quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

O Teatro Vila Velha deseja a todos os seus frequentadores, amigos, parceiros, colegas e todos aqueles que acreditam que a arte vale à pena, um 2008 espetacular!

10 anos de Viladança!




Olhar para trás e refletir quem somos esclarece ainda mais a que propósito servimos. Somos artistas e fazemos arte, brincamos de refletir e questionar a vida. E somos profissionais nisso!

O ano de 2008 vai marcar uma década de atividades ininterruptas da Companhia Viladança É revitalizante iniciar nossas atividades trazendo para o público informação sobre o que fazemos através daquilo que fazemos: Dança!!

Mais de 35 mil pessoas, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos já se divertiram com os personagens do espetáculo Da Ponta da Língua a Ponta do Pé. Para levar o conhecimento da dança para uma galera ainda maior, voltaremos a cartaz em janeiro, abrindo o Vila Verão 2008.

Como diria Jarbas Bittencourt, compositor da trilha do espetáculo: “Salta, pula, gira, dança, para e respira!...” E vamos mesmo... Respirar fundo! O suficiente para recarregar as baterias e iniciar o ano com essa energia de criança, de nascimento e celebração da vida.

Atenção, todos Viladanceiros e Viladanceirinhos! Venham se divertir conosco nessa temporada que marca o início das comemorações dos 10 anos da Companhia Viladança!

As vagas estão acabando!





As vagas para as Oficinas de Verão estão quase acabando. Corre que ainda dá tempo! As inscrições pela internet podem ser feitas somente até AMANHÃ, 28 de janeiro. Basta entrar no site www.teatrovilavelha.com.br/oficinas e se inscrever! Vai perder a mordomia? Se preferir vir até aqui no Vila e encontrar com a gente, você pode se inscrever até dia 04 de janeiro, de segunda a sexta, entre 09 e 17h. Se ainda não fez sua escolha, aí vão algumas opções:

» Teatro » Perna de Pau » Canto » Percussão » Dança Afro » Dança do Ventre » Teatro para crianças » Dança para crianças » Capoeira » Projetos Culturais » Edição de Vídeos » e muito mais

Aulas: De 07 a 27 de janeiro de 2008.
Mostra: 26 e 27 de janeiro de 2008, às 10h.
Quer mais informações? Tem tudo detalhadinho lá no site. Dá uma olhada! E se tiver dúvidas, pode ligar pra gente (71) 3083-4621/4600.

Ah! Vale lembrar que a abertura das oficinas contará com uma aula de DANÇA AFRO, GRATUITA, ministrada por NILDINHA FRANCO, do Balé Folclórico da Bahia. Dia 04 de janeiro, no Passeio Público, a partir das 17h. Vem pra perto do Vila, Velho!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Curtição no Arraial






Esse aí na foto é Gabriel, filho da atriz do Bando de Teatro Olodum Valdinéia Soriano e do diretor musical Jarbas Bittencourt. O sorrisão tem um motivo especial: ele foi o sortudo que ganhou a bolsa para cutir 15 dias no Acampamento Arrail Uniser em janeiro. Se deu bem!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Bando de Teatro Olodum no Verão 2008



Ó Paí Ó de volta no Vila Verão. Foto: Márcio Lima.


O ano de 2007 foi de extensa produção para o Bando de Teatro Olodum, companhia de teatro baiano com uma trajetória de 17 anos voltados para a criação de espetáculos com qualidade artística e compromisso social. Foram quatro espetáculos apresentados, viagens nacionais e internacionais, incursão cinematográfica, realização de mais um fórum nacional de performance, lançamento de livros e vídeo-documentários entre outras atividades artísticas e sociais que revelam a maturidade do grupo mais consolidado do cenário teatral baiano. Um extrato representativo desta extensa agenda de produções poderá ser revistos no mês de janeiro de 2008, dentro do Projeto Amostrão de Verão do Teatro Vila Velha. Serão apresentadas as peças Ó Paí ó, todas as sextas-feiras, a partir do dia 04, sempre às 20h, e o infanto-juvenil Áfricas, dias 19, 20, 26 e 27, às 16h.

Áfricas - Encantamento com a África, seus mitos, sua história e sua diversidade. Estes têm sido os sentimentos despertados, em crianças e adultos, por Áfricas, o primeiro espetáculo infantil da trajetória do grupo. A peça é dirigida por Chica Carelli, com coreografia de Zebrinha, direção musical de Jarbas Bittencourt, iluminação de Fábio Espírito Santo e Rivaldo Rio e figurinos e adereços de Zuarte Jr. O espetáculo, repleto de músicas, cores e danças, aborda o universo mágico e lúdico das lendas e contos africanos que ultrapassaram séculos e continentes através das narrativas dos griôs, ancestrais conhecedores dos saberes e da linguagem oral. O elo com o Brasil, especialmente com a Bahia, se dá através das heranças culturais africanas que marcaram a formação do povo brasileiro.

Ó Paí ó – O compromisso com as questões sociais e a qualidade artística elaborada pelo grupo em sua trajetória transformaram algumas peças em verdadeiros marcos do teatro baiano contemporâneo. Prova disso é Ó Paí ó, a radiografia do Pelourinho a partir do cotidiano dos seus moradores e das facetas que criaram para driblar os problemas. Sucesso desde a sua estréia em 1992, antecipou muito das discussões sobre as alternativas para o Centro Histórico, levou milhares de expectadores ao teatro, incluindo a classe média e artística e, finalmente, foi adaptado para outra linguagem artística: o cinema, com o seu amplo poder de abrangência de público. A estréia do filme Ó Pai ó, de Monique Gardemberg, em 2007, com a presença de Lázaro Ramos e o Bando de Teatro Olodum, despertou interesse nacional na companhia e na dramaturgia própria criada pelo grupo. Em 2008, o roteiro será adaptado para a tevê, através de um série da Rede Globo, com a presença dos atores e atrizes do Bando.

A peça, dirigida por Márcio Meirelles, com texto do próprio diretor juntamente com os atores, integra a Trilogia do Pelô, seqüência de montagens cujo tema é o Centro Histórico de Salvador. As outras duas peças da Trilogia são Essa é a nossa Praia e Bai, Bai, Pelô, todas criadas através de improvisações com o elenco e das observações no dia-a-dia do Pelourinho.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Chega ao fim a oficina d'A Outra



Fotos: Inácio Deus

Aconteceu no último domingo, dia 16 de dezembro, às 10:30, no palco principal do Teatro Vila Velha, a mostra de encerramento da oficina de teatro para iniciantes d’A Outra Companhia de Teatro.
A oficina, que aconteceu entre 17 de novembro e 16 de dezembro, foi ministrada por todo o elenco d’A Outra Companhia e teve o trabalho focado nas noções básicas das técnicas teatrais.


O tema escolhido para a oficina foi “Carnaval”. Os alunos adoraram e criaram personagens cômicos do universo carnavalesco baiano e a partir destes improvisaram as cenas que foram mostradas no encerramento do curso.
O público, formado por familiares, amigos e convidados dos alunos, se divertiu ao vê-los incorporando personagens e deixando a timidez de lado.
O resultado foi muito bacana!


Agora A Outra se dedica de cabeça no seminário Memória do Teatro Baiano nas décadas de 60, 70, 80 e 90 previsto para acontecer em fevereiro e no processo de montagem do espetáculo O pique dos índios ou A espingarda de Caramuru que tem estréia prevista para março de 2008.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Bombou!


A Feijoada da Sustança, que rolou ontem (16/12), aqui no Vila, foi um verdadeiro sucesso! Muito samba e feijoada deliciosa, com o tempero de Jorge Washington e Zebrinha. Cerca de 400 pessoas participaram da festa, que rolou a tarde toda e foi animada pelo Samba de Roda Urbano. A galera sambou até mais tarde (e ficou com sono de manhã)! Já o povo do Vila meteu a mão na massa pra fazer a feijoada acontecer. A boa notícia é que não vai parar por aí: todos os domingos de janeiro vai rolar feijoada no Vila, a partir do meio dia. Essa você não pode perder!

Confira alguns cliques da festa de ontem:







Fotos: Larissa Alves e Jorge Washington

Arrumando a casa para 2008



Arrumando e fazendo farra. Foto: Lenina Uzêda.


A programação de 2007 do Vila acabou e a galera aproveitou pra começar a manutenção do teatro. A força-tarefa, comandada por funcionários e artistas residentes, está arrumando tudo no depósito, preparando a casa para o ano que vai chegar. A programação de 2008 começa no dia 04 de janeiro, às 17h, com uma aula gratuita de dança afro, no Passeio Público, com a professora Nildinha Fonseca, abrindo o projeto Vila Verão. Por falar nisso, você já se inscreveu para as oficinas? Ainda está em tempo! Venha aqui no Vila até 04 de janeiro, de segunda a sexta, das 09 às 17h, ou se inscreva através do site http://www.teatrovilavelha.com.br/. Informações: (71) 3083-4621/4600.

Sorteio prorrogado

O sorteio da bolsa para o Acampamento Arraial foi prorrogado para a sexta-feira, às 12h, no Cabaré Café. Os artistas, funcionários ou prestadores do Vila têm até a quinta-feira (20/12), às 18h, para inscrever seus filhos ou netos na promoção. Se você tem interesse em participar do sorteio, escreva para exu@teatrovilavelha.com.br ou fale com Larissa, dizendo seu nome, o nome da criança (tem de ter de 5 a 15 anos) e o parentesco (se filho ou neto). Serão 15 dias de pura diversão. Corre pra seu filhote não ficar de fora!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

O espetáculo não pode parar


12 horas de apresentações! Sem parar! É verdade! A sexta edição do Encontro Internacional de Palhaços Anjos do Picadeiro chegou a Salvador, desde o dia 10, e o Vila também está no circuito. Palhaços de vários lugares do Brasil vão se reunir aquio no teatro e no Passeio Público, dia 14, sexta-feira. As apresentações começam às 17 horas e vão até às 5 horas do dia seguinte. É o OVERDOZE!

Durante essas 12 horas, muitas montagens vão animar o público, entre elas o Espetáculo de Gala, dirigido por Ângela de Castro, que conta com a participação dos grupos Barracão Teatro (SP), Ana Luiza Cardoso (SP), Seres de Luz Teatro (SP) e Intrépida Trupe (SP).

A virada artística ainda vai ter números de grupos do Chile, Argentina, México, Portugal e de vários estados brasileiros, como Coletivo Nopok (RJ), Circo Volante (MG), Coloral (CE), Era Clown (BA) e Buchechinha (SP).

O encontro Anjos do Picadeiro termina dia 16. Para ficar por dentro de toda a programação, acesse: http://www.anjodopicadeiro.com.br. O encontro também tem um blog: http://www.picadeiroquente.blogspot.com/

Venha rir com a gente no OVERDOZE!

Serviço

O que: OVERDOZE – Doze horas de apresentações pelo Encontro Internacional de Palhaços Anjos do Picadeiro.
Quando: 14 de dezembro, das 17 h às 5h.
Onde: Teatro Vila Velha (Palco principal e Cabaré dos Novos) e Passeio Público (Lona Petrobrás e no Circo Tomara que não Chova).
Quanto: R$ 20/10

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Para esquentar o domingão




Festa, samba e muito feijão. O Vila encerra as atividades do ano de 2007 com a Feijoada da Sustança, que acontece NESTE DOMINGO, dia 16 de dezembro, a partir das 13 horas. Para animar a galera, quem vai tocar é o grupo Samba de Roda Urbano, comandado por Toti Gira e Lobo Mau. O domingão vai ter surpresas e muita animação. Quem é amigo do Vila vem. Você vem, né? Ah bom!




O Grupo Samba de Roda Urbano. Foto: Manoela.

O que: Feijoada da Sustança – com Samba de Roda Urbano
Quando: 16 de dezembro, 13h
Quanto: R$ 10 (samba e feijoada). Ingressos à venda na bilheteria do teatro.
Onde: Teatro Vila Velha

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Andarilhos


Amanhã (dia 11 de dezembro) às 20 horas, Marcelo Jardim retorna aos palcos com o show Andarilhos, no Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha.


Na apresentação, o artista busca a simplicidade, trazendo para o público histórias sobre as suas andanças, através de canções que lhe trazem lembranças de lugares por onde passou.

No repertório, músicas inéditas autorais e de amigos, além de clássicos conhecidos da MPB.

Marcelo natural do Rio Grande-RS começou com a música estudando violão, aos dezesseis anos, logo em seguida formou uma banda com amigos e começou a se apresentar e compor suas primeiras músicas. Em 1995 veio para Porto Seguro trabalhar como guia de Turismo e também cantava nos bares da cidade. Em 2000, Marcelo prestou vestibular para Canto, em Salvador.

Durante a sua graduação em Canto, conheceu o mundo do teatro, fazendo inúmeras oficinas no Centro de Treinamento do Ator do Teatro Castro Alves, o que possibilitou a trabalhar como professor de Canto para vários Grupos de Teatro da cidade.


Serviço
O que: Show de Marcelo Jardim
Quando: 11/12, 20h
Onde: Cabaré dos Novos do Teatro Vila Velha
Ingressos: R$ 16/8

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Domingo tem Mostra Tomaladacá


Nesse domingo, dia 09 de dezembro, às 10 horas, o projeto Tomaladacá vai promover a mostra anual dos trabalhos de sete grupos de teatro e dança. A mostra vai apresentar o resultado dos trabalhos que esses grupos desenvolveram durante o ano, com atividades de diálogo e troca de experiência artística. Cada grupo vai apresentar esquetes de 15 minutos dos seus espetáculos originais.


Projeto Tomaladacá. Foto: Vinicio Oliveira.

Os grupos que vão participar da mostra são Grupo Kalaboca, com o espetáculo Leonídia – a musa infeliz de Castro Alves; Grupo Topa, com o espetáculo O Pequeno Príncipe; Gruporacaso, com o espetáculo A Mulher que Rejeitou Santo Antônio; Grupo Viver com Cultura, com o espetáculo de dança Encontro das Águas; Grupo Resistência, com o espetáculo A Longa Noite; Grupo Beje Eró com o espetáculo A Nossa Vila e Grupo 2ª Opinião com o espetáculo Opinião por Assinatura.

O Teatro Vila Velha esse ano recebeu o título de Ponto de Cultura, através do Ministério da Cultura, por ser considerado um espaço que promove o desenvolvimento cultural da região.



Projeto Tomaladacá. Foto: Vinicio Oliveira.

No domingão venha pro Vila!

SERVIÇO
O que:
Mostra Tomaladacá
Quando: 09 de dezembro, 10h
Onde: Teatro Vila Velha
ENTRADA FRANCA

Vertigem



Foto: Divulgação.


Dezembro começou trazendo muita dança. Dessa vez, quem aporta aqui no Vila é o Grupo de Dança Contemporânea da UFBA (GDC), que mostra o espetáculo Ilinx, dirigido por Leda Muhana, no próximo final de semana (07, 08 e 09/12). O nome do espetáculo vem do termo grego que significa turbilhão de águas. Dele se originou a palavra ilingos, que quer dizer vertigem. O tema da vertigem, ou Ilinx, denominação usada pelo pesquisador e ensaísta francês Roger Caillois (1913-1978), no livro Os Jogos e os Homens, serviu de base para o novo trabalho do GDC, que celebra o cinqüentenário da Escola de Dança.

Serviço

O que: Ilinx
Direção: Leda Muhana
Elenco: Grupo de Dança Contemporânea da UFBA
Quando: 07, 08 e 09/12, 20h
Onde: Palco Principal do Teatro Vila Velha
Ingressos: R$ 10 (inteira) / R$ 5 (meia)

Dança


Todos os profissinais de Dança estão convocados para a última reunião do Fórum de Dança da Bahia do ano de 2007. Na reunião serão discutidas as atividades realizadas durante este ano e os encaminhamentos previstos para 2008. Ao final da reunião, haverá um momento de confraternização.

Dia: 13 de dezembro – quinta-feira
Hora: 12h00 às 15h30
Local: Escola de Dança da UFBA

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Jingle Bells



O advento é o período de quatro semanas que antecede o Natal. Muitos músicos nesta época fazem um "pout-pourri" de cantigas natalinas. Cyrene Paparotti traz para o Vila HOJE (05/12), às 20h, o Concerto do Advento, que tem a proposta de ressaltar as músicas destinadas para a época de preparação do Natal. O concerto será constituído de três partes: 1ª - Solo piano: cinco intérpretes solistas (Cyrene Paparotti e alunos avançados) acompanhados ao piano cantarão trechos do Magnificat (Cântico de Maria), Benedictus (Cântico de Zacarias) e Nunc Dimitis (Cântico de Simeão); 2ª - Coro: O Coro Cantor Cristão dirigido por Cyrene Paparotti fará o "Ciclo do Advento de J. W. Faustini" (inédito na Bahia); 3ª - Coro Desembahia: Pout-pourri do folclore brasileiro – Regência Magno de Aguiar. Antecipe o clima natalino e venha curtir!

Riso em Salvador!





Faltam poucos dias! Grupos brasileiros de teatro extremamente respeitados como Intrépida Trupe (RJ), Parlapatões, Patifes e Paspalhões (SP), Lume Teatro (SP), Teatro de Anônimo (RJ), Circo Pindorama (PE), Carroça de Mamulengos (CE) Cia. do Giro (RS) e A Turma do Biribinha, que fará a abertura, já estão preparando suas malas para desembarcar em Salvador a partir do próximo dia 10, quando a cidade sediará pela primeira vez o Anjos do Picadeiro – Encontro Internacional de Palhaços, cujo o tema é Trocas: Modos de Fazer, Usar e Pensar. Entre as performances internacionais, Hilary Chaplain (EUA) se apresentará no Circo Picolino, onde funciona a ativa escola circense baiana, com viés sociocultural; Loco Brusca (Espanha) mostrará seu espetáculo para os transeuntes e platéias da Praça da Sé; Gardi Hutter (Suíça) vai ocupar o Teatro Sesc-Senac Pelourinho; e Leo Bassi (Espanha) leva seu humor cáustico ao Teatro Castro Alves. De 10 a 16 de dezembro, o público baiano poderá conferir dezenas de espetáculos, performances e debates com mais de cem artistas e pesquisadores do Brasil e do exterior transformando Salvador num pólo de apresentações e reflexão sobre a arte de fazer rir. As oficinas internacionais ainda estão com vagas abertas e a programação completa do evento já pode ser conferida no site http://www.anjosdopicadeiro.com.br/ .

Ponto de Encontro

Durante o Anjos do Picadeiro a área do Passeio Público promete se transformar num grande ponto de encontro de artistas e público em geral. É lá que vai ser realizada boa parte da programação do Encontro Internacional de Palhaços. É lá também que será montada a Lona Petrobras, onde vai acontecer a festa de abertura (para convidados, apenas) do Encontro. Os espetáculos serão apresentados ainda no Teatro Castro Alves, Vila Velha, Sesc-Senac Pelourinho e Centro Cultural Plataforma, além do Circo Picolino e espaços públicos como Praça da Sé e Largo Cruzeiro de São Francisco.

Overdoze

O público terá a chance de participar de uma maratona teatral inédita em Salvador: trata-se do Overdoze, uma programação ininterrupta de espetáculos, encontros, atividades e performances dos artistas que integram o Encontro. Durante o Overdoze, o Passeio Público será transformado em um “complexo” de quatro espaços: o palco principal e o cabaré do Teatro Vila Velha, o Circo Tomara que não chova e a Lona Petrobras, especialmente construída para abrigar parte da programação e que funcionará como ponto de encontro do Anjos do Picadeiro. O Overdoze será apresentado numa sexta-feira (dia 14 de dezembro), a partir das 17h, e contará com cerca de 50 performances, que se dividem por 12 horas de programação, simultaneamente nos quatro espaços.

Histórias do Riso

O Anjos do Picadeiro irá muito além da apresentação de espetáculos: haverá também o lançamento de vários livros que documentam e analisam a arte da comicidade, escritos por importantes pesquisadores brasileiros. Um deles é Circo Nerino (de Verônica Tamaoki e Roger Avanzi), que recupera a trajetória da companhia que, de 1913 a 1964, encantou platéias de vários cantos do Brasil e entrou para a memória do circo. Outro lançamento é Circo-Teatro: Benjamim de Oliveira e a teatralidade circense no Brasil, no qual a autora Ermínia Silva resgata sagas de famílias circenses européias. Já O Elogio da Bobagem – Palhaços no Brasil e no Mundo, de Alice Viveiros de Castro, faz uma profunda imersão na representatividade da figura do palhaço através do tempo.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

HOJE!!!


Lô Borges relembra Clube da Esquina em Salvador

Clarissa Borges, do A Tarde On Line

Com apresentações de Márcio Borges, Lô Borges e o guitarrista Giuliano Fernandes, o Museu Clube da Esquina apresenta na próxima terça-feira, 4, o projeto Museu Vivo, no Teatro Vila Velha. O evento tem como objetivo divulgar para preservar as atividades do movimento musical Clube da Esquina, iniciado na década de 60, em Minas Gerais, e difundido em todo o país.

Nesta edição do Museu Vivo, Márcio Borges vai mostrar um vídeo produzido com o acervo do museu. A parte musical fica por conta de Lô Borges, no vocal, e Giuliano Fernandes, na guitarra, que tocarão sucessos como Girassol, Clube da Esquina, Quem Sabe Isso Quer Dizer Amor. O Museu Vivo realiza eventos periodicamente em diversas cidades – este ano já passaram por Belo Horizonte, Montes Claros, Carbonita, Conceição do Mato Dentro, Brasília, São Paulo, Araraquara , Três Pontas, Divinópolis, Juiz de Fora e Sabará – a fim de divulgar a memória do Clube da Esquina. Integram a programação palestras e apresentações musicais de artistas ligados ao movimento.

O Clube da Esquina surgiu em Belo Horizonte, quando diversos cantores, músicos e compositores começaram a fazer um som que se identificava com elementos de Bossa Nova, Jazz e Rock'n' Roll, mas tinha personalidade própria. Inspirados especialmente pelos Beatles, Milton Nascimento, Wagner Tiso, Fernando Brant, Márcio Borges, Nivaldo Ornelas, Toninho Horta e Paulo Braga deram início ao movimento que com o tempo incorporou diversos artistas mineiros, como o próprio Lô Borges e Flávio Venturini.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

AMIGOS DO VILA - PARTE V


(por Bruno Codes, da NovaeraConsult)


Assim como no teatro, na consultoria de negócios a criatividade e a adequação são grandes diferenciais. É necessário avaliar um contexto, para que o resultado final seja o mais bem sucedido o possível. É necessário ainda interagir de forma inteligente para a satisfação plena do cliente.

Nos seus 10 anos de existência, a NovaeraConsult demonstra excelência nesta arte chamada “Construção de cenários empresariais”. Esta trajetória de sucesso se iniciou em uma pequena sala, contando apenas com a experiência de mais de 15 anos dos seus sócios. Hoje, possui grandes clientes e parceiros líderes mundiais.

A NovaeraConsult auxilia seus clientes a encontrar o caminho do sucesso: otimiza os processos produtivos, aumenta a rentabilidade e fortalece a posição competitiva no mercado. Para a NovaeraConsult, cada cliente é único, exigindo muita criatividade nas soluções. A cada cenário construído, um novo desafio.

Na construção de cenários empresariais, a NovaeraConsult ainda oferece soluções integradas através da oferta de software de gestão empresarial. Este produto possibilita que os setores das empresas funcionem de forma conjunta, operando como uma orquestra: sob controle, em harmonia e no mesmo ritmo.

A NovaeraConsult é responsável pelo planejamento estratégico do Teatro Vila Velha, buscando nortear a gestão da instituição. Um projeto para o bem da instituição e de todo o teatro baiano.


NOVAERA CONSULT

Endereço: Rua Lucaia, 337 3º andar - Rio Vermelho
Telefone: 3335-0010
Emails: novaera@novaeraconsult.com.br mkt@novaeraconsult.com.br

Redemoinho


O ator Gordo Neto está em Porto Alegre-RS onde representa o Teatro Vila Velha na terceira edição do Encontro Nacional do Redemoinho - Rede Brasileira de Espaços de Criação, Compartilhamento e Pesquisa Teatral – de hoje (03) até 05 de dezembro. Jacyan Castilho, atriz do grupo Vilavox, também participa do encontro, que acontece na sede da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz.

A participação dos dois artistas no evento pretende, também, fortalecer a articulação do Vila Velha no evento, tendo em vista que o teatro sediará a quarta edição do encontro, no final de 2008. O Vila pretende formar, durante o próximo ano, a Regional Bahia do Movimento Redemoinho (como já acontece em outros locais), para fortalecer o teatro de grupo no estado.

Este ano, os cerca de 50 grupos integrantes do Redemoinho vão definir a elaboração de um calendário de ações políticas para o ano de 2008 com todos os estados participantes do Movimento. Entre os objetivos do Redemoinho estão a aprovação da proposta de destinar 2% do orçamento federal para a cultura e a instituição do Prêmio de Teatro Brasileiro, que prevê a liberação de R$ 50 milhões para o teatro nacional todo ano.

A Redemoinho é uma associação brasileira de grupos que mantêm ou disputam espaços de criação, compartilhamento e pesquisa teatral. Criada em 2004, funcionou até seu terceiro encontro como rede e, em 2006, deliberou transformar-se em movimento político cujos representantes, eleitos, têm a tarefa de atuar na cena pública e política. Integram o movimento grupos de destaque no cenário nacional como o Galpão (MG), Cia Ensaio Aberto (RJ), Clows de Shakespeare (RN), dentre outros.