema Panorama da África Contemporânea, com o professor natural do Congo, Jacques Depelchin, doutor em História da África, e do também professor Márcio Paim, bacharel em História pela Universidade Católica do Salvador e mestrando em Estudos Étnicos e Africanos do Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Pandeiro, Cavaco e Viola... a tristeza vai embora!

Ao se falar de samba, ou melhor de roda de samba, não existe este que não associe a alegria de sambar, cantar e sorrir. É com essa alegria da musicalidade trazida com o samba que me sinto no prazer de escrever um pouco mais sobre tal maravilha.

Alguns historiadores afirmam que o Samba teve origem no séc XIX no recôncavo baiano com instrumentos afro-brasileiros que musicavam as rodas de capoeira, era o momento em que as mulheres tinham o direito de participar de um jogo de roda, trazendo toda sua beleza, swing e gingado. Já outros afirmam que o samba teve sua origem no Rio de Janeiro com o samba-chulo e o samba corrido, servindo como base pra construção de outras vertentes que até hoje ouvimos.

Se o samba é baiano ou carioca, não importa. Sabemos que o samba é Brasileiro e fruto do Semba Africano e agora ele aporta no palco (cabaré dos novos) daqui no Teatro Vila Velha (amanhã) dia 3 e nos dias 17 e 31 desse mês que veio a'Gosto da cultura brasileira.

Como a tecnologia da internet não diferencia nós baianos nem nós cariocas e serve de meio de informação para todos, deixarei alguns links sobre matérias, curiosidades e novidades sobre o Samba, suas vertentes e influências, no final da postagem.

E de antemão recomendo 2 CDs que traduzem as minhas palavras em música
o novo CD e DVD do nomeado "sambista perfeito" Arlindo Cruz, carioca de Madureira - ARLINDO CRUZ AO VIVO MTV
-
-

e o CD ao vivo do autentico grupo baiano Viola de Doze, que diga-se de passagem é samba de roda do início ao fim.



Tainan Mattos

Coordenador do Estúdio do Vila dirige radionovela sobre Bimba e Pastinha

Até quarta (4/8), a Rádio Educadora FM 107,5 leva ao ar a radionovela "Bimba e Pastinha - histórias pitorescas da capoeira na Bahia". O programa conta com a direção artística e musical do coordenador do Estúdio do Teatro Vila Velha Jarbas Bittencourt e mostra a importância da capoeira na construção da identidade do povo negro da Bahia. No ar de segunda a sexta-feira, às 8h30 e 17h30, e aos sábados, às 8h30 - ou pela internet. Abaixo, o primeiro capítulo. Os demais estão disponíveis aqui.

Celebrar é preciso

Show pelos 46 anos do Vila e 10 anos do Vila do Choro. Foto: Heide Costa

O Teatro Vila Velha agradece aos amigos, platéia e artistas que fizeram a festa dos seus 46 anos e o acompanham nesta trajetória. E que venha o futuro!

Update: No Flickr, álbum de fotos com cliques da Festa de Aniversário.

Update 2: Novas fotos da Festa, presente de aniversário da fotógrafa Clara Ribeiro para o Vila, já adicionadas ao álbum do Flickr!