sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Paga-se recompensa





Se tiver alguma informação sobre eles, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

O Outro Curso


A Outra Companhia de Teatro vai promover um Curso de Teatro de um mês, ministrado pelos atores Luiz Antonio Jr., Indaiá Oliveira e Roquildes Júnior. O público alvo do curso são pessoas com pouca ou nenhuma experiência teatral, com idade a partir de 13 anos. As aulas acontecerão aos sábados e domingos, das 09h às 12h, de 22 de março a 19 de abril. As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 10 de março, no próprio teatro, de segunda a sexta, das 15h às 19h. O curso tem como base as técnicas de improvisação, envolvendo muita música, aproveitando as referências trazidas pelos próprios alunos na criação de cenas e personagens.

Serviço:

O Quê: Curso de Teatro com A Outra Companhia de Teatro
Público alvo: Pessoas com pouca ou nenhuma experiência teatral. Idade a partir de 13 anos.
Quando: 22 de março a 19 de abril
Dias: Sábados e domingos
Horário: 09h às 12h
Onde: Teatro Vila Velha
Custo: R$ 120,00
Inscrições: A partir do dia 10 de março, de segunda a sexta, das 15 às 19h, no Teatro
Informações: Teatro Vila Velha (3083-4600)

Dois Perdidos









Se tiver alguma informação sobre eles, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

Fundação Cultural divulga calendário de apoio



A Fundação Cultural do Estado da Bahia lança calendário de apoio a projetos e atividades culturais para 2008. A intenção é organizar o recebimento de solicitações de apoio e melhor distribuir os recursos públicos por meio deste calendário. O incentivo, no valor de até R$ 10 mil, será concedido para projetos e atividades através de recursos financeiros diretos, impressão de material de divulgação, concessão de passagens aéreas e hospedagem para artistas, técnicos e outros profissionais da área cultural em Salvador. As propostas, juntamente com os documentos necessários, deverão ser protocoladas na Funceb ou enviadas pelo correio para o endereço abaixo.

Para mais informações:

Nova Linha de crédito para Cultura...


A Secretária de Cultura do Estado da Bahia promove reunião com a classe artística para apresentar o Programa de Microcrédito Cultural, CrediBahia, no dia 05/03 (quarta-feira), às 18:30, no Teatro Gamboa Nova (Largo dos Aflitos). O projeto é voltado aos artistas, técnicos, produtores e outros profissionais que desenvolvem atividades relacionadas à bens e serviços culturais e consiste na concessão de empréstimos, sem burocracia e a juros baixos, para a compra de material de trabalho. Desta forma, os profissionais autônomos, atuantes no setor, podem colocar em prática suas idéias. O CrediBahia é uma parceria entre a Secult, Desenbahia, Prefeitura Municipal de Salvador e Sebrae. E conta com o apoio do Teatro Gamboa Nova. Para maiores informações, ligue 3116 6636 ou acesse o site www.cultura.ba.gov.br.


Serviços

O que: palestra sobre o CrediBahia

Quando: 05/03 (quarta-feira)

Horário: 18h 30min

Onde: Teatro Gamboa Nova

Entrada gratuita

Reunião do Fórum de Dança da Bahia


Acontece HOJE, 28 de fevereiro, a partir das 12:15, na escola de Dança da Ufba, a reunião do fórum de dança que tem em sua pauta as seguintes questões:


- Informações sobre encaminhamentos dos tópicos discutidos na reunião extraordinária do dia 20.02.2008, sendo eles:
1.
Participação de funcionários públicos em editais de cultura e arte;
2. I
déia(s) de dança veiculada(s) pela imprensa baiana e as recentes transformações ocorridas no BTCA. Sobre qual idéia de dança falamos quando falamos de política pública para a dança e companhias estáveis?

3. Planejamento do Dia D da Dança;
4.
Notícias sobre os resultados do senso do IBGE sobre sistema de informações e indicadores culturais
5. Participação da Dança no Conselho Nacional de Políticas Culturais;

6. Solicitações de mudança no horário da reunião do Fórum de Dança da Bahia;

7.Organização de pauta para o período fevereiro–março.2008.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008



CONVOCAÇÃO


Aos grupos e companhias de teatro e dança e classe artística em geral

Em consonância com movimentos nacionais que lutam pelo trabalho continuado de grupos e companhias de teatro, coletivos de teatro de rua e espaços culturais gerenciados por artistas e grupos, nós, do Grupo Vilavox, estamos interessados em discutir, refletir e, principalmente, propor ações aos poderes públicos que possam melhor fomentar esse tipo de atividade.

Por isso, estamos convocando os grupos e companhias de teatro e dança e artistas para, juntos, propormos ao Estado um PROJETO DE LEI DE FOMENTO AO TEATRO E À DANÇA PARA O ESTADO DA BAHIA, inspirada na LEI DE FOMENTO AO TEATRO DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO – que nos últimos 5 anos proporcionou grande impulso às artes cênicas naquela cidade.

Desde o ano passado, quando iniciamos discussões acerca da Lei de Fomento Paulista, acompanhamos algumas ações isoladas no intuito de formatar a nossa própria Lei, entretanto, nenhuma dessas iniciativas teve a continuidade necessária para chegar ao seu fim: ser apresentada ao poder público. Como forma de (re)iniciar e executar este projeto, tão importante, ao nosso ver, para a solidificação do teatro e da dança como bem simbólico da nossa sociedade, propomos o calendário de atividades abaixo.

Para cumprirmos todas as etapas deste calendário, e esclarecermos pessoalmente nossos propósitos, convocamos a todos para nosso primeiro (re)encontro (em 2007 alguns representantes de grupos reuniram-se em 3 ocasiões e iniciou as discussões), que será no próximo sábado, dia 1º de março, 9:00h no TEATRO GamBOANOVA.

Para melhor nos organizarmos, pedimos que nos confirme a presença enviando uma mensagem para falecomosoutros@gmail.com, com seu nome e nome do grupo/cia/instituição + telefone.

Contamos com a sua adesão,

Grupo Vilavox

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
MÊS DO TEATRO (MARÇO) E MÊS DA DANÇA (ABRIL)

A saber:
27 de março – dia internacional do teatro e nacional do circo
29 de abril – dia internacional da dança

DIA 01 DE MARÇO, SÁBADO
das 9:00 às 12:00, no Teatro GamBOANOVA
-Reunião com artistas e grupos de teatro e dança para adesão/organização do ato público a ser realizado dia 27 de MARÇO, e para incentivá-los a ler e opinar acerca da proposta de lei.

Dia 05 de MARÇO, QUARTA
Lançamento, na imprensa, do projeto "Teatro e Dança agora é Lei".
Divulgação de documento/blog que indique:
- Os números e as transformações ocorridas na Cidade de São Paulo, nos últimos anos, após a implementação da LEI DE FOMENTO AO TEATRO DA CIDADE DE SÃO PAULO.
- Justificativa e esboço da proposta de LEI DE FOMENTO AO TEATRO E À DANÇA DO ESTADO DA BAHIA, com endereço na internet onde esta proposta de lei se encontra e endereço eletrônico (e-mail) para receber sugestões a esta proposta.
- Convocação de artistas e grupos para leitura, correção e redação final da proposta de Lei, no dia 15 de março, das 9:00 às 13:00h.
- Data, horário e local da leitura da Proposta de Lei, seguida de entrega de cópia a deputados e a representantes da secretaria de cultura.

DIA 15 DE MARÇO, SÁBADO
das 9:00 às 12:00, local a definir
- Grupo de trabalho para finalizar a proposta da "Lei de Fomento ao Teatro e a Dança no Estado da Bahia".

DIA 26 DE MARÇO, QUARTA FEIRA
das 19 às 22h, Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha
Seminário "Grupos Artísticos e sua Relação com Espaços Públicos e Privados"
- Convidados de grupos de teatro e dança de outros estados e do interior da Bahia que tenham relação com espaços públicos ou privados.
- Entrega oficial da proposta da "Lei de Fomento ao Teatro e à Dança no Estado da Bahia" ao poder público.

DIA 27 DE MARÇO, QUINTA FEIRA
às 18:00h
Ato Público no Campo Grande, reunindo Grupos e Artistas Baianos. Leitura do Manifesto "Carta de Porto Alegre" (vide abaixo) e apresentações artísticas de rua.
A partir de 27 de março (dia do teatro), até o dia 29 de abril (dia da dança) leitura do manifesto (Carta de Porto Alegre), antes dos espetáculos, pelos grupos em cartaz que aderirem ao movimento.

Esclarecimentos adicionais:
A "Carta de Porto Alegre", - redigida em dezembro de 2007, no 4º Encontro Redemoinho – Movimento que reúne vários grupos de teatro do país - a ser lida no Ato Público do dia 27/03 e, em seqüência, até o dia 29 de abril, pede a aprovação da LEI DE FOMENTO AO TEATRO BRASILEIRO, de abrangência nacional. Na Bahia, acrescentaremos à leitura da "Carta de Porto Alegre", a reivindicação de que nossa proposta de LEI DE FOMENTO AO TEATRO E À DANÇA NO ESTADO DA BAHIA, seja aprovada o mais rápido possível. OBS: Esta informação pode e deve ser repassada para outros grupos, cias e artistas que possam se interessar pelo assunto.

Foragido da Transamazônica



Se tiver alguma informação sobre ele, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

Curso de Teatro com Iara Colina


Essa é pra quem fica na expectativa das oficinas do Vila: a atriz, diretora e educadora Iara Colina vai promover um Curso de Teatro, com duração de três meses, aqui no Vila Velha. O Curso é voltado para pessoas com pouca ou nenhuma experiência teatral, com idade a partir de 13 anos. As aulas acontecerão às terças e quintas-feiras, das 09h às 12h, de 18 de março a 19 de junho. As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 10 de março, no próprio teatro, de segunda a sexta, das 15h às 19h.

O curso terá duração de três meses, divididos em dois módulos. Os alunos terão contato com princípios básicos do teatro, tais como o desenvolvimento da conscientização corporal e expressão vocal, através de exercícios lúdicos que visam a desinibição e integração com o grupo, vão experimentar técnicas de improvisação para construção de personagens e cenas. Além disso, vão participar da montagem de uma peça a ser apresentada ao final do curso e também terão aulas com a fonoaudióloga e preparadora vocal Juliana Rangel para o desenvolvimento de seus potenciais vocais.

Não perca tempo e inscreva-se! Informações: (71) 3083-4600 / 9601-0203.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Tá por aí?



Se tiver alguma informação sobre ela, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

Leituras do Vilavox...


Os atores do grupo de Teatro Vilavox estão fazendo leituras dos mais variados textos da dramarturgia brasileira. Todas as seguntas e quartas, aqui no Vila, das 19 as 22h. Todo mundo pode vir conferir!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Procura-se o corpo ou o espírito





Se tiver alguma informação sobre ela, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

E pra você, o que é teatro?



AMANHÃ, 26 de fevereiro, às 19 horas, no Cabaré dos Novos, do Teatro Vila Velha, acontece o lançamento do ensaio cinematográfico O que é Teatro?, que tem concepção e direção de Reinaldo Maia e montagem de Flavio Tolezani.

No ensaio cinematográfico, atores, diretores, críticos e pesquisadores respondem à pergunta "O que é Teatro?". Imagens da vida real dialogam e refletem sobre as respostas dos criadores/fazedores de teatro. Comentam a questão nomes como Amir Haddad, Antonio Grassi, Celso Frateschi, César Vieira, Chico Beja, Dudude Hermann, Iná Camargo Costa, João das Neves, Luiz Carlos Moreira, Marco Antonio Rodrigues, Tichê Vianna, Sérgio Carvalho, Zé Renato, dentre outros.

Figuras importantes da tela e da cena local, que não estão no ensaio, participarão de um bate-papo informal depois da apresentação: a atriz e diretora Hebe Alves, o diretor Fernando Guerreiro, o cineasta Edgard Navarro e a dramaturga Cleise Mendes.

O filme será lançado concomitantemente aqui no Vila e no Galpão do Folias (do grupo Folias D´Arte, São Paulo). Aqui e lá, após a apresentação, haverá espaço para um bate-papo.


Serviço

O quê: Lançamento de "O QUE É TEATRO?", seguido de bate-papo com artistas locais.

Duração: 34 minutos (filme), até às 22h (bate-papo)

Data: 26 de fevereiro

Horário: 19h

Local: Cabaré dos Novos (Teatro Vila Velha)

Entrada Franca
Informações:
Gordo Neto - (71) 3083- 4612 / 8843-2137

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Procura-se viva ou morta!




Se tiver alguma informação sobre ela, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

UÂNTED!



Se tiver alguma informação sobre ele, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

Parabéns, Jacyan....


...pela brilhante defesa da tese de doutorado "O RITMO MUSICAL DA CENA TEATRAL: A DINÂMICA DO ESPETÁCULO DE TEATRO", hoje, na Escola de Belas Artes da UFBA! Desejamos muito sucesso nessa nova etapa da sua trajetória!

Teatro Vila Velha

Última semana da temporada!


Esta é a última semana pra quem quer conferir os dois espetáculos de maior sucesso do Bando ainda nessa temporada. Hoje, 22 de fevereiro (sexta-feira), tem Cabaré da Rrrrraça, às 20h, no palco principal do Vila. Amanhã e domingo, 23 e 24 de fevereiro, são dias de Ó Pai Ó, também às 20h. Aumenta o passo que ainda dá para assistir as duas!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Procura-se desesperadamente



Se tiver alguma informação sobre ela, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

Mandala da Comunicação



Foto: Qhele Melo


Nessa última quarta-feira quem chegava ao Teatro Vila Velha para trabalhar encontrava uma mandala linda no foyer.
Uma verdadeira Invenção do Olhar sobre a matéria do cotidiano: Sobre uma mesa circular, outrora uma bobina de fio elétrico, artes gráficas em diversos formatos comunicando eventos, shows, peças, locais, datas, horas...
As agendas culturais, panfletos, cartões postais e todo o material de divulgação disponível ao público fora cuidadosamente organizado por alguém. Não deixou de ficar funcional e pelo contrário nunca antes essas peças corriqueiras foram tão comentadas.

Logo vinha a pergunta:
-- Quem fez isso?

Seguida da exclamação:
-- Tá lindo demais!

Vários funcionários foram apontados como o artista responsável pela obra. Teve até boato: Alguém disse que a artista plástica Babi Lima houvera passado pelo Teatro na tarde anterior e feito a Mandala enquanto esperava pra falar com alguém.

Até que no fim da manhã chegou-se ao inventor da Mandala: Bruno Bispo. Ele é um novo funcionário do TVV. E pelo que podemos notar tem aquela vocação para colocar beleza no mundo. É questão de dom! Tem gente que é assim. Obrigado pelo presente pros olhos.


Jarbas Bittencourt

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Você já viu essa figura?



Se tiver alguma informação sobre ele, compareça ao Teatro Vila Velha, no próximo dia 06 de março, às 20h. Garantimos que sua identidade será mantida em sigilo.

TEATRO DE GRUPO E GRUPO DE TEATRO


A Bahia nunca deixou de ter o Teatro de Grupo como uma grande força, por vezes, fundamental nas artes cênicas. Podemos relembrar alguns nomes, como "Teatro dos Novos", "Avelãz y Avestruz", "Teatro Livre da Bahia" e "Carranca", entre outros tantos, não menos importantes; e os mais recentes, surgidos a partir da década de oitenta, noventa: "Los Catedrasticos", "Cia. Baiana de Patifaria" e "Bando de Teatro Olodum" - alguns dentre eles ainda em plena atividade.

Outra fase e safra de grupos locais me parece ter se formado pela iniciativa do Teatro Vila Velha, a partir de 94, ao criar os "grupos residentes" do teatro. Outro fator importante foi a criação da Cooperativa Baiana de Teatro , que tanto recebeu grupos quanto os incentivou surgir, e o papel da Escola de Teatro, com alguns grupos idealizados lá, formados por alunos, ex-alunos e professores. Ainda é preciso salientar o papel do Teatro de Rua, movimento que ganhou ainda maior expressividade nos últimos anos.

Bom, o título deste pequeno texto sugere uma diferença entre o Teatro de Grupo e o Grupo de Teatro. O primeiro, no meu entender, aquilo que resulta do trabalho contínuo de um Grupo de Teatro, que contempla outras atividades para além da cena, artísticas ou não, que fomentem a discussão estética, ética e política do fazer teatral. O segundo, um agrupamento de atores - circunstancial ou de forma mais duradoura - para fazer teatro.

Grupos de Teatro podem ou não ter como resultado um Teatro de Grupo. Nisso não faço absolutamente nenhum juízo de valor ao espetáculo, à performance deste ou daquele grupo, mas sim, uma justa clarificação do que seja uma coisa e outra. Não podemos confundi-las. A relevância desta distinção entre Teatro de Grupo e Grupo de Teatro me parece importante nesse momento do teatro em Salvador e em nosso Estado - mesmo que eu tenha levantado alguns grupos do interior, este intercâmbio capital/interior é muito discreto, assim como modesta é, infelizmente, a nossa relação com o Nordeste.

Digo que o Teatro de Grupo nos é importante hoje porque poderia assumir algum lugar no "pensamento" das artes cênicas local. Quem estaria hoje discutindo o nosso teatro? Quem estaria hoje propondo ações para além da cena? Quem estaria hoje ocupando grande parte das salas, ruas e espaços alternativos da na cidade? O subjuntivo está em cada pergunta por que tenho a impressão que, apesar de grande esforço nesse sentido, e felizmente, algum resultado, nós não estamos fazendo isto a contento. Ou estaríamos?

Gordo Neto
Grupo Vilavox

Casa Número Nada!




terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

O que é teatro?


"...o teatro é uma sobrevivência da, dos tempos medievais, né?, quando não haviam recursos técnicos, para a reprodução da imagem, e como tem gente muito teimosa, aí no mundo, fica insistindo em fazer teatro, essa atiuvidade completamente artesanal e socialmente irrelevante que a gente encontra de vez em quando, e aqui em São Paulo tá acontecendo esse fenômeno esquisitíssimo, né, de volta aos tempos medievais, e multiuplicam-se grupos que insistem em fazer teatro, achando que estão fazendo a revolução!"

Essa e outras definições de teatro, no lançamento do vídeo "O que é teatro?", aqui no Vila, dia 26 de fevereiro, às 19h horas no Cabaré Café do Teatro Vila Velha.

A entrada é franca.


segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Lázaro Gomes no Vila!


O cantor e compositor Lázaro Gomes apresenta nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, às 20h, seu show Avenida do Coração. O palco do Vila vai ser recheado com um espetáculo cênico-musical, que tem a proposta de navegar pelos mares misteriosos do coração humano, passeando pelos amores e desamores, verdades, paixões, tristezas e saudades. A banda que acompanha Lázaro é formada por Júlio Gomes (violão e gaita), Fábio Rocha (baixolão), Luisinho Lacerda (teclados) e Alan Andrade (bateria) e o repertório é composto por músicas de grandes nomes brasileiros como Gozaguinha e Caetano Veloso. Há ainda intrepretações de cançoes próprias e poemas de Drummond e Vinícius de Morais. Um show lindo!



Foto: Mariana Gadelha
Serviço
O que: Lázaro Gomes no show Avenida do Coração
Quando: 20 de fevereiro
Dia: Quarta-feira
Onde: Palco Principal do Vila

Horários: 20h
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)


sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Viladança apresenta Da Ponta da Língua para professores de Candeias


A Companhia Viladança foi convidada pela Secretaria Municipal de Educação de Candeias-BA para apresentar o espetáculo Da Ponta da Língua à Ponta do Pé na Jornada Pedagógica da cidade. O evento vai reunir cerca de mil professores no Centro de Convenções de Salvador, no próximo dia 19 de fevereiro (terça-feira), das 13h às 18h.

Para Cristina Castro, diretora da Viladança, o convite veio em um bom momento. “Em 2008, completamos 10 anos de trabalho e entre as comemorações do aniversário, estamos intensificando as atividades que aliam a educação e a cultura. Além da nossas apresentações, estaremos também lançando a revista em quadrinhos Da Ponta da língua a ponta do pé com um manual para professores e um CD de musicas, materiais que visam o reforço cognitivo e estímulo ao conhecimento. Acreditamos que a inserção da arte no planejamento educacional contribui para a elevação da qualidade do seu programa”, afirma.

De acordo com a secretária de Educação do município, Maria do Carmo Oliveira Santos, a proposta da jornada é preparar os professores do município para o início do ano letivo. O evento este ano tem como tema “Compromisso e Responsabilidade para a melhoria dos índices da Educação Básica”. O convite à Companhia Viladança veio da necessidade de mostrar a importância da relação entre a cultura e a educação.

Situação complicada com a FUNARTE


Saudações amigos da imprensa, gestores, colegas artistas,

Somos A Outra Companhia de Teatro, grupo residente do Teatro Vila Velha (Salvador, Bahia), há apenas quatro anos em atividade, estamos passando por uma situação complicada e relativamente comum no meio teatral. Gostaríamos de aproveitar o nosso "aperto" para trazer esta questão à tona, para discutir, movimentar, denunciar, articular, comunicar. É provável que outros grupos estejam passando por situação semelhante, e é importante que a gente se veja, se reconheça.

A Outra Companhia de Teatro foi contemplada com o Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz no ano de 2007. Passamos com um projeto de um seminário sobre a história do Teatro na Bahia, dos anos 60 aos 90, agregando estudiosos do tema, professores, artistas atuantes nas quatro décadas, estudantes e curiosos, que resultará, ou resultaria, em registro escrito e audiovisual da história do teatro feito aqui, através da memória. O projeto prevê ainda montagem de espetáculo - um texto baiano dos anos 70 - de uma autora que este ano completa 40 anos de teatro. Durante o processo de montagem, aconteceriam oficinas de capacitação para o elenco e artistas da cena local. Oficina, seminário, espetáculo, registro. Trabalho de sobra.

Nosso cronograma foi se flexibilizando com o passar dos dias, assim como as ações propostas, até que a realização do projeto da forma que inscrevemos e que foi aprovado se tornasse inviável.

Atrasos em repasses de prêmios e patrocínios acontecem por motivos diversos, nós sabemos. Nesses casos, produtor de teatro vira malabarista, remaneja uma coisa de lá, põe cá, e resolve, para que o dinheiro seja gasto da forma prevista, os prazos sejam cumpridos, e para que não tenhamos problemas com o público, com os profissionais envolvidos ou com a prestação de contas. Essa realidade é conhecida. Assim como já fizemos teatro sem patrocínio, sem apoio financeiro algum, do jeito que dava, pedindo emprestado, negociando permutas, como quase todo artista de teatro brasileiro faz ou fez um dia. Já pudemos experimentar - apesar de ter relativamente pouca estrada - ser bem pagos, mal pagos e não pagos.

A situação atual, no entanto, é novidade.

Com três meses de atraso de repasse do patrocínio, a única informação que obtemos da Fundação Nacional de Artes (apesar dos insistentes telefonemas e e-mails), é que no fim do mês de janeiro teríamos uma previsão de quando a verba seria repassada. Até agora continuamos sem essa previsão. Outro comunicado interessante é que não podemos saber o motivo do atraso! Fomos informados que é "um problema com a Petrobras", que não pode ser revelado! Então para quem nós ligamos? Com quem a gente fala? Para quem a gente reclama? O que acontece com os prazos a serem cumpridos?

Fica a impressão de que não somos levados a sério e que eles mesmos não consideram importante as ações que promovem e que tanto faz ter ou não projetos acontecendo...

Pior que trabalhar sem recursos e sem estrutura, é achar que vai ter e não ter. Repasse atrasado é ruim. Repasse atrasado, sem previsão de pagamento e sem nenhum tipo de esclarecimento é absurdo, é desrespeitoso.

Comunicamos que continuamos trabalhando e a data da estréia está mantida. O Pique dos Índios ou a Espingarda de Caramuru, estréia no dia 06 de março, no Teatro Vila Velha. Nos vemos lá.

Atenciosamente,

A Outra Companhia de Teatro (Salvador – BA)

São só duas apresentações!


Hoje, a partir das 20h, tem Cabaré da Rrrrraça no palco do Vila. Serão só duas apresentações neste mês de fevereiro, a próxima é no dia 22, não vale perder!
O espetáculo une humor e crítica em seu roteiro que trata da temática racista no Brasil e traz ao palco personagens marcantes como 'Negro fudido', 'Edileuza' e 'Patrocinado', além de muita música ao vivo e o humor escrachado típico do Bando!
Vem Ver!


Foto Márcio Lima

O quê - Cabaré da Rrrrraça
Direção - Márcio Meirelles
Quando - 15 e 22 de fevereiro (sexta-feira)
Onde - Palco Principal do Vila
Ingressos - R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Horário - 20h

Viladança e BTCA


Nos dias 25 e 26 de deste mês, a Cia Viladança ministra workshop para o Balé Teatro Castro Alves.

O convite, feito pelo atual diretor Paulo Fonseca, visa a participação da Cia Viladança na proposta "Interação Dança – BTCA Residência" ação de intercâmbio entre os bailarinos da companhia oficial de dança do estado e de outras companhias.

Os workshops são abertos ao público e serão realizados na Sala de Ensaio do BTCA, no Piso C, das 13h às 16h30. Na primeira hora, das 13 as 14h o aquecimento é conduzido pelo BTCA e das 14:15 as 16:30 a companhia convidada conduz a aula ou um processo de criação.

CRONOGRAMA:


14 e 15/02
(quinta e sexta-feira)
Jorge Silva Cia. de Dança

18 e 19/02
(segunda e terça-feira)
Companhia Dimenti

20 e 21/02
(quarta e quinta-feira)
Sua Companhia de Dança

22 e 23/02
(sexta-feira e sábado)
João Perene Cia. de Dança

25 e 26/02
(segunda e terça-feira)
Companhia Viladança

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Vem ver criançada!


O espetáculo Ciranda do Medo, indicado a três categorias no prêmio Braskem de Teatro 2007, volta a cartaz no palco principal do Vila neste SÁBADO, 16 de fevereiro, a partir das 16H. Montada pela Companhia Novos Novos, com direção de Débora Landim, a peça conta com música ao vivo e personagens mirins que cantam, dançam e interagem com a platéia. Ciranda conta a história do Dono do medo e sua estratégia em promover o medo e vender remédios para acabar com ele, criando um ciclo sem fim. Até que a pequena ratinha descobre tudo e resolve libertar todos os seus amigos da prisão do Dono do medo.
A montagem é cheia de cor e luz e é sucesso entre todas as idades, venham conferir!




Foto: Márcio Lima
Serviço:
O que:
Ciranda do Medo

Quando:
16 de fevereiro a 16 de março (sábados e domingos)

Onde:
Palco principal do Vila
Horário: 16h

Ingressos:
R$ 16 (interira) e R$ 8 (meia)

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Recordar é viver

Juceilton da Paixão Dantas, Cell Dantas, no espetáculo A Pena e a Lei.
Espetáculo que D. Irá e D. Val ainda riem só de lembrar da cara de Cell fazendo o "Cabo Rosinha" personagem criado por Ariano Suassuna.

Parabéns Cell por seu aniversário.




atores na foto: Kleber, Cell Dantas e Roquildes Jr.

Vinicio

Bando de Teatro Olodum em Fevereiro

Depois de 10 anos de estréia em 1997, com apresentações concorridas no Teatro Vila Velha, o Bando de Teatro Olodum traz de volta seu espetáculo de maior sucesso, com duas apresentações especiais. A revista musical, Cabaré da Rrrrrrraça, estará em cartaz no Vila nos dias 15 e 22 de fevereiro (sexta-feira), às 20h, trazendo mais uma vez seus personagens marcantes e polêmicos, características do estilo crítico e expressivo do Bando. No fim de semana, o Grupo também presenteia o público com quatro apresentações de Ó Paí, ó, nos dias 16, 17, 23 e 24 de fevereiro (sábados e domingos), também às 20h.


Cabaré da RRRRRaça
Teatro - Bando de Teatro Olodum
15 e 22 de fevereiro
sextas
20h
Palco Principal
Ingresso: r$20,00 / r$10,00





Ó paí, ó!
Teatro - Bando de Teatro Olodum
16, 17, 23 e 24 de fevereiro
sábados e domingos
20h
Palco Principal
Ingresso: r$20,00 / r$10,00



Fotos: Marcio Lima

CTN promove Leitura Dramática no Vila


Na próxima segunda-feira (11/02), às 20h, a Companhia Teatro dos Novos promove leitura dramática do roteiro da peça "O Olhar Inventa o Mundo", adaptada do livro de poemas homônimo de Cacilda Povoas. O espetáculo, que está em processo de construção, estreará no dia 1º de maio, no Teatro Vila Velha, fruto do Prêmio Manoel Lopes Pontes Montagem de Teatro, da Funceb. A peça terá direção de Felipe Assis, cenário de Igor Souza, figurino de Rino Carvalho e iluminação de Fábio Espírito Santo. De acordo com Cacilda Póvoas, a peça "O olhar inventa o mundo", tecida de desejo, de imaginário e de declarações, pretende ser um suplemento oferecido ao espectador para que dele se aproprie, acrescente, suprima e passe adiante.

Serviço
O que: Leitura dramática do roteiro da peça "O Olhar inventa o Mundo"
Elenco: Companhia Teatro dos Novos
Quando: 11 de fevereiro
Onde: Cabaré dos Novos
Horários: 20h
Entrada Franca