terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Os indicados

Saíram os indicados ao prêmio braskem, desse ano. Quatro dos nossos, estão lá. Veja a lista completa.

Jarbas Bittencourt Vivianne Laert
Chica Carelli Iara Colina
Na ordem, da esquerda para direita: Jarbas Bittencourt, Vivianne Laert, Chica Carelli e Iara Colina.


Melhor Espetáculo Adulto
O Sapato do Meu Tio
Raul Seixas - A Metamorfose Ambulante
O Futuro Está nos Ovos
Murmúrios

Melhor Espetáculo Infanto-Juvenil
Rádio Biruta
A Revolta dos Brinquedos

Melhor Diretor/Diretora
João Lima (Sapato do Meu Tio)
Deolindo Checcucci (Raul Seixas - A Metamorfose Ambulante)
Carol Vieira (O Futuro Está nos Ovos)
Nehle Franke (Murmúrios)

Melhor Ator
Alexandre Luis Casali (O Sapato do Meu Tio)
Lúcio Tranchesi (O Sapato do Meu Tio)
Nelito Reis (Raul Seixas - A Metamorfose Ambulante)
Eduardo Albuquerque (Todo Mundo tem Problemas Sexuais)

Melhor Atriz
Evelin Buchegger (Murmúrios)
Iara Colina (Divorciadas, Evangélicas e Vegetarianas)
Débora Santiago (Estava Escrito no Rosto)
Cláudia Di Moura (Pá Lavra)

Melhor Atriz Coadjuvante
Maria Menezes (Alvoroço - Uma Comédia feita por Você)
Chica Carelli (O Despertar da Primavera)
Vivianne Laert (Diatribe de Amor contra um Homem Sentado)
Neyde Moura (Braseiro)

Melhor Ator Coadjuvante
Narcival Rubens (Raul Seixas - A Metamorfose Ambulante)
Caco Monteiro (Todo Mundo Tem Problemas Sexuais)
Vitório Emanuel (Amores Bárbaros)
Gil Teixeira (Hamlet)

Melhor Autor/Autora
Deolindo Checcucci e Plínio Seixas (Raul Seixas - A Metamorfose Ambulante)
Ilma Nascimento (Rádio Biruta)
Alexandre Luis Casali e Lúcio Tranchesi (O Sapato do Meu Tio)
Adelice Souza (Fogo Possesso)

Categoria Especial
Irma Vidal - Iluminação (Fogo Possesso)
Virgínia Da Rin - Produção (Murmúrios)
Jarbas Bittencourt - Trilha Sonora (O Sapato do Meu Tio)
Moacyr Gramacho - Cenário (Fogo Possesso)

Revelação do Ano
Os indicados nesta categoria somente serão divulgados na noite do evento de premiação

Voto Popular
O prêmio, visando incentivar a participação do público e formação de platéia, instituiu em 2004 o Voto Popular para as categorias Espetáculo Adulto e Espetáculo Infanto-Juvenil. As pessoas interessadas poderão acessar o site www.braskem.com.br no período de 1º de fevereiro a 30 de março de 2006 e escolher o Melhor Espetáculo na sua preferência das categorias citadas. Os vencedores do voto popular também recebem um troféu.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

Postais Comemorativos: 40 anos do Vila

"Oi!
Os postais chegaram hoje. Gostei muito. São muito bem elaborados, colocar os nomes dos artistas fotografados no verso torna-os muito mais interessantes. É realmente a história do teatro!!! O fato de serem em branco e preto aumenta a sensação de termos a ' história nas mãos',
é 10 ! Amei!!!

Um abraço
Paula Pesaresi
Peruíbe - SP"

11 - Eles não usam blequetai - 1964

Você sabia que o Vila lançou uma coleção com 40 cartões postais em comemoração aos 40 anos do teatro? Em cada postal, há uma foto com um evento ou espetáculo que marcou a nossa história de 1964 até 2004. Grupos e artistas de todas as fases do teatro estão representados, com muitos nomes, identificados com datas e acontecimentos. A seleção foi feita pela equipe de documentação, que vem revirando esse bonito passado já faz algum tempo. E a "publicação" dessa história foi possível graças à PETROBRAS, que bancou a impressão de 40.000 postais.


20- GRRRRRRRRRRrrrrrrrrrr... , 1970 // 26 - Gracias a la vida, 1976

Agora que já falamos da coleção, você deve estar se perguntando: mas como é que eles foram parar lá em Peruíbe - SP? É uma história surpreendente e interessante.

No finalzinho do ano passado, recebemos o e-mail de um colecionador interessado em adquirir postais de teatros brasileiros para participar de uma exposição com postais de teatros de todo o mundo. Falamos a ele da nossa coleção, mas seu interesse era em imagens de espaços físicos, como fachada, platéia, foyeur, palco... Bom, desses, nós não temos. Para o que ele queria, nossa coleção não servia, no entanto, ele fez questão de encaminhar as informações para outros colecionadores e aí começaram a chover e-mails perguntando como era para adquirir os postais.

E assim a coleção chegou a Peruíbe-SP.


27 - Baile das Atrizes, 1977 // 32 - Cinderela ou A gata borralheira, 1983

Ficamos surpresos e muito felizes com o interesse das pessoas - principalmente um retorno elogioso como esse da Paula. O curioso é que os e-mails que chegam são todos de cidades fora da Bahia. Parece que vamos fazer a festa com os Correios. "Será que o público baiano não vai querer também ter a coleção?", nos perguntamos...

Bem, se você também quer comprar os postais, fale com a gente: comunicacao@teatrovilavelha.com.br ou pelo telefone (71) 3336-1384.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2006

Discuta teatro e ganhe convites!

Para quem está ligado no Orkut, uma dica: faça parte da comunidade Platéia do Teatro da Bahia. Nesta comunidade, criada por Waldir, as pessoas que frequentam o circuito teatral baiano - ou que têm interesse, mas nem sempre têm oportunidade - se encontram para conferir a programação, trocar idéias, recomendar espetáculos e emitir opiniões. A idéia aqui é fugir das discussões cabeçudas e debater num ambiente mais democrático e menos, digamos, "acadêmico". Além disso, a cada semana, são sorteados convites para as peças em cartaz nos mais diversos teatros da cidade. O Vila acaba de entrar nessa. Participe da comunidade para conhecer melhor o teatro baiano!

terça-feira, 24 de janeiro de 2006

Lázaro Ramos e Bando de Teatro Olodum no Canal Brasil




Semana passada, entre os dias 18 e 20 de janeiro, o ator Lázaro Ramos esteve aqui no Vila realizando uma série de gravações com o Bando de Teatro Olodum para o programa Espelho, do Canal Brasil. Inspirado no Cabaré da RRRRRaça (que continua em cartaz às sextas), escrito e dirigido por Marcio Meirelles, o programa levará ao ar temas ligados à cultura negra, com entrevistas, depoimentos nas ruas, poesias e cenas de filmes, tudo costurado por trechos da peça baiana. Idealizado, escrito, dirigido e apresentado pelo próprio Lázaro, o programa abre sua primeira temporada com 4 apresentações, que compõe uma série-piloto chamada Espelho da Raça. No primeiro programa, ele contextualiza o público com um apanhado geral sobre a situação do negro no Brasil. Os programas seguintes trazem os temas: Juventude, Teatro Negro no Brasil e Auto-estima. Ainda sem data marcada para entrar no ar, a série é o primeiro passo do que pode ser um novo programa fixo na TV por assinatura brasileira, um dos poucos com olhar diferencial sobre a negritude.

Nas fotos, alguns flashes dos bastidores das gravações, que aconteceram nas dependências do Vila e em alguns pontos de Salvador.


Fotos: Alexandre Marinho / Amanda Graciolli

segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

Como assim?

Estamos inaugurando um novo tipo de post no blog do Vila. Depois do c.o.r.r.e.s.p.o.n.d.ê.n.c.i.a., espaço onde publicamos e-mails que recebemos do público, agora lançamos o Como assim? para esclarecermos algumas dúvidas mais frequentes do público. São questionamentos que recebemos por e-mail, telefone, ao vivo, diga aí, etc.

E o primeiro post será sobre o PASSAPORTE 2006.

Gostaria de confirmar a veracidade de um pacote promocional:
Na compra de 5 (cinco) ingressos para qualquer espetáculo, o pacote sai a R$25,00.
Como funciona essa promoção e até quando será valida?
Desde já, obrigada.

Sim, este pacote é verdade!

Chama-se PASSAPORTE 2006. Funciona da seguinte forma: O Passaporte pode ser adquirido por R$ 25,00 até 1 hora antes das apresentações e dá direito a cinco ingressos para quaisquer espetáculos que façam parte da promoção - aqueles que são produzidos ou apoiados pelo Vila, ou seja, quase todos.

Você pode trazer seus amigos, sua família e dividir com eles, ou então, pode guardar e usar todos os ingressos sozinho (a), porque o Passaporte vale durante o ano todo.

Mas atenção: você só pode comprar o passaporte até 1h antes das apresentações. E os tíquetes não utilizados até o final do ano não serão devolvidos.

Nossa bilheteria está aberta diariamente, a partir das 14:00 e você pode comprar e trocar seus tíquetes antecipadamente, para garantir ingressos e evitar transtornos em cima da hora.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2006

c.o.r.r.e.s.p.o.n.d.ê.n.c.i.a

Olá, sou Ednilson amante e frequentador do TVV. O mais recente espetáculo que vi foi a peça "Cartas abertas", e fiquei encantado com a montagem perfeita, a interação com o público(que já é marca registrada dos espetáculos do Vila) que aquelas meninas fizeram.

Esta mensagem é só para parabenizar vocês pela criatividade e beleza.

Só acho que o Teatro baiano deveria ser exposto para o Brasil, pois, tem muita coisa boa pra se ver aqui e vocês são uma delas.

Parabéns, a todos que fazem parte desse projeto.

Abraços a todos

Ed


------------------------------------------------------------------------------------

Olá, sou estudante do curso de Formação Profissional em Teatro na FAFI no ES e tive o prazer de conhecer o teatro semana passada no espetáculo infanto-juvenil. Gostaria de deixar registrado a minha admiração pelo trabalho de vocês e que em 2006 vocês tenham muito sucesso!

Grande abraço a todos!

Abel.

terça-feira, 17 de janeiro de 2006

Oficinas Vila Verão 2006

Todo dia quando vamos chegando, vemos um amontoado de gente na porta aguardando as oficinas começarem. Ehhh, é essa galera que quer aprender coisas novas, se aperfeiçoar na sua ocupação, ou até mudar o rumo de suas vidas, e por que não? Uma mudança bem feita é sempre válida, às vezes nós nos assustamos com o novo, com o que pode vir com ele, mas devemos saber que sempre ele nos traz um aprendizado, mesmo que seja mínimo mas com certeza servirá para alguma coisa no futuro.

Este projeto das Oficinas vem acontecendo, nesta temporada, desde o dia 09/01/2006. Nesta temporada,
porque esse já é um projeto antigo que vem acontecendo desde 1997!!! Infelizmente as inscrições já encerraram, mas ainda resta uma esperança para você estudante ou admirador da dança,
é possível fazer aulas avulsas por uma pequena taxa de R$15,00. E pode crer que são quinze
reais bem pagos. O professor Zebrinha, que ministra as aulas "Dança: Oficina de Condicionamento",
atua trabalhando o condicionamento físico e o movimento dos alunos, dando maior flexibilidade e ao mesmo tempo tonificação muscular, utilizando técnicas inspiradas no método de Lester Horton e barra ao solo.

Se você é daqueles amantes da cultura afro, pode fazer uma aula avulsa de Dança Afro. Ministrada pela professora Nildinha, ela é dirigida a dançarinos, atores e modelos, iniciantes ou pessoas com alguma experiência em dança. Os participantes vão enfrentar um trabalho vigoroso, direcionado para o realinhamento postural, o incremento da força muscular, da resistência física e do condicionamento corporal, ao mesmo tempo em que entrarão em contato com os elementos da cultura africana. Ainda assim, se você é daqueles que gosta da dança afro, mas também curte a dança moderna, você pode aliar as duas com a professora Rosângela Silvestre, na oficina Dança Silvestre.

Infelizmente eu não cheguei a tempo de me matricular nas oficinas, daí eu fico aqui, ouvindo os outros falarem de suas experiências. Ainda não ouvi nenhuma reclamação, isso significa que eu estou perdendo mesmo as oficinas... Quem sabe no próximo verão eu faço alguma?

Enquanto isso, boas aulas pra quem se matriculou, aproveitem ao máximo.

Gabriel Bispo (o estagiário que todos já sabem o nome depois do último post)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

Márcio Vitor e o Bando de Teatro Olodum

O palco principal do Teatro Vila Velha ficou completamente lotado. Cadeiras extras tiveram que ser colocadas às pressas e houve até quem preferisse ficar de pé a perder o espetáculo.

Cabaré da Rrrrrraça, uma peça cujos ingressos normalmente já são disputadíssimos, mesmo nove anos depois da estréia, teve uma procura ainda maior que a habitual. Houve gente vindo quarta-feira ao Vila para garantir que ia conseguir entrada! E por que tanto alvoroço? Primeiramente, a montagem em si já é fantástica. Abordando um tema polêmico, o preconceito racial, dispondo de músicas vibrantes e trechos bastante irônicos, Cabaré consagrou-se como um dos mais populares espetáculos do Bando. Na sexta-feira passada (13/01), no entanto, havia um ingrediente especial na peça: o vocalista da banda de pagode Psirico, Márcio Vitor.

Durante o decorrer da peça, o cantor pareceu ter gostado bastante do que via. Ao final, fez uma participação especial, cantando "Negrume da Noite", de Paulinho do Reco e Caiuba, junto aos atores e atrizes, no palco. Em seguida, com um trecho de "Pedindo Paz", Márcio Vitor fez um apelo, condenando a violência. No final, é claro, não podia faltar "Miserê" para agitar a platéia.

Nos bastidores, Márcio Vitor mostrou-se extremamente emocionado por estar no Vila e poder participar de um evento do teatro. Em entrevista, chegou a afirmar que a participação "foi a coisa mais importante que o Psirico já fez".

Na sexta que vem, dia 20, o convidado especial será o grupo Afroman. Vale a pena conferir.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2006

DÊ UM ABRAÇO NA SALA DE ARTE!


Por cinco anos, a Sala de Arte do Bahiano pôde sanar uma deficiência da cidade e, especialmente, do bairro da Graça, por opções culturais de qualidade. Com exibição de filmes não disponíveis nos shopping centers e funcionando também como galeria de arte, o cinema do Bahiano consagrou-se como ponto de encontro para aqueles que procuravam um ambiente tranqüilo e aconchegante para tomar café, lanches e ler jornais e revistas.

No entanto, a Sala de Arte do Bahiano corre o risco de ser fechada. O Clube Bahiano de Tênis, devido a dificuldades financeiras, alugou à rede de delicatessens Perini a sua sede social, onde se localiza o cinema. Acreditando que é possível a convivência entre cinema e delicatessen, podendo haver, inclusive, intercãmbio de clientela entre os mesmos, uma comissão foi criada em defesa da Sala de Arte. O objetivo é mobilizar a opinião pública por meio de um abaixo assinado.

No próximo domingo, dia 15 de janeiro, às 16h, a Comissão de Defesa da Sala de Arte no Baiano está preparando o "Abraço da Sala de Arte", na área externa da própria sala. Todos estão convidados a participar e prestar apoio à causa, aderindo ao abaixo-assinado que estará disponível no local.

Além disso, quem comparecer ao Teatro Vila Velha terá a oportunidade de adicionar a sua assinatura em prol da permanência do cinema. O abaixo-assinado estará disponível, aqui no Vila, durante o tempo que for preciso. Fale com o nosso pessoal.

Ah! Uma notícia boa: está de volta a parceria entre o Vila e a Sala de Arte!!! Quem for assistir a um filme em qualquer um dos espaços do Circuito Sala de Arte poderá apresentar o canhoto do ingresso na bilheteria do Vila e pagar apenas meia entrada! O contrário também tá valendo: o canhoto do Vila vale como meia entrada na Sala de Arte. A promoção é válida por até uma semana, a partir da data de emissão do tíquete. Aproveite!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2006

Viladança no Palco Sobre Rodas

O Viladança já estreou 2006 com uma viagem. Integrando o projeto Palco Sobre Rodas, a companhia de dança do Teatro Vila Velha foi a Inhambupe para se apresentar em praça pública, tendo como palco uma carreta montada especialmente para o evento.

O grupo apresentou o musical infantil Da Ponta Da Língua À Ponta Do Pé contemplando mais de 1.000 crianças, jovens e adultos. Os presentes puderam aprender um pouco mais sobre a história da dança e sua trajetória desde os homens primitivos até a contemporaneidade, passando por Luís XIV e Isadora Duncan.

O Viladança vem mostrando interesse por levar a arte às mais diversas platéias desde o ano passado, quando firmou um convênio com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura. De lá para cá, 8.800 alunos da rede pública já assistiram ao espetáculo, discutiram o tema abordado e até agradeceram ao Viladança, por carta, pela oportunidade de entrar num teatro.

Fora de Salvador, em Brumado, Livramento e Rio de Contas, a companhia ofereceu workshops gratuitos de fotografia artesanal, teatro, dança e origami, obtendo 731 inscritos. Nessas mesmas cidades, com o patrocínio do Banco do Nordeste, cerca de 3.000 pessoas assistiram a Da Ponta da Língua À Ponta Do Pé, de graça, em teatros ou em praça pública.

Atualmente, o Viladança se concentra na elaboração da nova montagem. Ontem, começaram os encontros do grupo, que deverá, no novo espetáculo, falar sobre a imagem, o tempo e suas conseqüências... tudo isso com uma trilha inédita de ninguém menos que Milton Nascimento!

Camila Kowalski

terça-feira, 10 de janeiro de 2006

Outra cria do Bando no cinema

O Bando de Teatro Olodum, como vocês sabem, foi o berço artístico do ator Lázaro Ramos, atual fenômeno das telas brasileiras. O grupo agora tem uma nova cria seguindo a estrada cinematográfica: Elane Nascimento. Atualmente, a moça encontra-se afastada das atividades do Bando porque está filmando lá em Pernambuco. Ela faz parte do elenco de Deserto Feliz, filme dirigido por Paulo Caldas (Baile Perfumado), com roteiro assinado por Manuela Dias, Marcelo Gomes (Cinema, Aspirinas e Urubus) e Xico Sá. Com previsão de estréia para março, o filme vem mexer naqueles temas espinhosos que o Nordeste brasileiro conhece muito bem - tráfico de animais silvestres, violência doméstica e meninas envolvidas no esquema do turismo sexual infanto-juvenil. Elane faz o papel de Daiane, amiga da personagem principal, uma adolescente que depois de ser violentada pelo padrasto, foge para Recife e acaba entrando no mundo da prostituição.

Na foto, Elane clicada por Márcio Lima em Cabaré da RRRRRaça.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

Começou bonito!

Mais de 500 pessoas passaram pelas cadeiras do Vila neste final de semana com as estréias do Amostrão. O Cabaré da RRRRRaça, como já virou costume, deu casa cheia na sexta, com gente se espremendo nos corredores para ver - muitos não mais pela primeira vez. O momento especial ficou por conta da participação da cantora Mariene de Castro, que emocionou a todos com sua voz cheia de energia, marcando com a beleza de seus sons e sua performance a abertura da temporada do Bando de Teatro Olodum.

A jovem A Outra Companhia de Teatro re-estreou Debaixo d'água em cima d'areia, no sábado, também com um bom público. Para Vinício, diretor da montagem, bom mesmo foi o desempenho dos atores, que entraram em cena com o pé direito e cheios de gás. Com a satisfação nos bastidores, quem sai ganhando é a platéia!

No domingo, a estréia do inédito Antídoto, show musical de Aldo Brizzi e Graça Reis, atraiu a atenção dos convidados, que vieram em peso conferir a mistura de música eletrônica e poesia na atmosfera onírica criada pela diretora Cornélia Geiser.

E isso é só o começo! Hoje tem muito mais, com o retorno das Cartas Abertas. Quarta tem Roda de Choro e sexta volta tudo de novo. Aproveite suas férias. Aproveite o verão. Depois que o sol se pôr, apareça!
A Feijoada

Noooossa senhora!!!

Rapaz, na última sexta (06/01), rolou uma senhora feijoada, pra ninguém botar defeito!
Tinha um monte de amigos nossos aqui: a galera da Petrobras, da CHESF, da Secretaria de Cultura e Turismo, o Deputado Luis Albertoo, o pessoal da Secretaria Municipal da Educação e Cultura, gente de todo canto. Até gente da televisão tava aqui! O pessoal da TvE apareceu em peso, e de alguns outros veículos midiáticos (hehe, falei bonito).




Foi ótimo ver nossos amigos aqui reunidos, por que amigo não é só pra nos ajudar a nos levantar, eles também merecem estar do nosso lado nos nossos dias de festa. A feijoada foi uma forma de mostrarmos nossa gratidão pelo apoio que nos vem sendo dado, pelo carinho com que somos lembrados, e todas as formas de ajuda que recebemos.

Rapaz!!! Já ia me esquecendo de contar o resto!
Bom, rolou o som da banda "Confraria". Querem que eu comente a apresentação deles? Show de bola! muito legal! bala!!! Essa banda tem um som muito bacana, alia elementos da cultura popular baiana com os mais diversos ritmos, formando um som diferente e bem característico que só eles sabem fazer. Pra que melhor? Comer aquela feijoada, ouvindo confraria, e ainda rolando Roskas e Caipirinhas...

Com aquele bom humor característico da galera daqui, as risadas foram garantidas. E todo mundo filou a bóia, pessoal da produção, da manunteção, som, iluminação, dos grupos (Novos Novos, A Outra,...), acho tinha no mínimo uns dois representantes de cada setor. Acho que tinha mais, é que eu ainda não conheço o povo todo. Ainda...

Por tudo que estas pessoas maravilhosas fizeram e fazem, hoje o Vila respira mais forte.

Bom é isso, licença aqui que eu preciso descansar, por que depois do rango me dá um sono.

ZZZZzzzzzZZZZzzzzZZZZZZ

Texto e fotos:
Gabriel Bispo
(é aquele novato que ninguém sabe o nome, hehe)


sexta-feira, 6 de janeiro de 2006

2005 a gente não mesmo vai esquecer...

A cia de teatro nata agradece a toda a equipe do teatro vila velha por esse ano de 2005. Nós fizemos neste teatro a nossa primeira temporada ( em março), voltamos para o cabo a rabo, amadurecemos um pouco mais, definimos nossa linha de atuação que é teatro popular, discutimos nossas origens no fórum de perfornance negra, enfim, acreditamos muito mais no nosso talento e nos nossos sonhos. DESEJAMOS NÃO 499 presentações no vila, este ano desejamos 1000 para que mais do que nunca este teatro seja validado, valorizado, visitado ,patrocinado e nunca perca esse seu perfil de um teatro de revoluções. Muito obrigado todo o axé e que os orixás abençoem cada um de vocês que dedicam talento, suor, e sonho nesta casa hospitaleira e divinizada.

Um grande beijo a cada um deste teatro

Companhia de Teatro Nata Alagoinhas.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Começa nesta sexta-feira o Amostrão Vila Verão. Para esquentar o clima, abrimos a temporada na hora do almoço, com uma feijoada caprichada para amigos, imprensa e mantenedores do Vila. Esse feijão todo cheio de prosa marca a abertura do nosso ano, numa comemoração múltipla por coisas muito importantes que estão acontecendo conosco. Além da abertura da programação de verão, a feijoada comemora a recente renovação do convênio de manutenção com a Petrobras, a continuidade dos patrocínios da Vivo, da CHESF e do Fundo de Cultura do Estado e, obviamente, o sucesso do ano que passou.

Mas é de noite que o palco começa a ferver, com a nova temporada de Cabaré da RRRRRaça. Depois de fechar as comemorações de 15 anos do Bando com uma bela repaginada, o espetáculo retorna com novos convidados especiais. A começar pela bela Mariene de Castro (foto), que traz na sua voz forte o clima de recôncavo para a passarela negra do Vila.

É bom lembrar que este ano o horário das apresentações é diferente. Atendendo aos pedidos do público, os espetáculos começam às 20h. E 2006 começa com promessa de ano novo: a partir de março, também em respeito aos nossos espectadores, vamos ficar de olho na pontualidade do público - e os atrasados vão ficar de fora. Fiquem ligados!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2006

Amostrão Vila Verão em cartaz!

Nesta sexta-feira, celebramos a entrada de 2006 com o início do Amostrão Vila Verão deste ano. Com apresentações diárias e novo horário para os espetáculos adultos - 20h, atendendo aos pedidos do público no Diga Aí - a programação relembra o melhor de 2005 e antecipa a agitação que teremos pela frente. Os preços dos ingressos continuam os mesmos: r$ 14 (inteira) para as apresentações e r$ 5 (único) para a Roda de Choro - e tem ainda a promoção do Passaporte do Vila* para você economizar!

Confira os dias e horários das atrações e agende as suas noites de verão.


CABARÉ DA RRRRRAÇA - O Bando de Teatro Olodum segue firme contra o preconceito racial em seu polêmico espetáculo. Nesta temporada, convidados musicais temperam a apresentação - começando pela cantora Mariene de Castro. (de 06/01 a 17/02/2006 - sextas - 20h)

DEBAIXO D'ÁGUA EM CIMA D'AREIA - A Outra Companhia de Teatro viaja no imaginário da Bahia nesta aventura cheia de confusões e surpresas que viram de cabeça pra baixo o vilarejo protegido por Mamãe. (de 07/01 a 18/02- sábados - 20h)


ANTÍDOTO - A cantora Graça Reis e o músico Aldo Brizzi realizam um show que mistura música eletrônica, voz e poesia para criar uma atmosfera que oscila entre o sonho e a realidade. A direção artística está nas mãos de Cornelia Geiser. (de 08 a 22/01 - domingos - 20h)


CARTAS ABERTAS - Venha descobrir o que mulheres de todas as idades contam secretamente em suas cartas, com a bela interpretação das atrizes da Cia. Teatro dos Novos. (de 09 a 24/01 - segundas e terças - 20h)


RODA DE CHORO
- O chorinho tem espaço garantido no Vila, reunindo músicos de diferentes gerações ao pôr-do-sol. (toda quarta - das 17h às 20h)


IMAGINA SÓ... AVENTURA DO FAZER - Para as crianças, a Cia Novos Novos apresenta a fantástica história de Edu, um menino que recebe no seu quarto a visita de personagens de seus livros preferidos. (14 a 28/01 - sábados e domingos - 17h)


LATIN IN BOX - Latinos enlatados. Poesia politizada. Música pop. Feições índias. A América Latina desbravada no recital cênico-musical da Cia. Teatro dos Novos. (de 19/01 a 16/02 - quintas - 20h)


DIVORCIADAS, EVANGÉLICAS E VEGETARIANAS - A Cia. Teatro dos Novos mostra os desacertos da vida a dois e as peculiaridades do universo feminino vistos sob o olhar irreverente de três mulheres em crise com o seu próprio destino. (de 29/01 a 19/02 - domingos - 20h)


DIATRIBE DE AMOR CONTRA UM HOMEM SENTADO - Às vésperas de completar 25 anos de casamento, uma mulher se rebela contra a hipocrisia do marido. Mais uma peça feminina da Cia. Teatro dos Novos, com texto de Gabriel García Marques. (de 30/01 a 14/02 - segundas e terças - 20h)


DA PONTA DA LÍNGUA À PONTA DO PÉ - A aventura infanto-juvenil do Viladança está de volta! Traga as crianças para acompanharem o skatista Zé e a bailarina Isadora em seu apaixonante mergulho no mundo da dança. (de 04 a 19/02 - sábados e domingos - 20h)

Oficinas Vila Verão - últimos dias para inscrições!

Na próxima segunda-feira (09/01), começam as Oficinas Vila Verão 2006. Se você ainda não se inscreveu, aproveite a última semana de inscrições! De segunda a sexta, das 9:00 às 17:00. Confira os cursos oferecidos em: www.teatrovilavelha.com.br/oficinas


* Passaporte do Vila 2006
O Passaporte do Vila pode ser adquirido por R$ 25,00 até 1 hora antes das apresentações e dá direito a cinco ingressos para quaisquer espetáculos que façam parte da promoção. O passaporte vale até o final de 2006.